Por que o Peugeot 208 vende tão pouco? Veja 10 motivos

Conheça as razões que levam o hatch da marca francesa, que exibe projeto global e moderno, a ter desempenho comercial bastante fraco

Por Fernando Miragaya 21/01/21 às 09h40
lateral do novo peugeot 208 branco
Nova geração do hatch chegou ao mercado no último mês de setembro (fotos: Peugeot | Divulgação)

Você leu aqui recentemente no AutoPapo as razões que levam o Chevrolet Onix a ser um sucesso: é o carro mais vendido do país há seis anos. Agora, falamos do outro lado do universo comercial e automotivo. Um veículo bom, de qualidades inquestionáveis, mas cujo desempenho nas lojas que não condiz com suas virtudes. O modelo em questão é o Peugeot 208.

VEJA TAMBÉM:

Veja só os números. Em três meses cheios de venda, a nova geração do hatch, agora importado da Argentina, entregou quase 2.700 unidades – foram 494 em outubro, 1.093 em novembro e 1.099, em dezembro. O compacto, que foi lançado na segunda semana de setembro, anota uma média de quase 900 unidades por mês.

Só que mesmo a velha geração do Peugeot 208 já estava mal das rodas: de janeiro a setembro, a média era de 200 unidades/mês do carro feito em Porto Real (RJ). O que acontece com o modelo? Quais as razões para o fracasso de um bom automóvel? Confira o listão!

Por que o Peugeot 208 vende tão mal?

1. Não tem motor turbo

motor 1 6 do novo peugeot 208

O segmento de hatches compactos caminha para motores novos, mais eficientes e que muitas vezes recorrem ao turbo. A Peugeot lançou o novo 208 com o mesmíssimo propulsor 1.6 16V de 118/115 cv que perdura desde a linha 206 nos anos 2010. Não que a unidade seja ruim, mas está defasada em relação à boa parte dos rivais, em especial a dupla líder Chevrolet Onix e Hyundai HB20.

Detalhe é que, na Europa, a Peugeot tem uma versão turbinada do três canecos 1.2 PureTech, com injeção direta e 130 cv. É a mesma família de motores que, aspirada e com 90/84 cv, conferiu à antiga geração do 208 o título de carro mais econômico do país até alguns anos atrás. A questão é que o 1.6 é produzido em Porto Real (RJ), enquanto o 1.2 teria de ser trazido da Europa ou da China, o que deixaria o 208 mais caro do que já é.

2. Peugeot 208 tem preços altos

Pois é, o novo 208 foi lançado em setembro com preços entre R$ 75 mil e incríveis R$ 95 mil, em três versões de acabamento. Desta forma, o modelo chegou já sem preço competitivo e tendo de brigar com versões intermediárias de Onix e HB20, por exemplo, além de modelos mais casca grossas, como Volkswagen Polo e Fiat Argo. Exemplos de rivais com mais concessionárias, opções de motores mais modernos e mais espaçosos (tema que vamos abordar daqui a pouco).

Já a  versão mais completa é legal, tem itens de condução semi-autônoma e tudo mais. Só que, por R$ 96.990, você já conversa com outros segmentos, como o de sedãs compactos premium e o de utilitários esportivos compactos.

3. Peugeot 208 tem poucas versões

peugeot 208 like pack cinza lateral

Um mês depois do lançamento, a Peugeot tratou de lançar duas novas versões mais baratas do 208, com o mesmo 1.6, só que dotado de câmbio manual de cinco marchas. A básica Like (R$ 67.690) peladona, voltada para frotistas, e a Like Pack (R$ 73.990).

Porém, no total são apenas seis versões e há um espaço muito grande para a opção mais barata automática, a Active, que aumentou dos R$ 74.990 para R$ 80.290. Além disso, os pacotes de opcionais também são tímidos.

4. Herança maldita

A Peugeot não soube surfar na onda da Linha 200 no Brasil. Muita gente talvez não se lembre, mas o 206 foi um tremendo sucesso no mercado nacional. Lançado em 1999 importado da França (logo depois, da Argentina), chamou a atenção pelo design fora do comum, nível de acabamento superior no segmento e a força de um projeto global que remetia à tecnologia. O hatch foi um sucesso de vendas e foi o primeiro Peugeot na então nova fábrica fluminense (2001).

Algumas questões já começaram a surgir nas boas vendas do 206. O carro apresentava muitos problemas de suspensão e na parte elétrica. Para piorar, a rede cobrava caro por serviços e manutenção. Mesmo assim, o hatch continuou vendendo bem, até que, no ano de 2008, a marca francesa comete um de seus grandes pecados no país.

Boris Feldman já dirigiu o novo Peugeot 208: assista ao vídeo!

Por questões de custos, em vez de lançar o novo 207, que já rodava na Europa, a Peugeot optou por aproveitar a plataforma do 206 e colocar uma casca similar ao do compacto que tinha sido lançado no Velho Mundo. O carro foi maldosamente apelidado de “206 e meio” – chegou até a ser vendido lá fora como 206+.

Porém, no Brasil, foi um fiasco, deu origem até a uma equivocada picape compacta (Hoggar) e maculou a trajetória da Saga 200 da montadora. Mesmo com a estreia do 208 em 2013, com uma plataforma nova, a Peugeot não conseguiu reverter o estrago e o carro, apesar das várias qualidades, nunca emplacou nas vendas.

5. Peugeot não é agressiva nas vendas diretas do 208

A Peugeot tradicionalmente é pouco agressiva no segmento de vendas diretas. Já seus rivais… Tem carro concorrente do 208, por exemplo, em que as negociações com frotistas e locadoras representam quase 80% dos emplacamentos totais. No 208, antigo e novo, isso fica, com esforço, na metade.

6. Pouco espaço no banco traseiro

interior peugeot 208 1

O Peugeot 208 vende pouco também por causa do espaço interno. Tudo bem que o carro tem aquele bem sacado i-Cockpit, com volante destacado do painel e uma ergonomia bastante intuitiva para o motorista, Mas enquanto os concorrentes do segmento cresceram muito por dentro e pouco por fora, o exemplar da marca francesa não fez o dever de casa.

Com 2,53 m de entre-eixos, o 208 tem um espaço normal para motorista e carona, mas os passageiros de trás sofrem. Nem precisa recuar todo o banco dianteiro para o passageiro de 1,70 m de altura ficar com os joelhos rentes ao encosto do banco da frente. E também não precisa ser muito mais alto que isso para quase raspar a cabeça no teto.

Só a título de comparação, Toyota Yaris, Volkswagen Polo e Fiat Argo superam o 208 nesse quesito. Mesmo Onix e HB20 não apresentam uma sensação tão claustrofóbica no banco traseiro.

7. Pouco espaço no porta-malas

porta malas do peugeot 208

Aí você vai pensar: “ah tem pouco espaço traseiro mas ganhou no porta-malas”. Pelo contrário, o espaço para bagagens encolheu de uma geração para outra. O atual 208 comporta 265 litros, enquanto o seu antecessor oferecia 285 litros. É um dos piores do segmento.

Para se ter ideia, o Honda Fit esbanja com seus 360 l, o Renault Sandero se destaca com 320 l, o Yaris leva 310 l e Argo, Polo e HB20 ficam com 300 l, cada. Mesmo o Onix supera o Peugeot: 275 litros.

8. Má fama

Isso começou ainda com os carros importados nos anos 1990 e com o 206. Principalmente no que diz respeito a custos. Peças caras e serviços com custos igualmente salgados mancharam a reputação da marca. A Peugeot, inclusive, fez uma grande reformulação em sua rede a partir de 2014. Descredenciou os lojistas mal avaliados, credenciou novos grupos mais comprometidos com a marca e reestruturou seu pós-venda.

Além disso, fez planos como o Peugeot Total Care, um programa que promete 10 compromissos com os clientes na prestação de serviços e que acena até com o não pagamento caso haja insatisfação por parte do consumidor. É um trabalho de formigiguinha recuperar essa imagem e isso se reflete nas vendas do 208…

9. Desvalorização alta

novo peugeot 208 em rua

Uma coisa leva à outra, e a imagem ruim que a marca ganhou no pós-venda se reflete no segmento de seminovos e usados. Os carros da marca francesa tendem a ter desvalorização maior que seus pares. Verdade que essa “regra” diminuiu com o tempo. O antigo 208, por exemplo, registra entre 8% a 10% de perda após um ano. Mas na época do 207, a depreciação era de 15%…

10. Liquidez ruim

Mais um efeito dominó. Se o caro desvaloriza muito, é menos gente querendo comprar – ou o colocando como segunda ou terceira opção. O 208 tem fama de demorar a girar no segmento de seminovos e usados, assim como acontecia com o 207.

Um exemplo simples, superficial, mas só para ilustrar: consultamos cinco donos de agências de carros em São Paulo e, em todos, os gerentes disseram que se um Onix leva de 10 a 15 dias, em média, para ser repassado, um Peugeot 208 (da antiga geração) pode levar mais de 25 dias.

SOBRE
144 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
RODRIGO 28 de janeiro de 2021

Resposta simples, aos olhos de ex proprietários nunca prestou.
Porcaria não vende

Avatar
Felipe Rocha dos Santos 27 de janeiro de 2021

Só falta adicionar no subtitulo da materia “desempenho comercial fraco no Brasil”…

Avatar
Rodrigo Oliveira 27 de janeiro de 2021

Na verdade vivemos um periodo que as pessoas amam desqualificar as coisas e pessoas… Se teve uma experiência ruim já dizem para não comprar ou cancelar.
Precisamos parar com isso e deixar as pessoas decidam o que consumir.
Tenho vontade de ter um Peugeot… Tenho VW atualmente mas são carros sem graça nenhuma, tem suas qualidades mecânicas, mas são carros muito caros pelo que entregam.

Avatar
Alex 29 de janeiro de 2021

Amigo, se você acha a VW caro, veja os preços da Fiat! São absurdos!

Avatar
Esdras A. Felício 27 de janeiro de 2021

Realmente o novo 208 veio pra agradar, mas decepcionou.
O preço não conduz com o produto.
Fizeram um carro super tecnológico, com opcionais interessantes no topo de linha, mas colocaram um motorzinho de máquina de costura… tentando mascarar potência com um turbinho.
Não colou.

O teto panorâmico é um charme…. mas sem acionamento elétrico da cortina???

E cobrar quase R$90.000,00 pelo veículo, é pedir pro cliente nem entrar na loja.
E cá entre nós, é um carro pra duas pessoas adultas na frente e três crianças atrás.

Tenho um excelente Peugeot 308 Allure 1.6 TURBO ano 2017 e não troco.

Avatar
Carlos 27 de janeiro de 2021

Erros grosseiros por parte da cúpula da Peugeot!
Como que um CEO deixa isso acontecer?
Outro caso de erro grosseiro é a Renault; Atualiza o Duster e deixa no marasmo a Oroch sem novidade.
Afinal, ambos não tinha a mesma frente?
Então a nova frente do Duster caberia na Oroch sem custo adicional.
Garanto que venderia mais!!
Eu comprei uma Oroch zero em 2017, ( bom carro ), mas agora troquei pela Toro e o que. Pesou na decisão foi a falta de renovação da Renault.

Avatar
Luiz Claudio 26 de janeiro de 2021

Sabe o que é importante lembrar… a concorrência que os francesinhos, trouxeram para o Brasil, fez com que as demais marcas fizessem upgrades de conforto… Afinal, por aqui , até porta-luvas era opcional.

Avatar
Uberlan 26 de janeiro de 2021

Seria o preço????? Aqui no Brasil é famosa a prática de preços abusivos e surreais e o novo Peugeot 208 não fugiu dessa “regra”!

Avatar
elioricardoalves 27 de janeiro de 2021

Olha urbelan de fato o preço assusta apesar que os veículos estão muito puxados o que pode pegar e o modelo e importado as peças pode ter certeza não será muito em conta quanto a Boris dizer do motor turbo não vir será ligeiramente melhor por motivos óbvio será mais caro e eu não acredito que melhora o lado da poluição tem o modelo elétrico mas o preço vai provocar ataques cardíacos a quem ouvir o valor e interessante mas fora da realidade do possível comprador

Avatar
Ricardo 26 de janeiro de 2021

Eu tive um 207. Um baita carro até dar problema. Isso sem contar que a rede de concesionárias é péssima, não que as outras sejam melhores, mais realmente deixa muito a desejar. Isso sem falar no preço. Tem muita coisa boa para comprar com 70K. Alguns problemas que enfrentei: falta de peça, o retrovisor rebatia com o carro em movimento e nenhuma concessionária conseguiu resolver. Isso sem contar que um carro bateu em mim e o farol automático simplesmente não chegava. A concessionária teve que instalar um farol normal para que eu conseguisse rodar com o carro até chegar a peça correta.

Avatar
Reinaldo 26 de janeiro de 2021

Depois dessa matéria ,agora que não vende ,ninguém compra ….acho apenas bonito ,mas não compraria ( como amor ) por um carro .
Infelizmente,existem carros que são mal falados sem se quer alguém te-lo ….mas vamos continuar assim ,sem tê-lo mesmo kkkk

Avatar
Eduardo 26 de janeiro de 2021

A durabilidade das peças de carros da psa tem prazo de validade curto. Se você trafega em pisos muito ruins, aí o bicho pega.
Esse 208 é carro para solteiro, no maximo um casal, pois o espaço interno dele é ridículo.

Avatar
Alexandre 25 de janeiro de 2021

Já é o 2o. Peugeot q tenho e é o melhor dos carros q tive (e pude ter) até o momento. Já tive 2WV, 2Chevrolets, 2 Ford, 1Nissan etc… enfim, todos têm alegrias e tristezas; requerem revisões periódicas; desvalorizam (principalmente se deixar em revendas-nenhuma marca escapa!), podem te pegar de surpresa c algum tipo de manutenção… A Internet tá aí pra avaliar os relatos (claro q de preferência os Blogs e Sites sérios – pois memes pra zoar carros, tem aos moooontes 😆🤦‍♂️) ; conferir e pesar os resultados de várias marcas e modelos, comportamento do carro após 30, 40, 50mil Kms de rodagem etc.
Então…segue a dica dos desprendidos de marca! A Vida é curta demais pra ficar dirigindo carro sem graça!
Se é pra optar p um “Carro-Perfeito”, (coisa q até hoje ainda não existe), opte por aquele q te atenda e satisfaça de verdade!

Avatar
Aline 26 de janeiro de 2021

Boa!!! Tenho um Peugeot 2008 Griffe!! Estou apaixonada!!

Avatar
elioricardoalves 27 de janeiro de 2021

E Aline o 2008 e bonito e o novo 208 também o preço e bem salgado já vi um de teste drive e lindo o chato e não ser produzido no Brasil

Avatar
Cassia 4 de fevereiro de 2021

Comprei um griffe Aline é fico cheia de dúvidas vendo esses comentários afff
Mais que bom que o seu tá sendo positivo

Avatar
Pat 28 de janeiro de 2021

Tive vários Peugeot (405 e 306) e ano passado comprei um 208 Griffe. Gosto do estilo, design e acabamento dessa marca. Manutenção? Sem reclamações, igual as outras marcas: tendo cuidados básicos problemas diminuem. Ruim de revenda? Não acho. Carro bem cuidado e com manutenções em dia sempre vendem bem. É só vender para os consumidores certos que não tenham preconceito com marca x ou y. Valor de revenda? Comprei por valor condizente por isso não devo perder muito.

Avatar
Rosete Aparecida dos Santos 24 de janeiro de 2021

Eu tenho um 208 2017, só elogios, amo de paixão. Ele além de lindo, tb acho econômico, em 4 anos só fiz as revisões e numa noite cai num buraco de concreto ele ficou com a dianteira direita presa por um parafuso que tinha no tal buraco todos que ajudaram a puxar ficaram de boca aberta, pq não amassou nada!! Apenas grudou a tinta do local e uns arranhões que saiu com polimento. Amoooo de paixão e estou negociando pra pegar o 2021

Avatar
Wagner Medina 24 de janeiro de 2021

Não vende simplesmente porque é um Peugeot, mem precisa dizer mais nada.

Avatar
Joaquim Geraldo de Morais 23 de janeiro de 2021

Comprei um carro da peugeot”pasione”zero,fiquei com ele até aquitacão,e agora tenho outro PEUGEOT active 208,comprei zero,e agora vou dispor dele pra comprar talvez um novo Peugeot,mas encontrei dificuldade quanto ao presso do meu usado pela cossecionaria PEUGEOT,Deveria avaliar melhor,para que possamos comprar o novo.obrigado.

Avatar
Samy 23 de janeiro de 2021

A Peugeot deveria demitir toda a diretoria, procurar alguém que atue na Caoa e convidar a assumir, engenharia competente eles tem, veículos excepcionais, não dá pra comparar com os equivalentes da concorrência, em compensação, o marketing…uma tristeza. O 208 antigo estava muito à frente de toda concorrência quando foi lançado, mas isso em 2012, deixaram o carro sem uma atualização até 2020, 8 anos com a mesma aparência, acabamento, etc, foram perdendo vendas, até que lançam o 208 nova geração, só que se o 208 antigo tinha motor e preço compatível com os concorrentes da época, acabamento e tecnologia muito superiores, e foi lançado no final do boom econômico, o novo 208 tem motor antigo, igual do 208 de 2012, preço muito acima dos concorrentes diretos, e foi lançado na pior crise econômica da história. Está pelo menos 3 anos atrasado, e deveria ter vindo com o motor 1.2 turbo nas versões topo de linha para concorrer com o Polo, deixando o aspirado 1.6 com câmbio manual como versão de entrada pra concorrer com Argos, HB20 e Ônix mais básicos, entretanto os acionistas acham legal pagar salários astronômicos para cavalgaduras que dizem ser executivos… o resultado aparece nas vendas.

Avatar
Hiro 25 de janeiro de 2021

O 208 não veio com o 1.2 turbo por duas razões: 1) iria ficar muito caro, e 2) com a fusão com a Fiat (FCA) ela pretende colocar o turbo firefly no 208. Agora eu concordo com seus comentários. Até mesmo as concessionárias não estão satisfeitas *

Avatar
Ricardo 26 de janeiro de 2021

Na verdade eu conheço e inclusive já trabalhei com alguns dos executivos da área de Vendas da Peugeout no Brasil e os caras são fora de série. Na minha opinião a empresa está pagando por erros do passado e ela só vai conseguir resolver isso com o tempo, mas acho que eles precisam sim ser mais agressivos nos preços e principalmente com suas revendas. Essas precisam melhorar 200%.

Avatar
Luiz Cláudio wanick 22 de janeiro de 2021

Olá! Saudações, leitores e apaixonados por carros. Tenho uma opinião distinta a respeito do tema Peugeot e marcas Francesas. Vamos lá ! Em pleno século 21 ainda ouço falarem que veículos importados dão trabalho, manutenção é caríssima e etc.

Bem! Nacional mesmo da o Gurgel!
Todos os demais são de nacionalidades distintas.
A questão é: Nossas ruas são péssimas, não condizem com o que pagamos de impostos e ainda nos geram altas despesas de manutenção na parte de suspensão. Outro fator crucial, é que a grande maioria não faz manutenção adequada de seus veículos, deixando tudo para o próximo comprador , que ficará com a peßsima impressão do veículo. Isso vai gerando um efeito cascata. Tenho um peugeot 206 1.6 sw Feline há 8 anos. Não tenho queixas do veículo que atende minha família em vários quesitos. Sempre atento a troca de óleo, líquido de arrefecimento, bateria, é ao longo dos 8 anos foram trocadas bandejas da suspensão dianteira e alinhamento e troca de pneus.
Portanto, ressalto que os boatos realmente podem não ser justos com os veículos. Manutenção cara? Nem tanto, o que vemos é uma porção de gente que faz campanha negativa , quando na verdade não souberam comprar um veículo mais revisado e mais bem cuidado.
Vale lembrar , que já tive veículos de quase todas as marcas , exceto as “fabulosas ”
Na comparação , atribuo a nota 7,8 a Peugeot. Abraço a todos

Avatar
Aline 26 de janeiro de 2021

Quanto é sua nota para os demais?! Fiquei curiosa!!
Obs: comprei recentemente um Peugeot 2008 e estou apaixonada por ele!! Minha primeira experiência.

Avatar
Luiz Claudio 26 de janeiro de 2021

Olá! Aline, Sem problemas, é uma opinião minha pessoal, mas realista…
o meu Peugeot no geral só perde para o Honda civic 8,4 – Honda Accord 8,9. Fiat eFord 6,8 e 7,0 – Renault 7,4 . De modo geral, estou feliz com o peugeot e quero vê-lo surpreender positivamente dentro das boas escolhas. Curta bem o seu , Afinal é para isso que escolhemos, bons passeios e bons caminhos para você.

Avatar
Claudemi silva 22 de janeiro de 2021

Tive um 307 dei graças a Deus quando vendi não recomendo este carro nem pro meu pior inimigo peças caras mão de obra cara arruma uma coisa e Pifa duas uma verdadeira merda carro de linha francesa nunca mais nem de graça se me der um chamo logo de cara a policia pois andar com uma bomba destas e crime

Avatar
Walter júnior 22 de janeiro de 2021

Tenho um 207xrs 2010 e moro em frente ao mar meus vizinho tem carros de outras marcas e muito mais novos mas estão todos enferrujados já meu velho Peugeot está inteiro sem um ponto de ferrugem e funcionando perfeitamente.

Avatar
CAYO VICTOR LAURINDO DE SA BARRETO 22 de janeiro de 2021

Acho muito errado essas comparações pois todas essas marcas que hoje lideram o mercado já tiveram um passado negro com alguns de seus carros .sou apaixonado por carros e sempre gosto de estar por dentro das notícias de cada marca e modelo e leva a mal não mas a maioria desses carros novos populares como argo , Onix , hb 20 e até mesmo esses novos da Renault quando chegaram ao mercado apresentaram diversos problemas tanto de motor , parte elétrica , multimídia entre outros .E para ressaltar nenhuma delas nunca teve carros bem acabados e com lá um bom conforto não.

Avatar
Cayo 22 de janeiro de 2021

Semana passada fui fazer um teste drive em um 208 2021 . Me surpreende na superioridade que ele tem as demais marcas em termo de acabamento , conforto , tecnologia. O motor 1.6 apesar de não ser turbo é muito bom e o carro desfila . Vou comprar um pois foi amor a primeira volta e tenho pessoas da minha família que tem esses carros e nunca vie ninguém reclamar deles pelo contrário é só elogio . As peças são um pouco mais caras são sim …. Mas a grande diferença é que eles não trabalham com peças paralelas por isso a diferença … Agora se tem gente que gosta de estar colocando peças de segunda em seus carros não indico realmente comprarem carros da Peugeot não .

Avatar
Balpe 23 de janeiro de 2021

Olha concordo com o Caio já tive um Peugeot 206 feline comprei usado mas bem conservado fiquei 5 anos com ele e foi só alegria carro deixou saudade fiz longas viagem e tudo de bom hoje tenho um 208 urbantec e não tenho nada a reclamar o carro é tudo de bom

Avatar
Aline 26 de janeiro de 2021

Comprei um Peugeot 2008 e estou apaixonada por ele!! Primeira experiência com a Peugeot!!

Avatar
Cassia 4 de fevereiro de 2021

Eu me apaixonei pelo griffe 208 1.6 foi amor a primeira vista tô apaixonada

Avatar
ERNESTO CAVALCANTE FRICK 22 de janeiro de 2021

Manutencão cara, fragilidade e valor de revenda baixo…

Avatar
Dario 22 de janeiro de 2021

Ja tive um 308 allure 2.0 manual, comprado zero km e que rodei por 7 anos sem nunca tido NENHUM problema. O carro era lindo e só vendi por estava ficando velho. Troquei por um 2008 zero km e é a mesma satisfação. São carros de acabamentos bastante superiores ao mercado, outro nível, e com preços compatíveis. Que me desculpem os proprietários, mas não dá pra comparar um Onix, mesmo com motor turbo, a este Peugeot 208 novo, muito mais carro

Avatar
Antonio 22 de janeiro de 2021

Arrisquei no último 208 da loja em julho. Não me arrependi.

Avatar
Flavia 22 de janeiro de 2021

Pra quem tá comentando que só fala mal quem nunca teve um Peugeot, eu tenho um 208 ano 2018 e já tive problema grave no multimídia, amortecedor. A assistência deles é péssima!! Não compro mais.

Avatar
Tadeu Junio 22 de janeiro de 2021

Multimídia do modelo 2016 com problema… Estou fora de pegeout, não vale a pena.

Avatar
Tadeu Junio 22 de janeiro de 2021

Multimídia do modelo 2016 com problema… NÃO COMPREM

Avatar
Tadeu Oliveira 22 de janeiro de 2021

Multimídia do modelo 2018 com problema… NÃO COMPREM

Avatar
Dabu 22 de janeiro de 2021

Amigo me desculpe! Condenar um carro por um problema no sistema multimídia, Isto é assessórios!..

Avatar
Tadeu 22 de janeiro de 2021

Acessório original do veículo, um problema crônico que está acontecendo com várias pessoas, a própria concessionária disse que a cada 10 veículos 3 estão com problema no rádio. Acessório também conta na avaliação de custo benefício. Não comprem, olha que nem falei do problema de suspensão, amortecedor estourado com 30.000 KM

Avatar
Janaína Luiza 22 de janeiro de 2021

Peouget aqui em casa não entra nunca mais , ando a pé ou de busão melhor opção 🤕🥴eu mantendo o peouget kkkkkkk

Avatar
Luiz Fabiano 22 de janeiro de 2021

Realmente só fala mal quem nunca teve ou se quer andou em um Peugeot, tenho um 208 1.2 motor pure tech ano 2018 o carro e sensacional…muito econômico , super confortável e de um acabamento incrível…muito superior ao carros nacionais da mesma categoria…

Avatar
Pedro Norberto palmieri 22 de janeiro de 2021

Olá,lamentable que lá gente opine sim haver utilizado o carro.o brasileiro no gosta do carro francês ,eu tenho um 208 ano 2015 .,sou representante comercial viajo muito hoje o carro tem 195.000 km ,nunca mexi no motor,no embrage nem amortecedor ,muita gente crítica sim haver conducido o carro.es lamentable

Avatar
hilton Luiz Silva 22 de janeiro de 2021

Porque é muito caro

Avatar
Dabu 22 de janeiro de 2021

Tive Peugeot 207 e 308 em 3 lançamentos. Desde início que falavam mal do carro. Exemplo: meu primeiro 308 tinha câmbio automático de 4 posições, era uma crítica terrível. Ocorre, que o Corola também tinha câmbio de 4 marchas e ninguém falava. Diantes dessas avaliações chego a pensar que a mídia é paga para criticar a marca.

Avatar
Luciana 22 de janeiro de 2021

Onde curte?

Avatar
Leonardo costa leandro 23 de janeiro de 2021

É indiscutível o acabamento interno, itens tecnológicos e design dos veículos franceses
Carro que admiro pela beleza
Em minha região nao se vê muito carro francês
Aqui prevalece o feijão sem bicho, pela facilidade de revenda e desvalorização baixa(toyota, gm,fiat,vw), sendo que ja compram tendo uma certeza de revenda ou troca com maior facilidade

Avatar
Ana 22 de janeiro de 2021

Verdade! Tenho pessoas do meu convívio que se lascaram com problemas no câmbio automático de Vectra, de Corolla. Mas só a Peugeot que é jogada na fogueira.

Avatar
Lucas 22 de janeiro de 2021

Tenho 208 AT 2019 o carro é muito bom comparado com os da mesma categoria ou outros são uma charrete, é aquela história quem não teve fala mal o que alguns tem razão é com relação as peças são caras mesmo mas só que eles só vendem o conjunto todo. Diferente dos demais que encontra um pedaço de mangueira por ex.

Avatar
alyson artur schlichting 22 de janeiro de 2021

Exatamente, peças carícimas tenho um 206 1.0 16v Soleil 2001 me apaixonei pelo carro mais tive problemas com o módulo q precisaria ser trocado liguei na agência atrás de um novo pasmem baratisimo quase 5000, só que não consigo vender o carro por esse valor ninguém quer pagar

Avatar
Antonio 22 de janeiro de 2021

20 anos de um modelo não muito popular e vc critica o carro… Nessa idade melhor um Gol, Corsa, Celta que tem milhares emplacados.

Avatar
ALEXANDRE JABOUR SOARES 22 de janeiro de 2021

O pior é a falta de concessionária para fazer revisão, aqui no ES só tem na capital.

Avatar
Adalbeto C. Bedin 22 de janeiro de 2021

Já tive 206 / 207 / 208 / 307 / 308 e agora tenho um 2008.
Carros sensacionais em tudo , ótimos , mas realmente a fama não é boa , mas quem fala mal é quem nunca teve ou quem vai no palpite de visinhos ou de mecânicos incompetentes.
Estou aguardando a chegada do 2008/2021

Avatar
Joaquim Geraldo de morais 23 de janeiro de 2021

É assim mesmo.Sou apaixonado pelo carro da PEUGEOT,”só fala mau que nunca teve”

Avatar
Antonio 22 de janeiro de 2021

Me desculpem os donos de Peugeot… Mas esse carro é uma furada completa. Um carrinho com um motor velho de 2010? Tão de brincadeira? Esse carro é uma desgraça. Jamais, jamais compraria um carro dessa marca. Assistência pífia. É só uma casca envolvendo uma antiguidade.
Não vende porque é PEUGEOT. Simples assim. Uma verdadeira enganação.

Avatar
Paulo Gilberto da Rosa 22 de janeiro de 2021

Bom dia,eu e meu enteado,tivemos e tenho ótimo relacionamento e assistência,tenho um 408,2017,bom demais da conta.Melhor que muitos na categoria e autorizada.Caso chegue um 508,comprarei.

Avatar
Nunes 22 de janeiro de 2021

Ola vc ja teve algum peugeot? Pelo visto não, em relação aos motores turbo, não faz falta pois, esse motor é otimo, tem peças baratas e acha em qualquer lugar e motor turbo tem manutenção carissima, pelo visto vc tomou esse ranço porque um amigo de amigo teve problemas com alguma carro da marca, que levava em algum mecanico que só mexia em gol quadrado não tinha nem um scaner para passar no carro lamentavel

Avatar
Nilza De Magalhães 22 de janeiro de 2021

O meu Peugeot 207 é excelente..se tiver que trocar, troco por outro Peugeot.

Avatar
Gilmar Pereira de Amorim 22 de janeiro de 2021

Vc ja teve algum? Ou esta igual a papagaio repetindo o que não sabe, tb falava a mesma coisa, quando adqueri um, depois de ter um Honda fit, ja eatou no quarto e não me arrependo!

Avatar
Joseilson Carvalho 22 de janeiro de 2021

Comentários de quem nunca teve, me parece não ter lógica. Compra um Celtinha e seja feliz!

Avatar
Daniel 22 de janeiro de 2021

Vc crítica o motor desse Peugeot, más com certeza elogia Civic e Corolla, que fazem a mesma coisa, vendem “casca nova envolvendo antiguidade”, mais caros e menos equipados q seus concorrentes. Esse 208 é um excelente carro, tem um interior de carro de categoria acima, só crítico o preço, pois é complicado vc pagar 95k num popular que vai desvalorizar muito.

Avatar
Valdecir 22 de janeiro de 2021

Só fala mal quem não tem um ou é concorrente eu tenho um 207 o melhor carro completo 4 anos poucos problemas normal como todo carro usado.

Avatar
Paulo Gilberto da Rosa 22 de janeiro de 2021

Tenho um 408,atende minha necessidade e expectativa,eu necessito de um porta mala grande,espaço interno,principalmente nos bancos traseiro e um motor que quando necessário responda,inclusive economicamente,ah e automático,td de bom .Ano 2017

Avatar
Nilza de Magalhaes 22 de janeiro de 2021

Verdade..o 207 é ótimo..gosto demais do meu..lindo.

Avatar
Francisco 22 de janeiro de 2021

Tenho 2 estou muito satisfeito

Avatar
LUIZ CARLOS INACIO DE SOUZA 22 de janeiro de 2021

Tive um 2008 fiquei muito satisfeito c ele só não comprei outro da marca ,devido ao valor .

Avatar
Marcos Bergo 22 de janeiro de 2021

Eu tinha um VW Gol BX 1985 em meados de 2012. Tive uma cliente que tinha um Peugeot 206 2 portas prata 2002. Ela estava vendendo e me ofereceu. O carro estava lindo, íntegro, pois era muito cuidadosa e havia feito todas as revisões em dia. Marquei com um mecânico de confiança e levei o 206 para ele avaliar. Realmente o carro estava em dia, perfeito, mas ele disse para não comprar. Disse que carro francês é ótimo se comprar zero. Manutenção de carro francês é cara e há uma desvalorização terrível. Desisti da compra. Nunca tive um carro francês, mas há muitos comentários positivos e negativos sobre carros franceses, em especial sobre a Peugeot. Só quem tem sabe se é bom ou ruim. São máquinas e são falhas. Uns tem sorte outros não. Hoje tenho um Argo Drive 2019 e fui muito criticado por ter comprado. Fiat não presta, Fiat é ruim, Fiat isso e aquilo. Mas estou feliz e até hoje nunca tive problemas. Se o proprietário não cuide de seu veículo ou faz alterações absurdas, evidente que o carro se torna um bomba. Vide o que falam do Fiat Marea. Um excelente automóvel que tem uma péssima fama devido aos antigos donos que ferraram o carro. As montadoras que estão no Brasil se esforçam para fazer bons produtos e tods nós sabemos o quanto é caro fabricar e vender carros aqui. Nossos impostos são abusivos! Pagar 95 mil reais por um compacto é abusivo. Agora, para quem quer e quem pode. Por fim, eu teria um Peugeot desde que o antigo proprietário tivesse o cuidado e a responsabilidade de manter o carro em ordem.

Avatar
Luiz 22 de janeiro de 2021

A conclusão que chego é única. A Peugeot realmente pecou no passado. Mas quem não pecou. Lembro do primeiro gol. Um lixo. O primeiro passat. Fervia, câmbio não engatava, entrava uma água lascada num dia de chuva. E a Brasília então??? Chovia mais dentro que fora. E a fábrica foi corrigindo esses defeitos. O mesmo acontece com a Peugeot.excelente carro. Tanto que já estamos no segundo. E o pós vendas põe qualquer montadora das tidas como boa no bolso.

Avatar
Cícero ermenegildo 22 de janeiro de 2021

Eu tenho um PJ 206 2001 16 v.um dia estava nadado normalmente passei em um buraco ele apagou e não fonsiono, tive que paga um guincho levei em uma oficina o mecânico condeno o módulo,este carro ficou 5 meis sem acha este tal Módolo quando em fim achei um usado, o cara me pediu 1.500 reais comprei colo no carro não fonsiono este mecânico danifico todo o chicote do carro casando defeito. Estou muito chateado com a ok.

Avatar
Cayo 22 de janeiro de 2021

Detalhe módulo é caro para carro de todas as marcas não só para carros da Peugeot . Não sei qual o seu mecânico e nem sei se ele tem as ferramentas de tecnológicas que um mecânico tem hoje em dia , mas se ele não tiver troque de mecânico as vezes o problema não está no carro mas sim no mecânico . Falo por experiência própria .

Avatar
ROMILSON TEIXEIRA DA CAMARA 22 de janeiro de 2021

O PROB. É QUE AQUI AS PESSOAS SE ACOSTUMARAM A COMPRAR O MAIS BARATO, NÃO SE IMPORTANDO COM A QUALIDADE E O DESIGNER DOS VEICULOS.
SE VC TEM UM CARRO QUADRADO COMO SÃO OS NOSSOS MAIS É BARATO, AI O POVO COMPRA SO PQ É BARATO NÃO SE IMPORTANDO SE É FEIO OU NÃO. OS CARTOS BRASILEIROS NA SUA GRANDE MAIORIA , SAO FEISSIMOS. MAIS O BRASILEIRO TEM A MANIA DE QUERER SEMPRE O MAIS BARATO. CONTRÁRIO DA EUROPA Q QUEREM O MELHOR SEMPRE.

SOU SUSPEITO ATÉ A FALAR, POIS POSSUO UM PEUGEOT E ESTOU SATISFEITISSIMO COM ELE. SE SOUBESSE Q ERAM TÃO BONS JA TERIA POSSUIDO OUTROS.
ESSE É O MEU PRIMEIRO DE MUITOS Q AINDA VIRAM.
SÃO ÓTIMOS CARROS E ALEM DE BONITOS E ELEGANTES.
QUER SER VISTO COMO CHIK ?
COMPRE UM PEUGEOT.

Avatar
Carlos Augusto 22 de janeiro de 2021

Pois é..tenho um Citroën C3 que só muda a carcaça rs e estou muito satisfeito. O “básico ” é super completo, deixa outros no chinelo. Até ar condicionado no porta luvas têm. E agora com o preço das revisões fixo..melhorou mais. O problema do brasileiro é que engole qualquer coisa

Avatar
ROBSON 22 de janeiro de 2021

Prefiro um Cruze usado, de mesmo valor. Mais forte, confortável, espaçoso, robusto, manutenção não é cara e desvaloriza muito menos.

Avatar
Alex 22 de janeiro de 2021

Voce deve estar brincando né? Comparar a manutenção, cesta de pacotes, seguro, consumo de um 208 com um cruze? Amigo um jogo de balancas em aluminio da suspensao dianteira do cruze nao fica menos de R$ 4.000,00. O cruze é muito mais carro? Sem sombra de duvidas é outra categoria. Mas compara-los em manutenção é injusto

Avatar
EU 26 de janeiro de 2021

So se for o seu. o meu tem 72.000km e ate hoje so revisão basica. Frances é lixo.

Avatar
Carlos 22 de janeiro de 2021

Manutenção do cruze não é cara não é? Claro que é cara, não viaja.

Avatar
Robson 23 de janeiro de 2021

A manutenção do meu Cruze 2013 é sim, mais barata que de um 208 0km, que é o foco desta notícia. Dá provavelmente menos manutenção, e a cesta de peças do meu Cruze 2013, é mais barata que a deste 208 0km aí.

Avatar
EU 26 de janeiro de 2021

So se o seu, o meu tem 72.000km, estaciona sozinho, tem motor turbo tem tudo que a linha Cruze tem no Brasil. meu seguro renovado em 05/01/2021 foi R$ 1.280,00 Tokio Marine e ate hoje so revisão basica e troquei as pastilhas de freio uma vez. nunca trocou uma peça por defeito.

Avatar
Carlos Corassa 22 de janeiro de 2021

Tive um 2008, e sem dúvidas foi o melhor carro que já tive, no quesito conforto, estabilidade , beleza ,segurança e um motor de fazer inveja ao concorrente.
Porém, quando fui vendê-lo, houve uma depreciação monstruosa e, as revisões são caras.

Avatar
Luiz 22 de janeiro de 2021

Depois de um 208 excelente, estamos com um 2008, e estamos muito felizes. Carro excelente. E com toda certeza vamos trocar esse por outro 2008 assim que chegar a nova versão. Tivemos zero de problema tanto com o 208 como com o atual 2008 até o momento. Já tive Palio, Fiesta, Fox ambos zero e vendi por ter problemas. O Fox com 2.800 km vazou todo óleo do câmbio e o atendimento da concessionária foi péssimo. Isso pq estava na garantia.

Avatar
André Santos 22 de janeiro de 2021

Já tenho o segundo 208, um alure AT, não me arrependo, pois é um carro muito superior aos concorrentes, e tem manutenção com preços moderados,até o momento não tive nenhuma dificuldade em fazer as revisões,( em relação a peças no mercado ) carro econômico, mesmo com motor 1.6 , não esquecendo que um carro dos mais bonitos em sua categoria.

Avatar
J.Luiz 22 de janeiro de 2021

Diz a o motor 1.2 encareceria mais por ser importado, então por que não fabrica- ló aq, Essas empresas q não investem no nosso país, e só querem ganhar, estou fora, se tem fábrica aq, então, invista aq…

Avatar
Edílson 22 de janeiro de 2021

Tenho um 208 Griffe 2018 á 2 anos, e nunca me deu problemas com manutenções a não ser pneus e trocas de óleo, cuido muito do carro e gosto muito dele por ser um carro super completo de tudo!

Avatar
Osvaldo quesada campos 22 de janeiro de 2021

Sou proprietário de um Pegeout 2006/296- 1.4
Tem uma Gama de recursos incrível, porém, infelizmente, da muito problema de manutenção. Além das peças caras o atendimento dos lojistas, ao menos aqui em Rio Preto,é péssimo: detalhe: na hora de trocar por um mais novo, a depreciação maior ocorre na própria concessionária. Péssimo isdo: as concorrentes pagam melhor sempre! Isso é inadmissível!

Avatar
Adriano Jorge 22 de janeiro de 2021

Resumo dos 10 motivos:

1 – porque é Pegeout;
2 – porque é Pegeout
3 – porque é Pegeout
4 – porque é Pegeout
5 – porque é Pegeout
6 – porque é Pegeout
7 – porque é Pegeout
8 – porque é Pegeout
9 – porque é Pegeout
10 – porque é Pegeout

Avatar
Roselaine Quadros 22 de janeiro de 2021

Na verdade o pegeout desvaloriza mto na hora da venda, mas sou mto feliz e satisfeita com o meu. É bonito,confortável e a manutenção nao é cara. Quem fala mal dele é pq nao tem um pegeout.

Avatar
Fernando Jr 22 de janeiro de 2021

Falou pouco, mais falou tudo 👏🏻👏🏻👏🏻

Avatar
Maria jose 22 de janeiro de 2021

Concordo, tenho um 208/2019 carro excelente

Avatar
Richard 22 de janeiro de 2021

E porque vc não sabe nem escrever PEUGEOT?🤔

Avatar
Mauro 22 de janeiro de 2021

Ele é ignorante em tudo!!!!

Avatar
Dani hall 21 de janeiro de 2021

Peugeot desvaloriza muito. Já tive três ótimos inclusive o primeiro importado. Gosto de dirigir mas na hora de vender ninguém quer pagar o que vale, mesmo sendo completo, bx km, rodas , computador de bordo ele ainda é preterido por um ka modelo novo, Onix e HB 20. Dos que tive nunca gastei além de revisões ou pequenos consertos. Acho bonito o allure com teto panorâmico porém compraria apenas para usufruir pq na hora de vender sei q o prejuízo irá me acompanhar. Olho o estofamento do peugeot e comparo com de outras montadoras e os da peugeot tem aparência melhor e mesmo assim continua perdendo. Prefiro tecido do que couro. Gosto do motor 1.4 , do potente ar condicionado pois gela muito. Comparo com o hb20 1.0 3 cilindros motor inteligente q quando vc acelera o ar não gela. Painel do HB 20 é bonito e completo e estofamento de boa qualidade. O ar do peugeot chega doer os ossos. Agora estou com um new fiesta bom 1.5 completíssimo mas continuo de olho no allure 1.2. Sou mulher e não entendo muito de carro, só estou dando minha opinião pois já tive ka novo, HB 20, voyage, Onix e pra mim ainda a preferência é o peugeot. Também prefiro carros manuais a automáticos. Talvez pq tenha começado a dirigir muito cedo aos 13 anos e no automático parece q não sou eu a motorista/ vá entender ?
Essa comparação q faço é para carros medianos não estou comparando a Honda Civic pois sei q são o extremo do conforto e qualidade, pois também já tive. Me refiro a carros para dia dia e na faixa de preço regular.

Avatar
Marcelo 21 de janeiro de 2021

A Peugeot está tentando se refazer no Brasil, mas perde o timing do mercado. O 2008 qnd lançaram, só não comprei pq a versão turbo não existia a automática, lançaram agora, mas na era. O novo modelo da 2008 é lindíssima, mas já disseram q não vem, mas já está na Argentina… O 308 ficou em uma coisa híbrida e tiraram e agora a 3008, sonho com ela todos os dias..mas esperava pela versão híbrida, lançada na Europa no ano passado ..mas segundo informações da concessionária ela não vem… só a gasolina.
Assim a RAV4, que em acabamento e beleza não chega aos pés da 3008, vai arrebentando nas vendas no Brasil

Avatar
Alexandre 21 de janeiro de 2021

Bom é o voyage,gol ,argo e o sandero

Avatar
Carlos 22 de janeiro de 2021

As carroças pé de boi.

Avatar
Mauro 22 de janeiro de 2021

Psra quem quer e só tem grana para esses carrinhos populares

Avatar
Ronaldo Lepamara 21 de janeiro de 2021

Tive um Peugeot 2008. Durante o tempo que fiquei com o carro (2 anos) nunca tive problema com o carro. Problema eu tive quando resolvi vender. O carro com 27.000 km, revisões em dia, sem detalhes com preço 8.000,00 abaixo da tabela ninguém queria. Depois de muito tempo consegui vender por 10.000,00 abaixo da tabela Fipe.

Avatar
CARLOS POLESELLO 21 de janeiro de 2021

Não vende porque é Peugeot. Simples assim.

Avatar
ROMILSON TEIXEIRA DA CAMARA 22 de janeiro de 2021

SE VC COMPRASE UM, VC MUDARIA A SUA OPINIÃO.
É UM CARRO EXCELENTE ALEM DE CHAMAR A ATENÇÃO PELA BELEZA PQ SAO INCRIVELMENTE BONITOS

Avatar
Lima 21 de janeiro de 2021

O 508 é Lindo!

Avatar
REGinaldo 21 de janeiro de 2021

Tenho um 307 2002 amo ele e uma nave tô com ele a 4 anos e nunca me deu poblema muito econômico não tenho nada que fala si algum dia eu for comprar outro quero um Peugeot a tequilogia e muito boa o meu tem tudo com a idade dele não Faso questão de trocar o meu

Avatar
Fernando B 21 de janeiro de 2021

307 nave? Meu amigo, não quero nem imaginar seu carro anterior

Avatar
Alexandro AP Femina 21 de janeiro de 2021

Tenho um Peugeot 206,1.6, 16V,SW, não tenho o que reclamar, ótimo carro, estou com ele a 5 anos, muito econômico, só deixa a desejar na suspensão,

Avatar
Marcio.ferreira 22 de janeiro de 2021

Verdade amigo.comcordo com vc.tenho um tbm.otimo carro.so a suspensao q e fraca.pra est pais.em q vivemos.cheio de buracos.o resto carro execelent.do meu 206.1.4 flex.8.v.

Avatar
Marcelo Mendes 21 de janeiro de 2021

Considero que a Pegeuot foi infeliz no cálculo de formação de preço do 208. A montadora apostou alto no design para conquistar o consumidor. O carro é bonito e possui um design revolucionário. Mas só isso não basta para conquistar o cliente. No mercado de produtos de alta tecnologia existe um termo denominado percepção de valor. Se o cliente acha que um iPhone vale R$ 5.000,00/6.000,00, apesar do custo de produção do gadget ser de apenas US$ 50,00, ele vai comprar o aparelho pois deseja acompanhar a evolução tecnológica da marca, pelo design, status, etc. No caso da indústria automobilismo este artifício da percepção de valor não funciona pois o consumidor vai comparar o preço do veículo com outras marcas e vai concluir que não vale a pena investir em um carro de design atraente mas com vários pontos desfavoráveis que foram listados na matéria do Boris.

Avatar
Jacir Augustinho Giovanaz 21 de janeiro de 2021

Comprei meu 2008 Griff/2019 Automático e pretendo trocar pelo modelo 2021. Um excelente carro. Quem fala mal é por não conhecer e nunca ter comprado.Sou Representante Comercial e vivo dentro do carro.

Avatar
Krystilaine 21 de janeiro de 2021

Eu sou apaixonada pelo Peugeot 208 não tenho ainda ,já tive o 207 e vir o quanto é confortável e potente ,sem contar não vivi quebrando . Em breve quero poder comprar o meu tão desejado Peugeot 208.

Avatar
Leonardo 21 de janeiro de 2021

Tive apenas um Peugeot, tive uma experiencia péssima, e por cima tive que vender por 10 mil abaixo da FIPE pra me livrar da bucha, 95 mil zero pra mim tem muita opção muito mais atrativa e segura, mas não discuto é um carro muito bonito, mais a marcar vai penar muito antes de ver meu dinheiro de novo.. e se preparem com a fusão lá vem MAREA 208

Avatar
ROMILSON TEIXEIRA DA CAMARA 22 de janeiro de 2021

DEVIA ESTAR MUITO MAL TRATADO. PQ TODO CARRO PRECISA SÓ DE UM DONO

Avatar
Ricardo Mostovoy 21 de janeiro de 2021

Preço de um Honda Civic só louco para comprar!

Avatar
Est07 21 de janeiro de 2021

Não concordo com o item 3 da matéria, na verdade esse negócio de ter várias versões de carros no Brasil para flexibilizar os preços é coisa antiga e já está ficando pra trás, hoje estamos entrando na era do “oferecemos mais por menos” esse é o jeito Chinês de negociar e quem não acompanhar vai ficar pra trás, Honda e Toyota que se cuidem, pois essa nova geração de jovens que vem por aí não são presos a marcas.🤷‍♂️

Avatar
Evaristo Gomes Guerra Neto 21 de janeiro de 2021

Tenho um Peugeot 2008 THP, 19/20. Um ótimo carro mas, é um Peugeot. Esse estigma que a marca carrega, somente será superada, se houver uma campanha publicitária forte, à semelhança da CAOA/ CHERRY.
Com a união da PSA com a FCA, espero que a marca reaja um pouco mais dentro do país.

Avatar
Antonio Miguel Júnior 21 de janeiro de 2021

Comentários contrários à marca tem um pouco de fundamento mas daí a dizer que todos os modelos Peugeot são ruins é porque não conhecem.
Nesse caso do novo modelo 208 na minha opinião é somente o preço elevado para o que oferece.

Avatar
Romulo 21 de janeiro de 2021

Tenho Peugeot pela segunda vez. Estão longe de ser ruins. Até parece que quem fala isso anda de Audi e BMW. Andam de gol, uno. Essa galera delira. O grande problema da Peugeot é a desvalorização até mesmo da própria Peugeot

Avatar
Leandro 21 de janeiro de 2021

Tem que ser mto corajoso pra comprar Peugeot, Renault, etc..

Avatar
Giuk9speed@hotmail.com 21 de janeiro de 2021

Tenho um 206 feline 1.6 e um excelente carro além de ser um carro muito veloz é econômico e nem se compara a um gol, palio,e essas lenhas que a gente ve por ai ar condicionado nem se fala é só esperar e comprar um usado pouco rodado ,sem falar do motor do meu que é o mesmo do novo.simplesmente uma nave.

Avatar
Ailton Antônio Ferreira Da Silva 21 de janeiro de 2021

Renault já é realidade no Brasil!!!

Avatar
Pablo 21 de janeiro de 2021

Os Principais motivos são o motor jurássico que anda pouco e bebe muito com preço de segmento superior…

Avatar
Fabiano Ribeiro 21 de janeiro de 2021

Vc realmente não conhece esse motor!

Avatar
Fabiano Ribeiro 21 de janeiro de 2021

Brasileiro não sabe comprar carro, houve a opinião alheia e decreta uma lei, tive duas experiências com a Citroen que foram muito positivas, comprei um C4 Hatch 2.0 até e me surpreendeu, sabia da deficiência do câmbio Al4, fiquei um ano com o carro e realmente é uma nave, daí partir pra um C3 Exclusive manual, carro excelente, econômico, com esse motor do novo 208, muito arisco, anunciei 16/12/20, vendi 30/12/20, detalhe, comprei em 2018 por 31k, vendi 2,5 anos depois por 29k. Esse ano vou montar em um 3008.

Avatar
Fernandes 21 de janeiro de 2021

Tenho um 208 griffe manual 2013/14 comprado zero, na época optei pelo manual porque um câmbio de 4 marchas jamais seria positivo. Faço revisão anualmente, lógico que depois de expirada a garantia procurei por uma oficina especializada na marca cujas revisões ficam com pra co totalmente condizentes. Hoje está com 105 mil rodados e tenho certeza que posso rodar mais cem com o mesmo conforto que carros da época, na mesma faixa de preço, nem giesta e Punto não tem.

Avatar
Paulo teixeira 21 de janeiro de 2021

1 amortecedor do gol tem em toda lopja e custa 150.00 o pegeot so na revenda e custa 750 00

Avatar
Gol é um lixo 21 de janeiro de 2021

Compro por 240 o par original se quuser e só me chamar e gol nem é carro é uma carniça.

Avatar
Marcus Vinicius 21 de janeiro de 2021

Já tive Francês das três marcas: Citroen, que me deu um prejuízo absurdo, um 207 que deu problema no motor assim que comprei (usado). Desses não pretendo mais ter nenhum. Porém Renault já estou no meu terceiro (dois Clios e atualmente um Logan 2011), e não tenho do que reclamar, muitos bons carros e que praticamente não dão trabalho.

Avatar
Dyego 21 de janeiro de 2021

Tenho um Peugeot 208 modelo 2016, paguei 30 mil em uma carro completasse, estou com ele a 1 ano e zero problema, excelente carro e amo ele, todos quw conheço falando mal de Peugeot quando pergunto se tiveram, sempre falam quw ouviram falar, sobre manutenção estamos em outro tempo, acha peça fácil e se achar caro Internet ta aí. Recomendo demais e só no Brasil que tem esse estigma, na Europa e Argentina é um dos mais vendidos

Avatar
RAFAEL VOLTOLINI 21 de janeiro de 2021

Tenho um 208 ano 2018. É um ótimo carro. Melhor que q muitos carros mais caros por aí. Mas precisamos encarar o fato, TODOS os carros completos estão com preços abusivos. Yaris perto dos 100 mil, polo tb… Está complicado. A Peugeot só está pagando pelo preço de erros antigos, que acredito que a Stellantis vai corrigir. O 208 atual é um ótimo carro, mas eu esperaria um tempo para eles atualizarem o modelo, com motor turbo. Acho que o erro foi ter lançado esse modelo no cenário atual, secaram o carro e a fama da marca… uma pena.

Avatar
Ademir Rizzotto 21 de janeiro de 2021

A manutenção é caríssima, quero me livrar do meu ,de graça acham carro, nunca mais .

Avatar
RAFAEL VOLTOLINI 21 de janeiro de 2021

Discordo de você. Custo de manutenção normal se levada em bons mecânicos que não se aproveitam do cliente. Em concessionária sempre será mais caro, tente levar na Volks para você ver a facada que é (referência da cidade de Jaraguá do Sul – SC). Esse é meu segundo 208, ou tenho muita sorte ou experiência para falar isso.

Avatar
Jorge 21 de janeiro de 2021

Ótimo carro p comprar usado. Nunca zero quilômetro

Avatar
Gol é um lixo 21 de janeiro de 2021

Opa me manda o endereço quevou buscar mais não pode ser um lixo porque em todas as marcas exixte o carro bem conservado e o mal .

Avatar
Tânia 21 de janeiro de 2021

Oi.Discordo de alguns dos motivos apresentados. Sim, não entendo do assunto,mas sou proprietária de um 208.Dirigi de Porto Alegre a Ribeirão Preto.Estavel, confortável e muito econômico. Porta malas, ótimo para um Hatch pequeno,excelente acabamento e tecnologia de ponta. Amo meu carro!!

Avatar
Elisangela 21 de janeiro de 2021

Estou no meu segundo peugeot, aguardando faturar o terceiro, o novo peugeot 208. Já tive o 207 e o 208 versão anterior e nunca tive problemas com eles. Difícil pra vender? Demorei uns 15 dias pra vender meu 207. Ainda não coloquei o 208 à venda. Compro carro porque gosto, não porque é fácil de vender. E concordo que quem fala mal, na maior parte das vezes nunca teve.

Avatar
Cairo Leite 21 de janeiro de 2021

Concordo com os comentários dos colegas,eu tive um 206 ano 07/08 alurre 1.6 16v.
O carro é bonito,confortável para um casal… fiquei 3 anos com ele,comprei em 2017 por 18000 e vendi agora em dezembro de 2020 por 12000, perdi 2000 por ano,ou seja!!! Péssimo pra mim…pretendo nunca mais comprar a dupla Peugeot/Citroën pelo simples fato da altíssima desvalorização dos modelos

Avatar
Marcelo Braga 21 de janeiro de 2021

Acho que vc pagou caro por esse carro, em 2016 comprei um peugeot 206 1.6 16v Feline 2006/2007 por R$ 9.000 com 97 mil Km super conservado. Estou com ele até hoje e não tenho do que reclamar sem falar que é surpreendentemente economico.

Avatar
Ricardo Silveira Leite 21 de janeiro de 2021

Eu tenho um 208 2014/2015 Griffe recém adquirido, na faixa de preço não conseguiria um carro tão completo, o carro é puro conforto MAS tem suas ressalvas sim, o Motor 1.6 16V é bom, porém esse ainda tem o ruim câmbio de 4 marchas automático que simplesmente suga todo o prazer de dirigir e faz as borboletas do volante totalmente inúteis, talvez o seis marchas seja melhor e o preço do conforto também se traduz em consumo – o carro gasta como uma SUV. Ele me atende no momento pois rodo muito pouco no dia-a-dia mas já vou adiantar que não pretendo ficar muito tempo com ele como costumo fazer. O ponto positivo é que como ele é um carro de entrada porém completo, tem refinação de carro premium mas suas peças de manutenção comuns são baratas, como pastilhas e discos de freio por exemplo. Mas realmente, todos que entram no meu carro ficam surpresos com o nível de acabamento e a beleza do I-cockpit.

Avatar
João Serra 21 de janeiro de 2021

Primeiro fato é que a Peujeot tem fama ruim em todos os modelos, em função de produzir carros cuja assistência, peças e etc.. são ruins e caras e tbém por não serem aperfeiçoados para as estradas brasileiras. Outro fator de igual importância é tratar o consumidor brasileiro como otário, usando modelo novo com motor velho, por exemplo, vê se eles fazem isso na europa ou em outro lugar qualquer do mundo? Outro fator de descrédito, da marca, mais recente, é o fato de ser produzido por um país cujo governo tem aversão pelo Brasil, o governo Macron tem insistentemente metido o bico onde não é chamado, principalmente na questão da amazônia interferindo em questões de soberania do nosso país. Um mínimo de informação e um brasileiro jamais compraria um carro francês. Peujeot, nem a pau Nicolau!!!

Avatar
Hermandes C Valério 21 de janeiro de 2021

Infelizmente, do mesmo modo que a fiat antigamente,persiste o estigma do carro frances. Agora, so um lunático deixaria de comprar um carro ou bem por politicagem, ainda mais vivenciando um cenário politico e econômico mediocre, e ainda estou sendo razoável, apresentado pelo atual governo. Para demonstrar a falta de razoabilidade do comentario, a China faz a mesma coisa, ate pior, mas tudo que vc possui na atualidade tem algum componente fabricado por ela.

Avatar
Luiz Carlos Vilela Cardoso 21 de janeiro de 2021

Concordo plenamente. Devemos fazer o mesmo com a Ford, não comprar nada desse povo.

Avatar
Joao 21 de janeiro de 2021

E quando é que política tem a ver com qualidade de veículos

Avatar
Eduardo Teixeira Küll 21 de janeiro de 2021

Comentando apenas sobre MOTORES, acho que eu, e a torcida do Flamengo, Corinthians, etc., etc., imaginou que o 1.2 aspirado importado seria um primeiro passo para a “troca de guarda” na fábrica fluminense em algum momento, afinal, como foi dito no artigo, é um motor defasado, mas aconteceu que lançaram um carro totalmente novo com um motor totalmente antigo. Foi um contrassenso total que, com certeza, depôs contra o modelo. Outro problema é que se o carro virou argentino, para muitos, como eu, ficou patente que a marca tirou um pé do Brasil, afinal, até agora, DE FATO, nada de novo aconteceu com a fábrica fluminense, então, se ela não investe no Brasil, tendo fábrica aqui, por que eu, consumidor, devo “arriscar” o meu dinheiro em uma empresa que meio que saiu do país?

Avatar
Mathias 21 de janeiro de 2021

E bem isso. Se a própria marca não acredita no carro, oferecendo motor velho em carro novo, porque eu devo acreditar?

Avatar
ROMILSON TEIXEIRA DA CAMARA 22 de janeiro de 2021

O GDE PROB. É QDO O CARA FALA MAU DO PEUGEOT AÍ VC PERGUNTA : VC JÁ TEVE UM ?
AÍ O CARA DIZ NÃO.
AÍ VC PERGUNDA:
COMO VC SABE SABE Q O PEUGEOT É RUIM ASSIM ?
AÍ O CARA DIZ : OUVI FALAR
GENTE : ANTES DE OUVIR FALAR, COMPRE UM Q VC LOGO LOGO , MUDA SUA OPINIÃO.
DEPOIS Q COMPREI UM, VOU DAQUI EM DIANTE ,COMPRAR SEMPRE UM PEUGEOT. SAO OTIMOS SIM.

Avatar
Tiago Nunes 22 de janeiro de 2021

Só fala mal quem nunca teve, carro completo econômico, confortável.Tenho um 207 1.4 há 1 ano e meio, até o momento só o básico de manutenção, dizem que não anda, kkk, o carrinho, para o que promete, é um balasso. Super satisfeito com certeza saio dele direto para o 208.

Avatar
Deixe um comentário