Kit de reparo para pneus run flat? Vai acreditando…

Vendedor de um carro novo disse à um leitor do AutoPapo que eu 'não sei de nada' e por isso critico o pneu run flat e o kit de reparo. Será?

kit reparo pneu run flat shutterstock 435962890
Kit de reparo para o run flat realmente ajuda nas horas de 'aperto'? (Foto: Shutterstock)
Por Boris Feldman
21 de janeiro de 2021 07:30

Um leitor do AutoPapo diz ter me visto ‘praguejando’ contra o pneu run flat, os que rodam mesmo murchos. E, ao comprar um carro importado, ele ficou em dúvida por ser equipado com esses run flat. E comentou com o vendedor que eu critiquei esses pneus, e que o carro poderia até deixá-lo na beira da estrada com um pneu danificado; e sem o estepe.

O vendedor então riu e comentou: “esse Boris não entende de nada! Olha aqui o que vem no seu carro: um kit de reparo de emergência para pneus”.

E então, o leitor me pergunta: “esse kit resolve o problema?” É claro que não, isso é uma picaretagem! Porque o que esse kit conserta é o pneu vazio que teria condições de continuar rodando mesmo murcho.

Mas, quando se danifica a banda de rodagem numa cratera asfáltica, nem run flat e nem kit de reparo. Aliás, não é à toa que, aqui no Brasil, importados com run flat recebem um estepe no porta-malas para quebrar o galho.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
11 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Rodrigo Alevato 29 de junho de 2021

Francamente… quanta ignorância! Estou em meu quinto carro dotado de pneus runflat de série e NUNCA tive um problema sequer. Muito pelo contrário… a única vez em que tive um pneu furado nos últimos anos foi extremamente confortável poder contar com a tecnologia do runflat. O carro alertou no painel a perda de pressão. Parei para checar em um calibrador de posto de gasolina e o pneu, furado por um parafuso que dava para se ver nitidamente, havia perdido até então apenas 8 libras. Dirigi, então, tranquilamente, por mais cerca de dez quilômetros até encontrar uma loja de pneus que poderia fazer o conserto necessário. Quando cheguei ao local o pneu avariado já estava com apenas 6 libras, situação que certamente teria me feito parar na rua e ter o desprazer de ter que me sujar inteiro e efetuar a colocação de estepe, não tivesse meu carro pneus runflat. O runflat mesmo vazio não vai ao chão, apenas murchando parcialmente, mas mantendo uma parede lateral suficiente para apoiar o peso do veículo. Contrariamente ao que muitos alarmistas insistem em dizer, o furo em meu pneu foi consertado como se faria em qualquer outro pneu, sendo remontado em seguida e calibrado… Segui viagem sem qualquer problema e nunca mais nem lembrei daquele conserto…
Além desse conforto que se tem em situações como a que narrei acima, é indiscutível a SEGURANÇA que se obtém do uso dos runflat. Com esse tipo de pneu você jamais precisará parar seu carro em situação de perigo, seja por conta da violência ou por seu posicionamento na estrada ou em rua de tráfego denso, já que poderá rodar até cerca de 80kms a até 80Km/h em qualquer situação.
Também trata-se de segurança a mais quando se trafega em altas velocidades em rodovia, já que um eventual rasgo do pneu em alguma imperfeição no solo ou obstáculo que se encontre (seja acidental ou propositalmente colocado no caminho) dificilmente colocará sua vida em risco, pois como os runflats não murcham totalmente, sustentando o peso do carro e não saindo do aro mesmo quando vazios, as chances de seu veículo sofrer capotamento ou outro tipo de acidente grave nessas circunstâncias é infinitamente menor.
Creio que o brasileiro critica os runflats porque eles custam cerca de 40% a mais do que os pneus convencionais. Só por isso. A solução é simples: NÃO COMPRE UM CARRO QUE VOCÊ NÃO TENHA CONDIÇÕES DE MANTER.
O que não se pode fazer, porque se trata do cúmulo do desconhecimento de engenharia elementar (e olhe que não sou engenheiro), é, como muitas “sumidades” que se vê por aí, substituir os pneus runflat por convencionais em veículos que foram projetados para o uso dos runflats (e vice-versa). Isso porque a dureza ou maciez do conjunto de suspensão do carro foi calculada considerando o uso dos pneus para os quais o mesmo foi projetado. No caso dos runflats, a suspensão compensa com maior maciez a menor flexibilidade das paredes laterais dos pneus. Se a pessoa troca os runflats por convencionais, o carro trabalhará com maciez muito acima daquela originalmente projetada, podendo haver “rebound” excessivo na suspensão, o que pode causar acidentes.
Enfim… concluindo, a tecnologia dos runflats, em minha opinião, entrega muito mais benefícios, principalmente em segurança, do que malefícios (estes basicamente em custo).

Avatar
Silvio 29 de janeiro de 2021

Boris, seus comentários já estão incomodando. Pare de falar bobagens. Não fale sobre o que você não conhece.
Aliás, o estepe é acrescido por exigência legal.

Avatar
DENIS EDUARDO IABLONOVSKI 21 de janeiro de 2021

Você pega um pneu rum flat, faz um buraco com serra copo na lateral do mesmo, monta na roda e põe a rodar.
Vai tranquilo. Máximo de 80 km/h e máximo de 80km rodados.
Cansei de fazer essa demonstração para clientes.
Picaretagem é o kit de reparo, isso sim, pois pneu rum flat, em sua maioria, não deve ser consertado, justamente por não ter como “medir” a qual esforço a carcaça foi submetida.

Avatar
Eduardo 21 de janeiro de 2021

De novo esse papo do run flat? Quando é que vai entender que o problema não é o pneu, o problema está na má conservação da estrada. No Brasil se paga imposto pra se manter uma estrada pedagiada, e mesmo assim não é conservada adequadamente.

Avatar
Fabio 24 de janeiro de 2021

Primeiro que imposto não tem vinculação. Segundo que o dinheiro para conservação da rodovia vem integralmente da tarifa que nós pagamos para a concessionária.

Avatar
Edy 21 de janeiro de 2021

Boris, trabalho com pneus a 26 anos e posso afirmar com certeza do que falo, runflat e uma “picaretagem” kkkkkkkkk

Avatar
Robson 22 de janeiro de 2021

Eu tenho uma tia que há uns 20 anos trabalha como caixa em uma grande rede de lojas de pneus.
Ela nunca mexeu em um pneu. Nunca montou um, desmontou um… nem reparou. Nada! Nem vender os pneus ela vende. Ela fica lá no caixa recebendo e emitindo as NFs.
O mais engraçado é que ela acredita que manja mesmo de pneus e fala com gosto que trabalha com isso há 20 anos… com vc!

Avatar
Jorge Nicolau 21 de janeiro de 2021

Prefiro um run flat que pode salvar vidas quando meliantes armam arapucas para pegar motoristas desprevenidos, frente a pneus convencionais. No começo quando lançaram os primeiros pneus radiais sem câmeras também houve resistência para aceitarem a inovação.

Avatar
Fábio 21 de janeiro de 2021

Picaretagem no meio automotivo é regra. Exceção é alguém como você, Boris.

Avatar
Deoclides Comachio 29 de março de 2021

Pneus Ruf Flat, é uma verdadeira arapuca mesmo. Não é o pneu mas os caros que vem sem o estepe. Comprei um BMW 745Le na primeira viagem como é de costume existe verdadeiras crateras nas estradas e outra pneus de perfil baixo que sabemos que não existe estradas com Excessão de algumas. Pneu da bmw 745Le 2020/2021 nos traseiros tem 275/35R20 e dianteiros 245/40R20
Pega um buraco rasga a lateral, não tem como chamar ninguém, longe de sinal, concerto não dá, rodar assim só roda 80 km que nem tentei pois o local mais próximo estava a 120 km da primeira cidade. Na cidade não existe esse pneu a não ser pedir e aguardar 3 a 4 dias. Verdadeira merda. Na Mercedes GLC cupê da minha filha a mesma coisa. Na verdade deveria ter o pneu e roda certa e pronto. Aqui não é Alemanha que vc aperta a tecla e da sinal para chamar a emergência da fábrica. Como disse uma picaretagem da fábrica dos kits e não estamos num país que podemos andar com carro com pneus de perfil baixo, é por isso que as pessoas compra, SUV como minha Mercedes ML 350 que dificilmente corta o pneu num buraco.

Avatar
Carlos Júnior 16 de abril de 2021

Quem diria! Você com esse tanto de carro caro e não conseguiu comprar um celular com antena que funcione?

Avatar
Deixe um comentário