Faixa Azul: projeto piloto entra no segundo mês de operação sem acidentes graves

O projeto piloto tem por objetivo organizar o espaço compartilhado entre os automóveis e as motocicletas e pacificar e humanizar o trânsito de SP

faixa azul para motos divulgacao
Faixa tem 90 cm de largura (Fotos: Divulgação)
Por AutoPapo
28 de março de 2022 18:03

O Projeto Piloto da Faixa Azul para motocicletas completa dois meses de operação na Avenida 23 de Maio, em São Paulo, no sentido Santana/Aeroporto, com um saldo positivo: não foi registrado nenhum acidente com vítima grave e óbito envolvendo motos no local da faixa. Além disso, houve a redução do número de sinistros dentro e fora da faixa.

A fluidez continua apresentando melhoras com diminuição de 35% da lentidão quando comparado ao mesmo período de 2019 (antes da pandemia). Para os técnicos na CET, ao organizar o fluxo de veículos, retirar as tachas da sinalização horizontal e orientar os espaços compartilhados, evitou-se os conflitos existentes entre carros e motos.

VEJA TAMBÉM:

Graças a isso, o trânsito fluiu sem as rotineiras disputas com buzinas, estresse e o hábito de mudança entre faixas sem necessidade (o famoso “costurar”). Além disso, a faixa azul permanece com o mesmo índice de utilização de 86% pelos motociclistas nos horários de pico.

Os resultados comparativos nos dois meses vêm sendo positivos. Os sinistros envolvendo motos em fevereiro foram:

  • Fora do espaço da faixa azul: um sem vítima e um com vítima leve. Os motoristas dos veículos não sinalizaram a mudança de faixa com a seta e colidiram de leve com as motocicletas.
  • No espaço da faixa azul: três sem vítima e um com vítima leve, também causados pelo não uso da sinalização de seta ou pelo movimento brusco de troca de faixa.

Quando comparamos ao mês de janeiro, houve redução significativa:

  • Fora do espaço da faixa azul: sete sinistros sem vítima e quatro com vítima. Os motoristas dos veículos não sinalizaram a mudança de faixa com a seta e colidiram de leve com as motocicletas.
  • No espaço da faixa azul: quatro sem vítima e um com vítima leve, também causados pelo não uso da sinalização de seta ou pelo movimento brusco de troca de faixa.- Um funcionário que fazia a zeladoria no canteiro central da avenida 23 de Maio, ao lado da faixa azul, foi atingido por um veículo que trafegava de forma perigosa no local
  • O motociclista que trafegava pela faixa azul teve um mal súbito (desmaio) e caiu dentro do espaço, mas não houve interferências ou acidentes envolvendo outros veículos.
faixa azul para motos cet divulgacao

O que é a Faixa Azul em SP

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT) por meio da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) implantou a Faixa Azul para motocicletas na Avenida 23 de Maio, no sentido Santana/Aeroporto, entre a Praça da Bandeira e o Complexo Viário Jorge João Saad.

O projeto piloto tem por objetivo organizar o espaço compartilhado entre os automóveis e as motocicletas e pacificar e humanizar o trânsito da cidade de São Paulo.

A Faixa Azul não é uma faixa exclusiva para motocicletas. Haverá uma demarcação da via entre as faixas 1 e 2 – usualmente utilizadas pelos motociclistas – para que, em tráfego lento, as motos possam transitar com mais disciplina, de forma segura e consciente e sem alterar a dinâmica já existente na via.

O uso da faixa azul não é obrigatório. O motociclista será orientado a utilizar em caso de trânsito lento. Haverá sinalização vertical por toda a via alertando para os limites de velocidade, cuidado e orientação ao mudar de faixa e mensagens educativas lembrando do uso da seta, o respeito aos limites de velocidade e a atenção aos sinais de trânsito e compartilhamento do espaço na avenida.

A avenida 23 de Maio foi escolhida para o projeto piloto por tratar-se de uma via com alto número de trânsito de motocicletas: 2.400 motos por hora, chegando a 50 mil ao dia, com 78% dos sinistros no local envolvendo a moto.

Reportagem explica como funciona?

Melhorias

Segundo informações do Portal do Trânsito, a prefeitura já testou a medida anteriormente, em 2018, mas houve um aumento no número de acidentes, o que levou o órgão a abandonar a ideia.

A diferença no modelo atual é que a Faixa Azul foi trazida para o meio da pista, onde os motociclistas  já estão acostumados a circular. Antes, ficava próximo ao meio-fio

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário