Nova Strada 2021 ‘acaba’ com cabine simples e adota ‘Cabine Plus’

Linha 2021 da picape, completamente renovada, oferecerá espaço extra atrás dos bancos, mas perderá configuração com cabine estendida

Por AutoPapo 24/06/20 às 14h08

Com lançamento marcado para a próxima sexta-feira (26), a Fiat revelou que Strada 2021  ‘abandonará’ a cabine simples e trabalhará com o conceito que eles denominam Cabine Plus. A principal vantagem, segundo a marca italiana, é o dobro de capacidade atrás dos bancos, o que permite levar mais itens no interior da picape.

Assim, a nova Strada será comercializada com duas opções de carroceria: a Cabine Plus e a Cabine Dupla. Desta maneira, está descartada uma Strada 2021 Cabine Estendida.

VEJA TAMBÉM:

Herlander Zola, direto da marca Fiat, explica que há uma demanda dos clientes por maior espaço na cabine simples, mas que apenas 6% das vendas da atual geração são da versão atual com cabine estendida. A expectativa de vendas para a nova Strada é de 65% para a Cabine Plus e 35% para a Strada 2021 Cabine Dupla.

Desta maneira, a Fiat dobrou a capacidade atrás dos bancos na Strada 2021 Cabine Plus, que contará com 150 litros de capacidade neste “compartimento”. Segundo Zola. A cabine estendida da geração atual comporta 300 litros atrás dos bancos, enquanto a cabine simples tem 75 l.

A nova Strada Cabine Plus mede 4,474 metros de comprimento, 1,732 m de largura, 1,608 m de altura e tem um entre-eixos de 2,737 m. Ela tem capacidade de carga de 720 kg (carga + passageiros) e a caçamba tem 1.354 litros de capacidade de caçamba

Já a Strada 2021 Cabine Dupla tem  4,48 metros de comprimento com capacidade da carga para as versões com cabine dupla é de 650 kg e a caçamba comporta 844 litros de volume.

A suspensão foi totalmente reprojetada, mas a Fiat ainda aposta na robustez do conjunto com molas parabólicas longitudinais nas traseira.  A largura da caçamba é de 1,059 m entre as torres da suspensão.

O que já sabemos da nova Strada 2021

A Fiat unificou as versões com as da Toro e serão Endurance, Freedom e Volcano, a top de linha, apenas em cabine dupla de quatro portas.

Na Strada 2021, versões Freedom e Volcano, a Fiat adotou o 1.3 Firefly, o mesmo que equipa o Argo e o Cronos. Ele desenvolve 109 cv e 13,7 kgfm de torque com etanol. Com gasolina, os números são de 101 cv e 13,7 kgfm.

O motor 1.3 Firefly substitui o 1.8 E.torQ de 132 cv e 18,9 kgfm. A expectativa é de que o desempenho mais modesto seja compensado pela economia de combustível. A nova Strada 1.3 obteve classificação A no Inmetro.

A versão de entrada da Fiat Strada 2021, a Endurance, será vendida apenas com o antigo motor 1.4 Fire Evo de 88 cv e 12,5 kgfm. Todas as configurações são equipadas com direção elétrica; a exceção é a Endurance 1.4, que tem direção hidráulica.

Fotos: Fiat | Divulgação

2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    CASSIUS NUNES 24 de junho de 2020

    Maravilhosa!!!!!!!
    Só falta caber moto de trail com a tampa fechada….. Parabéns a FIAT……

  • Avatar
    Daniel 24 de junho de 2020

    A Fiat não cansa de dar tiro no pé… Pra que insistir com esse motor 1.4, antiquado, lerdo e gastão? Pode até ser robusto, mas o 1.3 firefly é muito melhor! Mais potente e econômico ! Vai vender bem, por que a concorrência é fraca, porém sem esse deslize a distância poderia ser ainda maior…

Avatar
Deixe um comentário