Honda anuncia ‘Civic Cross’, esportivo Type-R e outras novidades para o Brasil

Marca prepara um SUV do Civic para concorrer com Corolla Cross; ela também confirmou novo HR-V para agosto, além do novo Civic híbrido, ainda em 2022

novo civic suv
Novo HR-V: opção de motor 1.5 turbo e aspirado (Fotos: Honda | Divulgação)
Por AutoPapo
20 de abril de 2022 10:01

Muitos leitores questionaram se a Honda tinha planos de sair do Brasil. A resposta é não! Pelo contrário, a marca japonesa anunciou na manhã desta quarta-feira (20) o lançamento do novo HR-V para agosto.

Além do HR-V, ainda em 2022, a marca lançará a nova geração do Civic – a 11ª geração – chegará importada ao país no último trimestre deste ano; o sedã terá como destaque tecnologia híbrida e:HEV – que já foi oferecida aqui no Accord.

Já em 2023, a Honda irá lançar um SUV inédito no mercado brasileiro, um novo produto desenvolvido com base no Civic. No mesmo ano, vem o CR-V e:HEV, também híbrido. E, como um diferencial para o ciclo de novidades, a marca japonesa trará o icônico Civic Type R.

VEJA TAMBÉM:

Novo HR-V: motor 1.5 turboflex

Versões de entrada do novo HR-V tem traços mais minimalistas
Nova HR-V já foi apresentado em países asiáticos

Segundo a Honda, a nova geração do HR-V irá estabelecer uma nova referência no segmento, com um pacote de tecnologias único em segurança, economia de combustível e conectividade.

O novo HR-V será lançado no Brasil em quatro versões: duas com o motor 1.5 DI DOHC i-VTEC, já aplicado no novo City, e duas com o inédito motor 1.5 turboflex, especialmente desenvolvido para o mercado brasileiro.

A potência e o torque desse novo motor turbo da Honda ainda não foram revelados, mas o 1.5 turbo utilizado no Civic e HR-V Touring, movido apenas a gasolina, desenvolvia 173 cv e 22,5 kgfm de torque. Já o motor 1.5 de aspiração natural desenvolve 126 cv a 6.200 e torque de 15,5 kgfm com gasolina e 15,8 kgfm com etanol.

  • O que achamos do novo City? Veja nossa avaliação:

Novo HR-V será conectado e ficará maior

Segundo o jornalista Leonardo Felix, da Mobiauto, o novo HR-V estreará no Brasil um sistema de conectividade cheio de recursos. o My Honda Connect do novo HR-V incluirá  Wi-Fi a bordo, a partir de um chip nativo, e um aplicativo de celular que permitirá a visualização de informações ou execução de funções remotas do carro em tempo real.

Já usado em outros mercados só como “Honda Connect”, mas patenteado aqui como “My Honda Connect”, é um serviço similar ao On Star, da Chevrolet, ou ao Fiat Connect Me/Adventure Intelligence by Jeep, usado por Pulse, Toro, Renegade, Compass e Commander.

Sgundo Felix, por meio do app, o dono do veículo poderá obter a geolocalização do veículo, alertas de disparo de alarme, alertas de limites de velocidade excedido durante o uso por outra pessoa, quilometragem, nível de combustível, autonomia e monitoramento de pressão dos pneus em tempo real, além de avisos de revisão e manutenção.

Dimensões

Ainda segundo a reportagem da Mobiauto, o novo HR-V será construído sobre a mesma plataforma da atual geração – que, como dissemos, é a base GSC dos novos City hatch e sedan –, o novo Honda HR-V manterá os 2.610 mm de entre-eixos do SUV recém-tirado de linha em nosso mercado.

Contudo, todo o monobloco será modificado, com direito a chapas inteiramente novas de estamparia (usando aços de mais alta resistência), novas colunas, bitolas maiores e uma carroceria com silhueta totalmente diferente, trazendo frente elevada e um balanço traseiro com caimento estilo cupê.

Assim, a largura do SUV aumentará em quase 7 cm, de 1.722 mm para 1.790 mm (sem contar os retrovisores). Já o comprimento crescerá apenas 1,1 cm, para 4.340 mm, enquanto a altura ficará praticamente inalterada.

SUV do Civic: ‘Civic Cross’?

A Honda não confirmou nenhum detalhe deste novo SUV feito sobre a plataforma da nova geração do Civic, mas ele ficará posicionado entre o HR-V e o CR-V. Basicamente, ele será a arma da fabricante para encarar o conterrâneo Toyota Corolla Cross, que está com um bom volume de vendas no mercado brasileiro.

Segundo informações da revista japonesa Car Sensor, reproduzidas pelos nossos parceiros da Mobiauto,  o futuro modelo medirá cerca de 4.500 mm de comprimento (4 cm a mais que o Corolla Cross), 1.800 mm de largura (2,5 cm a menos) e 1.625 mm de altura (0,5 cm a mais).

Quanto à motorização, é de se esperar que o modelo adote o 1.5 turbo flex e, quem sabe, um conjunto hibrido.

Novo Civic

O novo Civic, que virá importado, deve usar o mesmo conjunto do Accord e:HEV, lançado por aqui no fim do ano passado. O sistema híbrido do Accord tem dois motores elétricos, um gerador de energia e outro de tração, e é capaz de gerar 184 cv de potência e 32,1 kgfm de torque.

Eles estão associados a um 2.0 a combustão, de ciclo Atkinson, de 145 cv e 17,8 kgfm. A Honda chama essa tecnologia de e:HEV. Ela alterna automaticamente entre três modos de condução: EV Drive (100% elétrico), Hybrid Drive e Engine Drive.

Civic Type R

civic type r

Outra grande novidade para o mercado brasileiro é a confirmação da chegada da versão mais radical do Civic, a Type R. Ele encarará o Corolla GR, já confirmado pela Toyota.

A nova geração do modelo ainda não foi revelada oficialmente pela Honda, então não há qualquer informação sobre qual motorização ele poderia usar. A revista norte-americana Car and Driver especula que  o novo Civic Type R continuará a utilizar o quatro cilindros turbo de 2,0 litros usado na última geração. Ele entrega 306 cavalos, mas é esperado que o mais novo venha com mais força.

A Honda confirmou apenas que o o Type R terá uma transmissão manual.

Recentemente, a marca japonesa anunciou que o novo Honda Civic Type R estabeleceu um novo recorde de tempo de volta para um carro de tração dianteira no lendário Circuito de Suzuka (Suzuka International Racing Course) durante testes realizados para avaliação final de performance do modelo. A volta completa no circuito foi realizada em 2 minutos e 23,120 segundos.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Rodrigo MARTINIANO 22 de abril de 2022

Eu espero que todos eles sejam – no mínimo – FLEX.
Bem como torço para que alguma montadora relance veículos somente a álcool (etanol).
• DOIS GRAUS: O PONTO SEM VOLTA •
NÓS JÁ VIMOS QUE AO GOVERNO BRASILEIRO NÃO INTERESSA RETOMAR O PROÁLCOOL, sucateado após o fim do regime militar, APESAR DE O ÁLCOOL – embora não vá resolver o problema do aquecimento global – SER CAPAZ DE AJUDAR BASTANTE, DE MINIMIZAR O AQUECIMENTO GLOBAL, ATÉ QUE VENHA A SOLUÇÃO DEFINITIVA: na Europa, dentro de no máximo vinte anos, veículos movidos a gasolina ou a diesel não serão mais permitidos.
Aqui no Brasil, TEMOS A SOLUÇÃO DE MÉDIO PRAZO, mas o governo prefere “procurar pelo em ovo”, como sempre…
Engº MSC Rodrigo MARTINIANO.
. . . . .

Avatar
Polvo 20 de abril de 2022

Em termos comerciais, se a Honda usar o nome Civic Cross neste modelo, já terá uma parcela considerável de interessados como aconteceu com o Toyota.

Avatar
Deixe um comentário