Com a chegada dos elétricos, ainda vale a pena o GNV?

Aos poucos, os elétricos vão aparecendo cada vez mais no nosso mercado. Eles colocaram o carro com GNV em xeque? Ainda vale a pena ter um?

Por Boris Feldman04/09/20 às 07h30

O carro elétrico é a opção da vez, mas e o GNV? Usar o gás ainda vale a pena? Sim, principalmente para o motorista profissional de táxi ou aplicativo.

Porque, em média, o custo do quilômetro rodado com o gás é de R$ 0,23 e com a gasolina, R$ 0,25. Uma diferença de R$ 0,12 centavos por quilômetro.

Estimando o custo da compra do equipamento do GNV, mais despesas de instalação e vistoria no entorno de R$ 5 mil, seriam necessários cerca de 40 mil quilômetros para o retorno do investimento.

No caso do motorista profissional, cerca de 10 meses. No caso do motorista particular, que roda cerca de mil quilômetros por mês, ele precisaria de mais de três anos para o retorno do investimento.

Frentista no posto de combustível abastecendo um carro com GNV
Carro movido a Gás Natural ainda é viável – mas para uma parte dos motoristas! (Foto: Shutterstock)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Marcos 4 de setembro de 2020

    Ainda vejo como grande opção, até porque os elétricos são incrivelmente caros aqui no Brasil.

  • Avatar
    Biela Quente 4 de setembro de 2020

    Faltou mencionar se o custo por km é em uso urbano ou rodovia

Avatar
Deixe um comentário