Guia Michelin: porque marca de pneus avalia restaurantes?

A Michelin é mundialmente famos por ser fornecedora de pneus, mas também está fortemente ligada à avaliações gastronômicas; Entenda o motivo:

Além de fornecedora de pneus, a Michelin é uma crítica gastronômica conceituada
Além de fornecedora de pneus, a Michelin é uma crítica gastronômica conceituada (Foto: Michelin | Divulgação)
Por Bernardo Castro
21 de março de 2022 14:10

A francesa Michelin é uma marca mundialmente conhecida por fabricar pneus, mas seu nome também está ligado à gastronomia. Hoje, a empresa é uma das mais conceituadas em avaliação de restaurantes de alta gastronomia ao redor do globo e os estabelecimentos considerados “dignos” recebem a gloriosa Estrela Michelin.

A primeira vista, é estranho pensar que uma fornecedora de pneus tenha alguma especialização no ramo culinário. Mas essa tradição da Michelin começou no ínicio do século 20, e está mais ligada com o setor automotivo do que você imagina.

VEJA TAMBÉM:

Na verdade, tudo começou com o Guia Michelin, que foi idealizado pelos irmãos André e Édouard Michelin após a criação da marca de pneus. O objetivo do manual era auxiliar as pessoas que faziam viagens de carro na França no século 20.

Por meio desse guia, os irmãos viram uma forma de ajudar o motorista e, ao mesmo tempo, propagar a sua marca. Dessa forma, foi produzido o “Guia Vermelho”, que tinha mais de 400 páginas e inúmeras informações práticas sobre veículos. O material fez sucesso entre os condutores e dúvidas sobre “onde abastecer”, “onde encontrar bons hotéis na estrada” e “onde comer” começaram a se tornar corriqueiras.

A partir daí a Michelin começou a avaliar os restaurantes e hotéis que indicavam, e a marca começou a ficar conceituada nesse ramo.

Ademais, à medida que outras empresas de pneus se tornaram potenciais concorrentes, a Michelin se vinculou a um movimento nacionalista francês, que incentivava a população de Paris a comer em restaurantes pelo país. Isso também ajudou a França, que ficou conhecida como a capital da comida boa.

Ainda hoje, o guia ainda se concentra na Europa Ocidental e mede outros restaurantes em relação à alta gastronomia europeia. A Michelin é responsável por evidenciar novas tendências e reconhecer chefs e estabelecimentos que sonham em conquistar fama internacional.

Ao todo, são visitados mais de 45 mil estabelecimentos pelo mundo e está presente em 28 países.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Andre Rocha 21 de março de 2022

Pensei que tinha sido porque entraram em um restaurante francês e comeram um bife á cavalo que parecia borrachudo igual um pneu!

Avatar
Deixe um comentário