[Vídeo] Governo das Filipinas destróis carros importados ilegalmente

O governo das Filipinas está com política de tolerância zero com crimes fiscais e destróis carros importados ilegalmente para servir de exemplo

carros importados ilegalmente filipinas5
O McLaren 620R destruído teve apenas 350 unidades produzidas. (Foto: Escritório de Alfândega das Filipinas | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
25 de junho de 2021 14:04

Cada país tem sua legislação e taxas sobre importação independente de carros. A alfândega das Filipinas gosta de mostrar ao mundo o que acontece com quem não respeita sua legislação e destrói publicamente carros importados ilegalmente. Nesse ano o espetáculo contou com um McLaren de produção limitada, para o desespero dos fãs da marca.

Foram 21 carros destruídos na ação desse ano, com valor total estimado em R$ 5.916.840. O destaque nesse ano fica com o McLaren 620R, uma versão de rua do 570S GT4 de competição e com apenas 350 unidades produzidas para todo o mundo. 349 unidades agora que o governo filipino passou com uma escavadeira por cima do carro.

𝗜𝗖𝗬𝗠𝗜: Twenty-one (21) smuggled luxury vehicles worth P58.55 million were destroyed by the Bureau of Customs last June…

Posted by Bureau of Customs PH on Wednesday, June 23, 2021

VEJA TAMBÉM:

Porsche, Bentley e Lotus também não foram poupados

Além desse McLaren especial, foram destruídos também um Mercedes-Benz SLK de segunda geração, um Porsche 911 Carrera S 997, um Bentley Flying Spur de primeira geração, um Hyundai Genesis Coupé, um Lotus Elise, um Toyota Camry Solara e 14 Mitsubishi Jeep desmontados.

Esse ato de destruição de veículos importados ilegalmente faz parte da diretriz presidencial 2017-447, sancionada pelo presidente Rodrigo Roa Duterte. A diretriz ordena que os carros importados ilegalmente sejam destruídos para servirem de lição.

Nas Filipinas é preciso pagar uma taxa de 51% do valor do veículo no ato da importação. O dono desse McLaren 620R tentou passar a perna no governo alegando que o carro era um Porsche Cayman para pagar um valor menor. Porém o governo filipino está com uma política de tolerância zero para crimes fiscais.

Fotos: Escritório de Alfândega das Filipinas | Divulgação

8 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Dindin barato 27 de junho de 2021

Que falsifique. Mais, por q , se venderem mais barato e falsificaram igualzinho eu compro

Avatar
Marcos antonio de oliveira maia 26 de junho de 2021

A importação ilegal, inibe a industria do Pais

Avatar
Jefferon 26 de junho de 2021

Como se os políticos andassem certos são de bastante carater esses canalhas ja pagamos muitos impostos se não fosse tão caros as pessoas não tentava driblar a lei

Avatar
Magnus 26 de junho de 2021

Da pena de ver principalmente a McLaren e a 997,governo deveria leiloar como de praxe…porém,51% de taxa não é nada perto do que pagamos no Brasil,e o cara querer meter o louco declarando outro carro,tem q se ferrar mesmo…merece!!!

Avatar
André Gustavo Assing 26 de junho de 2021

Aqui no Brasil normalmente 60% do valor de um carro novo é imposto.

Avatar
Luiz 26 de junho de 2021

Isso nacional, Pra importação o valor passa do dobro, tem muitas taxas, papelada, não é tão simples.

Avatar
Zion 26 de junho de 2021

É só baixar os impostos. dilatadores agem assim. Ou é do jeito deles ou não é.

Avatar
Gilberto 25 de junho de 2021

Para se agir com inteligência, inteligência só não basta. É preciso calma, paciência, equilíbrio e humildade. E esse presidente filipino (como outros também), pelo visto, não tem essas qualidades. R$ 6 milhões de reais em patrimônio já confiscado, ou seja, dinheiro público, jogados no lixo.

Avatar
Deixe um comentário