Toyota tem problemas de qualidade na sua picape

Marca japonesa é famosa pela confiabilidade e pelo padrão de qualidade em seus veículos, mas a nova Tundra está causando dor de cabeça para ela

toyota tundra platinum crewmax azul escuro frente parado
A nova Tundra veio para substituir uma geração que estava há 14 anos no mercado (Foto: Toyota | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
28 de janeiro de 2022 16:37

A Toyota sempre foi um fabricante conservador e usa isso ao seu favor. Ela não pula de ponta em uma tendência nova, sempre toma seu tempo para pesquisar e coloca em produção quando tem certeza da confiabilidade. E quando investe em uma tecnologia, trabalham em aperfeiçoamentos durante anos. Como vem fazendo com os híbridos e o hidrogênio.

Motores turbo não são novidades para a Toyota, ela utiliza essa forma de indução forçada desde 1980. Por volta da virada do milênio a Toyota abandonou os motores turbo em prol de seus motores aspirados dotados de comando variável, salvo algumas exceções como modelos esportivos.

VEJA TAMBÉM:

Nessa onda atual de downsizing — onde utilizam motores pequenos com turbocompressores também pequenos para um enchimento mais rápido — a Toyota chegou tarde na festa. Em 2015 ela lançou dois motores turbo: um 1.2 e um 2.0. Em 2017 um V6 3.4 biturbo foi lançado para substituir o V8 do Lexus LS.

A picape Toyota que não está sendo confiável

toyota tundra trd pro crewmax branco traseira em trilha dando fim de curso na suspensao
A nova Tundra usa um motor V6 bitrubo para substituir o V8

Uma nova geração da picape grande Tundra, que a Toyota vende apenas nos EUA, foi lançada após 14 anos de produção do modelo antigo. A nova picape trouxe diversas inovações e abandonou o antigo V8 5.7 a favor do V6 3.4 biturbo usado pelo Lexus LS500.

Era de se esperar que um veículo novo feito para brigar na principal categoria de veículos dos EUA seria lançado com tudo resolvido — ainda mais sendo lançado 14 anos após a geração anterior. Segundo relatos de proprietários, não está sendo bem assim.

Segundo a Auto Evolution, um proprietário recebeu sua Tundra zero-km com problemas de qualidade. Muitas peças vieram desalinhadas e com vãos inconsistentes, o banco traseiro não trava corretamente depois de ser rebatido, o para-brisa parece mal afixado e deixa som de vento invadir a cabine, o volante está com folga, o sensor do cinto de segurança traseiro não funciona corretamente e a frenagem autônoma de emergência é acionada sem necessidade em descidas.

toyota tundra platinum crewmax interior painel
A Tundra serviu como plataforma de lançamento para um novo sistema operacional dentre outras novidades da marca

O proprietário é cliente fiel da Toyota e possui outros veículos da marca na garagem. Seu plano era manter a Tundra comprada nova por alguns anos, mas esses defeitos fizeram ele mudar de ideia. Ele está na procura por uma Tundra modelo 2020 ou 2021, equipada com o confiável (e beberrão) motor V8 aspirado.

Motor turbo não está aguentando o serviço

O youtuber Keith Allen está reportando em seu canal outro tipo de problema em sua Tundra nova: os turbocompressores do motor estão apresentando problemas. A maior causa de dores de cabeça está sendo a válvula wastegate. Ele relata que a concessionária deu um prazo de 30 dias para chegar uma peça nova.

A Toyota nega qualquer tipo de motivo para recall e não diz sobre quantas picapes estão apresentando defeitos. Será que dessa vez a japonesa pisou na bola no quesito de qualidade?

Fotos: Toyota | Divulgação

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Sir.Alves 15 de março de 2022

A era dos turbinhos em bloco de alumínio, cheios de eletrônica embarcada pra tudo… sensor chinês pra tudo que é lado… começarem a dar problema na mão do segundo dono… não vou me admirar pela alta desvalorização destes modelos ,quando o ápice das altas pandêmicas acabar.

Avatar
Diego 31 de janeiro de 2022

Sim, muita confiabilidade do ESP… e não é só o da Hilux não…

Avatar
Jorge Nicolau 28 de janeiro de 2022

Aqui temos o problema da hilux, no mundo todo foi feito um recall para recalibrar o controle de tração e estabilidade, mas a Toyota do Brasil ignorou o problema por aqui. Por este motivo ela é conhecida como tombilux, capotalux, tomboyota,etc…

Avatar
Gilberto Oliveira da Silva 30 de janeiro de 2022

Eu perdi a minha por capotagem, em um declive quase insignificante…nem acreditei.

Avatar
Deixe um comentário