Mercedes Classe X fracassou, mas picape Renault Alaskan virá para o Brasil

Após picape do mesmo projeto ter fracassado, Renault manteve o planejamento da Alaskan e confirma que ele virá para o Brasil

Por Boris Feldman27/07/20 às 07h30

Está lembrado de um projeto das marcas Nissan, Renault e Mercedes para a produção de uma picape? Pois uma das fábricas seria na Argentina, e de lá viria a Nissan Frontier, a Renault Alaskan e a Mercedes Classe X para o Brasil.

Mas a Mercedes começou a produção de sua picape Classe X na Espanha, foi um fracasso de mercado, ela cancelou a produção na Espanha e abortou o processo na Argentina.

Mas a Nissan Frontier vai muito bem, obrigado, e a Renault manteve o projeto da Alaskan baseado nos mesmos componentes que a Frontier.

Será lançada na Argentina até o final deste ano e chega no Brasil em 2021; com os motores 190 cavalos, bi-turbo, e 2.5 Turbodiesel de 163 cv, com câmbios manual de seis marchas ou automático de sete. Tração em duas ou quatro rodas e sem a opção flex.

Picape Renault Alaskan na cor prata em movimento na estrada com a traseira em detalhe
Projeto da picape Alaskan foi mantido e a marca francesa vai lançar o novo modelo no Brasil (Foto Renault | Divulgação)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Valdir Moreira 27 de julho de 2020

    Não vejo mercado para veículo desse, uma cópia da frontier que já não é boa de venda e vai concorrer com ela mesma, sem sentido.

    • Avatar
      Carlos R Rego 27 de julho de 2020

      Caro Valdir, o que a arenailt esta querendo fazer é uma alternativa de posicionamento de preco. A Alsdkam virá como uma picape para trabalho, enquanto a Frontier é um segmentomais esportiva. Uma indústria automotiva só lança um produto mediante pesquisa de posicionamento. É esta lacuna que a a Renault quer ocupar.

Avatar
Deixe um comentário