E se eu desrespeitar o limite de 80 km com o estepe de emergência?

Esse tipo de pneu ajuda a economizar espaço no porta-malas, mas tem dois limites que podem ser inconvenientes em estradas

estepe de emergencia equipado no carro
Carro com o pneu sobressalente, o estepe de emergência (Foto: Shutterstock)
Por Boris Feldman
08 de julho de 2020 21:31

Já tem alguns anos que muitas fábricas adotaram o estepe de emergência: um pneu sobressalente, fininho, para uso temporário. E, por ter dimensões reduzidas, aumenta o espaço disponível no porta-malas. Ele não pode rodar em velocidades superiores a 80 km/h e nem trajetos superiores a 80 quilômetros.

Uma leitora do AutoPapo pergunta: “ele é seguro? E se eu exceder estes dois limites?” Bem, quanto a segurança, eles foram exaustivamente testados e não há problemas.

Quanto a exceder os limites, o da velocidade é perigoso.

Acima de 80 km/h o pneu pode não resistir e provocar um acidente. Quanto a rodar mais do que os 80 km previstos, por falta de um posto ou borracharia, não é um problema grave, pois ele resiste a distâncias um pouco superiores a essas.

Pneu sobressalente, o estepe do carro de emergência
Fique atento nesta dica quando for utilizar o estepe de emergência do caro (Foto: Shutterstock)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Helena 10 de agosto de 2021

Uma verdadeira porcaria esse pneu de emergência!! Para começar o nome emergência não condiz com a explicação desse pneu inútil. Emergência significa salvar em qualquer hipótese!! Peguei estrada no interior de São Paulo, o pneu rasgou e tive que usar a linguiça de pneu. Um absurdo eu ter que rodar 80 km e a 80 km/h numa rodovia de 120km/h. Olha que eu estava no Estado de São Paulo, era final de semana e nada estava aberto para eu comprar outro pneu, o carro é um duster e não achava esse pneu por nada. Fui de Piracicaba para Campinas por dentro das cidades, não podia pegar a rodovia e causar acidente e até perder a vida se eu tivesse ido por ela. Tremenda perda de tempo e estresse, minha viagem complicou toda. Soube que tem um deputado que quer proibir esse pneu. Vou colar nele e apoiar essa ideia.

Avatar
Mateus Souza 26 de julho de 2020

Não vejo utilidade, apenas uma “manha” insegura para as montadoras gastarem menos. Debitaram a diferença no valor do pneu normal da do pneu de carrinho de cimento no valor do veículo será? Provavelmente não.

Avatar
Marivaldo Alves Vieira 11 de julho de 2020

Você ganha espaço com o estepe temporário guardado e depois o perde quando põe o estepe pra rodar. Terá que jogar fora parte da bagagem quando tiver que colocar o pneu convencional furado no porta-malas? … bela porcaria.

Avatar
Fernando B 9 de julho de 2020

Esse pneu é bizarro. Além de tirar valor do carro, uma vez que esse pneu é mais barato, ainda há outro problema. Na hora que vc precisar trocar na emergência, o pneu original será colocado onde? Vai ficar jogado lá no porta mala, sacudindo pra lá e pra cá. Li que havia um PL pra proibir carro com estepe fino, como anda esse projeto?

Avatar
Leandro 10 de julho de 2020

No meu carro u consigo prender a roda original no lugar do estepe, a única coisa é que o tapete vai ficar levantado pq a roda é mais alta, mas cabe normalmente ali no buraco do estepe…

Avatar
Deixe um comentário