[Vídeo] Consumo de carro 1.0 é sempre menor? A resposta é não!

"Muito cuidado: não ache que o motor  1.0 ou que os motores de menor cilindrada necessariamente têm o consumo menor"

veiculo carro posto combustivel abastecendo dono carteira consumo shutterstock 1109546957
Cilindrada do motor não necessariamente está relacionada ao consumo (Foto: Shutterstock)
Por Boris Feldman
11 de agosto de 2021 19:32

Muitos motoristas ainda não perceberam que a tecnologia sempre opera milagres, e que  os conceitos têm que ir se modificando de acordo com o avanço da própria tecnologia. Então, há uma ideia, um mito, de que o motor de menor cilindrada bebe menos; e não é bem assim, não. Assista ao vídeo!

VEJA TAMBÉM:

A Quatro Rodas publica mensalmente, em todo número, um um ranking, uma classificação, dos carros que bebem  mais ou menos, aceleram, freiam, enfim, uma série de características de cada carro: quais são os melhores, quais são os piores.

Nesse último número, no ranking dos carros  de menor consumo, aparecem dois Fiat Argo, um em 4º lugar, outro em 5º lugar. Ok, o Fiat Argo está entre os carros que menos consomem no Brasil. Mas entre o 1.0 e 1.3, sabe qual é o  de menor consumo? Não é o 1.0, e sim o 1.3. Por que?

Por que o consumo dos carros 1.0 nem sempre é menor?

Muitas vezes o motor 1.0 não tem uma potência razoável disponível: você tem que pisar fundo para obter um bom  desempenho, para vencer uma ladeira, por exemplo. No 1.3, você vai pisar bem mais manso, porque  ele oferece o desempenho melhor.

Então, muito cuidado: não ache que o motor  1.0 ou que os motores de menor cilindrada necessariamente têm o consumo menor que os  motores com a cilindrada um pouco maior.

SOBRE
47 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Jair Brier 18 de agosto de 2021

Tenho Siena fire 2006 1.0 comprei recente será que beberrão

Avatar
Dr Arthur Emanuel 15 de agosto de 2021

gostaria de elogiar o trabalho bem feito no site, que deus ilumine a trajetórai de vocEs hoje e sempre viu ,muito obrigado por contribuir de um forma saudável a nossa sociedade.a paz de cristo e muito sucesso nesta empreitada,esta de parabéns

Avatar
Polvo 13 de agosto de 2021

A cilindrada de 1000cc foi escolhida no Brasil por lobby da Fiat, pois na época já tinha um motor pronto que era o 1050cc do Uno. A ideia do carro popular era boa, mas precisava ter um desempenho mais adequado, talvez partindo de 1200cc, pelo menos. O grande problema do motor 1.0 é a falta de torque, que não dá melhorar muita coisa, a não ser adotando turbo.

Avatar
Fernando 12 de agosto de 2021

Tenho um siena 2009/2010 1.0 8v na cidade ele faz 23 km por litro bençao de carro

Avatar
Sir.Alves 13 de agosto de 2021

Fernando, nao se iluda com a aferição do computador de bordo,… tivemos aqui em casa dois sienas fire 1.nada 8v, comprados novos e nenhum destes tinha esta autonomia na pratica. Att

Avatar
Fernando B 14 de agosto de 2021

Isso é uma moto que faz na cidade, não um carro

Avatar
Paulo carneiro 12 de agosto de 2021

Gente me ajudem aí,
Tenho um logan 1.6 8V 2012,o desgraçado chegou a fazer 3.7_km/litros em etanol,o que seria isto ? Uma praga francesa?

Avatar
Sir.Alves 13 de agosto de 2021

Sua aferição foi na ponto do lápis ou pelo computador de bordo?

Avatar
Alex 13 de agosto de 2021

Já tive um Logan 2015 só que 1.0 e ele bebia mais que V8 Canadense!!! era um milagre quando fazia perto de 6Km/litro no etanol.

Avatar
Jo 12 de agosto de 2021

Depende do modelo de carro, tipo de motorista e combustível de qualidade. Tive 8 carros, destes 6 eram 1.nada. sempre fiz boa média, independente do motor. Andar com calma ajuda muito. Se ciclo urbano, menor motor tende a consumir menos. Na estrada, a tendência pode ser diferente. O consumidor decide o que é melhor pra si. Desempenho e economia, geralmente estão em lados opostos da balança.

Avatar
Luciano 12 de agosto de 2021

Esse e o Boris Feldman!

Avatar
Jarbas Lopes 12 de agosto de 2021

Muito boa essa matéria. Mas faltou dizer algo bem básico, pelo menos em minha opinião. Carro 1.0 deveria ser extinto ou talvez nunca tiver existido. O conceito só deveria ser viável se fosse um veículo menos pesado e extremamente econômico, para uso apenas urbano. Não é uma coisa nem outra. E no Brasil, com tantos buracos, quebra-molas, radares, etc., o condutor é obrigado a fazer incontáveis trocas de marchas levando o carro (e o condutor) a um desgaste notável. Nas estradas é um perigo. Basta pegar outro veículo mais lento na frente e a viagem será feita de forma bem vagarosa, uma vez que ultrapassagens com ele são muito mais perigosas. Aí o sujeito se estressa e nem espera o momento aconselhável para essa operação, colocando em risco todos os ocupantes do veículo.
Eu já tive um. Atualmente, tenho um Ford KA 1.5 e a certeza que nunca mais terei outro carro 1.0!

Avatar
Fernando B 12 de agosto de 2021

Também não tenho intenção de voltar para o 1.0 aspirado. Tenho um Fiesta 1.6 e o tempo de resposta para o meu antigo veículo 1.0 é absurda. Não vou nem comentar em ladeiras porque aí vira covardia. E o consumo é praticamente idêntico.

Avatar
Jarbas Lopes 12 de agosto de 2021

Pois é, Fernando. Mas eu vou comentar com relação ao consumo, o Ford KA 1.5, como o seu Fiesta, é muuuuuito mais econômico que o Gol 1.0 que eu tinha. Para se ter uma ideia o consumo dele em álcool é menor do que o Gol a gasolina. E com 50% a mais de potência.

Avatar
Polvo 13 de agosto de 2021

Correto Jarbas, carro 1.0 aspirado não deveria existir, pois são extremamente fracos. Se for usado em estrada, piorou, pois não oferece segurança para ultrapassagens, além de não possuírem torque suficiente para usar freio motor em descidas de serra. Este tipo de motor deveria ser limitado a carros leves, de no máximo uns 800kg.

Avatar
Jarbas Lopes 12 de agosto de 2021

1

Avatar
Sir.Alves 13 de agosto de 2021

2…

Avatar
Andre Brugger Rocha 12 de agosto de 2021

Minha experiência com carros 1.0 são boas. Mas quanto ao consumo somente 1 delas é boa.
Minha madrasta tinha uma Uno Young logo assim que saiu o modelo. Fiz uma viagem de 550km com carro cheio. O consumo foram 3/4 de tanque.
Tenho um Xsara Picasso 2.0 e fiz a mesma viagem de 550km com carro cheio. Gastei os mesmos 3/4 de tanque, viajando com muito mais conforto e com muito mais segurança pras ultrapassagens.
Tenho também um Ford Ka 2018 3 cilindros (alugado da empresa) e, como ando sozinho nele, só me dá alegrias. Cheguei a fazer algumas semanas atrás 250km com 1/4 de tanque. Já rodei quase 1000km com 1 tanque. É muito econômico e bem espertinho (75/80cv)

Avatar
Edmundo lima Santos 12 de agosto de 2021

Kkkkk para né, pelas suas contas seu carro está fazendo 25 km com 1 litro, isso só bobo pra acreditar…

Avatar
Andre Brugger Rocha 12 de agosto de 2021

Ué jovem… trafego sozinho, não ando com ar condicionado ligado, máximo de 80km/h, pneus com 1 libra a mais que o recomendado… não tenho culpa se o seu não faz…

Avatar
Marco 14 de agosto de 2021

Os tamanhos dos tanques são iguais?

Avatar
Andre Brugger Rocha 14 de agosto de 2021

Xsara PIcasso 55L, Ford Ka 52L, Uno Young 50L

Avatar
MARCUS RENE PETRY 12 de agosto de 2021

Faz anos que trabalho viajando o estado todo do RS , com um carro 1.0 e gosto muito , um carro que corresponde o que se oferece ,. Quanto ao consumo , hoje com novas tecnológicas, existe motores mais potentes com menor consumo , preço do 1.0 é um absurdo como qualquer carro vendido no Brasil , tenho um Sandero 3 Cll 2018 que não me incomoda, já com seus 160,000km como foram os outros Sandero que tive

Avatar
MARCELO ASPRINO 12 de agosto de 2021

Eu tenho um Uno Way 1.3 e ele tem consumo menor que o Argo 1.3 por ser mais leve. O consumo do meu carro desde que comprei sempre com etanol é de 11 km/L em percursos misto. Ele é mais econômico que meu antigo Uno Mille Way 2013.

Avatar
Marcelo 12 de agosto de 2021

Também tem o fato que o carro 1.0, foi criado para ser popular, pois quando surgiu e começou a ser comercializado, a ideia era um carro barato, simples, básico, com um motor logicamente mais fraco, mas que o povo pudesse ter a oportunidade de adquirir. Só que com o passar do tempo isto começou a mudar, e foi ficando cada vez menos popular, pois hoje o custo de um 1.0 não tem nada de popular, porque encheram de coisa, digamos, sofisticaram demais, e acabaram com o tal popular, já há muito tempo. Culpa também em parte do consumidor que quer um carro 1.0, mas com toda a sofisticação de um de luxo. Pois mesmo que o 1.0 não seja tão econômico, mas se seguisse a proposta inicial de ser popular, e se pudesse comprar hoje este carro por 30, até 33 mil, seria interessante, não. Mas aí também surge um outro detalhe. Parece que as fabricantes não tem mais interesse em fazer este tipo de carro barato.

Avatar
Edvaldo 12 de agosto de 2021

Vai de encontro com as minhas experiências: já tive carros 1.0, 1.4 e atualmente 1.6 e neste último (um Logan) o consumo médio é de 14 a 15km/L na gasolina, média que eu nunca fiz com as demais motorizações, principalmente no 1.0.

Avatar
Marcelo 12 de agosto de 2021

Este motor 1.6 da Renault é ótimo, mas por incrível que pareça, vi uma matéria que a fabricante não vai mais ter o Sandero e Logan 1.6.

Avatar
elioricardo 12 de agosto de 2021

Eu achei isso estranho vi essa matéria em uma revista porque? não entendi talvez o preço não sei vai entender se alguém tiver uma resposta ou a própria Renault explicar isso

Avatar
Bruno Dias 12 de agosto de 2021

Tem que desenhar um carro pras pessoas entenderem. Desenha um carro qe pronto ta feito um carro 1.0. Carro 1.0 realmente é lasca gente tem que pisar forte pra subir ladeira. Anda deveagarzinho. A naonser que seja bem levinho. Tem que ta bombando no acelerador pra sair do sinal. E motor sendo muoto pequeno logico vai axigir mais um pouco do acelerador

Avatar
Rodrigo 12 de agosto de 2021

Já tive carro 1.0 é na verdade é uma grande porcaria, tive um e nunca mais quero ter novamente !!!
Carro com esta motorização não são lá muito econômicos, se ligar o ar condicionado então o consumo e desempenho ficam desastrosos, viajar com carro 1.0 é horrível principalmente em ultrapassagem (chega a ser um atentado a própria vida) e o pior carro 1.0 neste pais Tupiniquim são extremamente caros e nada que oferecem em conforto, tecnologia, itens de serie e etc……

Avatar
Elizeu rebelo 12 de agosto de 2021

Bom dia, eu posso lhe dizer a mesma coisa, eu tenho um carro 2009/2010, Fox 1.0, que não vejo a hora de trocar, como foi o primeiro carro, não tinha nenhuma experiência, com passar do tempo, fui observando que foi uma furada tremenda de comprar esse veículo, mas agora a minha ideia e ter outro com mais cilindrada. Tipo 1.3, 4 e ate 2.0. Pra não ter esses contratempos, e o pior em uma ladeira, terrivel.

Avatar
Roberto 12 de agosto de 2021

Só se for o seu, porcaria

Avatar
Roberto Karpinski 12 de agosto de 2021

As vezes é preciso muito mais além que ďesenhar babão

Avatar
Eudes Amorim 12 de agosto de 2021

É fato, sou mecânico de formação, o motor menor, mais fraco, sempre será mais beberrão, por su debilidade a uma necessidade de pisar mais fundo, por isso mais consumo e menos rendimento, é fato.

Avatar
Paulo Brito 12 de agosto de 2021

Na minha opinião,vai de cada carro e cada motorista,afinal de contas se for 1.0 com um motorista que não respeita o ciclo de marchas e quer forçar onde não precisa não irá render mesmo,e vice versa!!
Um carro só é bom quando o motorista tb contribui pra isso!!!
Obs minha opinião!!!

Avatar
elioricardo 12 de agosto de 2021

Tem que entender que e city ah tem o 1.0 tsi up da Volks mas apesar de ser até bom o preço que se pedia por ele assustou muita gente se a pessoa roda só na cidade o 1.0 serve agora se pega pista tem que ser mais potente

Avatar
Mephisto 11 de agosto de 2021

Quem gosta de motorzinho é dentista!

Avatar
Ivan 11 de agosto de 2021

O que manda no consumo de combustível é quem está no volante e pior à má qualidade do nosso combustíve. l

Avatar
João Paulo Amazonas 12 de agosto de 2021

Exatamente! Motorista ruim e gasolina batizada, não tem carro bom! E aqui no brazuca,temos o pior: trânsito,estradas, motoristas,e em especial aqui em PE,supera qualquer Estado!

Avatar
elioricardo 12 de agosto de 2021

Concordo nossa gasolina e horrível nem a podium que e mais caro não é garantia infelizmente

Avatar
Mario 13 de agosto de 2021

Porcaria mesmo, infelizmente somos roubados em tudo no Brasil.

Avatar
Joelson Dantas 11 de agosto de 2021

Estou no meu nono carro. Dos 9 carros que eu já possuí, 3 carros eram 1.0 e o carro mais beberrão que eu já tive foi um terrível Palio Fire 1.0. Aquele carro era uma desgraça

Avatar
Roberto Tibes 12 de agosto de 2021

Só se for o seu que deveria estar Ruin de mecânica
Tenho um Palio fire,e não consome muito

Avatar
elioricardo 12 de agosto de 2021

Os primeiros palio atenção não era motor fire muita gente chiou bebia como um carro grande depois veio o fire não sei de cabeça quanto faz vou ver em sites e ver a resposta

Avatar
Ramos 13 de agosto de 2021

Irmão eu sei porque seu fiat palio era beberão !, solda lambida travada e dos intens principais pra fazer o carro ficar gastao , porém existe outros componentes que devem ser substituído por novo por exemplo filtro de ar, de combustível , vela , cabo e revisão dos bicos injetor de combustível !, e por fim se vc trocou a correia dentada e ficou um dente adiantado ou atrasado o carro fica uma droga !, muitas pessoas nao sabem disso tudo !! Fica a dica ok abraço!

Avatar
Roberto Karpinski 11 de agosto de 2021

Quer dizer que só na ladeira ele consome…que conceito arcaico estamos no século 21 e um retrogrado faz um comentário pobre…lamentavel

Avatar
Daniel 11 de agosto de 2021

Às vezes é preciso desenhar.., Não, meu caro Roberto, não é apenas em ladeiras, foi apenas um exemplo para que ficasse mais claro. Isto irá ocorrer em qualquer situação onde seja preciso extrair mais desempenho de um motor fraco.

Avatar
Deixe um comentário