Aditivada aumenta o consumo?

A médio e longo prazo, existem diferenças do efeito da gasolina aditivada no motor do carro. Esse combustível aumenta ou diminui o consumo?

abastecer carro aditivo tanque etanol alcool gasolina
Qual o efeito da gasolina aditivada no automóvel? (Foto: Shutterstock)
Por Boris Feldman
09 de março de 2021 07:30

Perguntas sobre combustíveis são muito frequentes, e uma delas é: se a gasolina aditivada realmente aumenta o consumo do motor?

E o que acontece, à rigor, é quase o contrário.

Porque os aditivos colocados na gasolina tem por finalidade evitar os depósitos carboníferos no interior da câmara de combustão.

Então, basicamente, a aditivação da gasolina é para manter limpo o interior do motor, o que não aumenta e nem diminui o consumo de combustível a curto prazo.

Porém, a médio ou longo prazo, ao impedir a formação desses depósitos carboníferos, no interior da câmara, a aditivação evita uma combustão irregular; e essa sim aumentaria o consumo de combustível.

Então, a aditivada a longo prazo evita um aumento do consumo.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
16 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Lucimeire Silva 23 de julho de 2021

Eu uso desde que tirei o carro OKM, o carro tem um desenvolvimento muito bom, fora que mantém a limpeza dos bicos rsrsrs que considero importante, porém fazer uso eventual penso que não vale à pena, ou usa só aditivada ou só comum.

Avatar
Ademir Silva 17 de março de 2021

Já usei e não vi diferença nenhuma à não ser no valor, caso seja pra fazer a limpeza do motor talvez seja mais barato fazer a limpeza do sistema de injeção. Infelizmente é muito insatisfatório o a qualidade e o preço de nossos combustíveis. Um absurdo e falta de respeito com a população!

Avatar
ANDRÉ Luiz de Freitas 16 de março de 2021

A gasolina aditivada preserva a vida do motor…Além de dar um bom desempenho…Sou frentista é conheço muito sobre combustível.

Avatar
Rodrigo 14 de março de 2021

Uso na moto e da diferença de consumo entre 5 a 8%. Só uso aditivada agora

Avatar
Leandro 10 de março de 2021

A longo prazo deixa o carro econômico, mas a curto prazo na prática a aditivada rende menos, pois a gasolina comum vai render 100% do combustível e a aditivada uma parte dela não é combustível e sim aditivo, ou seja, se por exemplo ela tiver 5% de aditivo vai render 5% menos. Mas acredito que seja tão pouco que nesse meu último carro só abasteço com aditivada, já faz uns 2 anos. Espero que esteja valendo a pena hahahaha

Avatar
Rodolfo 10 de março de 2021

Leandro,
Creio que a quantidade em litros de aditivo na gasolina seja insignificante para o tamanho do tanque de gasolina.
Pois por exemplo tem o aditivo para gasolina como o Clean Gas da Bardahl sabemos que é muito mais forte que qualquer gasolina aditivada Shell, Ipiranga ou BR e são 200 mL para 60 litros de gasolina.
A Conta fica para o Clean Gas:
60 L / 0,2 L = 300 : 1 (uma parte de aditivo para 300 partes de gasolina).
E ainda existem aditivos mais fortes que o Clean Gas que limpam até o pistão e são de apenas 200 mL. Assim creio que em 60 litros de gasolina aditivada Shell, Ipiranga e BR deve vir no máximo 200 mL de aditivo.

Avatar
Leandro 10 de março de 2021

Sim, é bem pouco, mas se colocar lado a lado vai render um pouquinho menos. Meu carro tem um tanque de 57 litros e faz 456km com esse tanque. Se tiver 200ml de aditivo vai render 454,4km aproximadamente.

Avatar
Rodolfo 10 de março de 2021

Corrigindo o texto: Eu acredito que Clean Gas seja mais forte que as gasolinas aditivadas pois li no site da Bardahl hoje que:

“Na gasolina aditivada a concentração do componente responsável pela limpeza do sistema geralmente é o mínimo necessário, e, para casos de veículos que apresentem falhas na aceleração, não é suficiente. Precisaria abastecer 3 a 4 tanques com este combustível para sentir uma melhora”.

“No caso da gasolina aditivada, os aditivos são colocados diretamente na formulação do combustível. Essa composição química tem pouca variedade entre uma marca e outra, mas normalmente tem propriedades de limpeza, que ajudam na remoção de resíduos e da sujeira de uma maneira simples”.
“Já o aditivo vendido em frasco pode ser colocado separadamente, de acordo com a necessidade ou a cada abastecimento. Sua função detergente remove e evita a formação de resíduos carbônicos da queima da gasolina e a função dispersante ajuda na quebra desses resíduos para que eles possam ser expelidos pelo próprio sistema de exaustão”.
Fonte:
Site da Bardahl
10/03/2021

Avatar
Rodolfo 10 de março de 2021

Leandro,
Conforme expliquei abaixo da proporção 300:1, então o aditivo será apenas 0,33%. Portanto se seu carro faz 15,00 km/litro na comum, fará 14,95 km/litro com gasolina aditivada. Na minha opinião essa diferença é desprezível.
Tive um Gol 1.8AP ano 1990 que só usava gasolina aditivada desde 2010 quando tinha 190.000 km e fiz 14,00 km/litro a 100 km/h, e ainda a gasolina aditivada DT Clean que eu uso tem aditivo redutor de atrito.

Avatar
Leandro 10 de março de 2021

Tb uso a DtClean.. eu não estou dizendo que compensa ou não, ou que rende muito menos.. só estou dizendo que a resposta pra matéria é essa.. aditivada não aumenta o consumo, mas rende menos, independente de ser um valor irrisório…

Avatar
Ronaldo 10 de março de 2021

Afinal de contas, qual gasolina usar no carro!
Vamos ter que ressuscitar a gasolina AZUL!!!

Avatar
Anderson souza maia 9 de março de 2021

Pra mim o consumo da comum e aditivada é o msm, ou seja ambas estão consumindo rápido

Avatar
Rodolfo 9 de março de 2021

Eu uso gasolina aditivada somente de posto de bandeira Shell e Ipiranga desde 2010. Comecei usando no meu Gol 1.8-AP ano 1990 com 190.000 km na época, notei que demorou muito mais para sujar o carburador (Brosol 2E), antes com uso de gasolina comum em menos de 10.000 km tinha que mandar limpar o carburador e com gasolina aditivada aguentou uns 20.000 km, considerando ainda que eu sei regular a mistura e a marcha-lenta, caso contrario teria que ir mandar regular o carburador aos 15.000 km. Vi a cabeça de todos os pistões dele e estavão limpos e a gasolina aditivada realmente limpa a câmara de combustão. Este carro era muito econômico na estrada cheguei a fazer 14 km/L a 100 km/h. Hoje estou com um Onix 1.4-L e uso somente desde 0 km gasolina aditivada.
Quem acredita que bico injetor é autolimpante e logo não precisa de usar gasolina aditivada veja os diversos vídeos no Youtube provando que suja sim. Então se bico injetor suja, válvula de admissão também suja o motor perderá rendimento e consumirá mais combustível.
Já um carro que está com bicos injetores e válvulas de admissão sujos a gasolina aditivada limpará os mesmos ao longo dos quilômetro e assim o motor ficará mais econômico. Já um carro que usa apenas gasolina aditivada desde 0 km ficará sempre limpo e consequentemente sempre no mesmo consumo de combustível.
Porém de nada adianta abastecer no posto mais em conta, pois o aditivo será o corante e olhe lá! Escolha combustível pela qualidade e não pelo preço. E como saber isso?
Resposta: a gasolina que fizer mais km/litro. É o tal do custo vs benefício. Pois tem posto que rouba na quantidade e na qualidade, então a conta vai ficar cara lá na frente tendo que fazer limpeza de bicos e válvulas e até uma descarbonização do motor devido a borra de óleo, pois gasolina adulterada pode estragar o óleo e formar a borra de óleo que pode em um caso extremo fundir o motor. Assim o barato pode sair muito caro!

Avatar
Marcello 9 de março de 2021

A rigor:

1) Como contém, além de gasolina, também aditivo, que não passa de um detergente para remover a sujeira (borra) do tanque, 1 litro de gasolina aditivada (X% de gasolina mais Y% de detergente) tem menos gasolina que a comum (100% gasolina), ou seja, tem menor poder de propulsão do carro. Portanto, em curtíssimo prazo, a gasolina aditivada aumenta o consumo do veículo. Não sei dizer o quanto, para isso precisaria saber o percentual de aditivo em cada litro de combustível, e isso cada distribuidora faz de acordo com seus próprios parâmetros, já que não existe regulação sobre este tema, como o Boris sempre alerta. Se for 99% de gasolina e 1% de aditivo, o consumo será 1% maior. Não é preciso ser cientista, isso é uma questão de matemática e lógica;

2) Por outro lado, com o abastecimento de gasolina sem aditivação, começa a formação da sujeira (borra) no tanque, que pode prejudicar a combustão do veículo a longo prazo, com entupimento de bicos injetores e outros problemas, mais caros que a aditivação do combustível.

Assim, cada um faz o que acha melhor para sua situação. Particularmente, acho menos danoso abastecer com combustível aditivado, que gastar depois para tentar remediar o estrago feito. Mas, cada cabeça, sua sentença.

Avatar
Alexandre Juliano 9 de março de 2021

A reportagem só faltou dizer que referências utilizou para chegar a conclusão que a médio prazo a gasolina aditivada aumenta o consumo de combustível. Foi realizada alguma pesquisa? Algum teste? Seria bom citar a fonte de tal conclusão.

Avatar
Eduardo Ferraz 9 de março de 2021

O título é só clickbait, foi feito só para atrair cliques…
Se vc ler a matéria toda ou ver o video todo (tem só um minuto) poderá ver que eles falam que a gasolina aditivada não aumenta, e nem diminui o consumo.
Ouça o que ele fala ao final do vídeo, ou então leia até o final onde ele fala que “a aditivada a longo prazo evita um aumento do consumo”.

Avatar
Deixe um comentário