[Vídeo] Etanol realiza o sonho do carro elétrico sem bateria

"Já pensou se você para um carro, abastece com etanol, tira o hidrogênio, alimenta a fuel cell e faz o carro rodar eletricamente?"

nissan sofc 3 eletrico etanol parceria unicamp
Nissan e Volkswagen desenvolvem essa tecnologia no Brasil (Foto: Nissan | Divulgação )
Por Boris Feldman
01 de dezembro de 2021 19:02

Nem o brasileiro imagina que nós temos uma solução muito própria e limpa para o carro elétrico. “Mas o carro elétrico já não é uma solução  limpa?” Depende! Se você roda o dia inteiro, à noite você para para carregar e essa  energia elétrica está vindo, como na Europa, e em países asiáticos, de usinas que produzem essa energia com carvão, com diesel, não adianta.

Você deixa de poluir no automóvel, mas está  poluindo lá na usina. Você só transfere a  sujeira da cidade para o campo. No Brasil nós temos soluções muito próprias.  Por quê? Nós aqui  podemos ter um carro elétrico movido a etanol.  Como assim? Etanol? É! Assista ao vídeo e entenda!

VEJA TAMBÉM:

Você tira do etanol o  hidrogênio. Com o hidrogênio, você alimenta uma célula combustível, fuel cell, que vai produzir energia elétrica, e o carro vai rodar. Entendeu? Nós temos etanol em todos os postos do Brasil. Já pensou se você para um carro, abastece com etanol, tira o hidrogênio, alimenta a fuel cell e faz o carro rodar eletricamente? Essa energia é limpa de fato.

No Brasil nós ainda temos uma outra vantagem, porque a maior parte da nossa energia elétrica, na tomada, vem de usinas hidroelétricas. Essas  usinas emitem algum dióxido de carbono, mas é muito pouco ao lado da emissão de uma usina térmica a diesel, ou carvão, ou outro fóssil qualquer.

Quem está desenvolvendo o carro elétrico a etanol?

Quem é que está no Brasil desenvolvendo esse  projeto para tirar o hidrogênio do etanol e mover  o carro eletricamente? A Nissan, fábrica japonesa. A sua filial brasileira tem um convênio com a USP,  com o IPEM, para desenvolver o reformador, o aparelhinho mágico que tira hidrogênio do etanol.

Outra é a Volkswagen, convênio com a  Unicamp e convênio com o Centro Técnico  Canavieiro de Piracicaba, que desenvolve  álcool, etanol. Ambas estão estudando,  Nissan e Volkswagen, essa possibilidade de termos no Brasil carro elétrico movido a etanol.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
98 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Almir 21 de fevereiro de 2022

Porque não usar um motor de combustão a etanol para gerar energia elétrica?

Avatar
Valdir Pedro Zonin 16 de janeiro de 2022

Valeu galera, muito bom o debate. Aqui no RS somos solidários aos carros elétricos a ETANOL, inclusive aprovamos a nossa política pública de estado em11.11.21 o PRÓ-ETANOL/RS. Por aqui quase todos os POÇOS ARTESIANOS estão secando, cada ano menos água e ela simplesmente sumindo. Enquanto nosso estado planta 8 milhões de hectares no verão, basicamente soja, plantamos apenas 2 milhões de hectares no inverno (trigo, cevada, centeio, triticale) todos com mercado muito restrito. Vamos apostar nessas culturas de inverno para produzir etanol e devolver os DDGs/farelos às cadeias animais. Estes enriquecidos com proteína, que aumenta de 10% para 35% (processo enzimático e fermentativo), e com isso reduzir nossa dependência externa de etanol e de proteínas. Com isso, cada usina de porte médio, oportuniza 10.000 agricultores com novas opções de cereais com mercado garantido. Gera ainda empregos diretos, indiretos, agregação de valor, PIB, desenvolvimento local e nos entornos. Somente com as áreas ociosas de inverno, podemos abastecer 50 usinas. Ísso é desenvolvimento econômico, social e ambiental. Por aqui pretendemos deixar a água, muito escassa, no seu devido lugar.

Avatar
Agmar Lopes 7 de dezembro de 2021

Faltou explicar o destino e/ou qual impacto ao meio ambiente do outro composto que sobra desta extração do hidrogênio do etanol.
Ah! E atualmente nem todos os postos de combustíveis no Brasil vendem etanol. Aqui no norte é inviável abastecer com etanol, e por isso para muitos postos é inviável comercializá-lo.

Avatar
Vinicius 9 de dezembro de 2021

Está procurando pelo em ovo.

Avatar
Guilherme 6 de dezembro de 2021

jajas

Avatar
Guilherme 6 de dezembro de 2021

Gente… a grande pergunta que vcs tem feito: “Pq usar etanol e não água?”. Vou traduzir a pergunta: “Pq usar C2H6O e não H20?” Precisa desenhar?? Uma molécula de etanol tem mais hidrogênio, naturalmente mais energia. Um tanque de água para ter a mesma autonomia precisaria ser 3x maior que o de etanol. Sem contar a finitude da água, seu ciclo instável e por outro lado, a caracteristica renovável das lavouras, que ano após ano estará lá a disposição para ser transformada em etanol.

Avatar
Valdir Pedro Zonin 16 de janeiro de 2022

Muito bem Guilherme, “MATOU A PAU”….

Avatar
Lúcio 18 de fevereiro de 2022

Sr. Guilherme, sua conta não fecha porque deixa de considerar que gastamos água para produzir etanol.
Afinal, quantas moléculas de água precisamos para gerarmos uma molécula de etanol?

Avatar
Guilherme 20 de fevereiro de 2022

Sr. Lucio, vejo que o senhor não entende do processo. Tentarei esclarecer. Quimicamente uma molécula de glicose C6h12O6 é consumida pela levedura (ser vivo) que secreta 2 moléculas de CO2 e 2 de etanol C2H5OH e libera calor. A água usada no diversos processos produtivos, entre eles embebição na moagem da cana tem o papel de facilitar o processo, mas não participa da reação, e no caso do etanol a água adicionada ao processo em parte é evaporada, e a outra parte sai no processo de destilação como vinhaça, que volta ao campo como fertilizante (leia sobre economia circular).

Avatar
André Silva 6 de dezembro de 2021

Que matéria mais medíocre cheia de repetições e sem nada que nos intereça. Hidrogênio tem na água. Pra que usar etanol…

Avatar
Gian 3 de janeiro de 2022

o etanol tem 3 vezes mais moléculas de hidrogênio que a água. E interessa é com “ss”.

Avatar
André Silva 3 de janeiro de 2022

Espertalhão prefiro usar um tanque 3x maior no carro e encher com 10 reais do que encher um 3x menor com 300 reais. Ahh e antes que me esqueça enfia os dois “ss” naquele lugar…

Avatar
Aguinaldo 6 de dezembro de 2021

E tem monte de gente querendo faxer o markeketing e tentando salvar o planeta kkkk

Avatar
Marcos Antônio 5 de dezembro de 2021

Como transformar a frota brasileira em elétrico se investem em estádios pra copa do mundo e olimpíadas e não em usinas hidrelétricas que estão ultrapassadas a vinte anos ou mais

Avatar
Glaucia 5 de dezembro de 2021

O Brasil vai virar um enorme canavial. Monocultura não é boa solução. Temos q fazer um melhor uso da terra. Se conseguíssemos aperfeiçoar a tecnica de captação de energia solar, poderíamis ter uma solução boa. Lembremos q no passado os computadores eram enormes. Hoje temos na palma das nossas mãos um computador q nos primórdios da tecnologia talvez fosse do tamanho de muitos metros quadrados. Se conseguirmos miniaturizar a tecnologia da energia solar estaríamos fazendo um bem para a hunanidade e ao planeta

Avatar
Daniel 5 de dezembro de 2021

Piada, elétrico depender de etanol…
Era pro elétrico ter alternadores para se auto carregar…
Nem precisaria tomada… Ou uma simples recarga pra start apenas.
Ou pq não tirar hidrogênio da água?
Será que os usineiros não estão patrocinando esse projeto?

Avatar
Wellington Braga 5 de dezembro de 2021

Tirar hidrogênio da água, que sai da torneira da casa de todo mundo, na minha opinião faz muito mais sentido. Encher o tanque do carro com água, a qualquer momento e em qualquer lugar, isso sim seria inovação.
Tirar hidrogênio do etanol não faz nenhum sentido na minha opinião. Continuar utilizando combustíveis tradicionais só serve para manter o povo preso no século passado, ainda dependente de postos de combustível.

Avatar
Carlos Cezar Figueiredo 5 de dezembro de 2021

Porque não autosuficiencia com 1 bateria para ligar e as rodas com geradores para gerar energia ao próprio carro?

Avatar
Rosemir Aparecido de Oliveira 4 de dezembro de 2021

Aí sim, nossos engenheiros e pesquisadores,mostram que temos capacidade de vencer desafios em tecnologia, exito nas pesquisas.

Avatar
Enéas 4 de dezembro de 2021

Se já foi escrito célula combustível, para que ficar acrescentando “fuel cell” o tempo todo? Há intenção de ensinar simultaneamente a língua inglesa?

Avatar
Luis Carlos Cardozo Dos santos 4 de dezembro de 2021

Ótima ideia essa do etanol e idrogenio seria ainda melhor se construísse o chassi tubular para armazenar ar e ajudar a movimentar o carro na pressão do ar ou seja a vácuo!

Avatar
MARROCUS LIMA MOURA 4 de dezembro de 2021

PQ QUE NAO SE PRODUZ CARROS ELETRICOS EXTRAINDO O HIDROGENIO DA AGUA?

Avatar
CLAUDIO AUGUSTO VALENTE DOS REIS 4 de dezembro de 2021

Porque não fazem o mesmo tirando o hidrogênio da água?

Avatar
Ed 4 de dezembro de 2021

Dã… Pq necessita de energia para tal… O raciocínio aplica-se ao motor de movimento contínuo.. Ou seja, vc gasta mais do que produz… Daaaaaaa

Avatar
Joca 3 de dezembro de 2021

Nossa wue povo Bullo!

Avatar
Álvaro 3 de dezembro de 2021

Mas outro dia vc falou que tirar hidrogênio da água arrebenta a bateria e do etanol não arrebenta nada.
Que história é essa explica aí???

Avatar
Evelton 3 de dezembro de 2021

A fraudança climatica do ipcc esta distorcendo a ciencia , pois desde a 6° serie aprendi que o CO2 é o gas da vida e os vrgetais o trocam por 02 .
Mas tuda essa fraudança é financiada por kill gates que é malthusiano e quer eliminar o carbono pobre , isto é , nos trabalhadores !

Avatar
Ethan 3 de dezembro de 2021

Ou seja queremos na verdade ferrar com tudo
Mesmo tendo carro elétrico ficaremos dependentes do álcool , meu Deus só aqui no Brasil

Avatar
Marin 4 de dezembro de 2021

É o que dá por agora… Melhor que países que abastecem carro elétrico na tomada que é gerada por geradores a diesel, ou nuclear, ou carvão… Qto mais carros elétricos, mais poluição… Ou seja, a coisa tem q ser planejada. Carro elétrico só transfere a poluição da cidade pro campo… E as renováveis ainda são poucas

Avatar
Nanael SOubaim 3 de dezembro de 2021

Aqui está cheio de gente que simplesmente NÂO LÊ e NÂO OUVE a matéria.
Célula de combustível não é para queimar, e o etanol é riquíssimo em hidrogênio!

Avatar
Bruno Sebastião Dantas Neto 3 de dezembro de 2021

Ok,mais teremos que plantar mais cana, e vamos ter destruição ambiental. Por que vai vim aquele papo que temos que abastecer o mundo!

Avatar
JGD 3 de dezembro de 2021

Ô povinho pessimista!!!

Avatar
Helio 3 de dezembro de 2021

Eu acho que não. Carro a álcool só faz 10 km por litro. Carro elétrico a álcool faz 70 km por litro. Vai reduzir a area plantada isso sim
Entretanto vai ter que reduzir o preço do carro elétrico que atualmente é pra poucos.

Avatar
Marin 4 de dezembro de 2021

Rapaz… Não sei tua fonte, mas numa pesquisa rapida aqui, parece que o furgaozinho do protótipo faz no máximo 20km/l nao 70… E considerando que o povo agora quer suv grande e pesado… Acho que no máximo uns 15km/l… MAS você vai estar na “moda” de elétrico

Avatar
Marcelo Rodrigues Soares 3 de dezembro de 2021

Realmente falta conhecimento técnico mais profundo. Um carro a célula de combustível também precisa de bateria. A célula hj, fornece energia flat. Os picos de corrente necessário ao anda para dos veículos precisam ser suportados pela bateria. A eficiência do recuperador etanol => H2 é super baixa ainda. Assunto prá um dia de papo

Avatar
LUCIANO FERREIRA LOPES 3 de dezembro de 2021

Se a solução funcionar, mas for favorecer o sofrido povão, alguém ou “alguéns” do nosso adorável sistema político irá sabotar.

Avatar
Ricardo 3 de dezembro de 2021

Que beleza, paga se uma fortuna num carro elétrico e tem que abastecer com Álcool que já passa de 5 reais o litro, conseguiram!!!! Vamos ter carro elétrico mas seremos dependentes do Álcool que ficará ainda mais caro

Avatar
Fernando Tadeu Monteiro 3 de dezembro de 2021

Percebi nos comentários que tem ainda muita gente desatualizada com relação a fontes renováveis de energia. Quem pode ter um carro elétrico com certeza também poderá obter sistemas como placas fotovoltaica ou eólica doméstica que já existe também ou seja, abastecer um veículo vai ser de graça para estás pessoas e o impacto ambiental zero, as baterias modernas tem vida útil muito maior que o próprio veículos não serão trocadas tão cedo e podem ser 100% recicláveis.
Quem não puder ter um veículo elétrico num primeiro momento irá com certeza se beneficiar com a queda nós preços da gasolina e do etanol no momento em que eles começarem a vender menos nas bombas.

Avatar
Marin 4 de dezembro de 2021

Seria bom… MAS vc precisaria de um campo de futebol pra abastecer um carro… Fotovoltaico gera muito pouco watt por m2… Não tem como.
Energia elétrica renovável ainda é pouco também… Assim um meio termo com Etanol é o que dá por agora…

Avatar
Fernando Tadeu Monteiro 4 de dezembro de 2021

Você está bastante equivocado amigo menos de 10 metros quadrados são mais que suficiente para um carro elétrico.
Eu sei que é difícil aceitar a evolução mas ela chegou e o carro a combustão já vai tarde.
Procure pensar assim: Para produzir etanol as usinas usam energia elétrica ou seja a eletricidade já está no etanol de qualquer forma . Sendo assim as usinas usam eletricidade para produzir etanol para converter novamente em eletricidade,isso não faz sentido é muito melhor uma tecnologia que use diretamente eletricidade.

Avatar
marin 6 de dezembro de 2021

FERNANDO, menos de 10m2 ??? pra um carro ???
Bateria de um carro é de 40kw/h (os populares… um tesla é 120kw/h).
1 m2 de placa solar gera em média 0,200kw/h …
Não é viável…
Ainda tem o agravante de que nas grandes cidades são aptos.
Fora… dias nublados… umas 6hrs por dia de aproveitamento total das placas (ou menos), sombras de vizinhos, etc, etc, etc..

Avatar
Fernando Tadeu Monteiro 3 de dezembro de 2021

Prefiro mil vezes depender da bateria que do etanol, até porque, já existe bateria com vida útil de 3 milhões de km que irão durar mais que o veículo.
O Boris é um tanto antiquado e fala que a matriz energética brasileira não comporta veículos elétricos, será que ele sabe que já existe geração fotovoltaica doméstica e que abastecer carro elétrico pode ser limpo e com custo zero para o proprietário.
Outra coisa deve levada em consideração PRODUZIR ETANOL TAMBÉM GERA MUITA POLUIÇÃO.
Carro elétrico movido a etanol é piada só interessa aos usineiros.

Avatar
Helio 3 de dezembro de 2021

Bateria requer metais raros.Pode ser uma boa para empresários do setor como o dono do Niobio.

Avatar
Fernando Tadeu Monteiro 4 de dezembro de 2021

Você já pesquisou o tamanho do desastre ecológico promovido pela cana, faz a bateria ser insignificante visto que as baterias são recicláveis.

Avatar
Hélio 5 de dezembro de 2021

Olha eu não gosto dos usineiros mas todo mundo gosta de açuçar. Diga o que quiser mas neste país, carro elétrico a bateria requer usina hidrelétrica, térmica nuclear. Usinas solares e eolicas são apenas complementos. Elas não funcionam durante a noite. Baterias podem ser recicláveis mas conforme vai aumentando o uso, novas reservas de materias precisasm ser exploradas na natureza e isso também representa um desastre.

Avatar
Santiago 3 de dezembro de 2021

As grandes mudanças exigem etapas e períodos de transição. E as tecnologias híbrido flex, e-power flex e fuel cell poderiam perfeitamente serem a necessária transição para começarmos gradualmente a abandonar a atual dependência de combustíveis fósseis.
Quanto aos elétricos a bateria, ainda é muito cedo para se massificar a sua utilização sem equacionar duas questões fundamentais: Uma produção de eletricidade em larga escala, e que seja amigável ao meio ambiente; E a tecnologia das baterias, ainda muito mal resolvida para uma produção ambientalmente sustentável e em larga escala. Querer massifica-los agora, na atual situação, seria uma total irresponsabilidade

Avatar
Salomão Gonçalves Feitosa 3 de dezembro de 2021

Essa fábula de que o carro elétrico é a solução para melhorar os índices de poluição, aumentará a conta de energia, pois, o consumo desta será exorbitante, e se houver produção excessiva destes veiculos, quem tiver poder aquisitivo para adquirir um destes não pensará duas vezes, e é aí que alguém ficará no apagão, e já sabemos quem será. Ao pobre coitado da classe mais baixa será tirado o direito de tomar pelo menos um banho quente. Simples assim.

Avatar
Osvaldo 3 de dezembro de 2021

Isso é bobagem pois precisamos evitar a poluição e o desfalque no bolço que é o principal e se tiver que continuar usando álcool continua a roubalheira a exploração em todos os sentidos

Avatar
José Flávio de Lima Neto 3 de dezembro de 2021

Simples assim!!!!

Avatar
Carlos Bernardes 3 de dezembro de 2021

A malandragem de sempre do empresariado brasileiro e do governo , teríamos que continuar comprando etanol dos usineiros, que não estão nem aí para a destruição do meio ambiente , utilizam mão de obra próximo da escravidão, pagam pouco imposto, mantém uma casta extremamente cheia de privilégios. Vamos como consumidores lutar para mudar este país, temos que aproveitar este momento e partir para tecnologias realmente mais sustentaveis, socialmente mais justas e economicamente mais favoráveis ao consumidor. O carro elétrico , e suas variações técnicas , com baterias, e bem menos poluidor, tem 30 a 40 % menos parte mecânica que o carro a combustão, nos liberta parcialmente desta máfia dos combustíveis. Todas as opções no momento tem a sua parte negativa, mas o carro 100% elétrico e no momento a menos pior para o meio ambiente e nos consumidores.

Avatar
Carlos Bernardes 3 de dezembro de 2021

A malandragem de sempre do empresariado brasileiro e do governo , teríamos que continuar comprando etanol dos usineiros, que não estão nem aí para a destruição do meio ambiente , utilizam mão de obra próximo da escravidão, pagam pouco imposto, mantém uma casta extremamente cheia de privilégios. Vamos como consumidores lutar para mudar este país, temos que aproveitar este momento e partir para tecnologias realmente mais sustentaveis, socialmente mais justas e economicamente mais favoráveis ao consumidor. O carro elétrico , e suas variações técnicas , com baterias, e bem menos poluidor, tem 30 a 40 % menos parte mecânica que o carro a combustão, nos liberta parcialmente desta máfia dos combustíveis.

Avatar
Roberto 3 de dezembro de 2021

Qual a vantagem econômica em usar o hidrogênio do etanol e a queima do próprio etanol?

Avatar
Rogerio 3 de dezembro de 2021

Isso é coisa de doido pq continuamos para traz o carro vai perde potência para o elétrico e nosso motor é a combustão e ainda tem uma coisa neste modo significa que o lixo do mu do vai ser enviado para o Brasil pq vamos ser k único que vai continuar com carro a gás enquanto tos os outros pais já está testando a bateria de vidro

Avatar
Helio 3 de dezembro de 2021

PareCe que é 7 vezes mais econômico ou seja carro a álcool faz 10 km o litro enquanto que carroeletrico a álcool faz 70km.

Avatar
Claudemir 3 de dezembro de 2021

Mais um forma de condicionar o povo aos postos de combustível, engraçado como o empresário brasileiro faz de tudo para continuar lucrando encima do povo, vamos na contramão dos países de primeiro mundo somente pala ganância empresarial brasileira

Avatar
Santiago 2 de dezembro de 2021

Além da tecnologia fuell cell a etanol, também já temos os híbridos flex e a tecnologia e-power flex. Todas elas bem mais viáveis, inteligentes e sustentaveis se comparadas aos elétricos movidos a baterias.

Avatar
Pedro 2 de dezembro de 2021

Qualquer tecnologia nova e mesnos poluente será bem vinda no momento mas o custo deve ser mais baixo e eficiente pois o custo de um carro elétrico hoje é impraticável espero que está tecnologia do álcool seja mais barato.

Avatar
Reginaldo 3 de dezembro de 2021

Serám os motores eletromagnético.

Avatar
Rafael Aguilar Magalhães 2 de dezembro de 2021

A ideia até que não é ruim, mas a comparação que a matéria usou para justificar sim. A solução não é assim “tão” limpa. Como o etanol chegará ao posto? E existem outras questões na produção do etanol que devem ser consideradas. E outra… É muito melhor concentrar a emissão em um equipamento, no caso, uma usina onde a fiscalização é muito melhor. E pq não fazem uma usina q produza energia com o mesmo processo. Diminuiria consideravelmente os custos associados a distribuição e outros. Bom, me parece uma solução boa mas aplicada de maneira equivocada.

Avatar
marcio 2 de dezembro de 2021

Sinceramente não entendi, comprar um carro elétrico caríssimo aliás que precisa abastecer com etanol, será que a recarga da bateria atravéz do etanol seria mais viável que plugar o carro na tomada, matéria mal explicada.

Avatar
Airplane 2 de dezembro de 2021

Não tem bateria !

Avatar
Ricardo Rodrigues Ramos 2 de dezembro de 2021

Eu ñ entendí . Qual é a vantagem prática da célula? Consumirei menos Etanol p/ km? Onde a célula atua p/ gerar a economia proposta?

Avatar
Julio 2 de dezembro de 2021

Isso é para ingles ver ,Só no nosso ,querem ver nois abastecendo nos postos e não em casa,vai lã que faz 21 km por litro mais imagina com todos abastecendo com alcool,ja que a gasolina não ai mais dividir vendas com o alcool imagina o valor do litro quanto vai valer ,usineiros não querem parar de ganhar e o acucar vai a 10 reais o quilo,projeito furado ,só aqui no brasil mesmo vem com essas ideias para lesar

Avatar
Airplane 2 de dezembro de 2021

Esse projeto é multinacional: Japão (NISSAN), Alemanha (VW), Brasil (USP e UNICAMP), Índia e EUA !

Avatar
Rock 2 de dezembro de 2021

Exato!!! Isso é coisa é Lobby pesado de mega empresários exploradores q não querem perder a estrutura de plantações de cana e postos e bombas já instaladas , nem q pra isso , coloquem o Brasil numa dimensão inferior , atrás do novo contexto e anseio mundial, atrás dos outros! Países!! De novo!!!

Avatar
Anderson 2 de dezembro de 2021

Que matéria mal pensada, pois o carro não seria 100% elétrico e teríamos de pagar o etanol também, seria melhor tirar o hidrogênio da água como sabemos que há essa possibilidade, e também não passa pelo mesmo processo que passa a cana para produção do etanol.

Avatar
Douglas Stasionisas 2 de dezembro de 2021

A energia elétrica é muito mais eficiente em termos de aproveitamento potencial do que a termo mecânica. Assim quase não haveria desperdício dela. Em relação a não necessidade de baterias, outro enorme ponto positivo, pois são o calcanhar de Aquiles dos atuais elétricos; são caras para repor, pesadas, e demandam muito maior tempo de carga do que o abastecimento e conversão em movimento, propostas por esses carros da matéria.

Avatar
Paulo Cesar 2 de dezembro de 2021

E os átomos de Carbono que compõem a Molécula do Etanol.
Faz o que com eles ?

Avatar
Airplane 2 de dezembro de 2021

Se transforma em Dióxido de Carbono CO2 !

Avatar
Fabio 2 de dezembro de 2021

Engraçado, que pra tirar o hidrigenio da agua nao funciona, mas pra tirar o hidrogenio da agua do posto vai funcionar…interessante isso viu🤔🤣🤣🤣

Avatar
Cleberson 2 de dezembro de 2021

Pelo pouco que sei, tirar hidrogênio da água consome a mesma energia que resulta da extração. Ou seja, é soma zero. Logo, não é tecnicamente viável. O lance do Etanol teria uma extração energética positiva, e aí você utilizaria no motor elétrico.

Avatar
Rock 2 de dezembro de 2021

Exato!!! Sensacional o q postou!!! Respondam essa , xa na lhas , q fazem lobby só pra de tirar o povo brasileiro!!

Avatar
Wellington 2 de dezembro de 2021

Pq tirar hidrogênio de etanol que custa caro hj . Se posso tirar da água que tem em abundância e é grátis ou relativamente barata .só arrumado forma de roubar e não de ajudar .

Avatar
Rock 2 de dezembro de 2021

Isso aí!!

Avatar
Rodrigo vilela 2 de dezembro de 2021

E pq não usam energia solar, eólica?

Avatar
Antônio Carlos Sá 2 de dezembro de 2021

É uma boa solução, pois carro abastecido a energia irá aumentar o consumo desta e por conseguinte recairá na população, muito embora seja saibamos que empresários busquem, e visse principalmente o lucro, já estamos caminhando em busca de alternativas menos poluidoras, esperamos que o Brasil não perca essa patente, parabéns aos pesquisadores (as)!

Avatar
IVAN VASCONCELLOS 2 de dezembro de 2021

Mais uma vez, parabéns pela lucidez da explanação. Há muito defendo essa tese, como alternativa aqui no Brasil.
Mas, como não existe etanol em abundância, na maior parte dos países (e até continentes) ela ficou esquecida pelas grandes fábricas de automóveis. Ainda bem que a Nissan e a Volkswagen resolveram levar adiante esses projetos aqui no Brasil, mas é claro que vai ser a “passo de cágado” porque, como já citei, a solução não poderá ser aplicada globalmente, até por falta de terra pra plantar cana pro mundo inteiro.

Avatar
Airplane 2 de dezembro de 2021

O objetivo é implantar no Brasil e Índia (álcool da cana de açúcar) e também nos EUA (álcool do milho). Três mercados gigantes !

Avatar
yuri 2 de dezembro de 2021

Seria bom, se o motor a etanol não fosse uma gambiarra que não deu certo nem nos Estados Unidos.

Avatar
Mauro 2 de dezembro de 2021

10 anos de atraso o carro elétrico do Brasil esse protótipo já tem um 5 anos de conversa fiada é mais fácil o brasileiro comprar um lesla do que essa murissoca

Avatar
Francisco Bittencourt Netto 2 de dezembro de 2021

Não seria uma maneira de nós forçar abastecimento em postos.com bateria podemos abastecer em casa,isso incomoda o sistema!

Avatar
Airplane 2 de dezembro de 2021

No Brasil não temos sequer energia elétrica suficiente para suprir as necessidades atuais da nossa Economia (em tempos de recessão) imagina com o consumo adicional de uma frota de veículos elétricos (BEV) ! Fora os investimentos necessários para criar a infraestrutura para o carregamento elétrico desse veículos !
Inviável a curto e médio prazo !

Avatar
Eder 2 de dezembro de 2021

A questão é simples….
Tudo bonito, tudo correto.
Tudo muito bonito….
Mas, e o custo disso?
Etanol já não vale a pena comparado a gasolina. Comparado ao custo de carregamento do elétrico, fica difícil.

Avatar
Airplane 2 de dezembro de 2021

Aqui no nosso país não se tem sequer energia elétrica suficiente para suprir as necessidades atuais da nossa Economia (em tempos de recessão) imagina com o consumo adicional de uma frota de veículos elétricos (BEV) ! Fora os investimentos necessários (cerca de US$300 bilhões) para se criar a infraestrutura para o carregamento elétrico desses veículos ! Carros elétricos (BEV) só são viáveis para países ricos !

Avatar
Renato Borges Teixeira 3 de dezembro de 2021

Simples a resposta:
Ai faremos energia eletrica em usina de carvão.
Pronto, voltamos a ser Brasil

Avatar
Helio Kazuo Kiriyama 2 de dezembro de 2021

ai o etanol custando 10,00? aonde ta o ganho? duvido se houver um consumo maior do etanol vamos ter uma politica de fornecimento justa e adequada, estamos falando de uma parte pequena que tem condições de ter, as outras como fazemos? andamos com veiculos com tração animal,?

Avatar
Antônio Mota 2 de dezembro de 2021

Só fico na dúvida tirar hidrogênio do etanol. Que tem custo de produção. Mas tem o professor pardal aqui da esquina da minha casa tirando hidrogênio da água . Não seria melhor contratar ele ao invés de uma Nissan da vida pra ensinar como se faz . Meio sem sentido isso tudo não acham somme parece que querem continuar vendendo etanol só acho.

Avatar
Fabio 1 de dezembro de 2021

Obrigado ao Japão e ao seu povo. Pensam globalmente. Não tem área pra plantar cana, como nós. Os europeus: o carro elétrico é a solução. (Mas pra quem? A que custo? As baterias não poluem?) Nós teremos o carro a álcool aperfeiçoado. Tem europeu vindo pra desenvolver, porque se não tiver uma solução parecida, poderá perder o nosso mercado.

Avatar
Emilio Rubens 2 de dezembro de 2021

E a energia que é caregada na bateria vem da onde??? Como ele é produzida??? Carro eletrico polui sim principalmente na europa que energia e de termoelétricas.

Avatar
yuri 2 de dezembro de 2021

Aperfeiçoado não sei aonde.

Avatar
Airplane 2 de dezembro de 2021

Aperfeiçoado devido à eliminação da combustão e suas emissões tóxicas!

Avatar
Bento 1 de dezembro de 2021

Fala-se muito sobre a questão ambiental do carro fuel cel (hidrogênio), mas não se fala do consumo (custo) de etanol. Se o consumo form próximo do caaro a combustão com etanol, ai não vai ser vantagem e não vai pegar, visto que este carro elétrico vai custar muito mais.

Avatar
Sir.Alves 1 de dezembro de 2021

Fala-se em torno de 21mk/l em média em veículos médios rodando com etanol + célula de combustível…. ou seja, vale e muito a pena. Nenhum subcompacto 1.0 manual na estrada só com o motorista faz esta autonomia com 1 litro de cana… e olhe que esta tecnologia só está no começo, haverão aperfeiçoamentos e aumento de autonomia.

Avatar
Saulo 7 de dezembro de 2021

Precisa plantar arroz,feijão, milho para sustentar a população pasto para os bois criar animais, e evestir em tecnologia para produzir alimento para os bichos Será que vocês não estão vendo para onde nós estamos caminhando só nós do brasil vamos ter comida daqui a 50 anos agora pega nossas terras férteis Cultura as melhores do Brasil já estão sendo usadas para plantio de cana.
A solução é investir em pesquisa para energia solar acorda povo

Avatar
Celio Santos 2 de dezembro de 2021

A quilometragem que fizeram com a vanzinha da Nissan por quase um ano foi de 24km por litro de etanol, a R$5 o litro hoje teríamos aproximadamente R$0,20 por km … sendo que o Renault Zoe teria um custo de “3 centavos por km” e o Tesla modelo 3 comprovadamente faz algo como “7 centavos por km” é brincadeira né…

Avatar
Celio Santos 2 de dezembro de 2021

Se vc. analisar os veículos pesados então é de matar o Tesla Semi faria 13 Centavos de REAL por km e um Volvo equivalente faz no máximo 6km/ litro de diesel ou seja 88 centavos de Real…

Avatar
Sir.Alves 7 de dezembro de 2021

Amigo, brincadeira é o preço do Tesla amigo… tudo pesa… as baterias são caríssimas… tudo precisa ir aponta do lápis, pois um veiculo movido a célula de combustível tem baterias bem menores o que barateia e muito o custo do km percorrido… e veículos 100% elétricos precisariam ser recarregados em cada com placas solares instaladas na residência, pois recarregar com a rede publica não compensa.. é trocar 6 por meia duzia. Abraço.

Avatar
Strady 1 de dezembro de 2021

Compraria, mesmo que fosse um Fusca ou um Jeep Cj 5.

Avatar
Deixe um comentário