Carros para PcD: uma aberração do mercado?

É justo que a pessoa com deficiência, PcD, tenha desconto para comprar um carro novo. Mas todos os critérios desse nicho são justos?

Por Boris Feldman17/08/20 às 07h30

É muito justo que as pessoas com deficiência, as chamadas PcD, tenham isenção de impostos para comprar carros zero. Entretanto, o governo exagerou nos critérios para estabelecer quem é PcD; pois relacionou 52 patologias que permitem essa redução.

Levantamento feito pelo IBGE apontou que 25% dos motoristas no Brasil podem se habilitara comprar o carro sem contribuir com IPI, ICMS, IOF e IPVA.

Como está se solicitando o aumento do valor máximo desses carros, de R$ 70 mil para R$ 100 mil, a ideia é estabelecer novas regras; eliminando as pessoas portadoras de deficiências leves.

A distorção chegou num ponto que em julho o primeiro lugar no ranking do mercado, o Volkswagen T-Cross, teve 65% de suas vendas destinadas à PcD.

Pessoa com deficiência, PcD, em movimento para entrar no carro
Mercado PcD ainda segue como um nicho justo para todos? (Foto: Shutterstock)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Fabio 21 de agosto de 2020

    Sr Boris, onde está a fonte das suas informações? Não existe NENHUMA patologia que de isenção. O que caracteriza ser PCD são suas consequências que causem algum tipo de limitações na forma de comprometimento da função física, apresentando-se sob a forma de paraplegia, paraparesia, monoplegia, monoparesia, tetraplegia, tetraparesia, triplegia, triparesia, hemiplegia, hemiparesia, amputação ou ausência de membro, paralisia cerebral, membros com deformidade congênita ou adquirida. Alem do mais não basta ser PCD, você precisa comprovar renda e que conseguira manter o carro, ou seja, pequena parte da população consegue comprovar reda de 3.500. Caso contrario seu processo é indeferido.

  • Avatar
    Eduardo Fraga carvalho 19 de agosto de 2020

    Realmente tem que verificar mesmo porque muita gente tendo direito a esse desconto e utilizando pra trabalho em transporte queria entender se solicita que tem deficiência çomo pode trabalhar transportando pessoas pelo que está muito fácil a liberação e as montadoras pedindo pra aumentar o valor pra elas interessante pro país sem recolhimento de impostos e péssimo e o caso de locadora que compra sem pagar imposto e IPVA numa cidade pagando acho em 1 porcento de ipva e rodando no país todo lucro sem risco nenhum não entendo como empresas conseguem esses benefícios todos

    • Avatar
      Romero 01 20 de agosto de 2020

      Meu Deus. Vc acabou de assassinar nossa língua portuguesa. Fico aqui me perguntando, como vc consegue “falar” ?

      • Avatar
        Claudio 21 de agosto de 2020

        Viu o sobrenome dele? é de fora, está aprendendo a nossa língua, só pode.

Avatar
Deixe um comentário