Já vão tarde!

Modelos chegaram ao fim de sua linha em 2022 por estarem ultrapassados, ou por não se encaixarem na nova lei de emissões. Veja quais são eles

Honda Fit é um dos modelos que não emplacou em 2022
Honda Fit é um dos modelos que não emplacou em 2022 (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
24 de janeiro de 2022 07:32

Quem não emplacou 2022?

Alguns modelos dançaram sua última valsa em dezembro de 2021, ou porquê estavam mesmo em fim de linha, ou por não se justificar investimentos para adequá-los às exigências da nova lei de emissões. Ou pelos dois motivos…

Deixam de ser produzidos pela GM, os Chevrolet Montana e Joy (hatch e sedã). Da Citroën, dançam o Aircross e C4 Lounge. A Fiat enterrou três modelos: Doblò, Grand Siena e Uno.

A Ford fechou suas fábricas no Brasil e não produz mais nada. E nem mesmo salvou, apesar de prometido, o Jeep Troller. A Honda eliminou o Fit. A também japonesa Nissan encerrou a produção do V-Drive, novo nome dado ao velho Versa.

VEJA TAMBÉM:

Outra japonesa, a Toyota, deixou de produzir o Etios para o nosso mercado: ficou apenas para exportação.

E a Volkswagen desativou a produção de dois modelos: no começo do ano o Up! No final o Fox.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
15 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Ireno Pacífico Perotoni 31 de janeiro de 2022

O problema para o consumidor Brasileiro é que, paga o preço mais alto do mundo por um carro dos sonhos novo, devido ao absurdo
imposto brasileiro, e quando realiza o sonho, lá vem a notícia:
Carro tal, marca tal, sai de linha. E aí vem a desvalorização e a frustração do consumidor.
E oque fazer? Próxima vez comprar oque? Carro importado???

Avatar
Felippe 31 de janeiro de 2022

Eis modelos que vem de fora não chega nem perto na qualidade comprados com os da Europa

Avatar
Carlos Regis 30 de janeiro de 2022

Acredito que o termo já vão tarde” se refere a falta de avanço tecnológico nos modelos citados, afinal todos eles pararam no tempo, inclusive o Fit com todas suas qualidades.
O mercado tornou-se insustentável para a Ford por falta de competência, insistia em oferecer produtos de qualidade baixíssima a preço de carros bons, aí chega um momento que não dá mais pra competir e o melhor é jogar a toalha mesmo.

Avatar
Claudio Aparecido da Silva Cruz 30 de janeiro de 2022

Eu acho que todas montadoras deviam é dar o fora mesmo. Não dá pra produzir nada num país fim de linha como este , precisamos parabenizar a Ford pois foi muito inteligente na decisão de sumir mesmo

Avatar
Paulo 30 de janeiro de 2022

Quem fala isso nunca teve Honda, já tive 3 gerações de Fut primeira a segunda e essa última, seguro barato econômico ágil, espacoso carro prático e racional, único problema suspensao seca.só não será produzido por causa de ficar muito caro produzir o mesmo aqui e o mercado só quer esses lixo de suv

Avatar
Luiz 29 de janeiro de 2022

Eu como um administrador do honda FIT, discordo totalmente com que foi dito a respeito! Tenho um EXL 2020 e não troco por nada! Vai ficar comigo até quando Deus permitir! Excelente carro e confiabilidade! Quem o critica e pq nunca teve condições de ter um, e por se tratar de um carro muito caro! Se Deus quiser em breve pegarei o novo City Hatch, carro ficou lindo demais.

Avatar
Almir 29 de janeiro de 2022

Honda For é muito bom.
Vai fazer falta.

Avatar
Francisco Luzimar C. Lima 27 de janeiro de 2022

Acho o termo já vai tarde inadequado para o Honda Fit, pois já tive dezenas de carros ao longo dos meus 64 anos, e o Fit foi disparadamente o melhor deles. Digo mais: a montadora honda tirou-o de linha por ser um veículo que não dá problema, portanto não dá lucro nas assistências técnicas. Os donos de oficina que digam. O carro, além de nunca deixar o dono na mão, é muito econômico, espaçoso, estável, só vejo qualidades. Vale o quant custa. Vai fazer falta.

Avatar
Alexandre 28 de janeiro de 2022

Concordo plenamente com o senhor!!
Pois tenho um também e o carro é muito bom!

Avatar
Guilherme 29 de janeiro de 2022

Também achei equivocado, leviano até, considerar o Honda Fit como um carro que já vai tarde.

Avatar
André Luiz 29 de janeiro de 2022

Concordo plenamente, nunca tive um carro tão fantástico como o Honda Fit.Desagradavel a colocação do jornalista

Avatar
André Luiz Guedes de Moura 29 de janeiro de 2022

Tenho um Honda FIT/2019, ainda o vejo como um carro super moderno, estiloso, confortável, econômico, entre outras qualidades.Estive recentemente nas concessionárias pra conferir as “” novidades”” e só tem tranqueira As montadoras estão desovando geral pra chegada dos veículos elétricos.Cuidado, só veículos absurdamente “”caros””

Avatar
Grecco 25 de janeiro de 2022

Não é Jeep Troller. Ou é Jeep (FCA) ou é Troller (Ford). Nesse caso Jipe Troller.

Avatar
Francisco Luzimar Cavalcante Lima 27 de janeiro de 2022

O termo já vai tarde foi muito bem aplicado para as bombas da Fiat, principalmente o Grand Siena, famoso comedor de kit de embreagem.

Avatar
ANDERSON DE LIMA PESSANHA 29 de janeiro de 2022

Só c for 1.0 ou 1.4 por que 1.6 16v manual dura mt o meu tem 417.000 rodados e não trokei meu carro bate nada e na estrada nenhum desses citados acima dá conta!!!

Avatar
Deixe um comentário