SUVs até R$ 80 mil: 10 opções no mercado de seminovos

É possível comprar utilitários esportivos, de diferentes tamanhos e propostas entre modelos usados e seminovos

suvs ate 80 mil
Por até R$ 80 mil, é possível comprar SUVs usados de diferentes segmentos (Arte: Ernani Abrahão | AutoPapo)
Por Fernando Miragaya
09 de agosto de 2021 20:02
Especial para o AutoPapo

O mundo só quer saber de SUV, e o Brasil mais ainda. O segmento que concentra 80% das novidades da indústria e é desejado por 11 em cada 10 consumidores de automóveis só faz crescer. Só que, como os preços dos modelos 0 km não param de aumentar, os utilitários esportivos “de segunda mão” se tornaram alternativas para quem não quer gastar muito. No mercado de usados e seminovos, há boas opções de SUVs até R$ 80 mil.

VEJA TAMBÉM:

10 SUVs até R$ 80 mil no mercado de usados

Listamos 10 exemplares de diferentes marcas, tamanhos e propostas. Tem crossover compacto, modelos médios e até sport utilities de marcas de luxo. Confira a lista que separamos para você entrar no segmento dos SUVs sem ter de gastar mais de R$ 80 mil.

1. Ford EcoSport

ecosport freestyle 2017 4
Ford EcoSport foi o SUV mais vendido do Brasil durante vários anos
  • Ano: 2014
  • Preços: R$ 48 mil a R$ 55 mil
  • Versão sugerida: Freestyle
  • Motor: 1.6 16V de 115/110 cv

O EcoSport foi durante anos o utilitário esportivo mais vendido do país e isso o credencia a ser um bom SUV até R$ 80 mil. Nesta safra 2014, na versão Freestyle, a mais vendida por muito tempo, consegue-se modelos na faixa de R$ 50 mil. Essa configuração já recebia controles de estabilidade e de tração, assistente à subida em rampas, além de ar, direção elétrica, trio, Isofix e rodas de liga leve.

A despeito do espaço interno mais acanhado e de ter tido sua produção encerrada no início do ano, a segunda geração do SUV da Ford ainda é um carro com peças fáceis de achar e o motor 1.6 Sigma dá conta do recado. A manutenção fica no meio-termo do segmento.

2. Jeep Renegade

renegade
Versões 1.8 dos primeiros anos de fabricação do Renegade custam menos de R$ 80 mil
  • Anos: 2015/16
  • Preços: R$ 65 mil a R$ 75 mil
  • Versão sugerida: Longitude
  • Motor: 1.8 16V de 132/130 cv

Carro no primeiro ano de produção tem sempre aqueles defeitos que são ajustados com o passar do tempo. Só que o Renegade tem um custo/benefício tão bom que não podia ficar de fora da lista de SUVs até R$ 80 mil. Nesta variante Longitude, recebia ESP, controles de subida e de descida, ar-condicionado automático bizona, câmera de ré, ajuste de altura dos faróis, luzes diurnas, entre outros.

O motor é o 1.8 E.torQ flex, com fama de áspero e beberrão, mas que oferece o conforto do câmbio automático de seis marchas com opção de mudanças sequenciais nas aletas do volante. O porta-malas é pequeno e a manutenção também está dentro da média, apesar de algumas peças serem caras.

3. Renault Duster

renault duster dynamique 2018 8
Renault Duster da antiga geração oferece motor 2.0
  • Ano: 2015/16
  • Preços: R$ 53 mil a R$ 63 mil
  • Versão sugerida: Dynamique
  • Motor: 2.0 16V de 154 /138 cv

Um dos grandes argumentos a favor do Duster é seu porte de médio e preço de compacto. E isso se reflete entre os seminovos. Por menos de R$ 65 mil é possível encontrar o utilitário esportivo da Renault com motor 2.0, que lida melhor com o peso do modelo. Além do espaço interno e porta-malas generosos, o SUV tem fama de robustez e bom vão livre do solo.

A Dynamique era bem conservadora na lista de equipamentos. Saía de fábrica apenas com o trivial: sensor de ré, ar automático, trio, direção hidráulica e rodas de liga-leve. A posição de dirigir é aquela coisa esquisita de sempre nos projetos da Dacia (a marca romena da Renault), mas o modelo tem boa oferta de peças de reposição e custo de manutenção regular.

4. Land Rover Freelander 2

land rover freelander 2 sd4 preto de frente em movimento
Freelander carrega a tradição off-road da Land Rover
  • Ano: 2011
  • Preços: R$ 53 mil a R$ 68 mil
  • Versão sugerida: HSE
  • Motor: 3.2 24V de 233 cv

Aqui, a brincadeira começa a ficar séria. Entre os nossos SUVs até R$ 80 mil tem espaço para uma autêntica marca off-road e especialista em sport utilities. E o Freelander, além do DNA da Land Rover, oferece aquela dose de robustez, conforto e requinte que se espera do fabricante britânico.

Porém, lembre-se que ter um Land Rover usado acarreta em um custo maior no pós-venda. O motor a gasolina, de seis cilindros em linha, garante ótimo desempenho e força em baixos giros, mas está longe de ter como eficiência sua principal bandeira. Além disso, peças e manutenção são caras como em qualquer marca premium – e não dá para levar um Land em qualquer oficina.

5. Citroën C4 Cactus

novo suv citroen c4 cactus 12
Citroën C4 Cactus usado ainda é visualmente idêntico ao zero-quilômetro
  • Ano: 2019
  • Preços: R$ 78 mil a R$ 80 mil
  • Versão sugerida: Feel Pack
  • Motor: 1.6 16V de 118/115 cv

Um dos SUVs até R$ 80 mil mais novinhos da nossa lista, o Cactus, para muitos, nem é considerado um utilitário esportivo. Porém, tem boa altura do solo e porte robusto, além de um design bastante peculiar e nível de acabamento caprichado para o segmento de compactos. A manutenção é compatível com a categoria – e um exemplar 2019 ainda está na garantia -, só que “pena” na desvalorização e na liquidez.

A opção escolhida, Feel Pack, é bem recheada. Tem quatro airbags, controles de estabilidade, tração e subidas, câmera de ré, monitoramento dos pneus, ar-condicionado automático, sensores de chuva e de luminosidade, chave presencial e central multimídia com espelhamento de smartphone.

6. Volvo XC60

volvo xc60 d5 prata de frente
Volvo comercializou diversas versões do XC60 no Brasil
  • Anos: 2011/12
  • Preços: R$ 58 mil a R$ 77 mil
  • Versão sugerida: Dynamic
  • Motor: 2.0 16V turbo de 240 cv

Vamos ousar de novo e, desta vez, com um Volvo. O XC60 é aquele autêntico crossover urbano. Tem até variantes com tração integral, mas seu principal propósito é entregar conforto, sofisticação e desempenho para você ir ao shopping e de vez em quando se aventurar na estrada de terra para o sítio no fim de semana.

O modelo da marca sueca ostenta um excelente motor turbo, que garante performance em baixos e médios giros, além da agilidade auxiliada pela transmissão automatizada de dupla embreagem e seis marchas.

Esta versão Dynamic 2012 é uma das mais bem servidas desta lista. Em 2012, já vinha com itens de segurança autônoma, como alerta de colisão e frenagem automática de emergência, além de seis airbags, ESP, ar automático bizona, espelho eletrocrômico, chave presencia e retrovisores rebatíveis eletricamente.

Assim como o Land, lembre-se que trata-se de uma marca de luxo, e que os preços variam bastante – mesmo entre os usados. Também é preciso estar atento ao histórico de manutenção e estado de conservação. Peças e serviços são do nível de marcas premium.

7. Kia Sportage

kia sportage 2013 prata de frente
Penúltima geração do Kia Sportage traz bom conteúdo de série
  • Anos: 2013/14
  • Preços: R$ 70 mil a R$ 78 mil
  • Versões sugeridas: LX ou EX 4×4
  • Motor: 2.0 16V de 178/169 cv

O Sportage tem um público fiel e, mesmo na geração passada, merece estar entre os SUVs até R$ 80 mil. Aqui, pedimos licença para sugerir as versões com tração integral, para fazer uma graça naquela estradinha de terra mais light. Além disso, o modelo sul-coreano, em 2014, trazia o motor da linha Nu, flex e com disposição de sobra para o crossover médio.

Na parte de itens de série, o SUV agrada bastante. Seis airbags, controles de estabilidade e tração, câmera e sensores de ré, chave presencial, retrovisores rebatíveis eletricamente, central multimídia com GPS, teto-solar e ar automático estão entre os equipamentos. Atenção ao custo de manutenção, que costuma ser salgado, e ao seguro caro.

8. Hyundai ix35

hyundai ix35: Listamos os SUVs sem controle de estabilidade que ainda são vendidos - o equipamento de segurança se tornará obrigatório em breve!
Montado no Brasil, Hyundai ix35 tem motor flex
  • Anos: 2015/16
  • Preços: R$ 67 mil a R$ 75 mil
  • Versão sugerida: GLS
  • Motor: 2.0 16V de 178/169 cv

O ix35 fez um tremendo sucesso quando foi lançado, ainda importado. Tanto que, rapidamente, o Grupo Caoa tratou de iniciar a produção dessa segunda geração do Tucson em Anápolis (GO) ainda no início da década de 2010. As versões 2015 e 2016 usam o mesmo motor 2.0 flex do Sportage, que confere bom desempenho ao SUV médio, principalmente na estrada.

É mais comedido na lista de equipamentos, principalmente nos itens de segurança – faltam mais airbags e ESP na linha 2015. Mesmo assim, trazia câmera de ré, chave presencial, central multimídia e retrovisores rebatíveis eletricamente. A manutenção também tem fama de cara e o utilitário tem um acerto de suspensão bastante macio, o que confere um comportamento meio banheirão nas curvas.

9. Mitsubishi Outlander

mitsubishi outlander 2024 branco de frente em movimento
Interior com 7 lugares é diferencial do Mitsubishi Outlander
  • Ano: 2014
  • Preços: R$ 74 mil a R$ 80 mil
  • Versão sugerida: GT 4×4
  • Motor: 3.0 V6 24V de 240 cv

Outra marca queridinha entre os apaixonados por utilitários esportivos, os modelos da Mitsubishi costumam ser bem valorizados entre os usados. Por isso mesmo, vamos com pé na porta e sangue nos olhos para sugerir o Outlander entre os SUVs até R$ 80 mil: nossa opção é a versão GT, com motor V6, câmbio automático de seis marchas e tração integral sob demanda.

Além dos sete lugares, oferece seis airbags, ESP, ar bizona, revestimento de couro, banco do motorista elétrico, teto-solar, sensores de chuva e de luminosidade, espelhos eletricamente rebatíveis e central multimídia com GPS e DVD player. Tem espaço interno generoso, mas o acerto da suspensão não é dos melhores. Atenção à dificuldade em encontrar peças e ao custo de manutenção.

10. Honda CR-V

honda cr v 2013 branco de frente em movimento
Honda CR-V oferece mais espaço que o “irmão menor” HR-V
  • Ano: 2013
  • Preços: R$ 75 mil a R$ 80 mil
  • Versão sugerida: EXL
  • Motor: 2.0 16V de 155/150 cv

O CR-V já chegou a ser o importado mais vendido do país, quando era trazido do México lá no fim dos anos 2000 e tinha custo/benefício agressivo. Isso o tornou bastante conhecido e desejado no segmento de usados. Fora a fama de confiabilidade mecânica da Honda, o crossover médio oferece rodar confortável e boa lista de equipamentos.

Nesta geração passada do CR-V, a versão EXL era a topo de linha em 2013 e já saía de fábrica com seis airbags, controles de estabilidade e tração, câmera de ré, bancos de couro, sensores crepuscular e de chuva, ar-condicionado automático bizona, teto-solar e navegador GPS. Apesar da reputação, a manutenção dos veículos da marca costuma ser cara.

Por que SUV não presta? Confira a opinião de Boris Feldman!

Fotos: Divulgação

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
13 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Pedro Damásio Marques 21 de novembro de 2021

Também acho que o Peugeot não devia mesmo ser citado, uma colega comprou um foi pior que largar de marido ciumento o carro não saia da oficina, não deu outro vendeu bem abaixo da tabela, e jurou nunca mais passar nem perto dessa marca.

Avatar
Lucas 27 de novembro de 2021

vai comprar lixo de Toyota

Avatar
Vinicio Pinto 17 de agosto de 2021

Estou pretetendo comprar um Honda Fit mas tive notícias que está saindo de linha. Procede a informação?

Avatar
Joao 12 de agosto de 2021

Carro 2014 é seminovo ? kkkk acho que seminovo não tem nenhum até essa faixa de preço.. pelo menos não mais!

Avatar
Omega 10 de agosto de 2021

Sei de alguém que comprou um SUV novo, um dos líderes de venda, mas não gostou.
Após um ano comprou um sedã médio e está “feliz da vida”.
Essa do pneu, que o Boris cita no vídeo, é o que sempre falo para a esposa.

Avatar
Sir.Alves 10 de agosto de 2021

caramba… Cactus desvalorizado muito… puxa…um 2019 ja está por este precinho? Bom para comprar semi novo…

Avatar
João Vitor 9 de agosto de 2021

Cadê o subatômicas foresrer? Coloca todos debaixo da lama!

Avatar
João Bosco T. Araujo 9 de agosto de 2021

Eu tenho uma Range Rover sport 2011, motor 3.6 a diesel biturbo, o veículo é um primor em teclogia, conforto e segurança, embora a manutenção tenha um custo elevado, a Internet oferece opções de peças a um custo significativamente menor que as concessionárias, tornando os preços mais justos e não proibitivos, além de ser uma verdadeira SUV.

Avatar
João 12 de agosto de 2021

Justamente as peças compradas na internet que é o problema dos famosos Resto de Rico, carro de 200 mil comprado por 40 mil não vai dar certo, bomba relógio prestes a explodir!

Avatar
david 9 de agosto de 2021

peugeot 2008mais top que a maioria desses ai e ano mais novo nao foi sitado pq????? materia ruim

Avatar
Fernando 10 de agosto de 2021

Acha mesmo que deveria ser sitado?

Avatar
Sol da meia-noite 11 de agosto de 2021

Eu acho que deveria ser citado…
🙂 🙂 🙂

Avatar
Sir.Alves 13 de agosto de 2021

Rapaz, vou sincero, carro chines e papel higiênico depois de usados so servem pra serem descartados, infelizmente, essa regra também vale alguns peugeots nacionais… (nao todos,claro)…

Avatar
Deixe um comentário