Ainda não gosta de carro 1.0? Reveja seus conceitos!

Quer saber o por que o carro 1.0 não significa mais sinal de pouca potência e desempenho ridículo? Hoje em dia é ao contrário, entenda

Por Boris Feldman 16/08/20 às 21h31
motor um litro 1 0 turbo novo chevrolet onix plus 2020 gm
Motor 1.0 de três cilindros do novo Chevrolet Onix (Foto: Chevrolet | Divulgação)

Foi há 30 anos, em 1990, que surgiu o primeiro carro com motor 1.0: o Uno Mille. Seguido do Gol, Escort, Chevette – todos gozando de uma redução do IPI, primeiro de 32% para 20% e depois para 0%; porém, com um desempenho ridículo.

Continuaram baratos, mas foram ganhando sofisticação e mais potência. Chegaram a representar, em 2001, 70%do mercado – uma verdadeira aberração! Mas entraram em decadência quando o brasileiro preferiu carros com maior cilindrada e potência.

Até que em 2013 um plano para estimular a eficiência dos nossos carros (Inova Auto) fez renascer o motor um litro. Que hoje já chegou, no caso da Volkswagen, a desenvolver quase 130 cavalos e equipar carros médios.

Se você ainda ‘torce o nariz’ para o carro com motor 1.0, está na hora de rever seus conceitos!

Motor 1.0 de três cilindros do novo Chevrolet Onix
Motor 1.0 não é mais sinônimo de pouca potência aliada de desempenho fraco (Foto: Chevrolet | Divulgação)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
9 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Regis 20 de agosto de 2020

1.0 com turbo ou sem, continua um motor fraco e limitado, que exigido tem pouca duração. Com 50 mil km já está demonstrando ” cansaço “.

Avatar
Carlos Magno Serrano 18 de agosto de 2020

Desde 2013 sempre tive carro 1.0 sempre gostei da economia, desde um Fox que fazia 14 na gasolina na estrada até um Voyage que fez 21km/l, nunca tive problemas e já subi as cordilheiras dos Andes tranquilamente, até adquirir o meu Virtus1.6, que tá fazendo 17 km na estrada com gasolina, e mais nunca ter estes carro 1.0 normal sem turbo.
Agora falta saber como é uma carro 1.0 turbo pra saber se é forte e econômico. Abraços a todos.

Avatar
Mauricio 17 de agosto de 2020

Motor 1.0 só serve para usar como secador de cabelo. Horrível em todos os sentidos. Com turbo, sem turbo, o conjunto inteiro é ruim, sem propósito e caro. Não quero nem de graça. Só tenho carros 5 cilindros pra cima e com mais de 240hp. O resto é piada sem graça de brasileiro se achando bacana!

Avatar
Marcos 17 de agosto de 2020

Tenho up normal, ta bom demais.

Avatar
JHS 17 de agosto de 2020

Não existe 1.0 fraco mais o que existe é gente que não sabe dirigir

Avatar
Fernando B 17 de agosto de 2020

Concordo em partes. O 1.0 sem turbo não tem força em subida, não adianta. A diferença para um 1.6 (ou maior) na subida é gritante. Carro 1.0 só anda no embalo.

Avatar
Sander 16 de agosto de 2020

1.0 continua andando nada.
Ah, com TURBO? Aí anda bem mais, mas continua na faixa dos motores de desempenho mediano.
Os 1.0 TSI da VW são os melhores. Geralmente com 128CV e 20kgfm de torque. É potência de 1.8 com torque de 2.0, tudo isso num 1.0 turbo.
Permite que um carro médio (um Golf por ex) acelere de 0-100 em 9,7s
Isso é desempenho mediano ainda, mas o turbo já ajudou bem. mas não deveria estar em carros médios, só em pequenos, tipo Up.
No Golf deveria partir de 1.4 turbo…

Avatar
Henrique 16 de agosto de 2020

Não troco meu 1.0 TSI por nada. É econômico o tempo todo e potente quando preciso.

Avatar
ESCAMPOS 16 de agosto de 2020

Desde que seja equipado com turbo, tudo BEM ! Mas o 1.0 com 86/88 CV, continua a não ter o efeito desejado pelo consumidor, que espera economia e viajar com mais de um passageiro. O melhor 1.0 do mercado, de linha é o KA, da Ford. Surpreende. É só.

Avatar
Deixe um comentário