JAC elétrico: baita economia

Para quem utiliza o carro diariamente e acumula muita quilometragem, pagar mais caro por um elétrico pode ser vantajoso

Por Boris Feldman 29/06/21 às 07h32
Investimento em carro elétrico parece valer a pena. Ao menos é o que diz Thiago, dono de um JAC iEV40
Investimento em carro elétrico parece valer a pena. Ao menos é o que diz Thiago, dono de um JAC iEV40 (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)

A revista Quatro Rodas resolveu entrevistar motoristas que já são donos de carros elétricos há algum tempo, para sua opinião.  Um deles é Thiago Garcia, motorista de aplicativo de São Paulo, que trocou há mais tempo seu JAC 40 (a combustão) pelo correspondente elétrico, o iEV40, pagando R$140 mil.

Ele diz rodar 2.000 km por mês, o carro já está com 30.000km rodados e nenhuma despesa de manutenção, por enquanto. Exceto R$60 em cada revisão obrigatória.

VEJA TAMBÉM:

“O carro”, diz ele, ”cumpre a autonomia prometida de quase 300 km e, em 12 meses de uso do JAC iEV40, fez as contas: economizou cerca de R$12 mil em relação ao modelo antigo à combustão.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
63 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Adriano da Ilha 18 de julho de 2021

Certa vez estava assistindo o teste de um automóvel elétrico no Top Gear que foi conduzido pelo Jeremy (colunista do Auto Papo) e ele disse que uma das dificuldades de se implantar em massa os carros elétricos na Inglaterra estava na geração de energia pois a Grã Bretanha consome 95% de toda energia que ela é capaz de produzir. Enfim, esse problema não se restringe ao Brasil. No mais, sem ter acesso à memória de cálculo do entrevistado, acho que o carro elétrico só é viável para quem roda muito e ainda assim, no caso dele talvez recupere seu investimento em 4 ou 5 anos. Qual a duração das baterias ?? Como são recicladas ? Enfim, muitas questões para serem respondidas.

Avatar
Giltone 7 de julho de 2021

Vou continuar com o que for mais acessível, carro só dá prejuízo,o carro dos meus sonhos é nenhum, vendi dois carros esse ano para me livrar de gastos, peguei um usado só para deslocamentos diários e quando for preciso descarto ele e pego outro baratinho, sobre combustível infelizmente aqui em nosso país não temos muito o que fazer, se um dia um elétrico custar mais barato talvez compre

Avatar
FABIO LUIS BOARATO 7 de julho de 2021

Posso fazer umas perguntas? De onde virá a energia elétrica para alimentar, digamos, 10% da frota em um país que mesmo sem essa demanda vive à beira do racionamento!? Que há pouco tempo teve a capital de um de seus estados no escuro por causa da queima de UMA subestação!? Que está a quase 40 anos tentando construir sua SEGUNDA usina nuclear!?

Avatar
CLEYSON ALEXANDRE DE MATTOS 6 de julho de 2021

Definitivamente a solução de preço alto é o aumento de oferta, comprar um carro de 140,000 para jogar fora com 13 anos de uso, fora suspensão para manutenir, interior, tecnologia embarcada vai ficar obsoleta em 5 anos(isso no Brasil) e ainda rezar para não dar pane elétrica num país com ruas horríveis e com milhares de pontos de alagamento, imagina no Rio ou em BH qual seria o valor do seguro que as corretoras vão cobrar, não tô contando com os nossos queridinhos IPVA, taxas e vistoria Veicular. Ou seja custo baixo é uma pinoia , conversa pra boi dormir. Como consumidpr boicoto esse produto no momento, para lá na frente adquirir por preço meio justo de país e fabricantes injustos e aproveitadores, gostam do cachorro morto pra surrar na bicuda.

Avatar
Joselito 6 de julho de 2021

Eu ainda não entendo porque um carro com um motor com princípios antigos (elétrico) sai tão caro. Logicamente houve uma adequação muito boa. Mas, já que tem quem paguem, é a vida.
Eu compraria um carro realmente de viagem (SUV, etc) e colocaria um kit gás. Mas esse seria eu. Tudo certo.

Avatar
Luiz AG 6 de julho de 2021

Custa caro por causa das baterias.
De nada.

Avatar
José paulo 6 de julho de 2021

Só quero saber quantos anos ele precisa ficar como carro para compensar.pior depois de um tempo tem que trocar as baterias que custa mais da metade do carro sem contar a desvalorização do mesmo.que quando trocar as baterias o carro já virou sucata…

Avatar
Luiz AG 6 de julho de 2021

Se você anotar cada gasto que tem com o carro vai saber rapidamente. E se assustar.
Geralmente um carro a combustão com 60 mil km gastou o equivalente ao seu valor para continuar rodando.

Avatar
Luiz AG 6 de julho de 2021

Continha de padaria tá. Um carro comum tem um custo médio de manutenção de metade do gasto de combustível.
Se ele roda 2000 por mês em 1 ano toda 24000. Um carro a gasolina terá um gasto de 22000 para manter o carro rodando. Isso por ano. Isso a um custo de 0,90 centavos por Km, o que nem todos conseguem.

Avatar
ROGÉRIO 6 de julho de 2021

Pagar 140 mil pelo jac, pra rodar 2 mil km por mês, esse rapaz é muito corajoso , o que ele ta ganhando relação a consumo, ele ta perdendo o dobro na desvalorização.

Avatar
Sylvio Montenegro 5 de julho de 2021

Já temos solução para TODOS os nossos problemas! A questão é; O que os PAÍSES PRODUTORES DE PETRÓLEO vão fazer com o POLUENTE, ex ouro negro!? E não tem jeito! Quando o povo vai tendo alguma esperança de economizar, vem o governo pra dizer NÃO!!

Avatar
José paulo 6 de julho de 2021

Eu tenho um carro 2019 comprei zero 92 mil está com 49 mil km eu ainda não gastei nem 30% do valor do carro.eu acho que tem gente aí que não sabe fazer conta ou não entende nada de carro…

Avatar
Márcio Andriow 5 de julho de 2021

Custo brasil
Tudo neste país é dificultado. A ganância do estado é sem limites.
Carro elétrico muito cari, importadove sobretaxado, falta de investimento na infraestrutura, não se investiu em produção de eletricidade, a qual está muito cara e sobe muiti a cada dia e, aqui no Paraná, se o cidadão investe em energia solar, além de repassar para a rede pública a energia excedente, ainda tem qie pagar icms sobre a energia produzida…aqui o sol foi estatizado.

Avatar
Fabiano 5 de julho de 2021

Eu só acho que ele roda muito pouco, um motorista de App que fazer só 2000 km por mês, dá menos de 100km por dia

Avatar
Jacob 4 de julho de 2021

Acho que esse povo nao sabe fazer contas. Nao é possível.
Por esse preço nem que fosse movido a nada valeria a pena.
Se ainda ele tivesse o mesmo conforto que um carro a combustão de mesmo valor…

Avatar
Marcello 6 de julho de 2021

Valou tudo. Dispensou todos os comentários.

Avatar
Marcio Rosa 4 de julho de 2021

Merreca de economia, só mil reais por mês? Tá de brincadeira, outra coisa que deve ser repensado é que energia elétrica está escassa, corremos sério risco de ter racionamento , isso por causa do baixo nível dos reservatórios das hidroelétricas, o ideal seria bateria auto carregável pelo próprio sistema do veículo, ainda temos que evoluir muito nesse projeto de veículos elétricos.

Avatar
Cleber Rodrigues finoti Cândido 4 de julho de 2021

Eu coloquei sistema fotovoltaico di minha residência mas não compraria um carro da marca e ainda mais pelo valor do veículo.

Quando preços caírem e outras marcas já estão chegando também vim preços altos ainda aí quero ter um elétrico

Avatar
Amilton da Silva Araújo 4 de julho de 2021

Sou totalmente leigo, porém quando se fala em autocarregavel, penso no bom e velho sistema do dínamo, partindo desse princípio e se a indústria de petróleo não fosse mandatária certamente já teriam aperfeiçoado o antigo sistema , com um excelente custo benefício.

Avatar
Jorge luiz dos santos pacheco 4 de julho de 2021

O toyoya ja faz isso e faz tempo ele nao precisar de tomada

Avatar
Ivanilson 4 de julho de 2021

As contas não batem.
Um carro de 140 mil para dirigir em app?
Em 12 meses economizou 12 mil ou seja mil por mês, levaria 10 anos pra recuperar o investimento. 30mil Km em um ano em 10 anos estaria com 300mil Km, não estagia valendo nada.
Além disso tudo trm a prestação/seguro de um carto de 140mil reais que deve ser uns 3 ou 4mil por mês. Vai dirigir o mês inteiro para pagar a prestação.

Avatar
Rogério 6 de julho de 2021

Concordo

Avatar
Luiz AG 6 de julho de 2021

Que conta é essa? Depois de 10 anos joga o carro fora?
Já trabalhei com frotas e a conta é muito mais complexa. Vai desde o capital investido, amortização, custo de manutenção e depreciação. Multiplicar o valor mensal economizado não chega a resultado nenhum.

Avatar
Maurizio Bertocchi 4 de julho de 2021

Boa tarde, eu acho que o Brasil ainda não está pronto para ter uma frota de carros elétricos, ainda, devido aos problemas de abastecimento rápido. Apesar que a Volvo só nesse ano colocou mais de 700 eletropostos e até o final do ano serão mais de mil. Eu sou apaixonado pela tecnologia do elétrico mas dei um tempo comprando um híbrido e não me arrependo de jeito nenhum! Já com um híbrido a economia é muito grande. Coloquei painéis solares em casa e nem me lembro mais quando foi a última vez que coloquei gasolina. Não se pode negar mas, infelizmente, o futuro é elétrico, isto pelo bem do planeta, da gente e do bolso.

Avatar
JOSE ADILSON PINHEIRO 4 de julho de 2021

Quem comprar um elétrico já deveria pensar na sustentabilidade, colocando um sistema de energia solar na residência resolvendo o problema. Simples assim.

Avatar
CGS 4 de julho de 2021

Bom, seria uma ótima realidade para todos e principalmente para o planeta a substituição do carro a combustão pelo elétrico, porém exite vários fatores aí que não estão sendo observados, como, as baterias, como são feitas, e mais um monte, e aínda tem uma coisa muito importante, todos esses carros tem que ser recarregados, de onde vai vir essa energia? Sem falar que o sistema de distribuição de energia no país está operando no gargalo a um bom tempo, então o que aconteceria se todo mundo começasse a trocar seu carro por um elétrico e colocar ele ligado na tomada pra carregar? Vamos ficar no escuro, essa é a resposta. E é o que ninguém vê, e o governo sabe disso, e é por isso que os carros aqui são tão caros e não tem incentivo, e vai continuar assim por muito tempo.

Avatar
rogerio 4 de julho de 2021

Amigo quem pode comprar um carro de 150 mil deve pensar em gastar de uns 20 a 30 mil em um sistema de geração de energia solar

Avatar
SIDNEI DA SILVA 3 de julho de 2021

Olá ,me surpreende em ver nos comentários aqui no auto papo ,que a maioria das pessoas parecem não está muito interessados em meio ambiente,e sim só no produto,temos que priorizar o futuro,e trabalhar o presente, achei que faltou otimismo em muitos comentários.

Avatar
sidnei da Silva 3 de julho de 2021

Tenho um enorme prazer em falar sobre a mobilidade verde ,meu sonho é que daqui em poucos anos uma frota bastante expressiva de carros elétricos já esteja fazendo parte das nossas vidas.isso já é uma necessidade para evitar o aquecimento global, tenho esperança de um dia ter meu elétrico na garagem.

Avatar
Marco 1 de julho de 2021

O problema a ser resolvido é autonomia. Em um país onde só se anda por rodovias praticamente, não dá pra pensar em ficar horas parado esperando a bateria carregar. Acredito que por aqui deveriam pensar antes nos híbridos, que resolvem esse problema, de autonomia, já que o de mobilidade não será resolvido nunca.
Particularmente eu compraria um híbrido hoje, se tivesse grana.

Avatar
Luiz Ramos 1 de julho de 2021

Olha, existem carros elétricos chineses com.difetentes funções.Tem carro de 20 mil reais com 2,3 m de comprimento e anda a até 70 km por hora, e serve para transportes de pequenas cargas na cidade. Existem motos equivalentes a 150 cc, que você gasta R$1,50 a cada 100 km, enfim tem muita coisa pra acontecer nesse mercado ainda.

Avatar
Ricardo 30 de junho de 2021

R$150.000,00 não sera carro para a grande massa.

Avatar
WANDERLEY APARECIDO DE SOUZA 30 de junho de 2021

As montadoras estão adaptando seus modelos atuais à propulsão elétrica, tendo em vista umas copiam as outras em design, o carro eletrico deveria ser um marco de mudanças e conceitos, mais diferenças, aproveitamento de matérias mais baratas e reciclável. Chega de mesmíces !!!

Avatar
João Carlos 30 de junho de 2021

Provavelmente o meu está chegando próximo mês,espero economizar bastante.muito bom👍👍👍👏👏👏

Avatar
Mauricio 30 de junho de 2021

Se os carros no Brasil nao
Fosse tao caros, talvez teriamos uma frota mais atualizada assim como as do mercado europeu. Mas aqui é Brasil…

Avatar
Vilson 30 de junho de 2021

Caro Enio.. concordo totalmente com vc. Como se trata de uma nova geraçao de veículos , as fabricas, que so na China passam de 30 marcas. deviam ser mais explicitas. o q evitaria muitos conceitos errados sobre esses novos veículos. Mas , apesar das criticas acho q essa é uma tendencia irreversivel mas que. como tudo que é novo demora um tempo para se consolidar, especialmente nos países onde a populaçao ė meio avessa a coisas novas. como por exemplo, o cambio automatico q nos EUA predominam desde os anos 50 e aqui somente agora, 70 anos depois que o povao “acordou” para esse tipo de transmissao. Ta na média…50 a 100 anos de atrso..se ve isso por alguns comentarios…abcs.

Avatar
Vilson 30 de junho de 2021

Vdd. amigo…com um cara desse ( Mister Gasosa) não dá nem pra discutir. Visão de ameba (apenas no adjetivo, sem intenção de ofender esse protozoário eh eh ) … Será que ele joga fora a bateria do carro assim que acaba a garantia? As que eu compro ( sempre Heliar) costumam durar pelo menos 3 anos além de 18 meses de garantia…

Avatar
Joao Ricardo Hartmann 29 de junho de 2021

Cuidado. Tenho um JAC T6 2016 comprado zero e com todas revisões realizadas. A cerca de 14 meses (14 MESES) foi constatado problema na caixa de direção, bate igual carroça. Foi prometido substituir a peça e até hj após dezenas de contatos inclusive com os fones da fábrica, whats de agência de Porto Alegre ainda estou esperado a chegada da peça para agendar a dita substituição ou reparo. Incrível que fiz contato com central de peças em SP e para vender em 7 dias a mesma poderá chegar até meu endereço após comprovar pagamento porém, para para fins de garantia a qual já foi aprovada pela marca estou a 14 MESES esperando e nada. CUIDADO!!!!! Atenção para quem fala bem sem ter esses carros de fato e usar de fato!!!não são ruins porém se quebrar….

Avatar
Teles 2 de julho de 2021

Essa é a JAC que eu conheço….Como o Boris só conhece a área de marketing da empresa, ele não fala sobre isso…paciência…

Avatar
Leandro Lima Rangel 29 de junho de 2021

Ele roda 2000km mês sendo motora de App, pois digo q eu rodo isso por semana , então vejam quanto economizarei!!

Avatar
Juca 29 de junho de 2021

Venho desconfiando que esse site está ganhando cachê da JAC…é só noticia positiva desta marca…dá até vontade de comprar, não comentam uma coisa negativa e olha que não faltam motivos pra vc não comprar esse troço…alguém lembra do J3 Turim no Faustão ??? pois é, essa imitação de palio com pouco tempo saiu do mercado que quem comprou ficou com um baita prejuízo, inclusive ficou com a ausência de peças…essa é a JAC que o Boris não fala…

Avatar
LEANDRO PACHECO 29 de junho de 2021

Tenho um j3 jetflex 2014 por mais que tenha desvalorizado o carro não tenho o que reclamar sou apaixonado por ele todo completo econômico, hoje está bem mais fácil de achar peças do carro excelente carro estou pensando em ir para um elétrico, mais estou aguardando mesmo o j7 em conjunto com a volks.

Avatar
RICARDO Maia 1 de julho de 2021

Vdd tbm tenho ND a reclamar

Avatar
Teles 1 de julho de 2021

JAC é marca de carro pra quem não tem dinheiro pra comprar uma marca de primeira linha…ai tenta fazer milagre com esses carros….

Avatar
LEANDRO PACHECO 2 de julho de 2021

Não troco meu jac por nenhum nacional abaixo de 50 mil, até porque são apenas os carros acima de 50 mil que chega perto dele com opcionais que ele possui e pode colocar qualquer um para andar do lado que vai passar vergonha.

Avatar
Mister Gasosa 29 de junho de 2021

Corrigindo o texto:
Outra coisa a se pensar é ecologicamente correto descartar um carro elétrico com apenas 8 anos de uso que acabou a vida útil do jogo completo de baterias, , sendo que se vai gastar energia para reciclá-lo e mais energia para fabricar um novo?

Avatar
KGracher 29 de junho de 2021

Não se descarta um carro elétrico em 8 anos, isso não existe. A bateria tem garantia de fabrica de 8 anos, cada fabrica determina um percentual, mas no geral com 8 anos ela tem que carregar no mínimo 80%, senão vc pode acionar a garantia e trocar o Pack ou a célula que apresentar defeito.
Sendo assim após 8 anos a bateria continuará funcionando, temos carros elétricos rodando no Brasil com mais de 10 anos e funcionando perfeitamente.

Avatar
Mister Gasosa 29 de junho de 2021

Que seja 8 ou 15 anos, tanto faz… a ideia é mostrar que quando a vida útil do jogo completo da bateria chegar ao fim pode ser inviável a sua substituição por outra nova 0 km e de marca de renome ou original.
Pois vendi meu Gol ano 1990 a gasolina com 29 anos de uso e 242.000 km funcionando. Na família tem um Vectra 2,2-L ano 2002 com 19 anos de uso funcionando, já um carro elétrico será que vai ser assim e com autonomia satisfatória? Pois quero rodar no mínimo 500 km sem ter que carregar bateria.

Avatar
Mister Gasosa 29 de junho de 2021

KGRACHER
Veja o trecho abaixo:
+ BMW: são oito módulos compondo a bateria do elétrico i3, o antigo, cada um custando quase R$ 20 mil, de acordo com Henrique Miranda, gerente de produtos elétricos da marca. Ou seja, substituir o pacote completo, fora da garantia de oito anos, custaria R$ 160 mil. Não há informações sobre o conjunto do novo i3, que pode ser encomendado por quase R$ 200 mil.
Como visto, não há padrão. Mas carros elétricos tendem a ser quase que totalmente “cascas” sobre baterias, quando falamos de valores. Na prática, quase acaba valendo trocar o carro inteiro e não a bateria, caso algo dê errado e a garantia não cubra…. – Veja mais em https://www.uol.com.br/carros/noticias/redacao/2018/09/12/saiba-agora-quanto-custam-baterias-de-carros-eletricos-e-quem-recicla.htm?cmpid=copiaecola

Avatar
Mister Gasosa 29 de junho de 2021

KGRACHER,
Você tem carro elétrico, qual e a quantos anos?
Qual viagem mais longa você faz com seu carro elétrico?
Quanto tempo você pretende ficar com esse carro?

Avatar
Mister Gasosa 29 de junho de 2021

O carro elétrico vai durar pouco. Segundos estudos de consultorias internacionais, um carro tem vida útil média de 13 anos. Muitos acreditam que os carros do futuro, com mais tecnologia e conhecimento aplicados em sua produção, além de motores elétricos que usam muito menos componentes, durariam mais.
Fonte:
https://motorshow.com.br/blog-sobre-rodas-carro-eletrico-vai-durar-dez-anos-a-menos-os-atuais/

Avatar
Vilson 30 de junho de 2021

Disse tudo amigo. Tem gente ai confundindo tempo de garantia com tempo de dyraçao. Se fosse assim todo ano a gente teria que jogar fora a TV. Geladeira, Fogao e ate o carro quando acaba a garantia…

Avatar
Mister Gasosa 29 de junho de 2021

Ele pode ter economizado agora em gasolina ou etanol, mas quero ver quando acabar a garantia da bateria se ele vai ficar animado com o preço de um novo jogo completo de baterias.
Tem gente que diz quando aumentar a produção de carros elétricos o preço vai cair, mas eu não acredito nisso, pois aqui no Brasil não vejo lógica no preço dos automóveis, pois sempre tem uma desculpa para aumentar o preço:
– custo Brasil;
– lei da oferta vs procura;
– inflação acumulada;
– aumento do dollar;
– impostos;
– isenções que terminaram;
– etc.
Se fosse por essa lógica de aumento da produção baratear o produto motor a combustão interna hoje seria muito barato, o que sabemos que não é. Em 2020 com a pandemia Covid-19 achei que o preços dos carros 0 km ia cair, mas pelo contrário aumentou. Brasil não tem lógica preços de carro 0 km e então as peças de reposição de carros 0 km também acredito que devem aumentar o preço junto com dos carros 0 km, salvo melhor juízo.
Desta maneira, suponhamos que um carro elétrico tenha acabado a vida útil logo após o termino da garantia da bateria de 8 anos, então o carro terá depreciado 8 anos e precisará de um jogo completo novo 0 km de baterias e de marca de renome ou original de fábrica. Será que vai ser economicamente viável? Nessa condição me parece que muita gente não terá condições de ter um carro usado após terminar a garantia das baterias.
Outra coisa a se pensar é ecologicamente correto descartar um carro elétrico com apenas 8 anos de uso, sendo que se vai gastar energia para reciclá-lo e mais energia para fabricar um novo?

Avatar
Rodrigo Cruz 29 de junho de 2021

Concordo com Mister Gasosa e essa economia de 12k reais num ano pela diferença de preço do carro, vale a pena? Talvez pra quem trabalhe com carro, onde essa economia pode aumentar, faça sentido, mas para o de passeio não acho tanta vantagem assim. Não entendo porque carro a Hidrogênio com célula a combustível não vai mais a frente.

Avatar
Itamar 29 de junho de 2021

Um carro que no modelo combustão custaria entre 60k e 70k, custando 150k não é necessariamente uma economia. Dizer que a manutenção de um carro q não teve nem 5 anos, é economia, é meio que demagogia.

Avatar
Márcio Luis Mota de Azeredo 29 de junho de 2021

Amigo temos que pensar num todo como IPVA que aqui no Rio é de 0,5 % e no meu caso que tenho energia solar instalada a redução de custos é muito grande.
Além dos custos de revisão que no caso da JAC aia de 150 a 250 reais a cada 10.000 KM.

Avatar
Celimar 30 de junho de 2021

Sei q com o passar dos anos e a garantia ter ido embora. Esses elétricos não vai ter valor nenhum, quem vai ser o louco de comprar uma bomba q se der defeito é lixo. Falta de peças e se tiver é inviável o reparo acaba com o valor do carro. Vai da lucro so pra quem usar muito em quanto tiver garantia. Se exemplos semelhantes, pegue um vectra 2000 e um corsa 2000, novos uma diferença enorme de valor,hj sendo os 2 completos a diferença de valor desapareceu e o vectra é peças caras o valor cai pra um popular e difícil quem quer,issose repete em muitos veiculos (omega,golf, passat, marea rsrs……. Mas quem vai comprar um carro de 150 a 200 mil não vai segurar 21 anos né, é tão bom o carro q ele vende antes q encomodar rsrs.os híbridos no brasil já são depreciados imagina esses. São classes sociais diferentes q conseguem comprar um produto e trocar em menos de 10 anos.

Avatar
Mister Gasosa 29 de junho de 2021

Muito obrigado!

Avatar
Mister Gasosa 29 de junho de 2021

Vejam também o trecho abaixo de um artigo do link abaixo:
“A bateria integrada ao carro também tem impacto na vida útil do veículo. No Brasil, até 2018, a frota circulante de automóveis era de 37 milhões de veículos, mas apenas 42% (15 milhões) tinham menos de oito anos de idade. A duração de uma bateria depende do seu uso, mas também do tempo decorrido. Quanto tempo essa bateria vai durar?

A maioria dos fabricantes dá garantia de oito anos e 160 mil quilômetros, com capacidade residual de 60%, para as baterias de seus veículos. Atualmente, o custo de uma bateria nova (50 kwh) seria de aproximadamente US$ 12 mil para o fabricante.

No Brasil, com o pagamento de tributos, o valor de uma bateria avulsa chegaria facilmente a R$ 90 mil sem a instalação. Quando arriar, o carro todo vai virar sucata, pois o custo de substituição não valerá a pena. Se isso ocorresse com os veículos com motor de combustão interna, seria como sucatear mais da metade dos carros em circulação no Brasil”.

Fonte:
https://www.automotivebusiness.com.br/artigo/1852/e-quando-a-bateria-do-carro-eletrico-arriar

Avatar
Vilson 29 de junho de 2021

O termino da “garantia” das baterias nao significa que que elas vao parar de funcionar. Sua TV, Geladeira e ate seu carro vvc joga fora qdo acaba a garantia? Entao, esse bando de imbecís q estao postando asneiras aqui nesta coluna nem sabem o que estao dizendo…

Avatar
Henrique Calixto Pereira 29 de junho de 2021

Mister gasosa,no mínimo é terraplanista,negacionista ou mais um robô dos bobonaros,tudo que ciência, inteligência eles odeiam”Viver na burrice é mais conveniente pra estes bitolados que adoram viver em Fake News.

Avatar
Enio tonietto 30 de junho de 2021

As fabricas deveriam dar esplicacoes sobre tantas indagacoes

Avatar
Isaias do restaurante 1 de julho de 2021

Nister Gazoza. Qual a idade do carro que você possui atualmente? O carro que você manteve por mais tempo tinha quantos anos de fabricado?

Avatar
Deixe um comentário