Absurdo! Projeto de Lei pretende anular multas no caso de venda do veículo

Certas multas de trânsito são absurdas, mas quando alguma mudança é proposta, o resultado costuma ser ainda mais duvidoso

Por Boris Feldman16/09/20 às 07h30

Existem leis de trânsito que, por mais absurdas que sejam, vão durando anos, com prejuízos do dono do veículo, do motorista e ninguém é capaz de derrubá-las.

Uma delas estabelece que, no caso do veículo ser vendido, o novo proprietário é responsável pelas infrações cometidas pelo dono anterior – caso o órgão de trânsito tenha bobeado e não tenha cobrado de quem realmente praticou a infração.

Pois estão tentando resgatar um Projeto de Lei que ficou parado anos na Câmara com uma solução ainda mais absurda: cancelar essas multas de trânsito, para evitar que elas sejam pagas pelo novo proprietário.

Ora bolas, alguém é capaz de me explicar por que não cobrar de quem cometeu a infração de fato? Afinal, o órgão de trânsito não tem seu nome, endereço, telefone e CPF?

Agente da Lei pronto para aplicar multas de trânsito com o bloco de notas e caneta na mão
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Fernando B 17 de setembro de 2020

    A lei não é de todo mal. Hoje o carro fica travado pq tem multa e ninguém compra. O ideal seria travar no CPF do motorista, não no RENAVAM do carro

  • Avatar
    Agnaldo Roberto de Souza 16 de setembro de 2020

    Só no Brasil de Gênios mesmo viu.Esses políticos são pagos (e muito bem) por nós para cometer estas coisas Imorais. É realmente a falência do Estado Brasileiro.

Avatar
Deixe um comentário