Volkswagen T-Cross foi o SUV que mais valorizou em 2021

Os SUVs venderam bastante durante 2021; o mais valorizado durante esse período foi o Volkswagen T-Cross, terceiro colocado em vendas na categoria

vista lateral do t cross 2021 branco rodando na cidade
O T-Cross valorizou em mais de 28% durante o ano (Foto: Volkswagen | Divulgação)
Por AutoPapo
08 de março de 2022 14:05
  • Levantamento avaliou o segmento de SUVs compactos, comparando preços de cada versão dos modelos em janeiro e dezembro do ano passado.
  • A pesquisa levou em consideração somente unidades seminovas, modelo 2021.
  • Média de valorização do segmento foi de 21,69%.
  • Os cinco SUV´s mais valorizados tiveram algo em comum: todos eram versões PCD.

O mercado brasileiro de automóveis vive um período estranho. Desde que a pandemia desembarcou no país, em março de 2020, as vendas e as cotações de carros novos e usados têm provado larga volatilidade, deixando o consumidor desnorteado em relação aos bons ou aos maus negócios.

Pesquisas recentes da Mobiauto já mostraram que várias “leis” foram subvertidas nesse período: carros fora de linha podem valorizar mais do que a média do mercado; importados premium não perdem tanta cotação como no passado; picapes são as campeãs de valorização.

Só uma regra não foi quebrada: os SUVs continuam escalando as vendas de automóveis zero km no Brasil. Em 2021, os jipinhos ampliaram sua fatia e chegaram à casa de 42% das vendas totais.

VEJA TAMBÉM:

Na apuração de estatísticas e na interpretação dos dados de mercado, a Mobiauto ganha destaque. Startup do segmento automotivo que mais cresceu em 2021 e um dos três maiores marketplaces de carros usados do país, a empresa acaba de fazer um precioso levantamento que pode redirecionar as opções de compras de muitos brasileiros: quais os SUVs compactos que mais valorizaram em 2021? A pesquisa leva em conta as cotações em janeiro e extrai o índice de alta ao compará-las a dezembro de 2021.

Os SUVs compactos ganharam, em média, 21,69% em seus preços. O Volkswagen T-Cross foi o grande campeão. Suas cotações subiram 28,41%, com Chevrolet Tracker e Honda WR-V em empate técnico na segunda e terceira posições (24,73% e 24,43%, respectivamente).

O modelo menos valorizado dentre os treze pesquisados pela Mobiauto foi o Peugeot 2008: 12,78%. Até o “descontinuado” Ford EcoSport superou o exemplar da marca francesa, com 14,08% de alta.

novo peugeot 2008 terra
O destaque negativo foi o Peugeot 2008 (Foto: Peugeot | Divulgação)

“É um segmento efervescente, no qual sempre há novas peças no tabuleiro, como o Fiat Pulse, que deve mexer sensivelmente nesse ranking daqui pra frente. Mas vale a observação para posicionar a relevância dos SUV´s no mercado nacional: mesmo o pior da lista, o 2008, com quase 13% de alta, teve valorização bem acima da inflação, que foi de 10,06%”, destaca o consultor Sant Clair Castro Jr, CEO da Mobiauto.

Ele explica que esse fenômeno é absolutamente vital para apaziguar o dilema vivido por qualquer comprador de SUV no país.

“É um dado libertador. Se o modelo menos valorizado da lista já se coloca acima da inflação, isso significa que o consumidor pode escolher qualquer utilitário-esportivo de sua preferência sem se preocupar em perder dinheiro! Claro que, em alguns modelos, ganha-se mais. Mas ninguém perde”, compelta o executivo.

Valorização dos SUVs em 2021:

unnamed

De acordo com o consultor, a tranquilidade em adquirir “o SUV que eu mais gosto”, sem se preocupar com perdas financeiras, é estampada também na análise minuciosa feita pelos analistas da Mobiauto: de um total de 58 versões de SUVs pesquisadas, somente seis tiveram cotações reajustadas abaixo do índice de inflação.

‘Manobra’ das montadoras nos SUVs para PCD

Chama a atenção, também, na análise de versões de cada SUV, a predominância dos básicos, ou seja, PcD. E vale a explicação. O limite anterior, de R$ 70 mil, havia sido estabelecido em 2009 e estava, em 2021, naturalmente defasado. No segundo semestre, poucas versões de SUVs ainda se encaixavam abaixo desse patamar.

O que as montadoras fizeram? Percebendo que o limite estava prestes a ser alargado – e foi, em dezembro, para R$ 140 mil –, elas iniciaram uma escalada robusta de reajustes no último trimestre do ano nessas versões básicas. Quando o novo limite chegou, todos os SUVs estavam com novos preços, mas dentro da faixa de permissão de compra.

“O resultado é transparente: com a alta nos zero km, os seminovos acompanharam esses reajustes e também ganharam aumentos expressivos. As cinco versões de SUVs mais valorizadas em 2021 foram PCD”, explica Castro Jr.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário