Turbo: tem almoço de graça?

Motor turbo é 'mil maravilhas'? Como ele oferece melhor desempenho sem aumentar o consumo do carro? A resposta é simples...

motor turbo carro turbina shutterstock 152818436
Como funciona o sistema turbo no motor do carro? (Foto: Shutterstock)
Por Boris Feldman
12 de março de 2021 07:30

Um leitor do AutoPapo me diz: “todos sabemos não existir almoço de graça; ou seja, de um jeito ou de outro, tem-se que pagar pelo que recebe.” E então ele pergunta: “como é que um motor turbo oferece melhor desempenho sem aumentar consumo?

De onde sai essa energia extra? Mas não é difícil explicar:

Basta imaginar que motor aspirado, ou seja, sem o turbo, existe uma energia desperdiçada pela descarga; é a força dos gases de escapamento.

Então, a turbina é movimentada exatamente por esses gases, cuja energia é desperdiçada no motor aspirado. Quer uma analogia?

A energia elétrica produzida por uma usina é um aproveitamento da queda d’água de uma cachoeira, até então desperdiçada.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
13 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Artur Taveira de Oliveira 14 de março de 2021

O Sr. Boris, explicou corretamente o que acontece, mas de forma sucinta e que pareceu não explicar muito. O reaproveitamento da energia de diversos tipos de descarga pode tocar um equipamento extra, neste caso uma turbina que é impulsionada pelos gases da descarga que seriam disperdiçados de qualquer forma e que pelo outro lado empurram o ar atmosférico com pressão nos circuitos de admissão, aumentando a resposta a solicitação de giros maiores e produzindo um melhor desempenho … Muito se pode falar acerca disso mas não é caso no momento.

Avatar
Fabio 13 de março de 2021

A matéria mais desinformou do que sem ela. Sugiro que seja retirada e, a retorne com informações mais completas. Por exemplo, comparando 2 veículos, mesmo modelo, mesmo fabricante, com motores com e sem turbo. Consome mais? Precisa mais manutenção? Itens que se deve ter cuidado? Precisa gasolina especial? Durabilidade do motor?

Avatar
Julião 12 de março de 2021

Carro turbo é para o primeiro dono apenas e andar no máximo uns 60 mil km. Depois a turbina já tende a dar problema. Carro turbo seminovo apenas jagunço compra.

Avatar
ALEXANDRE CESAR 12 de março de 2021

Bobagem. Tenho um carro turbo, de fábrica, 230.000 km, até hoje só trocou fluidos, velas, correias e amortecedores. Fazendo as manutenções exigidas, no tempo correto e com peças originais .

Avatar
Rafael 12 de março de 2021

Diz isso pra turma que tem F1000 e D20… carro depende do dono. Carro turbo, especialmente os com injeção direta, precisam de alguns cuidados: troca de óleo com 5000 km, combustível de qualidade (preferencialmente aditivada), troca de filtros no prazo e deixar o motor funcionar 30 segundos antes de sair e antes de desligar.

Avatar
GABRIEL Mb 13 de março de 2021

Disse tudo. Meu passat tá com 82 mil km, do mesmo jeito que novo. Nada de fumaça, turbina sequinha, óleo não baixa nível. Tem que cuidar, e não adianta economizar, a manutenção desse tipo de carro não é barata. Ainda na mais nesse caso que ainda tem o Dsg…

Avatar
Agassis Rodrigues 12 de março de 2021

Rapaz, que saudade do velho e bom jornalismo, onde as noticias entregavam “noticias”, onde ao ler uma noticia ou um artigo você saia com algo “novo”, um conhecimento mais aprimorado daquela informação. Hoje é tudo raso, tudo superficial e feito para seres desmiolados e desprovidos de senso crítico. Estamos na geração copy-cola, acredito que passou da hora de ser obrigatório pelo menos uma faculdade de jornalismo, pois de amadores o planeta já está saturado.

Avatar
Leandro 12 de março de 2021

Reclama da matéria e escreve “copy-cola”. Faz um blog pra vc.

Avatar
Renato 12 de março de 2021

Que explicação ruim! Isso explica como a turbina empurra mais ar para dentro do motor, usando a energia do escape, mas não responde a pergunta. Para ter mais potencia no motor a turbina facilita a mistura de ar e combustível. Esse ganho na potencia aumenta o consumo???? “Cavalo anda, cavalo bebe!”

Avatar
Rodolfo 12 de março de 2021

Creio que uns dos motivos de motor turbo ser mais econômico que aspirado seja porque para uma determinada potência, por exemplo 153 CV um motor turbo tem cilindrada (volume) menor que um aspirado. Pois para 153 CV um turbo teria 1.4-L e um aspirado seria uns 2.4-L. Assim menor tamanho de cilindro implica em menor atrito entre pistão e cilindro e por consequência menor consumo de combustível.

Avatar
Rodolfo 12 de março de 2021

Motores comparados:
– 1.4-L turbo – 153 CV – Cruize;
– 2.4-L – 150 CV – Vectra.

Avatar
GABRIEL Mb 13 de março de 2021

ah bom, porque hoje em dia vc tem motores 1.8 chegando nos 150 cv, e vários 2.0 de injeção direta que já passam dos 170. A Fiat tá chegando com o 1.3 turbo de 170~180 cv e 28 kg de torque. E olha que em 2006 as 325i já batiam 218 cv com o 2.5 aspirado

Avatar
Rafael Lopes 12 de março de 2021

Na verdade carro turbo é econômico pq na prática são dois carro. O meu por exemplo se comporta como um 1.6 normal até os 3000 rpm. Depois dos 3000 rpm ele se comporta como um seria um 2.5 aspirado.

Avatar
Deixe um comentário