O McLaren F1 menos rodado do mundo será leiloado em Pebble Beach

O 25º McLaren F1 a ser fabricado será leiloado em agosto e conta com pintura exclusiva. O valor pode passar de R$ 75 milhões.

mclaren f1 leilao pebble beach 7
Unidade com apenas 389 km foi feita no primeiro ano de fabricação do modelo (Foto: Gooding & Company | Dilvulgação)
Por Eduardo Rodrigues
16 de junho de 2021 16:02

Cada vez que uma das 106 unidades do McLaren F1 troca de mão é um evento. O carro é tido por muitos — inclusive por membros da equipe do AutoPapo — como o melhor esportivo já feito e, por isso, o preço está sempre subindo.

A casa de leilões Gooding & Company divulgou que será responsável pela venda do 25º McLaren F1 fabricado. O carro está na lista do leilão de Pebble Beach, que acontecerá nos dias 13 e 14 de agosto. A expectativa é de que o carro seja arrematado por valores superiores a R$ 75 milhões.

VEJA TAMBÉM:

O que faz esse McLaren F1 tão especial?

O McLaren F1 por si já é um carro especial, porém o carro que foi anunciado para o leilão traz alguns motivos para ser ainda mais valorizado. Começando pela quilometragem: o hodômetro marca apenas 389 km. Apesar de ser um carro caro e raro, o F1 é conhecido por ser bastante usado por seus donos, e essa unidade é conhecida por ser a de menor quilometragem.

Outra exclusividade do 25º McLaren F1 é a pintura na cor Creighton Brown, pedida por encomenda pelo primeiro dono. O nome da cor é uma homenagem a Creighton Brown, ex-chefe da equipe de Fórmula 1 da McLaren e responsável pela ida de Ayrton Senna para a equipe. Brown também fundou a McLaren Cars Ltd, a divisão que criou o McLaren F1.

O interior do carro é forrado em dois tons de marrom, para combinar com a carroceria. O conjunto de malas feito sob medida para o carro, também em couro marrom, vai junto e está intocado. O carro também vai acompanhado de todos os itens que acompanhavam um McLaren F1 novo na hora da compra:

  • Os manuais do proprietário e de serviço;
  • Kit de ferramentas de emergência Facom, com ferramentas feitas em titânio e banhadas a ouro;
  • Uma caixa grande de ferramentas, também da Facom;
  • Um cronógrafo TAG Heuer 6000, com gravação da numeração de chassi do carro;
  • E o livro Driving Ambition, com a história do carro contada por Ron Dennis, Gordon Murray e Doug Nye.

Os pneus ainda são originais de fábrica e o Boris recomenda trocá-los caso o comprador tenha vontade de aumentar os números do hodômetro.

Fotos: Gooding & Company | Dilvulgação

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário