Após acidente fatal na Flórida, Tesla está sendo investigada pela NHTSA pela 37ª vez

NHTSA vai investigar o que motivou o Tesla Model S a invadir área de descanso em alta velocidade e colidir contra o caminhão

tesla model 3 batida caminhao estacionario investigacao piloto automatico
Piloto automático pode ter sido o responsável pelo acidente (Foto: Reprodução)
Por Bernardo Castro
12 de julho de 2022 12:04

A Administração Nacional de Segurança no Trânsito Rodoviário (NHTSA), dos Estados Unidos, abriu mais um inquérito para investigar um inquérito contra a Tesla para investigar um acidente que envolveu um Model S na semana passada, na Flórida.

Os dois ocupantes que estavam no veículo da Tesla morreram após o model S ficar completamente destruído por atingir a traseira de um caminhão estacionário do Walmart. Ainda não está claro se o piloto automático foi o responsável pela batida, mas a NHTSA confirmou que abriria a investigação devido às semelhanças deste acidente com outras colisões  que envolveram o piloto automático da Tesla e já estão sendo investigados.

VEJA TAMBÉM:

O Model S se chocou com o caminhão em uma área de descanso próximo ao Paynes Prairie, na Flórida. O carro da Tesla saiu da rodovia e foi para a área de descanso até atingir o trailer. Ainda não se sabe a que velocidade o veículo estava, mas pelo tamanho do estrago, o mais provável é que ele estivesse nas velocidades da via.

Tesla não tem um histórico muito bom com piloto automático

A marca de Elon Musk possui uma lista com relatos de carros que atingiram caminhões ou outros veículos estacionários enquanto o piloto automático estava ligado. Para se ter uma noção, desde 2016 foram abertos 37 investigações sobre acidentes envolvendo a marca dos carros elétricos.

Recentemente, o youtuber o canal Beta Tech OG, quase entrou para a estatística de acidentes com o modo autônomo quando seu Model 3 tentou avançar a linha do trem para fazer uma conversão à esquerda.

No vídeo o Full Self-Driving da Tesla está sendo testado nas ruas de Denver, nos Estados Unidos. Em um recorte de 18 minutos gravados o Model 3 acaba cometendo erros com uma certa frequência.

Mas o maior deles , certamente, a ‘iniciativa’ de quase ser atropelado pelo trem. Naquela ocasião o veículo estava parado em um semáforo indicando a intenção de convergir à esquerda. Quando o sinal abriu, invés de esperar o trem para fazer a curva, o carro da Tesla entendeu que haveria tempo o suficiente para fazer a travessia de maneira segura. Por sorte, o motorista interviu e evitou que a tragédia acontecesse.

Outro problema aconteceu no ano passado, também nos EUA, quando o sistema subitamente acendeu um alerta para reduzir a velocidade, acusando uma luz amarela no próximo cruzamento. O problema é que não existia nada disso na via, e o que o carro da Tesla detectou foi a lua cheia em um forte tom amarelado.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Halter 5 de agosto de 2022

ESSE será o grande PROBLEMA que Veiculos autonomos enfrentarão no futuro e a Tesla já mostra um dislumbre disso nos dias atuais! Ou seja, quem será o culpado a IA autonoma ou o motorista?

Avatar
Deixe um comentário