Ford lança colônia com cheiro de gasolina para donos do Mustang elétrico

Segundo a Ford cerca de um quarto dos compradores do Mustang Mach-E ainda sentem falta de algumas experiências dos carros a combustão

Por Eduardo Rodrigues 16/07/21 às 15h23
perfume ford mach eau 3
A colônia tem cor de gasolina e seu frasco simula uma bomba de posto (Foto: Ford | Divulgação)

Os carros elétricos modernos oferecem uma aceleração impressionante porém faz isso de forma silenciosa. Porém o desempenho sozinho não consegue convencer alguns entusiastas, que ainda sentem falta de experiências sensoriais relacionadas com carros, como o som e a vibração do motor, as trocas de marchas e o cheiro de gasolina. A Ford decidiu solucionar um desses itens para atrair compradores para o Mustang Mach-E.

E a solução da Ford não foi a sintetização de um som de motor, como era de se esperar, e sim a criação de uma colônia com cheiro de gasolina. O frasco dessa colônia é retangular e possui uma alça, resultando numa aparência similar a de uma bomba de gasolina. E o líquido não poderia ter outra cor senão o tom amarelado da gasolina.

VEJA TAMBÉM:

Fragrância inspirada no Mustang

Essa colônia Mach-Eau foi apresentada com o lançamento europeu do Mustang Mach-E GT durante o Goodwood Festival of Speed. A fragrância é descrita como “uma fusão de acordes de fumaça, aspectos de borracha e até um elemento ‘animal’ que dá um aceno à herança do Mustang.”

ford mustang mach e gt 2021 laranja modelo europeu em uma rodovia de pista simples
O Mustang Mach-E GT traz desempenho de Mustang V8 mas sem barulho, vibração ou cheiro de combustível (Foto: Ford | Divulgação)

A colônia foi criada pela perfumaria britânica Olfiction e foram usados gengibre azul, lavanda, geranium e sândalo para chegar a esse produto final. A Ford justifica a criação dessa colônia com uma pesquisa indicando que 24% dos consumidores sentirão falta da experiência dos carros a combustão na troca pelo elétrico Mustang Mach-E.

O perfume Mach-Eau promete facilitar a transição entre o Mustang tradicional para o crossover elétrico. Mas os 487 cv e aceleração de zero a 100 km/h realizada em 3,7 segundos do Mach-E GT também deve ajudar.

O Brasil ainda não tem o Mustang Mach-E, mas já dirigimos o novo Mustang Mach-1 com o tradicional motor V8:

4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Isaac da Mata 29 de julho de 2021

As notas iniciais do Fahrenheit da Dior também têm cheiro de gasolina.

Avatar
Sir.Alves 19 de julho de 2021

Mach-Eau… caracas.. mal cheiro? kkkkkkk, passo.

Avatar
Mister Gasosa 16 de julho de 2021

Quero ver o que a Ford vai fazer para consolar o dono quando o jogo de baterias do Mustang Elétrico arriar…
As baterias dos carros elétricos um dia vão arriar e o que será feito com todas elas e as sucatas das carcaças dos carros elétricos? Pois quando a bateria de um carro elétrico arreia fica inviável trocá-las por um jogo novo. Eu não acho isso nada favorável para o meio ambiente, pois para reciclar um carro se gasta energia e para fabricar um novo se gasta energia.
Na família tivemos um Gol 1,8-L ano 1990 por uns 23 anos e o vendi com 29 anos de uso e 242.000 km rodados e funcionando muito bem. Será que veremos acontecer isso com carros elétricos? Tem gente que acredita que com o aumento da produção de carros elétricos o preço deles vai cair, mas não acredito nisso. Me diz quando o preço dos carros aqui no Brasil caiu o preço a longo prazo? Se fosse assim carro a gasolina hoje seria muito barato, pois vende muito.

Avatar
Ailton Jr 16 de julho de 2021

Achei bem estranho e sem sentido

Avatar
Deixe um comentário