Elétricos carregam por indução em nova tecnologia revolucionaria

Fluxo equivalente a postos de carregamento rápido, nova tecnologia promete deixar os condutores despreocupados em relação a autonomia dos elétricos

arena of the future pista recarregamento fiat 500 preto montanhas
Qualquer veículo elétrico com uma adaptação pode utilizar desse carregamento por indução (Foto: Stellantis | Divulgação )
Por Pedro Januzzi
10 de junho de 2022 18:11

Após meses de testes a Stellantis revelou em Chiari, Itália, um sistema de recarga de baterias de elétricos que utiliza indução magnética. Batizada de  Dynamic Wireless Power Transfer (DWPT), a nova tecnologia que serve para recarregar veículos elétricos sem a necessidade de cabos. E o melhor a recarga ocorre enquanto trafegam pela rodovia.

A nova tecnologia conta com bobinas colocadas sob o asfalto. Elas transferem energia diretamente para os automóveis, caminhões e ônibus sem que precisem parar durante a viagem em estações de carregamento.

VEJA TAMBÉM:

O sistema DWPT pode ser adaptado em qualquer veículo que esteja equipado com um receptor especial que transfere a energia vinda das bobinas da estrada diretamente para as baterias que alimentam o motor elétrico, fazendo com que seja possível executar viagens mais longas sem precisar parar, ampliando significativamente a autonomia da bateria.

O projeto da Stellantis é comandado pela A35 Brebemi, empresa que pertence a operadora de transportes e infraestrutura Aleatica, focada em soluções inovadoras de mobilidade sustentável.

“Trabalhando com este incrível grupo de parceiros, provamos que a tecnologia de carregamento por indução consegue alimentar o nosso futuro eletrificado. Estes projetos conjuntos são passos entusiasmantes no trabalho para alcançar um tempo de vida útil mais longo para as baterias, menos ansiedade com a autonomia do veículo, maior eficiência energética, baterias de menores dimensões, desempenho notável e peso e custo mais baixos.” Afirmou a Head da e-Mobility Business Unit global da Stellantis, Anne-Lise Richard.

Autorama gigante

Os testes em ‘’Arena of the Future’’ mostram que um elétrico como o Fiat 500 preparado consegue viajar em velocidades condizentes com as estradas sem consumir toda a bateria armazenada.

Ainda foi identificado nos testes que a eficiência vinda do fluxo de energia é comparável com as dos postos de carregamento rápido, razões pelas quais o condutor não vai precisar se preocupar em parar para recarregar. Além disso o campo magnético não tem impacto sobre o condutor ou passageiros no veículo

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Erick 13 de junho de 2022

Aí é bom.. qualquer celular no chão o dono deve estar por perto esperando carregar..

Avatar
Deixe um comentário