[Vídeo] Fiat Strada 2022: avaliamos a picape com câmbio automático

Pela primeira vez, picape oferece opção de câmbio do tipo CVT, associado ao motor 1.3 FireFly: saiba como ela anda

nova strada vermelha
Câmbio CVT é novidade da linha 2022 da Fiat Strada (Arte: Ernani Abrahão | AutoPapo)
Por Alexandre Carneiro
15 de janeiro de 2022 11:39

A linha 2022 da Fiat Strada trouxe uma novidade: pela primeira vez, a picape recebeu opção de câmbio automático do tipo CVT. Avaliamos a versão Volcano com esse tipo de transmissão, que tem preço de R$ 111.990. Assista ao vídeo!

VEJA TAMBÉM:

Fornecido pela Aisin, o câmbio automático da Fiat Strada 2022 tem sete marchas simuladas. Por sua vez, o motor é o 1.3 da família Fifefly, que desenvolve, com etanol, 107 cv de potência e 13,7 kgfm de torque. A engenharia de Betim (MG) fez um bom trabalho, já que a transmissão está bem-casada com o motor.

Desempenho

No trânsito urbano, a picape arranca bem e retoma velocidade com desenvoltura. Na estrada, o desempenho é mais limitado, mas está dentro do que se espera para um veículo de carga equipado com motor de baixa cilindrada. O resultado é adequado: não empolga, mas tampouco decepciona.

O AutoPapo não chegou a dirigir a Fiat Strada 2022 com lotação máxima, mas a picape foi avaliada com meia-carga (quatro pessoas e bagagem). Nessas condições, a performance ainda é satisfatória.

nova fiat strada 2021 volcano cabine dupla motor firefly 1 3
Motor 1.3 FireFly é o único associado ao câmbio CVT (Foto: Alexandre Carneiro | AutoPapo)

Se o motorista quiser, pode trocar as sete marchas simuladas, por meio de toques na alavanca ou pelos paddle-shifts no volante. Trata-se de um recurso cada vez mais popular em carros automáticos, que ajuda a tornar a direção mais divertida. Esse conjunto mecânico, formado pelo câmbio automático CVT e pelo motor FireFly 1.3 se tornará cada vez mais comum na linha Fiat: além da Strada e do Pulse, ainda vai equipar Argo e Cronos.

Consumo da Fiat Strada CVT 2022

Outra boa notícia é que o câmbio automático também não prejudicou o consumo da Fiat Strada 2022. As aferições do AutoPapo indicaram médias de 8,2 km/l na cidade e de 10,1 km/l na estrada, sempre com etanol.

Por dentro

Internamente, a picape não recebeu alterações. A Fiat Strada 2022 exibe um acabamento simples, com painel e forros de portas totalmente confeccionados em plástico. As pelas internas, contudo, exibem boa montagem, além de diferentes texturas, que ajudam a quebrar a monotonia. O resultado está na média do segmento de picapes compactas.

No banco traseiro, o espaço melhorou quando comparado à geração anterior. Vale lembrar que a antiga Strada cabine dupla levava só duas pessoas ali: agora, há acomodações para um terceiro ocupante.

nova fiat strada 2021 volcano cabine dupla banco traseiro
Banco traseiro acomoda três pessoas, mas espaço é bastante limitado (Foto: Alexandre Carneiro | AutoPapo)

Porém, não espere conforto nem mesmo para dois passageiros, pois o espaço traseiro ainda é bastante limitado. Um adulto de média estatura por pouco não esbarra os joelhos nos bancos da frente; e, mesmo assim, só se eles não estiverem muito recuados. A área para a cabeça também é pequena, enquanto o banco, com assento muito curto, não apoia bem as pernas.

O motorista e o passageiro da frente, por outro lado, desfrutam de espaço mais que suficiente. A posição de dirigir é confortável, mas a ergonomia Fiat Strada 2022 revela alguns deslizes: a coluna de direção não tem ajuste telescópico, apenas o de altura, enquanto o quadro de instrumentos exibe um conta-giros muito pequeno, que dificulta a leitura. Além disso, os bancos dianteiros também deveriam ter assentos maiores.

Caçamba

Em relação à antiga geração, a caçamba da Fiat Strada cabine dupla 2022 ganhou 194 litros, totalizando um volume de 844 litros. A tampa tem trava elétrica e mola para tornar o manuseio mais leve. O estepe, posicionado embaixo da caçamba, pode ser acessado apenas com a tampa traseira aberta, para inibir furtos. São boas soluções, que facilitam o cotidiano com a picape.

A suspensão manteve a arquitetura traseira com eixo rígido do tipo ômega e molas semielípticas. Essa arquitetura permite maior aptidão para o transporte de carga, mas prejudica a suavidade de rodagem. No caso da versão Volcano CVT, a capacidade máxima é de 600 kg (50 kg a menos que a similar com câmbio manual).

nova fiat strada 2021 volcano cabine dupla cacamba
Caçamba tem 844 litros de volume (Foto: Alexandre Carneiro | AutoPapo)

Apesar disso, a Fiat Strada 2022 não chega a ser desconfortável, com transferência de um nível aceitável de imperfeições para o habitáculo. A estabilidade, dentro das limitações de um veículo com proposta utilitária, também é boa. Por sua vez, os freios mostram dimensionamento correto. A direção, que tem assistência elétrica, é que poderia ter respostas menos artificiais.

Equipamentos da Fiat Strada 2022

A versão Volcano com câmbio CVT vem de série com quatro airbags (frontais e laterais), controles eletrônicos de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, câmera e sensores de ré, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, luzes de rodagem diurna em LED e faróis full-LED com auxiliares de neblina.

Há ainda bancos parcialmente forrados com material que imita couro, volante multifuncional em couro, ar-condicionado manual, computador de bordo, alarme, vidros elétricos nas quatro portas, travas elétricas com acionamento à distância, retrovisores elétricos e rodas de liga leve de 16 polegadas.

A Fiat Strada Volcano 2022 vem equipada ainda com central multimídia com tela de sete polegadas sensível ao toque, compatível com as plataformas Apple CarPlay e Android Auto por projeção sem fio, com navegação via Waze e Google Maps, música streaming, reconhecimento de voz (Siri e Google Voice) e leitura e resposta de mensagem SMS e de WhatsApp, duas entradas USB, Bluetooth e possibilidade de parear dois smartphones.

fiat strada volcano cvt automatica interior painel
Acabamento é simples, mas está na média do segmento (Foto: Fiat | Divulgação)

Ficha técnica

Ficha técnica Fiat Strada Volcano CVT 2022
Motor dianteiro, transversal, flex, 1.332 cm³, com quatro cilindros em linha, de 70 mm de diâmetro e 86,5 mm de curso, e oito válvulas, com comando único
Potência 98 cv (gasolina) a 6.000 rpm e 107 cv (etanol) a 6.250 rpm
Torque 13,2 kgfm (gasolina) e 13,7 kgfm (etanol) a 4.000 rpm
Transmissão automática do tipo CVT com simulação de sete marchas, tração dianteira
Suspensão McPherson com molas helicoidais na dianteira e eixo rígido com molas semielípticas na traseira
Rodas e pneus rodas de liga leve 6” x 16”; pneus 205/55 R16”
Freios discos ventilados na dianteira e tambores na traseira, com ABS
Direção por pinhão e cremalheira, com assistência elétrica; diâmetro de giro de 10,7 m
Dimensões 4,480 m de comprimento, 1,732 m de largura, 2,737 m de distância entre-eixos, 1,595 m de altura
Vão livre do solo altura mínima de 196 mm; ângulo de entrada de 23,3°; ângulo de saída de 28,5°, ângulo de rampa de 21,6°
Peso 1.215 kg
Tanque de combustível 55 litros
Caçamba 844 litros
Carga útil 600 kg

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Roberto Henry Ebelt 20 de janeiro de 2022

É verdade que esses motorzinhos de 3 cilindros não admitem retífica?

Avatar
BRUNO PINTO DORNELES 16 de janeiro de 2022

Faltou o ar-condicionado digital.

Avatar
Airplane 15 de janeiro de 2022

O motor FireFly 1.3 equipará, além da linha Fiat, versões do novo C3 da Citroën.

Avatar
Deixe um comentário