Te cuide! 1,6 milhão só de peças falsificadas Mercedes apreendidas em 2019

Cuidado! Comprar peças de reposição sem saber a procedência delas pode ser perigoso. Entenda mais sobre este caso que envolve a Mercedes

Por Boris Feldman23/07/20 às 07h30

A Mercedes-Benz criou em sua matriz na Alemanha um departamento autônomo para combater a pirataria internacional de peças de reposição. E só da sua marca foram apreendidas, em 2019, 1,6 milhão delas falsificadas.

Para se ter ideia do tamanho desse negócio, a OECD – Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico – estima em $ 509 bilhões o faturamento anual de produtos falsificados.

Os especialistas da Mercedes rastreiam essas organizações criminosas por ofertas de peças com preços super competitivos online ou em feiras internacionais.

Percebeu o perigo que representa comprar peças de reposição por preços muito inferiores aos praticados no mercado?

Várias peças de reposição em fotomontagem com o automóvel ao fundo
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    RVA Consulting 24 de julho de 2020

    Os preços das peças de marca não são o problema, porque quando compramos uma marca, compramos todo o envolvente, tal como o custo de mão de obra cobrado. Neste sentido, as marcas já estão em alerta e hoje apresentam soluções de revisão acopladas no contrato de compra. Não se pode ter peças a preços despreziveis de marcas de confiança. Consulte o seu vendedor!!

  • Avatar
    cotavg04@gmail.com 23 de julho de 2020

    Então o provoca está situação são extremamente o abuso praticado pelo preço de mercado.

  • Avatar
    claudio meirelles machado 23 de julho de 2020

    Sem duvida alguma. Se os valores cobrados pelas montadoras fossem justos isto não aconteceria. Isto parte da ideia que carro carro tem que ter peça cara. Pode até ser, mas deixa ser criado um mercado de reposição, legal, para estimular a concorrência e baixar os preços.

  • Avatar
    Rednilson Pozzati 23 de julho de 2020

    Concordo com quem diz que ,quem tem bala para comprar um carro de 180 mil ,não ira fazer questão de pagar em 1 letra e 3 números quase R$ 400,00 se não for mais , mas passado 5 a 6 anos sim se torna sem sentido.

  • Avatar
    Denis Frederico 23 de julho de 2020

    Era só ele não cobrarem um absurdo peças peças de reposição que isso não aconteceria, exemplo, emblema da grade da GLA ou CLA R$ 900,00 (já roubaram 2 da minha GLA), fora o suporte do emblema da grade R$ 5.000,00. Por isso que os preços desses carros despencam depois de 3 anos.

Avatar
Deixe um comentário