Mexicano bate de frente com brasileiro

Existe um acordo que faz com que os veículos produzidos e importados do México cheguem ao Brasil com um preço competitivo. Entenda:

O acordo do Brasil com o México permite o livre comércio de automóveis entre os países sem tarifas aduaneiras
O acordo do Brasil com o México permite o livre comércio de automóveis entre os países sem tarifas aduaneiras (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
17 de agosto de 2021 07:32

Sabe por que diversos modelos de automóveis produzidos no México chegam no Brasil com preços super competitivos com os nacionais?

Porquê, da mesma forma que temos um acordo com a Argentina (Mercosul), temos também um bi-nacional com o México, ou seja, livre comércio de automóveis entre os dois países sem tarifas aduaneiras.

Essa isenção tributária explica porque são competitivos aqui o Chevrolet Equinox, Ford Bronco Sport, Kia Cerato, Mercedes GLB 200, Nissan Versa, picape Ram 2500 e dois da Volkswagen, Jetta e Tiguan.

VEJA TAMBÉM:

Ao contrário dos importados dos Estados Unidos, Europa e países asiáticos, eles não pagam  35% do imposto de importação, mesmo acordo que temos com os países do MERCOSUL.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Hermógenes da Silva Santos 17 de agosto de 2021

Realmente são ‘competitivos’ os preços dos importados, pois o que mesmo importa é que o assalariado não apresenta condições financeiras para adquirir um automóvel com os preços aqui praticados. Parabéns, gado resumido, gado feliz!

Avatar
José Otaviano 17 de agosto de 2021

Enquanto aqui fecham fábricas, diminuindo
Empregos
O que o México importa do Brasil?

Avatar
Deixe um comentário