Usado? Cuidado com o “Zé Marcha-ré”!

Ao comprar um carro usado a quilometragem não é tudo. Busque por um que tenha um bom histórico de revisão e tome cuidado com o Zé Marcha Ré!

Zé marca ré é o responsável por alterar a quilometragem do veículo no hodômetro
Zé marca ré é o responsável por alterar a quilometragem do veículo no hodômetro (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
14 de dezembro de 2021 07:32

Comprar um carro usado com alta quilometragem, acima de 100 mil km, 150 mil km, mas que tenha recebido uma manutenção exemplar, muitas vezes é melhor negócio do que o que rodou pouco mas com o motorista negligente.

Ou daqueles que rodam só um pouquinho de manhã, mais um pouquinho de noite, e o motor nunca atinge a temperatura ideal de funcionamento. Ou ainda que não leva o carro para revisão mesmo vencido o prazo, pois a quilometragem está “tão baixinha que nem vale a pena”…

Pior ainda é o dono do carro, ou da loja, que recorre ao “Zé Marcha ré”.

Aquela deplorável figura especializada em voltar o hodômetro, seja ele analógico ou digital, em algumas dezenas de milhares de quilômetros. Então, como num passe de mágica, o carro que já tinha rodado 95 mil km volta para 35 mil km. Num país sério, devia-se prender quem faz isso.

VEJA TAMBÉM:

E não acredite no dono mau-carater que tenta te convencer que os hodômetros mais modernos, os analógicos, são impossíveis de serem alterados. Besteira: são até mais fáceis que os analógicos.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
10 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Sir.Alves 15 de dezembro de 2021

Só existe adulteração de quilometragem rodada… por que as pessoas NÃO SABEM comprar usados… o problema é o da clássica pergunta: ” quantos quilômetros rodados?”… É lógico que vão retroceder o hodômetro…. não se compra usado baseado nisso…. se olha o estado geral do veiculo, leve seu mecânico de confiança e(ou) faça um laudo do veiculo pretendido… custa caro o laudo? na faixa de 300,00 reais, mais é muito mais garantido do que comprar gato por lebre observando quilometragem… eu sou contra a adulteração, só para deixar bem claro, temos um usado na família comprado zero e que já está com 140.000km rodados e revisado… vou vender assim mesmo… honestidade é tudo, mas nunca vou levar em conta a quilometragem quando for adquirir meu usado futuramente…

Avatar
Claude Fondeville 15 de dezembro de 2021

Aqui nos Estados Unidos o que o odómetro indica é muito confiável e é a base de procura ou negociação de um veículo de segunda mão.

Avatar
Sir.Alves 15 de dezembro de 2021

Não sei se o hodômetro é tão confiavel assim por aí, mas de qualquer forma, o valor também é gravado na central do veiculo além do hodômetro… é uma forma de tentar buscar o valor real percorrido.

Avatar
strady varius 15 de dezembro de 2021

Eles nunca leem os recados, hehehe…

Avatar
strady varius 15 de dezembro de 2021

Posso saber o que aconteceu depois de ter chamado a polícia?

Avatar
edmilson 15 de dezembro de 2021

Caro André: O que eu quis dizer é que os fabricantes gastam milhões de dólares em tecnologia para “vender” seus carros. Um sistema no tanque que avisaria quando o combustível está fora das especificações, até porque, agora tanto faz a gasolina ter 25 ou 50 % de álcool, o motor vai funcionar do mesmo jeito. Vc só vai ver no aumento do consumo, pq os motores são “flex”. Fora os outros “bagulhos” que eles adicionam e que fazem mal ao motor. Um hodômetro que fosse impossível retroceder também seria muito bem vindo! Não cabe a nós, pobres mortais, bater de frente com donos de postos de combustível, porque eles são muito poderosos, e nós sempre vamos sair perdendo. No seu caso a diferença foi exagerada, mas quando se trata de alguns ml ninguém vai observar.

Avatar
Rafael 14 de dezembro de 2021

Boris, no fim da matéria onde se lê “que tenta te convencer que os hodômetros mais modernos, os analógicos (AQUI SERIA DIGITAL ???), são impossíveis de serem alterados.”

Avatar
edmilson 14 de dezembro de 2021

Porque as montadoras não fazem um sistema “anti-maracutaia”? Assim como os hodômetros,os problemas com combustíveis também são grandes: mistura, volume etc…As montadoras ao invés de colocar tantos “penduricalhos”, aumentando os preços assustadoramente, se atuasse contra as fraudes seria muito bom e os clientes agradeceriam!!!

Avatar
Joao 14 de dezembro de 2021

Acho que pra montadora de certa forma é bom esse tipo de “maracutaia”, muita gente procura comprar carro novos em razão de evitar problemas nesse sentido.

Avatar
Andre Rocha 14 de dezembro de 2021

Aí é que está. Não cabem às montadoras montar um sistema anti fraude. Elas fazem isso no odômetro justamente porque existem pessoas e pessoas, e as desonestas vão fazer o possível para te convencer de aquele bem rodou menos . Agora, por exemplo, tanque de combustível. Se ela declara que o tanque possui capacidade para 55 litros, então cabem ali 55 litros! Se o POSTO DE COMBUSTÍVEL utiliza picaretagem de bomba baixa pra te ludibriar, não cabe à montadora informar isso. É você, consumidor, quem deve perceber com atitudes simples. Só fazer conta, aquela mesma que você tanto faz para saber o quanto seu veículo tá consumindo. Eu mesmo já denunciei posto picareta. Deu uma treta danada. Parei pra abastecer a nave tendo ainda 1/4 de tanque. (aproximadamente 13 litros dos 55 possíveis). Entraram nada mais nada menos que 49 LITROS! Na mesma hora tirei foto da bomba, tranquei o carro e chamei a policia!

Avatar
Deixe um comentário