“Professor finge que ensina, aluno finge que aprende..”

Projeto de Lei busca reduzir a burocracia e os gastos do candidato para tirar a CNH. A teoria é uma coisa, mas a prática pode ser diferente...

Por Boris Feldman 06/10/20 às 07h30
carros de autoescola baliza tirar cnh
Carros de autoescola sendo dirigidos por candidatos à tirar a CNH (Foto: Shutterstock)

Tem mais um Projeto de Lei para tornar facultativo ao candidato à habilitação frequentar a autoescola. Por motivos óbvios: reduzir custos e a burocracia necessária para se obter a CNH.

Então, caso o candidato a motorista não queira frequentar a autoescola, poderá contratar um instrutor que seja registrado junto ao Detran.

E o carro para as aulas práticas deverá ostentar uma faixa, ou uma placa sinalizando que aquele automóvel está  sendo dirigido por um candidato à habilitação. Se aprovado o PL, as autoescolas vão ter que rebolar para conseguir manter candidatos à CNH…

A propósito, (e com todo respeito…), não me esqueço do que disse uma vez o presidente da associação das autoescolas de São Paulo: “Nelas, o professor finge que ensina e o aluno finge que aprende”.

Carros de autoescola sendo dirigidos por candidatos à tirar a CNH
Na teoria, o Projeto de Lei tem objetivo interessante, mas a prática é completamente diferente (Foto: Shutterstock)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Roberval 6 de outubro de 2020

    MINAS GERAIS, É O ESTADO MAIS DIFÍCIL TIRAR A CNH,COM 50 MINUTOS NÃO APRENDA NADA, TINHA INVESTIR MAIS EDUCAÇÃO, OS MOTORISTAS NÃO REALIZA A GENTILEZA, O PIOR, QUANDO PEGA UM INSTRUTOR ESTAR ESTRESSADO QUE DESCONTA NO ALUNO, SOU FAVORÁVEL, UMA PESSOA HABILITADO QUE ENSINA NA CATEGORIA QUE A PESSOA ESTAR TIRANDO SUA CNH, EM UM LOTEAMENTO PARA APRENDER AS BALIZAS, CONTROLE DE EMBREAGEM, DIRIGIR EM ESTRADAS DE TERRA, POR QUE, 50 MINUTOS NÃO APRENDA NADA, OS PREÇOS PARA TIRAR UMA CNH ESTAR MUITO CARO, AQUI, NO SUL DE MINAS, PARA TIRAR A CATEGORIA E, ESTAR QUASE 4 MIL REAIS,QUANDO A PESSOA, VAI TIRAR A CNH PROFISSIONAL, AS AUTOS ESCOLAS, NÃO ENSINA USAR O FREIO MOTOR, O QUE SIGNIFICA OS CONTA GIROS, PRINCIPALMENTE NÃO ENSINA, CARREGAR O AR DO VEICULO PESADO,A PESSOA VAI ADQUIRINDO EXPERIÊNCIA POR TEMPO, O BRASILEIRO PRECISA TER ÓTIMOS HÁBITOS, DAR PREFERÊNCIA PARA UM IDOSO, GESTANTE,DEFICIENTE, ISSO, É EXERCER A CIDADANIA.

  • Avatar
    João Santos 6 de outubro de 2020

    Qual a surpresa??? TODO ensino no Brasil é dominado por isso: professor fonge que ensina e aluno finge que aprende

  • Avatar
    Jaime Roberto 6 de outubro de 2020

    Infelizmente tudo que é feito para “melhorar” o processo para se conseguir a CNH não influencia na melhoria do aprendizado dos alunos, é só sair nas ruas e ver o nível dos motoristas/motociclistas que as auto escolas estão “formando”.
    “Uns fingem que ensinam, outros fingem que aprendem”, paga umas taxas e tá tudo certo… Aí é gente matando, se matando, entupindo os hospitais com feridos que poderiam não estar lá, gerando gastos na saúde e previdência social devido a invalidez.
    Esse é o Brasil que teima em não mudar…

Avatar
Deixe um comentário