Renault cansou dos populares

Renault anunciou no ano passado que voltaria sua produção para carros mais rentáveis; Fabricante já se prepara para aplicar o plano no Brasil

Novo Renault Captur será feito sobre a nova plataforma da marca francesa
Novo Renault Captur será feito sobre a nova plataforma da marca francesa (Foto: Renault | Divulgação)
Por Boris Feldman
21 de março de 2022 07:32

A matriz da Renault na França convocou a imprensa no início do ano passado para informar profundas modificações em seus modelos pois vai eliminar de sua gama os mais baratos e se dedicar aos sedãs, SUVs, elétricos, que trazem maior rentabilidade para a empresa e concessionários.

Dito e feito, também no Brasil: sedã Logan e o hatch Sandero não receberão novas gerações, pois está se dedicando agora a novos utilitários esportivos.

O primeiro deles será menor que os atuais Duster e Captur e deverá ter apenas 4,20 m de comprimento. Sobre uma nova plataforma mundial da Renault.

VEJA TAMBÉM:

Como se fosse uma atualização do atual Sandero Stepway, porém com um novíssimo motor – que também será produzido no Brasil -, um flex turbo de três cilindros, 1.0 e desenvolvendo 120 cv.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
6 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Marcio 22 de março de 2022

Será que o brasileiro terá condições financeiras de acompanhar essa tendência de veículos com maior valor agregado?

Avatar
bruno vasconcelos 22 de março de 2022

A Stellantis parece a Unica marca (grupo) ainda Apaixonada em fazer automoveis… estão investindo muito, comprando e unindo com tudo, é um grupo apaixonado em criar coisas novas.. enquanto outros eu apenas vejo como “negocios”

Avatar
bruno vasconcelos 21 de março de 2022

Stellantis que está certa: Apostando nos populares , mesmo que ganhando pouco ou quase nada, alavanca toda sua industria e tecnologias, com mais CSS, mais fornecedores, mais credibilidade e mais negocios… a Stellantis vai de contra mão esta tendencia da Ford Renault e tantas q estão acabando com carros populares

Avatar
FELIPE 22 de março de 2022

Realmente a diferença nas estratégias é gritante… até o único esportivo que tinha no catálogo da Renault (Sandero RS) foi descontinuado enquanto a Stelantis planeja trazer a linha esportiva Abarth…

Avatar
Diego 22 de março de 2022

Concordo plenamente!

Avatar
Andre Rocha 21 de março de 2022

Tinham é que tirar essa porcaria mal feita chamada Kwid!

Avatar
Deixe um comentário