Dúvida cruel: frasco ou a granel?

A venda do óleo do motor a granel é uma opção que pode ser mais econômica se comparada à compra do frasco lacrado. Mas será que vale a pena?

Já ouviu falar de óleo a granel?
Já ouviu falar de óleo a granel? (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
16 de fevereiro de 2022 07:32

Na hora de trocar o óleo do motor sempre se usou frascos de um litro. Entretanto, está se tornando comum a venda do óleo a granel, ou seja, em grandes tambores. Tem vantagens?

Sim! A primeira é que se o cárter precisa, por exemplo, de 3,5 litros, comprando frascos lacrados você terá de pagar quatro litros e guardar meio litro para usar no futuro. Talvez quando precisar de completar o nível, caso ele já não esteja o oxidado e perdido a validade depois de alguns meses.

O óleo do motor vendido a granel tem uma outra vantagem: dispensar a embalagem plástica, por mais reciclável que seja.

VEJA TAMBÉM:

Desvantagem? Uma enorme: a falta de absoluta confiança no fornecedor. E, neste caso, melhor ficar com o frasquinho lacrado.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Rodrigo 16 de fevereiro de 2022

O pior é que tenho notado que em várias marcas, se não quase todas, as concessionárias estão utilizando óleo a granel… e pior, de marca diferente do padrão da montadora (e sabe-se lá se as especificações também atendem as recomendações)… Aqui em Poa, a Stelantis utilizou a mais antiga, simples e barata especificação para a troca de óleo no C3 2015 de meu pai… Ao reclamar, ouvi a resposta padrão: consta como indicação no manual… Como se não houvessem outras tantas sugestões melhores, mais atuais e obviamente mais caras…
Fui no setor de peças para comprar o óleo, em frasco, para a substituição fora da CCS em meu 208… paguei o dobro do valor pelo melhor produto disponível. Na minha opinião, deviam ao menos perguntar se o cliente prefere optar pelo melhor ou pelo “basicão”, ofertado para atrair clientes e começar com a empurroterapia de tantos outros serviços…

Avatar
Carlos Godoy 16 de fevereiro de 2022

A validade do óleo lubrificante é de 2 anos e não alguns meses.

Avatar
E.D.D. 17 de fevereiro de 2022

2 anos a partir da data de fabricação,não de venda, entre estoque de fábrica, do fornecedor e do revendedor é possível comprar um frasco com poucos meses de vida útil. Aprendi isso vendendo baterias, sempre que chegava estoque novo na loja tinha que movimentar todo o estoque para colocar as mais novas por último.

Avatar
Deixe um comentário