Quer um hatch? Veja as 10 melhores opções do mercado brasileiro

Confira quais são os pontos fortes de fracos de modelos com diferentes tamanhos e preços comercializados no país

capa 10 melhores hatchs
Montagem 10 opções de hatches (Montagem | AutoPapo)
Por Fernando Miragaya
22 de setembro de 2020 18:00
Especial para o AutoPapo

O Peugeot 208 ganhou uma segunda geração, bonita demais, cheia de tecnologia e também…  bastante cara. Mesmo assim, o hatch aumenta ainda mais o leque de opções do segmento, que é um dos maiores do mercado.

VEJA TAMBÉM:

Há desde modelos pequenos, de entrada e os chamados premium, com diferentes versões, tamanhos e propostas. Separamos aqui 10 boas opções de carros dentro da categoria de hatches, compactos a médio.

1. Volkswagen Polo

vw polo hatch 200 tsi comfortline cinza de frente 1
  • Preços: de R$ 59.200 a R$ 107.190
  • Motores: 1.0 12V de 84/75 cv, 1.6 16V de 117/110 cv, 1.0 12V turbo de 128/115 cv e 1.4 16V turbo de 150 cv
  • Câmbios: manual de cinco marchas ou automático de seis marchas
  • Prós: desempenho, acerto dinâmico, dirigibilidade e consumo
  • Contras: acabamento interno e custo de manutenção

O Polo tem no prazer ao dirigir o grande apelo. É um carro bem construído, com desempenho bom (seja aspirado ou turbo) e acerto dinâmico dos melhores do mercado. Tem direito até a uma variante com acerto esportivo, a topo de linha GTS. Mas até mesmo a com 1.0 aspirado garante certa dose de diversão.

Ainda se vale da robustez mecânica com fama de manutenção fácil da Volkswagen, apesar de o custo de revisões não ser barato.

2. Chevrolet Onix Hatch

novo chevrolet onix premier hatch 2020 vermelho de frente
  • Preços: de R$ 56.290 a R$ 77.090
  • Motores: 1.0 12V de 82/78 cv e 1.0 12V turbo de 116 cv
  • Câmbios: manual de seis marchas ou automático de seis marchas
  • Prós: posição de dirigir, acerto dinâmico, equipamentos e suspensão
  • Contras: acabamento interno e ergonomia

Já avaliamos o Chevrolet Onix. Assista ao vídeo!

A nova geração trouxe um carro muito bem resolvido e para se consolidar no posto de mais vendido do país. Seja com propulsor aspirado ou turbo, o Onix melhorou a rigidez da carroceria, o que se reflete em uma condução mais firme e direta.

A lista de equipamentos é um dos destaques, já que toda a linha já sai com seis airbags, controles de estabilidade e tração e assistente à partida em rampas.

3. Ford Ka Hatch

ford ka 2018 hatch cinza de frente
Ford Ka hatch para PcD
  • Preços: de R$ 49.890 a R$ 68.490
  • Motores: 1.0 12V de 85/80 cv e 1.5 12V de 136/128 cv
  • Câmbios: manual de cinco marchas ou automático de seis marchas
  • Prós: acerto da suspensão, rigidez da carroceria, dirigibilidade e desempenho
  • Contras: espaço interno e isolamento acústico

O Ka compensa o tamanho diminuto da cabine com um dos motores três-cilindros mais afinados do mercado. Tanto o 1.0 quanto o 1.5 entregam boas respostas em baixos giros, eficiência energética e baixo nível de vibração.

De quebra, o hatch ainda tem um acerto de suspensão mais firme e uma carroceria que entorta pouco nas curvas, além de preços mais agressivos que o dos principais rivais.

4. Fiat Argo

fiat argo drive 2021 prata visto de frente
  • Preços: de R$ 53.990 a R$ 74.990
  • Motores: 1.0 6V de 77/72 cv, 1.3 16V de 109/101 cv e 1.8 16V de 139/135 cv
  • Câmbios: manual de cinco marchas ou automático de seis marchas
  • Prós: conforto, posição de dirigir, custo/benefício e acabamento
  • Contras: nível de equipamentos e isolamento acústico

O Argo é um dos carros com melhor custo/benefício desta lista. Apesar do preço de tabela, é fácil encontrar as versões de entrada do hatch compacto premium em promoções na rede por menos de R$ 49 mil.

O problema é que os melhores equipamentos estão disponíveis como opcional e acessório de concessionária, ou nas variantes mais caras. De qualquer forma é um carro com espaço interno interessante e bom nível de conforto para o dia a dia. Mesmo com motor 1.0, o modelo também dá conta do recado e ainda é econômico.

5. Hyundai HB20 Hatch

novo hyundai hb20 hatch 2019 vermelho de frente
  • Preços: de R$ 48.990 a R$ 71.990
  • Motores: 1.0 12V de 80/75 cv, 1.6 16V de 130/123 cv e 1.0 12V turbo de 120 cv
  • Câmbios: manual de cinco ou seis marchas ou automático de seis marchas
  • Prós: desempenho, conforto, acabamento interno e custo de manutenção
  • Contras: acerto da suspensão e custo do seguro

Outro que recebeu nova geração no ano passado e foi bastante aprimorado. O compacto da Hyundai manteve o bom custo/benefício, com versões por menos de R$ 55 mil bastante recheadas de equipamentos de segurança, por exemplo.

Além disso, o desempenho do 1.0 aspirado é tão bom que faz parecer que se está em um carro com motor com capacidade volumétrica maior – e ainda tem a opção turbo.

6. Toyota Yaris Hatch

 novo toyota yaris hatch 2019 vermelho de frente
  • Preços: de R$ 68.490 a R$ 93.790
  • Motores: 1.3 16V de 101/94 cv e 1.5 16V de 110/105 cv
  • Câmbios: manual de seis marchas ou automático do tipo CVT com sete marchas simuladas
  • Prós: acerto do conjunto mecânico, espaço, dirigibilidade e custo de manutenção
  • Contras: acabamento e itens de conforto

Lançado em 2018, o Yaris chegou para ser uma opção (bem) mais requintada do que o Etios. Na mecânica, o motor une o melhor dos dois mundos da Toyota no Brasil: a eficiência dos motores 1.3 e 1.5 com a caixa CVT com melhor acerto do mercado, herdada do antigo Corolla e com sete marchas virtuais.

O hatch também se destaca pelo baixo custo de manutenção e espaço traseiro interessante, mas deve alguns itens básicos de conforto e ergonomia nas versões mais baratas.

7. Peugeot 208

novo peugeot 208 branco
  • Preços: de R$ 74.990 a R$ 94.990
  • Motor: 1.6 16V de 118/115 cv
  • Câmbio: automático de seis marchas
  • Prós: comportamento dinâmico, dirigibilidade, acerto da suspensão e calibragem da direção
  • Contras: posição de dirigir e espaço no banco traseiro

Como dito, o 208 chegou nesta nova geração com um design arrebatador. Porém, o carro tem custo/benefício complexo. Começa em R$ 75 mil, mas oferece menos espaço que a maioria dos rivais. Só é vendido com motor 1.6 aspirado e câmbio automático, que dá conta do recado.

O grande destaque está no acerto da carroceria, firme em curvas e retas e com ótima estabilidade.

8. Renault Sandero

renault sandero cvt 2020 azul de frente
  • Preços: R$ 54.290 a R$ 82.190
  • Motores: 1.0 12V de 82/79 cv, 1.6 16V de 118/115 cv e 2;0 de 150/145 cv
  • Câmbios: manual de cinco ou seis marchas ou automático de seis marchas
  • Prós: espaço interno, calibragem da direção, conforto e custo de manutenção
  • Contras: posição de dirigir e acabamento

Remodelado em 2019, o Sandero melhorou a vida a bordo. Apesar de a posição de dirigir e ergonomia terem falhas, os bancos estão bem mais confortáveis e o volante novo melhorou a pegada. Além disso, é um hatch com bom aproveitamento de espaço interno e porta-malas amplo e fácil de colocar as bagagens.

Os motores da linha SCe são suficientes para o compacto, que ainda tem uma versão esportiva RS com desempenho arisco e acerto mais firme.

9. Honda Fit

honda fit cinza de frente
Honda Fit
  • Preços: R$ 64.100 a R$ 88.200
  • Motor: 1.5 16V de 116/115 cv
  • Câmbios: manual de cinco ou automático do tipo CVT
  • Prós: espaço interno, conforto, posição de dirigir e reputação da marca
  • Contras: acerto da suspensão e custo de revisões

O monovolume é um carro bem pensado por fora e por dentro. Tem bom espaço interno, modularidade inteligente dos bancos e motorista usufrui de ótima posição de condução. O porta-malas também é um dos destaques, enquanto o motor 1.5 confere um desempenho bastante coerente e confortável para o carro.

O problema é que o Fit mudará de geração no Brasil em 2021 – o modelo novo já roda na Ásia.

10. Chevrolet Cruze Hatch

chevrolet cruze hatch sport6 premier cinza de frente
  • Preços: R$ 105.290 e R$ 117.090
  • Motor: 1.4 16V turbo de 153/150 cv
  • Câmbio: automático de seis marchas
  • Prós: desempenho, posição de dirigir, comportamento dinâmico e espaço
  • Contras: nível de vibração e acabamento

O Cruze entra como um bônus track, já que é o único hatch médio dessa lista – e também o único sobrevivente desta categoria no mercado sem ser de marca premium. Vale-se de mais espaço que os compactos, mas também passa dos R$ 100 mil.

Um dos destaques do modelo é o bom acerto da carroceria e a disposição do motor turbo para o uso na cidade e na estrada. É vendido apenas em duas versões, sempre com caixa automática.

Fotos Chevrolet | Divulgação

37 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Paulo Roberto Bittencourt 27 de julho de 2021

Bom dia pessoal do motor e do pedal…! Sinceramente, concordo com todos os comentários acima é apenas acrescento um ponto a considerar: as revendedoras( concessionárias) também entram no ganho irreal.
Somente citando um exemplo que me deixou em alerta; liguei para um vendedor conhecido ( atualmente na Toyota) e lhe disse; Carvalho, finalmente vou pegar o Etios hatch AT…! Resposta: não fabrica mais, agora vamos investir no Yaris….!!! Estou até agora pensando: como pude fazer negócio com um idiota como este que já me vendeu dois carros? Na realidade, o idiota fui eu….!!!

Avatar
edson 16 de abril de 2021

i30 – 40 mil
Veloster – 40 mil
só esses dois destroem todos os outros citados na matéria!!!

Avatar
Lucas Silva 31 de julho de 2021

Veloster, não. Carro manco.

Avatar
Name *Assunção Gérson 4 de abril de 2021

Aí gente ! O problema não é o prêço dos carros e sim a quantidade de “impostos” q a fazenda atrela a eles. Mais de 45% dos preços, são de impostos !
Se os impostos fossem como nos estados unidos, teríamos nossos hatches, não mais caros do q R$ 50.000,00. E, tem tb o já comentado “financiamento”. è o q ferra o brasileiro (compra um e paga por dois e meio) q não faz suas contas. E os importados então ? Acho q já passou da hora de se tirar esses 100% de “impostos” em cima dos preços, mais desembaraços e taxas outras. 🙁 Todos os órgão: federais, estaduais e municipais ganham (e muito) nas nossas costas. Temos os carros mais caros (comparados c/ os outros de fora), uma das piores e mais caras gasolinas (inclusive álcool) do planeta, licenciamentos e seguros caríssimos, manutenções (a partir da 3ª) exorbitantes e desvalorização rápida (assim q vc sai da concessionária seu carro vale 15% menos).

Avatar
ZULMA GOMES DE CARVALHO 8 de fevereiro de 2021

TENHO UM FIESTA HATCH 2010/2011, 1.6, COM 41.300KM RODADOS, EXCELENTE! PENSAVA EM TROCAR POR UM Ka, MAS DESISTI, POIS NÃO QUERO MOTOR DE 3 CILINDROS. MEU CARRO TEM TUDO O QUE EU PRECISO; BOM TAMANHO, ESPAÇO INTERNO ÓTIMO, SILENCIOSO, ERGONOMIA PERFEITA, ECONÔMICO E BRANCO, QUE A PINTURA NÃO QUEIMA. SEMPRE GOSTEI DE CARROS FORD, POIS DIRIJO ATÉ MIL QUILÔMETROS POR DIA E NÃO ME CANSO, ENQUANTO COM OS OUTROS, AOS 200KM, JÁ ME SINTO INCOMODADA. DESDE QUE APRENDI A DIRIGIR, QUE TENHO ESSA PREDILEÇÃO. PASSEI 15 ANOS COM UM ESCORT MODELO EUROPEU. SOU CONSERVADORA E NÃO USO CARRO POR VAIDADE E SIM, POR NECESSIDADE; CUIDO MUITO BEM DE TUDO, PARA QUANDO VENDER, NÃO ENGANAR O COMPRADOR.

Avatar
Diego Nicolau 6 de dezembro de 2020

Faltou o Kia Rio nesta lista, bem melhor que o Ford Ka, por exemplo.

Avatar
Lourdes Maria 2 de outubro de 2020

Sabe quando eu comprarei um carro zero? Nuncaaaa! Meu dinheiro não dá em árvore. E é um bem que só desvaloriza. O meu Fox 2009/2010 me atende perfeitamente. Se minha cidade não tivesse tanto morro eu compraria era uma bicicleta. Pronto, falei.

Avatar
Eduardo 28 de setembro de 2020

A razão pela qual os carros não são mais baratos é porquê o povo aceita pagar, e mesmo que não tenha poder aquisitivo para tal, existe uma corda no pescoço chamada financiamento, o Brasileiro é assim infelizmente, não tem dinheiro para comprar arroz no final do mês, mas para pagar 60 parcelas de 900 reais só pra mostrar para o vizinho que pode ter um carro zero é com ele mesmo.

Avatar
Fábio Silva 16 de setembro de 2021

E ainda faz questão de repetir aquela frase: quem não mete as caras não consegue nada!
O governo deita e rola nesses irresponsáveis, enquanto o Brasil afunda.

Avatar
Mário 25 de setembro de 2020

Em primeiro deveria ser o Etios pense num carro macho.

Avatar
Martinha 23 de setembro de 2020

Além de pagar um valor exorbitante por qualquer desses, entre outros, vc ainda tem que pagar caro pra te lo e manter, não é assim em nenhum outro país, por isso pretendo continuar sem

Avatar
Eduardo 28 de setembro de 2020

Concordo plenamente.

Avatar
Alberto 20 de janeiro de 2021

Tem razão MARTINHA!! Sabe que as vendas de automóveis nunca mais será igual há anos atrás. Hoje com os aplicativos de transporte tudo fica mais em conta.impostos e conservação são caríssimos hoje.

Avatar
Diego 23 de setembro de 2020

De Todos da Lista os mais interessantes são Polo, HBagre e Fit! Futuramente vou comprar o Fit que dá Lista na minha opinião e o mais interessante! Acho que a Honda deveria aproveitar esse projeto e desenvolver um concorrente para a Spin também, o que seria bacana para nosso mercado carros com 7 lugares! Sobre o 208 Sinceramente não gostei! Parece ter muita tecnologia interessante, mais a Peugeot deveria investir no seu Pós-Venda q e ruim!

Avatar
Paulo 23 de setembro de 2020

Nenhum dos carros mencionados na matéria valem mais 50 mil, preços exorbitantes, coisa do Brasil. Não estou dizendo que os carros são ruins, mais sim carrissimos. Pagar quase 60 mil em um polo é coisa de doido.

Avatar
Murilo Galera 23 de setembro de 2020

Então compra um ka que é de 50.000A68.000

Avatar
Marcelo 23 de setembro de 2020

Em tese o pos venda da peugeot deve melhorar bastante agora q foi feita a fusao com a fca ( fiat) e se n me engano a fiat vai passar a montar o 208 aqui no brasil quando chegar a versão 2022.

Avatar
Polyanna 24 de setembro de 2020

Meu hb20 saiu por 48.990.

Avatar
Alberto 20 de janeiro de 2021

E você acha que fez bom negócio?
Coloca na ponta do lápis: assim que você tirou o carro da agência ele já desvalorizou 30%. E as revisões? Caríssimas!!!!! IPVA etc etc etc

Avatar
Eduardo 28 de setembro de 2020

Concordo e discordo, concordo com a parte em que você diz que os carros são caros, brasileiro é trouxa mesmo, e discordo com a parte que você diz que os carros não são ruins, para o nosso padrão não, mas se comparar com os mesmos modelos vendidos em outros países, são uma verdadeira carroça.

Avatar
Karla 23 de setembro de 2020

Façam matéria sobre os preços dos carros no Brasil. Não combinam com o poder aquisitivo da grande maioria da população. Quais as razões para não serem mais baratos?

Avatar
JOSE MARCELO CONSTANTINO 23 de setembro de 2020

Impostos que encarece os carros

Avatar
Eduardo 28 de setembro de 2020

Creio que sua observaçao está equivocada meu querido, impostos são o menor dos problemas neste caso.

Avatar
Alberto 20 de janeiro de 2021

Tá enganado amigo. Já foi tempo que o imposto era o pior. As montadoras metem a mão mesmo. E mais, o Brasil é onde eles tem mais lucro. Povo que é burro e compra com a corda no pescoço por até 80 meses…. absurdo

Avatar
Lucas Silva 31 de julho de 2021

Essa questão de impostos é a maior lorota que as montadores soltam para justificar os preços abusivos. A carga tributária é alta? Sim. Mas não justifica um aumento de preços abissal de um ano para outro.

Avatar
José talison vieira 23 de setembro de 2020

Karla, concordo plenamente contigo, porém as vendas não baixam, batem recorde em cima de record, inclusive aqui na minha cidade durante a pandemia houve muita venda de novos, por isso não baixam os preços. Eu pelo menos vou pelo semi novo de procedência, não vale mais a pena comprar carro novo aqui no Brasil. Surreal o preço, da pra comprar um apartamento!

Avatar
Lucas Silva 31 de julho de 2021

Tem gente que está mais preocupada em andar em carro com acabamento em plástico duro, financiado em 72x, só para mostrar para os outros que está de carro novo. Acha que comprar seminovo é coisa de plebeu.

Avatar
Eduardo 28 de setembro de 2020

A razão pela qual os carros não são mais baratos é porquê o povo aceita pagar, e mesmo que não tenha poder aquisitivo para tal, existe uma corda no pescoço chamada financiamento, o Brasileiro é assim infelizmente, não tem dinheiro para comprar arroz no final do mês, mas para pagar 60 parcelas de 900 reais só pra mostrar para o vizinho que pode ter um carro zero é com ele mesmo.

Avatar
Paulo Roberto Alves 23 de setembro de 2020

Por que vocês não incluíram o RIO da KIA?

Avatar
MARCELO 23 de setembro de 2020

O melhor nao ta ai GOL

Avatar
Edmilson Pinheiro 23 de setembro de 2020

Eu concordo com vc, o novo gol ficou top, tenho um ônix, me arrependi da compra, meu pai tem um gol 2020, eu deveria ter seguido o Conselho dele

Avatar
Marcondes 23 de setembro de 2020

Oi bom dia aqui no nosso Brasil a taxa de juros são muito altas, com esses valores fica difícil um trabalhador assalariado comprar um automovel. E financiando,o automóvel fica ainda mas caro. Infelizmente essa é a realidade do nosso Brasil.

Avatar
Sérgio José dos Santos 23 de setembro de 2020

Verdade, financiei uma parte do meu carro e no preço final vai ficar muito caro, a próxima troca vou guardar o dinheiro e pagar a vista, os juros é um absurdo

Avatar
Eduardo 28 de setembro de 2020

A razão pela qual os carros não são mais baratos é porquê o povo aceita pagar, e mesmo que não tenha poder aquisitivo para tal, existe uma corda no pescoço chamada financiamento, o Brasileiro é assim infelizmente, não tem dinheiro para comprar arroz no final do mês, mas para pagar 60 parcelas de 900 reais só pra mostrar para o vizinho que pode ter um carro zero é com ele mesmo.

Avatar
Well 22 de setembro de 2020

Carro brasileiro é carroça, carro bom é BMW, PORSCHE, FERRARI…

Avatar
Vandeilson 23 de setembro de 2020

Nenhum dessa lista devia custar mais que 40 mil reais ,mas como tem besta que compra entra ate em fila de espera as montadoras intucha preco la nas nuvens afinal estao aqui pra faturar.

Avatar
Lucas Silva 31 de julho de 2021

BMW, ok, mas Porsche e Ferrari já é exagero, pois eles são caros em qualquer lugar do mundo.

Avatar
Deixe um comentário