[Recall] 112 mil unidades do i30 têm airbag defeituoso

Marca está convocando milhares de veículos para corrigir um defeito que pode levar ao acionamento involuntário do airbag do motorista

Por AutoPapo 19/12/19 às 17h00
hyundai i30 2007 a 2010

A Hyundai divulgou, na semana passada, uma campanha de recall do i30 para consertar o airbag que envolve 112 mil unidades. O hatch pode apresentar mau funcionamento nas bolsas de ar, que podem ser acionadas involuntariamente.

hyundai i30 2007 a 2010: Recall de airbag do i30 convoca veículos para corrigir um defeito que pode levar ao acionamento involuntário do airbag do motorista.

De acordo com comunicado oficial da fabricante, o defeito está no módulo de controle do sistema, o ACU. Para corrigir o defeito, deverá ser feita uma atualização no software desse módulo.

O mau funcionamento relacionado ao recall pode ocorrer em um dos airbags frontais do i30, ou seja, do motorista ou passageiro. Também segundo informações da Hyundai, ele se manifestaria em casos de impactos na parte inferior do veículo.

As consequência da deflagração involuntária das bolsas de ar, ainda segundo a marca, incluem o risco de acidentes, com danos materiais e físicos para os ocupantes do veículo e terceiros. Em casos extremos, há risco de mortes.

Por fim, a Hyundai esclarece que houve um erro na configuração do sistema, levando à calibração ineficiente do software do módulo de controle ACU.

Recall de airbag do i30 – veículos envolvidos

Modelo Fabricação Intervalo de Chassis
Hyundai i30 25/04/2007 a 27/04/2012 7U000322 a CU397473

A Hyundai já abriu o atendimento para efetuar o reparo do recall de airbag do i30. Para tanto, proprietários devem agendar seu comparecimento em uma das concessionárias autorizadas da marca.

O reparo tem tempo estimado em 12 minutos, lembrando que, de acordo com a lei, campanhas de recall não tem data de validade e são gratuitas.

Para mais informações e para consulta de chassi, entre em contato com os canais de atendimento oficiais, pelo número de telefone 0800 770 3355 ou na página de recall da Hyundai.

Foto Hyundai | Divulgação

3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Hugo Pestana Gaspar 21 de julho de 2020

Boa noite amigo , graças a sua ação contra a montadora , ei comprei um i30 ano 2011/2012 , agora em 2020 impecável e vi no site da Hyundai o tal recall , e agora entrando novamente , estou vendo o seu relato , fico contente em saber que está tudo bem contigo , e como foi o seu acidente , graças a Deus tudo bem , eu já fiz o pedido e foram muito rápido em fazer o tal recall no modulo do veiculo na parte do Air Bag , espero que o mesmo não venha a causar problemas futuro após está data de 21/07/2020 que foi o acerto desta falha da montadora , fiz isso sem dificuldades aqui na minha cidade Guarulhos SP , na própria concessionário Caoa/Hyundai / Dutra /SP , obrigado pela sua postura de poder ter feito o processo para o seu ressarcimento , com isso a Hyundai veio a publico e informou o Recall do i30 destes anos , abraços Hugo Gaspar.

Avatar
Augusto Sávio de C. Albergaria Barreto 20 de janeiro de 2020

Fui vítima, em 2013, do acionamento espontâneo do airbag do meu I30, ano 2010, mas a Hyundai se negou a reparar o defeito, e tive de entrar na justiça para reaver meu prejuízo. Somente em 2019 é que fui ressarcido, após ganhar a ação e os recursos intentados pela referida empresa. Ainda assim, estou tendo de responder por dívidas de IPVA durante os anos em que o veículo ficou inutilizado dentro da própria Caoa/Hyundai.
É um verdadeiro absurdo eles virem identificar um defeito tão perigoso pra vida dos consumidores da marca, somente agora, depois de mais de uma década para alguns casos, e quando a maioria dos veículos nem deve mais existir, ou quem sabe, até ter tirado a vida de alguém, possivelmente em acidente, que não sabemos. No meu caso, o airbag foi acionado com o carro parado e só sofri uma pequena assadura, pois estava de terno. Imaginem se o acionamento espontâneo fosse com o veículo em movimento, numa estrada? Graças a Deus isso não ocorreu comigo.
Esse é um comentário que faço como desabafo.

Avatar
Diogo correa 9 de outubro de 2020

ola algunto!
tive o mesmo poblema!

Avatar
Deixe um comentário