Seguro DPVAT: extinto por dois anos?

O Seguro DPVAT, que ficava sob o monopólio da Seguradora Líder, vai ser extinto para sempre no Brasil ou apenas nos próximos dois anos?

seguro dpvat acidente transito
Seguro DPVAT (Foto: reprodução | Internet)
Por Boris Feldman
29 de novembro de 2020 21:31

Tantas foram as maracutaias, os malabarismos financeiros danosos ao bolso do brasileiro que as seguradoras participantes do consórcio DPVAT resolveram dar um tiro certeiro no próprio.

Que deixa de existir a partir de primeiro de janeiro de 2021 Junto com o consórcio DPVAT, vai-se também a Seguradora Líder.

Neste caso, como será pago o seguro obrigatório no ano que vem?

A SUSEP, responsável pela regulação dos seguros privados, está nesse momento avaliando a possibilidade de isentar os donos de veículos a pagar o DPVAT nos próximos dois anos.

Mas quem vai assumir as indenizações dos acidentes de trânsito?

Os R$ 9 bilhões tomados de assalto pela Líder e que estão, portanto, sobrando no caixa. Está sendo avaliada também uma intervenção na administração da Líder, para acabar com essa gestão danosa e temerária.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
23 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Rozelia 24 de janeiro de 2021

tem que acabar mesmo porque muitos pagam para muitos receber

Avatar
WALKER DAMIAO TEIXEIRA DA SILVA 30 de novembro de 2020

Até q fizeram algo de amém

Avatar
Jorge Melles 30 de novembro de 2020

O que se tem de fazer para evitar essas apropriações indébitas( ou mecanizações dos valores em “propriun utile”) com os valores arrecadados é dar aos CORRETORES DE SEGUROS a primazia desse tipo de SEGURO!!! Daí ñ mais haverá essas distorções !!! Pois; é o PROFISSIONAL dessa área!!! E nunca iria mecanizar !!!

Avatar
JUBSON SIMOES 30 de novembro de 2020

O que ocorre é que o seguro dpvat é monopolizado pela empresa Líder, e seus empresários fazem loby pra manter essa cobrança dos donos de veículos. Vá precisar do seguro que tem de entrar na justiça pra conseguir.Tem de facultar ao dono do veículo escolher sua seguradora, por ser obrigatório. Quanto ao seguro normal fica a parte, pq não é obrigatório.

Avatar
Getúlio Santos 30 de novembro de 2020

45% da arrecadação do DPVAT é destinada ao Ministério da Saúde (SUS). Se o referido seguro for realmente extinto, quem fará esse repasse?

Avatar
Henrique dos Santos Saraiva 30 de novembro de 2020

O seguro não vai ser extinto, apenas as empresas que faziam a administração como o consórcio dpvat e a seguradora líder vão sair e a SUSEP está trabalhando um novo modelo.

Avatar
Rocky Oliveira 23 de dezembro de 2020

Nós.

Avatar
Rita Sayd 30 de novembro de 2020

Eu tenho um carro novo…concordo cpm meu ipva. Pois 6000 de ipva compensa.sp nao compensa esse buracos nrsta via.pois a manutencao faz trpcar de veiculo 8 em 8 meses.qto. ao DPVAT vai srr dificil para aquele veiculos mais antigo.

Avatar
Miguel Angel Pettengill 30 de novembro de 2020

Sou uma pessoa de idade e estou em confinamento em casa desde fevereiro, não consegui pagar meu seguro obrigatório de 2020 e tampouco consigo realizar esse pgto via boleto expedida peso site do Detran Df
Como devo fazer PF me dêem uma orientação

Avatar
Valmir de Souza 30 de novembro de 2020

Gostaria de saber o preço e as condições de pagamento e onde eu ver ?

Avatar
EURICO XAVIER DA SILVA 30 de novembro de 2020

Ninharia 5,65

Avatar
José de Mattos Souza 30 de novembro de 2020

O DPVAT deveria ser cobrado “por motorista” e não “por veículo”! Isto porque o proprietário só usa “um” veículo por vez. Os colecionadores, que, às vezes possuem até 50 carros, pagam “50 IPVA” e, em caso de acidente, estarão dirgindo só um deles!
Fica a sugestão para as autoridades responsáveis.
José de Mattos Souza.

Avatar
Fernando B. 30 de novembro de 2020

O maior problema no Brasil é o IPVA. Além dele existir, ainda há outro absurdo. Carros mais novos pagam mais caro do que carros velhos, sendo que carros novos quebram menos (não precisando chamar guincho e atravancar a vida de outros carros na via), tem, via de regra, seguro pago à parte, poluem menos o ambiente etc. Já que querem colocar imposto, deveria ser o inverso do que é, ou seja, o IPVA começar ZERADO para carro zero e ir subindo aos poucos conforme o carro iria ficando velho. Isso estimularia o mercado a trocar de carro. Eu, por exemplo tenho um carro 1.6 ano 2014 (comprado zero) e vou ficar com ele até onde der, pois o carro é bom, quebra pouco e o IPVA já está bem mais baixo do que quando o comprei zero… para que vou querer carro zero? Agora se fosse o inverso, meu IPVA estivesse subindo com o passar dos anos, talvez eu pensasse em trocar de carro.

Avatar
José de Mattos Souza 30 de novembro de 2020

No Japão já e´assim há muito tempo!

Avatar
EURICO X DA SILVA 30 de novembro de 2020

IPVA e roubo tiram DPVAT uma mixaria e deixam esse roubo

Avatar
Nelson Batista de Souza 30 de novembro de 2020

dia 4 de dezembro vence o meu .
como devo proceder?
devo pagar? Ou não?

Avatar
Fernando B. 30 de novembro de 2020

DPVAT se paga junto à primeira parcela do IPVA, não? Você está confundindo com o licenciamento obrigatório.

Avatar
Cleber Soares 30 de novembro de 2020

Concordo! É muito roubo, até golpes de pessoas para pegar o mesmo, ingenuidade dizer isso que não tem base a notícia. É muito roubo! Tinha que ser suspenso mesmo! Pode até ajudar outras pessoas vítimas de acidente, mas também de formas ilícitas outras! A verdade que nesse mundo está tudo errado e cheio de corruptos que ganham a vida em cima do sofrimento alheio!

Avatar
Pedro Luiz 30 de novembro de 2020

Já pararam para avaliar essas contas que não fecham? E por que não foi visto isto antes? A SUSEP é responsável pelas contam também, tudo é fiscalizado por ela…

Até confraternização de final de ano de 2008 está neste bolo… Mas a SUSEP nunca proibiu a confraternização e nem o gasto com ela! Ela aprovou as contas no passado! Outro ponto é que não existe monopólio, são mais de 40 seguradoras (aprovadas pela SUSEP) que são donas da Líder,as seguradoras ganham na arrecadação e não com o dinheiro que a Líder tem em caixa que está reservado para pagamento de indenizações…
Se não tem arrecadação, não tem ganho e por isso o desinsteresse das seguradoras que foram forçadas pela SUSEP a dissolver o consórcio do DPVAT.

Procurem aí quem é Solage Paiva Vieira (superintendente da SUSEP), vocês iram entender por que tanta confusão criada entorno do DPVAT, segue uma amostra:
https://www2.anabb.org.br/Portal/Noticia/Visualizar/91071/ANABB-quer-punicao-para-Solange-Paiva-Vieira

Avatar
José Gomes 30 de novembro de 2020

O seguro deveria mesmo ser obrigatório, mas o fornecedor deveria ser opção do proprietário do veículo. Hoje acontece que precisamos de segueo de verdade em instituição financeira, além do seguro saúde se quisermos ter alguma expectativa de atendimento. Talvez porém o mais importante seja as pessoas que causam danos ao patrimônio e lesão corporal realmente sejam responsabilizadas pelas consequências dos seus atos. Isso sim teria um efeito educativo efetivo, coisa que radares e taxas não são capazes de fazer.

Avatar
Charlotte 30 de novembro de 2020

O seguro obrigatório ajudou e ajuda tanta gente… Essa matéria está sem conteúdo nenhum. Não vi fatos, apenas um deserviço para quem ler. Deveria fazer uma crítica construtiva, apontar as melhorias necessárias. O DPVAT passa por ajustes constantes em benefício do segurado, e o valor do prêmio vem diminuindo conforme a “sobra” de caixa que foi falado no artigo.
É um direito para todos, não só para os motoristas pagantes, mas para os pedestres que venham a sofrer algum possível acidente automotivo.
Vamos pesquisar sobre as coisas pessoal, tirar conclusões por nós mesmos. Não só para esse assunto do DPVAT, MAS SOBRE TUDO!

Avatar
Ricardo 29 de novembro de 2020

Todo jornalista sem expressão tem de falar asneiras para poder aparecer em algum lugar. Como o Sr. Feldman que mal conhece o DPVAT e o que é e o que era a gestão do Consórcio.

Nunca se interessou em conhecer, apenas em falar asneiras sem conhecimento de causa.

Parabéns por denigrir a imagem do Consórcio e dos repórteres em geral com informações infundadas.

Avatar
Antônio 30 de novembro de 2020

Porquê não acaba com esse maldito IPVA

Avatar
Deixe um comentário