Toyota Hilux 2021 recebe reestilização e motor a diesel mais potente

Picape ganhou também mais equipamentos, inclusive voltados à segurança, mas mecânica 2.7 flex não foi atualizada

Por AutoPapo 17/11/20 às 20h15
nova hilux 2021 10
Toyota Hilux 2021 (Toyota | Divulgação)

A Toyota Hilux ganhou alguns aperfeiçoamentos na linha 2021. O fabricante não desenvolveu uma nova geração, projetada a partir do zero, mas alterou pontualmente o design. A picape exibe novos faróis, capô, grade, para-choques e lanternas, essas últimas com luzes de LED. Sob o capô, também há mudanças, mas apenas nas versões movidas a diesel.

VEJA TAMBÉM: 

O motor 2.8 a diesel, de quatro cilindros, ganhou uma série de aperfeiçoamentos, entre as quais um novo turbocompressor, maior, e pistões redesenhados. O resultado foi um aumento de potência na ordem de 15%, subindo de 177 cv para 204 cv.

O torque também aumentou e chegou a 50,9 kgfm, mas apenas quando o câmbio é automático. Com transmissão manual, o valor foi mantido em 42,8 kgfm. Segundo o fabricante, além de melhor performance, essas mudanças permitiram uma redução de consumo na ordem de 4%.

Preços da Toyota Hilux 2021

Versão Preço
Toyota Hilux 2021 SR Cabine Dupla 2.7 Flex 4×2 AT R$ 145.390
Toyota Hilux 2021 SRV Cabine Dupla 2.7 Flex 4×2 AT R$ 157.490
Toyota Hilux 2021 SRV Cabine Dupla 2.7 Flex 4×4 AT R$ 169.790
Toyota Hilux 2021 Chassi 2.8 turbodiesel 4×4 MT R$ 164.790
Toyota Hilux 2021 Cabine Simples 2.8 turbodiesel 4×4 MT R$ 170.890
Toyota Hilux 2021 STD Power Pack Cabine Dupla 2.8 turbodiesel 4×4 MT R$ 188.990
Toyota Hilux 2021 SR Cabine Dupla 2.8 turbodiesel 4×4 AT R$ 201.790
Toyota Hilux 2021 SRV Cabine Dupla 2.8 turbodiesel 4×4 AT R$ 216.990
Toyota Hilux 2021 SRX Cabine Dupla 2.8 turbodiesel 4×4 AT R$ 241.990

Por falar em câmbio, a caixa automática de seis marchas exibe uma recalibragem para melhorar a performance em retomadas de velocidade. Já o sistema de direção permanece com assistência hidráulica, mas incorporou uma válvula solenoide, para aumentar a progressividade em alta velocidade.

No mais, a suspensão ganhou uma recalibração, que inclui novos amortecedores e buchas, para transmitir menos vibrações para o habitáculo e proporcionar um rodar mais suave. A versão top de linha SRX recebeu um acerto próprio, com amortecedores de maior diâmetro (aumentaram de 30 mm para 32 mm), também no foco no conforto de marcha.

O motor 2.7 flex, porém, segue sem quaisquer aperfeiçoamentos. A unidade segue equipada com um sistema de injeção indireta de combustível, desenvolvendo 163 cv de potência com etanol e 159 cv com gasolina, além de 25 kgfm com ambos os combustíveis. A Toyota afirma que essa mecânica apenas 6% do mix de venda, o que explica a falta de investimentos nela.

Equipamentos da Toyota Hilux 2021

A Toyota aproveitou a reestilização para disponibilizar mais equipamentos para a Hilux. Todas as versões agora têm um computador de bordo com tela de 4,2 polegadas e duas funções adicionais: indicador digital de velocidade e indicador de posição das rodas dianteiras. Por sua vez, as configurações SRX e SRV receberam sensores de estacionamento dianteiros e traseiros.

A gama inteira também recebeu uma central multimídia com tela sensível ao toque de oito polegadas, com funções de rádio, MP3, câmera de ré, entrada USB, conexão Bluetooth e espelhamento de celulares com as plataformas Android Auto e Apple CarPlay. A partir das versões SRX e SRV, a central multimídia incorpora GPS nativo e TV digital. Na top de linha SRX, há ainda um sistema de áudio com 8 alto-falantes e subwoofer, além de bancos com ventilação e aquecimento.

Segurança

A maior novidade da Hilux 2021 nesse quesito é um pacote de segurança ativa que a Toyota chama de Safety Sense, disponível apenas para a versão SRX. Esse pacote inclui sistema de alerta de colisão com frenagem automática, alerta de mudança de faixa (com correção de direção para permanência na faixa) e controle adaptativo de velocidade de cruzeiro.

Todas as versões com cabine dupla da Toyota Hilux 2021 são equipadas com airbags laterais e do tipo cortina (na cabine simples, há apenas os dois frontais, obrigatórios por lei, e mais um para os joelhos do motorista), além de ganchos Isofix para fixação de cadeirinha.

A linha também conta, desde a versão de entrada, com controles eletrônicos de estabilidade e tração, luz de frenagem emergencial automática e assistente de subida. As versões SRX, SRV e SR com motor a diesel possuem ainda o assistente de descida.

2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Paulo Roberto de Chaves 18 de novembro de 2020

AUTOPAPO
Sugestão de quem acompanha vc sempre.
Pergunta…..
Cada vez que houver alguma mudança na dianteira ou traseira de qualquer veículo, gostaria de ver as fotografias de ambos os modelos, para uma melhor avaliação.
Ok
Desculpa pelo transtorno.
Abraços
Saúde.

Avatar
Vitor 17 de novembro de 2020

Acho que o motor não é 2.7 diesel, somente a versão flex

Avatar
Deixe um comentário