Recall 2020: confira os chamados deste ano por marca e modelo

Listamos todas as campanhas divulgadas; confira os problemas que originaram as convocações, a solução e o contato para agendamento do reparo

Por AutoPapo 10/01/20 às 10h45

Em 2019, de acordo com o Ministério da Justiça, 1,1 milhão de automóveis foram convocados no Brasil por falhas que colocavam em risco a saúde dos consumidores. Neste ano, o número não deve diminuir. Confira o problema de origem, a solução e o contato para agendamento de reparo de cada recall 2020.

Recall 2020: lista por marca e modelo

BMW

323Ci, 323i, 328Ci, 328i e 330i

O primeiro recall 2020 foi anunciado pela BMW do Brasil. A marca convoca os proprietários dos carros modelos 323Ci, 323i, 328Ci, 328i e 330i, fabricados entre maio de 1998 e maio de 2000, a agendarem a inspeção do airbag do condutor.

Risco

Verificou-se a possibilidade de que o airbag do condutor dos veículos envolvidos apresente falha de vedação, permitindo a absorção de umidade pelo gerador de gás e o posterior ressecamento.

Tal problema pode descaracterizar as condições originais do propulsor do componente e, em alguns casos, ocasionar a quebra do gerador de gás devido ao aumento de pressão interna no momento do acionamento do airbag em caso de acidentes.

Na hipótese do acionamento do airbag do condutor, poderá ocorrer aumento da pressão interna do gerador de gás, não se descartando a possibilidade de projeção de fragmentos metálicos, que podem gerar acidentes fatais ou acidentes que resultem em danos físicos e ou materiais aos ocupantes e terceiros.

Saiba qual a origem dos chamamentos, assim como a solução proposta pelas fabricantes e o contato para reparo dos recall 2020.
Foto BMW | Divulgação

Medidas a serem adotadas pelos consumidores:

  • Acessar a página de recall da BMW, inserir o número de chassi do veículo e proceder de acordo a mensagem disponibilizada na ferramenta de busca:
  • Se aparecer a mensagem “Seu veículo deve ser imobilizado imediatamente. Ligue para 0800 019 7097 e obtenha mais informações!”: interromper a utilização do veículo imediatamente, contatar o SAC da BMW pelo telefone 0800 019 7097, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e agendar a remoção do veículo à concessionária BMW mais próxima para a inspeção do airbag do condutor.
  • Se aparecer a mensagem “Seu veículo pode ser conduzido até a Concessionária BMW de sua preferência para a inspeção. Agende o serviço o quanto antes!”: contatar diretamente a concessionária BMW de sua preferência e agendar a verificação do airbag do condutor.

Após a inspeção do airbag do condutor, a Concessionária BMW orientará o cliente sobre as próximas etapas deste chamamento, que podem incluir a necessidade de imobilização do veículo até a substituição do airbag do condutor, a possibilidade de utilização do veículo até a veiculação de novo chamamento para a substituição do componente ou a liberação do veículo sem a necessidade de reparo nos casos em que, durante a inspeção, for identificado que o airbag não requer substituição.

A inspeção poderá ser agendada imediatamente e leva cerca de 30 (trinta) minutos.

Chassis envolvidos no primeiro recall 2020:

Modelo Início dos chassis envolvidos Final
323CI WBABM3100XJH65596 WBABM310XYJH68071
323i WBAAM31001FM85034 WBAAM310XYFM84712
328CI WBABM51060JK65943 WBABM51060JK65943
328I WBAAM5100WEH68917 WBAAM510XYJL95585
330I WBAAV51021JT45038 WBAAV51021JT45038

BMW X6

A BMW convoca os proprietários do modelo BMW X6 nas versões X6 xDrive50i, X6 xDrive35i, X6 xDrive30d e X6M, fabricados entre maio de 2014 e março de 2019, a entrarem em contato com uma concessionária autorizada da marca. Isso porque é preciso agendar a correção da peça de fixação ISOFIX dos veículos em questão.

Risco

A fabricante verificou que – com o uso de cadeiras de criança com fixação ISOFIX e apoio adicional na parte inferior do veículo – o aro de fixação ISOFIX pode sofrer fraturas por vibração. Ocorrendo a falha, em caso de o aro de fixação ser partido, a fixação do dispositivo de segurança não é mais possível, na medida em que o suporte ISOFIX pode se desprender do banco.

Neste caso, não se descarta a possibilidade de acidentes fatais ou de acidentes que resultem em danos físicos e/ou materiais aos ocupantes e terceiros.

A BMW do Brasil orienta, no segundo recall 2020, que os proprietários dos veículos afetados não utilizem as cadeiras de criança até que seja efetuado o reparo da peça de fixação ISOFIX.

Um total de 1.564 veículos estão envolvidos neste recall, conforme tabela abaixo.

Chassis dos BMW X6 envolvidos no recall

Versão Início dos chassis envolvidos Final
X6 xDrive50i WBAKU6100F0G57713 WBAKU610XG0N49548
X6 xDrive35i WBAKU2100G0N29477 WBAKU210XKLN98734
X6 xDrive30d WBAKV2100G0R26619 WBAKV2100G0R26619
X6M WBSKW8100G0P67807 WBSKW810XKLE85152

Os serviços, que levam cerca de 2h para serem concluídos, poderão ser agendados de imediato, com início de atendimento a partir do dia 15 de fevereiro de 2020.

Para mais informações sobre o chamamento, entre em contato com a fabricante por meio do telefone 0800 019 7097, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18 horas, ou pela página de recall da BMW.

M5

A BMW convoca para recall unidades do modelo M5 fabricados entre fevereiro e outubro de 2019.

No comunicado, a empresa informa ter verificado que os veículos podem apresentar posicionamento incorreto do chicote elétrico da transmissão, o que gera dano mecânico ao chicote, que, combinado com o aumento da temperatura ambiente, pode ocasionar o derretimento do material de isolamento do chicote elétrico da transmissão e resultar em curto circuito, com a queima do fusível correspondente.

Risco

Nesse cenário, aciona-se o modo de emergência da transmissão, com perda de potência do veículo, e a alavanca seletora de marchas ficará na posição “neutro”. Em nova partida do veículo, a alavanca seletora de marchas altera-se automaticamente para a posição “estacionado”, impossibilitando a movimentação das rodas.

Nessas situações, não se descarta a possibilidade de acidentes fatais ou com danos físicos/materiais aos ocupantes e terceiros.

A BMW orienta os proprietários dos modelos a entrarem em contato com uma concessionária autorizada e agendarem o retrabalho do chicote elétrico da transmissão automática dos veículos. O atendimento terá início em 10 de fevereiro.

Para agendar o reparo, basta ligar no telefone 0800 019 7097 (de segunda a sexta-feira das 9h às 18h) ou acessar a página de recall da BMW.

Chassis dos M5 convocados:

  • WBSJF0100LBS92123 a WBSJF010XLCD37887.

Caoa Chery

A Caoa comunicou seu primeiro recall 2020. A marca chama os modelos Subaru Legacy, Outback, Imprenza, WRX, STI e Forester por problema no airbag do passageiro.

Chassis dos Subaru Legacy, Outback, Imprenza, WRX, STI e Forester convocados

Modelo Data de Fabricação Chassis
Legacy 2005 a 2014 2/9/04 a 21/11/13 AG002878 a 9G053112
Outback 2004 a 2014 7/4/04 a 23/11/13   AG005338 a EG174677
Imprenza 2008 a 2011 4/12/07 a 20/9/11 9G002406 a BG086071
WRX 2005 a 2014 2/9/04 a 14/11/13 9G006017 a CG086895
STI 2011 a 2013 30/7/10 a 3/10/12 BG014852 a BG081858
Forester 2009 a 2012 3/4/08 a 21/3/12 9G016884 a CG298583

No comunicado, a empresa informa que devido a uma eventual falha de vedação do airbag do lado do passageiro dianteiro, poderá haver infiltração de umidade, alterando as características do propelente.

Risco

Em caso de colisão frontal em que aconteça o acionamento desse airbag, poderá existir uma força de deflagração acima do especificado, ocasionando o rompimento da estrutura do insuflador e, consequentemente, a projeção de fragmentos metálicos no interior do veículo junto com a bolsa deflagrada.

Estas condições poderão causar lesões físicas graves ou fatais aos ocupantes do veículo.

Os proprietários dos veículos envolvidos deverão agendar o reparo por meio do telefone 0800 770 2011. Para mais esclarecimentos sobre o primeiro recall 2020 pelo site da Subaru.

Arizzo 5

Unidades do Arizzo 5 produzidas entre 24 de outubro de 2018 e 13 de dezembro de 2019 podem apresentar problemas no indicador do nível de combustível.

Os veículos envolvidos, ano/ modelo 2018 e 2019 com motorização 1.5 turbo, podem apresentar inconsistência entre o indicador e a real quantidade de combustível no tanque.

Caso o condutor não reabasteça adequadamente – e haja esgotamento, o funcionamento do motor pode ser interrompido, com consequente perda de tração, afetando assim a dirigibilidade do veículo e podendo causar acidentes com danos materiais, lesões físicas ou, até mesmo, fatais.

Os proprietários dos veículos envolvidos deverão agendar junto a uma concessionária da marca a atualização do software do módulo de controle do painel de combustível. A Caoa orienta os proprietários a evitarem trafegar com nível de combustível abaixo de meio tanque até que o reparo seja efetuado.

Para mais informações sobre o recall anunciado em 2020, a empresa disponibiliza o telefone 0800 772 4379 e sua página na internet.

Chassis (não sequenciais) dos Arizzo 5 envolvidos:

  • De 98RDC21B0KA006873 a 98RDC21BXLA007065.

Fiat

Toro

No primeiro recall 2020 da Fiat, a empresa convoca proprietários dos veículos Fiat Toro, em versões com motor a diesel, anos/modelo 2018/2019, 2019/2019 e 2019/2020 para a partir de 17 de fevereiro agendarem comparecimento em uma das concessionárias Fiat, a fim de que seja providenciada, gratuitamente, as substituições dos coxins de absorção de vibrações do motor do veículo.

Foi identificado que os veículos convocados foram produzidos com os coxins não específicos para a motorização em questão e, em caso de batida frontal do veículo, o motor poderá se deslocar e danificar o filtro de combustível, permitindo o vazamento de combustível em regiões de temperatura elevada do motor.

Em casos extremos poderá ocorrer o risco de incêndio, com potenciais danos materiais, danos físicos graves ou até mesmo fatais aos ocupantes do veículo e/ou terceiros.

Estão envolvidas nesta campanha 111 unidades do Fiat Toro, com os números de chassi não sequenciais (últimos seis dígitos) entre C14362 e C82702. O tempo mínimo para o reparo é de aproximadamente duas horas. Solicitamos que agende previamente a visita à concessionária Fiat de sua preferência.

Para consulta dos chassis envolvidos ou obter mais informações, o consumidor pode acessar o site www.fiat.com.br ou contatar a Central de Serviços ao Cliente Fiat pelo telefone 0800-707-1000 ou por meio do WhatsApp da Fiat no número (31) 2123-6000.

Mobi

A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) convoca o modelo Fiat Mobi, 192.534 unidades produzidas entre 2016 e 2020, para recall. Foi constatado que os veículos podem apresentar falha elétrica relacionada às luzes de freio.

De acordo com o comunicado publicado pela marca, foi identificado que o circuito elétrico do interruptor de freio está abaixo do especificado para a corrente elétrica existente no veículo, provocando uma sobrecarga. Essa sobrecarga pode gerar uma falha no interruptor, comprometendo o acendimento das luzes de freio do veículo.

Nas unidades dos Fiat Mobi envolvidas, o não acendimento das luzes de freio pode ocasionar acidentes. Isso porque os condutores dos demais veículos da via não serão alertados sobre a parada ou redução de velocidade, potencializando a ocorrência de danos materiais, danos físicos graves ou até mesmo fatais aos ocupantes dos veículos e ou terceiros.

Como solução, a Fiat propõe a a substituição do interruptor das luzes de freio dos veículos. O serviço começará a ser realizado em 24 de fevereiro. Todas as versões estão incluídas no chamamento.

Para realizar o agendamento ou esclarecer outras dúvidas sobre o recall do Fiat Mobi, ligue no telefone 0800 707 1000 ou envie uma mensagem pelo WhatsApp da Fiat – nº 2123 6000.

O consumidor também pode conferir se seu modelo está envolvido no recall pelo site fiat.com.br. O tempo mínimo para o reparo é de aproximadamente 1 (uma) hora.

Chassis dos Fiat Mobi envolvidos:

  • Ano/modelo: 2016 a 2020
  • Chassis não-sequenciais (últimos seis dígitos): 410004 a 662855

Grand Siena

Grand Siena versões Attractive 1.0 e 1.4:

  • Ano modelo: 2018/2019, 2019, 2019/2020
  • Chassis não sequenciais: 369004 a 381096

No comunicado de recall do Grand Siena, a FCA informa ter constatado que, em caso de colisão que resulte no acionamento do airbag, existe a possibilidade de desprendimento da cobertura do componente, podendo causar danos físicos graves ou fatais aos ocupantes do veículo ou terceiros.

Os proprietários dos veículos envolvidos deverão, a partir de 30 de março, agendar visita na concessionária para a substituição do módulo do airbag lado do motorista e volante.

Para mais informações, a empresa disponibiliza o telefone 0800 707 1000, o whatsapp 2123 6000 e o site www.fiat.com.br.

Honda

No primeiro comunicado de recall 2020, a Honda informa que, em caso de colisão primordialmente frontal de intensidade moderada ou severa, situação em que o acionamento do airbag é esperado, poderá haver o rompimento da estrutura do insuflador e ocasionar a projeção de fragmentos metálicos no interior do veículo.

Em outras situações, a bolsa do airbag pode não ser inflada com eficiência, perdendo sua funcionalidade. O defeito pode ocasionar danos materiais, lesões graves e fatais a ocupantes e terceiros.

Os proprietários dos veículos envolvidos deverão comparecer a uma concessionária da marca, a partir de 21 de fevereiro, para a desativação temporária do insuflador do airbag do motorista até que a peça definitiva para substituição esteja disponível – quando a empresa deverá chamar nova campanha.

Para mais informações e agendamento, a empresa disponibiliza o telefone 0800 701 3432 (segunda a sexta-feira, das 8 h às 20 h e sábado, das 9 h às 14 h).

Jeep

Renegade

Fiat Chrysler Automóveis Brasil (FCA) convoca proprietários do veículo Jeep Renegade, de todas as versões, anos/modelo 2019/2020 e 2020/2020 para a partir de 17 de fevereiro agendarem comparecimento em uma das concessionárias Jeep, a fim de que seja providenciada, gratuitamente, a análise e, se necessária, a substituição do conjunto da pinça de freio traseira, lado direito, dos veículos convocados.

Risco

Foi identificada a possibilidade da quebra de um dos pontos de fixação do conjunto da pinça de freio, podendo ocasionar a redução da capacidade de frenagem do veículo, aumentando o risco de acidente, com potenciais danos materiais, danos físicos graves ou até mesmo fatais aos ocupantes do veículo e/ou terceiros.

Estão envolvidas nesta campanha 1.877 unidades do Jeep Renegade, com os números de chassi não sequenciais (últimos seis dígitos) entre 297348 e 309065. O tempo mínimo para o reparo é de aproximadamente uma hora. Solicitamos que agende previamente a visita à concessionária Jeep de sua preferência.

Para consulta dos chassis envolvidos ou obter mais informações, o consumidor pode acessar o site jeep.com.br ou contatar a Central de Serviços ao Cliente Jeep, pelo telefone 0800-703-7150 ou por meio do WhatsApp da Jeep no número (31) 2123-4000.

Mercedes

A Mercedes-Benz convocou, em seu primeiro recall 2020, os modelos Classe C, Classe E, CLK e CLS abaixo identificados. No comunicado da primeira fase da campanha, a empresa informa ter constatado uma inconformidade no processo de fixação do painel de vidro deslizante do teto solar, o que pode ocasionar o gradual descolamento do vidro deslizante.

Risco

Caso o usuário não perceba o descolamento do vidro a partir da formação de bordas salientes no teto deslizante ou do ruído advindo de corrente de ar no interior do veículo, a falha pode evoluir para o desprendimento total da peça, com risco de acidentes e danos físicos a terceiros.

Os proprietários dos veículos envolvidos deverão aguardar um novo comunicado da empresa chamando para a inspeção do painel de vidro do teto solar e, se necessário, sua substituição.

Para mais informações, a empresa disponibiliza o telefone 0800 970 9090 e o site mercedes-benz.com.br.

C 180 Kompressor, C 200 Kompressor, C 230, C 350 e Mercedes-AMG C 55

  • Chassis (não sequenciais): WDBRF52W46F790007 a WDBRF42W17A935402
  • Período de fabricação: janeiro de 2006 a agosto de 2006

E 280, E 350, E 500 e Mercedes-AMG E 63

  • Chassis (não sequenciais): WDBUF77X47B001578 a WDBUF77X17A999792
  • Período de fabricação: março de 2006 a fevereiro de 2007

CLK 350 e CLK 500

  • Chassis (não sequenciais): WDBTJ56W66F191222 a WDBTJ72J87F208688
  • Período de fabricação: janeiro de 2006 a julho de 2006

CLS 350, CLS 500, CLS 550 e Mercedes-AMG CLS 63

  • Chassis (não sequenciais): WDDDJ56W56A066933 a WDDDJ72X38A123613
  • Período de fabricação: janeiro de 2006 a setembro de 2007

Nissan

Frontier, Sentra e Pathfinder

O primeiro recall 2020 da Nissan envolve os modelos Frontier, Sentra e Pathfinder. As unidades envolvidas foram produzidos de agosto de 2007 a março de 2008, para as picapes; de janeiro de 2004 a julho de 2006, para o sedã e outubro de 2001 a outubro de 2004 para o Pathfinder.

As unidades do modelo Frontier deverão passar por substituição do gerador de gases do airbag do motorista e as dos modelos Pathfinder e Sentra, por substituição do gerador de gases do passageiro.

No comunicado, a empresa informa que as unidades Sentra e Pathfinder já tiveram o gerador de gases do passageiro substituído em campanhas de recall anteriores, porém nova substituição é necessária.

Risco

Em caso de colisão frontal com deflagração das bolsas, a ativação do gerador de gases do sistema de airbag pode resultar em pressão excessiva e acarretar na ruptura do gerador de gases com a projeção de fragmentos metálicos para o interior do veículo. Esta condição poderá causar danos materiais, lesões físicas graves ou fatais aos ocupantes do veículo.

A empresa orienta os proprietários dos modelos a entrarem em contato com uma concessionária autorizada imediatamente para agendarem o serviço. Para tanto, disponibiliza o número 0800 011 1090 e uma página de recall no site.

Chassis dos Nissan Frontier, Sentra e Pathfinder envolvidos

Modelo Início dos chassis envolvidos Final
Frontier MNTVCUD4086000007 MNTVCUD4086004932
Sentra 3N1CB51D05L503983 3N1CB51D47L450613
Pathfinder JN1VDWR502W000104 JN1VDWR505W300131

Porsche

911 Carrera

A Porsche convoca o 911 Carrera 2019 para recall. Unidade produzidas entre 26 de fevereiro de 2019 e 05 de dezembro de 2019 podem apresentar a possibilidade de não acenderem o botão de aviso de risco e suas lâmpadas quando acionadas pelo consumidor.

Risco

O não acionamento das lâmpadas do aviso de risco expõe o proprietário do modelo a acidentes, pois, caso o veículo esteja parado e as lâmpadas não sejam acionadas, pode não ser percebido pelos demais condutores como um obstáculo.

As unidades deverão passar por reprogramação do painel de instrumentos com uma versão atualizada do software para assegurar que as lâmpadas do aviso de risco acendam sempre que o botão de aviso de risco for acionado.

Confira, abaixo, os chassis dos 911 Carrera envolvidos no chamado

  • WPOAA299XLS205087;
  • WPOAA2991LS205155;
  • WPOAA2998LS205170;
  • WPOAA2999LS205176;
  • WPOAB2992LS225718;
  • WPOAB2999LS225604; e
  • WPOCB2997LS262174.

Para tirar dúvidas ou agendar o reparo, entre em contato com a Porsche por meio de sua página de recall.

Toyota

Camry

O primeiro recall de 2020 anunciado pela Toyota foi o do veículo Camry, chassi JTNBZ3HK9K3011453, produzido em 26 de agosto de 2019.

De acordo com a fabricante, o veículo envolvido na campanha é equipado de série com cintos de segurança traseiros com duplo sistema de travamento e foi identificado que durante sua produção, um dos sistemas de travamento pode não ter sido montado corretamente.

Risco

Se um dos sistemas de travamento de qualquer um dos três cintos de segurança traseiros não tiver sido montado corretamente, o equipamento problemático não funcionará adequadamente em freadas bruscas, colisão ou capotamento do veículo, aumentando o risco de lesões físicas, que podem ser graves ou até mesmo fatais.

A medida para sanar o defeito de forma definitiva consistirá na inspeção dos 3 (três) cintos de segurança traseiros instalados no veículo para identificar a possibilidade de existência do defeito mencionado acima. Caso seja confirmada a existência do defeito, será realizada a substituição do(s) cinto(s)de segurança traseiro(s) envolvido(s) na presente campanha.

O tempo de inspeção e eventual reparo é de aproximadamente 2 (duas) horas. Os agendamentos podem ser realizados para a partir de 20 de janeiro de 2020 pelo telefone 0800 703 02 06.

Para esclarecer dúvidas sobre o recall, acesse a página da Toyota.

1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Flávio 18 de outubro de 2020

    Eu gostaria de saber se o Toyota Corolla 2020 vai ser chamado para recall porque comprei um GLi mas infelizmente com 15000 quebrou suporte de caixa agora com 30 voltou quebrou suporte para completar os quatro bicos de alta pressão estão apresentando falha gotejando e jogando combustível para o escapamento que fica em brasa em tempo de pegar fogo em todo o veículo fui na Osaka e o técnico me informou que infelizmente não vai ser feito recall mesmo correndo o risco do carro pegar fogo e sem contar que tem um relato de mais alguns amigos que também tem o mesmo veículo que está com o mesmo problema falha no sistema de alta pressão foi uma bola fora esse novo sistema de injeção vamos ver se vai ser chamado para recall pois eu fui chamado para essa do Corolla 2017 e trocaram meu erdeg não questionei simplesmente fui aí tem de segurança eu quero para minha família agora estou com meu carro parado na garagem pegando poeira e a minha família andando a pé o carro perde potência fica oscilando até mesmo desliga de tanta falha lembrando que com 15.000 quando foi feita a troca do suporte a falha apresentou no painel e o técnico da Osaka teve a coragem de colocar o rastreador dele e apagar a falha mas vou tentar ver se eu consigo tirar a vida do carro pela central para que eu possa provar isso além da testemunha que estava comigo espero que vocês que tenham esse mesmo veículo já fiquem atento procure uma agência e peça para verificar os bicos de alta pressão apenas os Corolla do último modelo 2020 que era para ser o mais técnicologico ja produzido no Brasil

Avatar
Deixe um comentário