Simulador não é só brincadeira e pode te salvar de verdade

Muito além de preparar pilotos, um game de simulador pode ensinar ao motorista como se comportar diante de um caminhão ou ônibus

simulador stellantis betim
Simuladores de fabricantes permitem testar funcionalidades e equipamentos que ainda serão desenvolvidos (Foto: Leo Lara/Studio Cerri)
Por Marcelo Jabulas
11 de junho de 2022 08:03

Num mundo híbrido em que experiências reais e virtuais se misturam, o simulador pode ser um aliado para dirigir melhor e entender como os outros veículos se comportam

Nestes dias de metaverso, em que mesclamos tarefas reais com virtuais, surgem reflexões sobre a validade das experiências binárias em nosso cotidiano. Tarefas remotas, conduzidas por vídeo mostram que é possível cumprir tarefas complexas apenas com um mouse, teclado ou joystick. Bom, toda essa introdução, quase filosófica, é para chegar a uma conclusão: games, como um simulador, podem nos aproximar de experiências de condução que não poderíamos exercer na vida real.

VEJA TAMBÉM:

De fato, o uso de jogos eletrônicos é uma realidade na capacitação de um motorista. Simuladores já são utilizados em centro de formação de condutores. Fabricantes e equipes de corrida utilizam equipamentos extremamente sofisticados para validar projetos de engenharia e preparar seus pilotos para corridas.

Pilotos contam que nos simuladores, eles podem levar o carro até o limite de uma curva sem o risco de sofrer um acidente real. Engenheiros conseguem simular o comportamento de um SUV numa pista irregular sem que seu piloto de testes se exponha ao risco.

Simulador industrial

Há uns três anos, tive a oportunidade de testar um simulador num laboratório da Stellantis, em Betim. O equipamento era capaz de carregar dados de diferentes carros, circuitos ou estradas. Nele era possível perceber diferentes reações do automóvel.

Para mim era apenas mais um fliperama, mas para quem trabalha no desenvolvimento de um carro, cada voltinha recolhia dados importantes que poderiam dizer se a suspensão estava adequada, se o composto do pneu é o indicado para o veículo.

simulador stellantis
Simulador da Stellantis permite verificar comportamento do carro mesmo antes dele existir (Foto: Leo Lara/Studio Cerri)

Mas pequenas experiências podem servir no nosso cotidiano. Não é preciso ser um piloto se preparando para um grande prêmio ou um engenheiro que irá testar a compressão do amortecedor de um Dodge Challenger Hellcat ao passar pelo saca-rolhas de Laguna Seca.

Simular situações cotidianas podem ser de grande valia. E uma dessas fusões entre real e virtual foi quando dirigi um extrapesado num campo de provas da Mercedes-Benz, no interior de São Paulo.

Puxando mais de 50 toneladas, conduzir aquele monstro foi divertido e “suave”. Mas o instrutor foi categórico: “aqui é um ambiente controlado, onde você pode conferir como as tecnologias atuam. No trânsito é diferente, pois se um carro entra na sua frente e reduz de uma vez, pode ser fatal”.

Pesado digital

Com aquilo na cabeça, o que poderia fazer para comprovar a tese? Um simulador de caminhão. Hoje há games que simulam com grande fidelidade a física de um pesado, como “Euro Truck Simulator”. É impressionante como é arriscado fazer barbeiragem na frente desses gigantes. E nem precisa ser uma carreta, pode ser um toco, que ainda sim é pesado e precisa de espaço e tempo para parar.

simulador euro truck simulator 2
Em “Euro Truck Simulator 2”, o jogador descobre como é difícil frear uma carreta (SCS Software | Divulgação)

Me lembrou um motorista de reboque, com quem peguei carona certa vez. “Se o cara entra na minha frente, eu não vou jogar na valeta ou em quem está do outro lado. Infelizmente vou passar por cima”.

O mesmo é válido para quem faz lambança na frente de um ônibus. Um amigo que ganha a vida transportando passageiros volta e meia me conta sobre os desafios de transportar dezenas de pessoas, cobrar passagem, calcular troco e desafiar a selvageria do trânsito.

Catraca eletrônica

Para tentar entender como é a vida desse amigo, recorri ao competente “Bus Simulator”, um simulador que coloca o jogador na condição de um motorista. No jogo, é preciso cumprir o itinerário, de preferência dentro do horário, ficar atento aos carros ao redor e tudo mais que um motorista de verdade vive.

simulador bus simulator
Em “Bus Simulator” é possível viver o estresse de quem transporta passageiros  (Foto: Stillalive Studios | Divulgação)

Depois de uma hora jogando, a sensação de exaustão é imensa. E olha que bastava apertar um botão e tudo aquilo iria desaparecer.

Dessa forma, todo motorista, motociclista, ciclista e pedestre deveria ter a experiência de dirigir um caminhão ou ônibus para entender como é a dinâmica desses veículos. Se não for possível, tente pelo menos fazer no videogame, será bom para sua vida e para quem trafega ao seu redor.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário