BMW 3.0 CSL é o carro que Jeremy Clarkson mais se arrependeu de vender

Modelo 1972 homologado para competir no Campeonato Europeu de Carros de Turismo foi negociado por valor irrisório

Por AutoPapo 01/03/21 às 16h05
bmw csl 3 0 1972 preto visto de lado
BMW 3.0 CLS é um dos carros mais icônicos da marca alemã (Foto: BMW | Divulgação)

Jeremy Clarkson já foi dono de um dos carros mais icônicos da BMW, o 3.0 CLS. O jornalista se desfez do modelo por uma quantia irrisória e revela, em entrevista em vídeo, como se arrepende da negociação.

O co-apresentador do The Grand Tour conta que vendeu o BMW por R$ 23.548 (em conversão direta). Jeremy não disse quando foi que realizou a transação, mas, se ainda tivesse o 3.0 CLS em sua garagem, poderia pedir cerca de R$ 1.120.000 pelo modelo. “Vender o carro por três mil libras foi idiota”, concluiu.

LEIA MAIS

De acordo com o Carscoops, a BMW construiu o 3.0 CSL com uma homologação especial para que o modelo fosse elegível para competir no Campeonato Europeu de Carros de Turismo.

O CSL era diferente de outros carros 3.0 por apresentar painéis de aço mais finos para economizar peso. Suas portas, capô e tampa do bagageiro foram feitos de alumínio, enquanto o vidro das janelas laterais foi substituído por Perspex.

Apenas 1.265 exemplares do BMW 3.0 CSL foram construídos e, desses, 500 foram vendidos no Reino Unido – o que significa que Clarkson tinha um carro bastante raro.

As unidades construídas em 1972 tinham motor seis cilindros de 3.0 litros, enquanto os produzidos em 1973 tinham um motor maior, de 3.2 litros com 203 cv a 5.600 rpm e 29,1 kgfm de torque.

Clarkson discute vários outros tópicos ao longo da entrevista e afirma que o Bentley Continental GT e o Range Rover estão entre seus carros favoritos SEM desempenho. Ele também diz que nunca terá um carro elétrico. Confira:

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário