Os 10 carros compactos que ficaram mais caros em 2021 (passaram dos R$ 100 mil!)

Levantamento da KBB traz lista com modelos que passaram dos R$ 100 mil e acumularam os maiores reajustes deste ano

passaram 100 mil
O maior reajuste foi o do Fiat Argo HGT (Montagem sobre fotos de divulgação)
Por Fernando Miragaya
09 de dezembro de 2021 18:03
Especial para o AutoPApo

O ritmo de reajustes dos carros continua acelerado e recentemente até mostramos aqui alguns modelos e versões de veículos compactos que já passaram dos cinco dígitos. A KBB Brasil também fez um levantamento para descobrir quais carros compactos ficaram superaram a barreira dos R$ 100 mil e chegou a uma relação com… 28 modelos!!!

A empresa pegou o Preço KBB dos carros compactos 0 km (média dos valores reais praticados na concessionária) de janeiro deste ano e comparou com o preço público sugerido pela marca em novembro. E chegou a quase três dezenas de modelos que já custam mais de R$ 100 mil – foram levadas em consideração as versões que ultrapassaram este teto.

VEJA TAMBÉM:

Teve carro que ficou R$ 31 mil mais caro em apenas 11 meses, mas este não foi só o automóvel que teve o maior reajuste em valor nominal, como também em percentual. Por isso, selecionamos os carros compactos que ficaram mais caros em 2021 pelo índice de aumento em % e com base no estudo da KBB Brasil.

1º Fiat Argo HGT

fiat argo hgt 2021
  • Preço em janeiro: R$ 74.990
  • Preço em novembro: R$ 106.540
  • Aumento: R$ 31.550
  • Reajuste: 42%

Curiosamente, o líder entre os carros compactos que ficaram mais caros em 2021 foi uma versão do Argo com um motor que deixará de existir. A topo de linha HGT vai se livrar do velho 1.8 E.torQ no ano que vem. Porém, foi a opção que mais valorizou na linha do hatch compacto da Fiat, com aumento de mais de R$ 31 mil, ou 42% em apenas 11 meses.

2º Volkswagen Voyage 1.6 AT

volkswagen voyage prata frente
A VW é famosa por fazer bons câmbios manuais, mas as opções estão ficando restritas (Foto: Volkswagen | Divulgação)
  • Preço em janeiro: R$ 73.500
  • Preço em novembro: R$ 101.720
  • Aumento: R$ 28.220
  • Reajuste: 38,3%

Aqui, um modelo que está em vias de ser descontinuado figura entre os carros compactos que ficaram mais caros em 2021. Detalhe que o preço do Voyage automático topo de linha em janeiro já era próximo do Virtus – sedã bem mais moderno, espaçoso e acabado, com o mesmo conjunto mecânico (que também está neste Top 10). Ao longo do ano, o veterano modelo conseguiu ficar mais caro que o companheiro de revenda!

3º Fiat Strada Endurance CD 1.4

fiat strada cd endurance
  • Preço em janeiro: R$ 77.418
  • Preço em novembro: R$ 103.240
  • Aumento: R$ 25.822
  • Reajuste: 33,3%

Mesmo com o motor mais velho da linha – o 1.4 Fire -, a Strada Endurance Cabine Dupla foi uma das opções que passou dos R$ 100 mil dentro da linha da picape mais vendida do país. O reajuste de janeiro a novembro chegou a mais de 33%.

4º Renault Duster Oroch Express

renault duster oroch express
  • Preço em janeiro: R$ 76.200
  • Preço em novembro: R$ 100.700
  • Aumento: R$ 24.500
  • Reajuste: 32,5%

Uma picape que está prestes a mudar, mas que já figura entre os carros compactos que ficaram mais caros em 2021. E olha que foi justamente a versão voltada para o trabalho do comercial leve da Renault que mais acumulou reajustes, e passou dos cinco dígitos na etiqueta. No ano que vem, a Oroch vai ganhar um pequeno face-lift e motor 1.3 turboflex na variante mais cara.

5º Volkswagen Virtus 1.6 AT

vw virtus msi
  • Preço em janeiro: R$ 76.650
  • Preço em novembro: R$ 100.290
  • Aumento: R$ 23.640
  • Reajuste: 30,8%

Como dito antes, o Virtus está mais barato que o veterano e condenado Voyage, com o mesmo motor 1.6 16V MSI e caixa autopmática de seis velocidades. Mesmo assim, foi uma das opções de entrada da linha do sedã que registrou o maior aumento, de mais de 30%, ao longo do ano de 2021.

6º Chevrolet Onix Premier II

novo onix premier 2020 vermelho de frente
  • Preço em janeiro: R$ 78.690
  • Preço em novembro: R$ 100.350
  • Aumento: R$ 21.660
  • Reajuste: 27,5%

O carro mais vendido do país nos últimos anos enfrentou problemas de produção em 2021, com a fábrica de Gravataí (RS) parada por mais de três meses devido à falta de semicondutores. Mesmo assim, o hatch teve reajustes consideráveis, em especial sua versão topo de linha Premier II, que passou dos R$ 100 mil.

7º Chevrolet Onix Plus Premier II

chevrolet onix premier 2021 cinza rodando em estrada 1
  • Preço em janeiro: R$ 82.390
  • Preço em novembro: R$ 103.520
  • Aumento: R$ 21.130
  • Reajuste: 25,6%

Assim como seu irmão hatch, o sedã compacto da General Motors também ficou bons meses sem ter um exemplar para vender na rede. E também foi uma de suas versões mais caras e completas do Onix Plus que anotou o maior índice de reajuste dentro da linha, de mais de 25%.

8º Nissan Versa Advance CVT

nissan versa 2021 versao advance 2 frente 45 prata
  • Preço em janeiro: R$ 83.490
  • Preço em novembro: R$ 103.490
  • Aumento: R$ 20.000
  • Reajuste: 23,9%

A nova geração do Versa foi lançada no ano passado e, importada do México, não resistiu às sucessivas altas do dólar e figura entre os carros compactos que ficaram mais caros em 2021. A versão intermediária Advance foi a que mais aumentou dentro da família do sedã e também superou a barreira dos R$ 100 mil.

9º Fiat Cronos HGT

fiat cronos 2021 hgt 1 8 vermelho rodando em cidade
Fiat Cronos HGT
  • Preço em janeiro: R$ 84.190
  • Preço em novembro: R$ 103.990
  • Aumento: R$ 19.800
  • Reajuste: 23,5%

A versão topo de linha do sedã com o mesmo motor do Argo HGT teve reajuste de preço bem menor que o hatch. Mesmo assim, os 23,5% de valorização em 11 meses fizeram com que esta variante do Cronos 1.8 também passasse dos R$ 100 mil.

10º VW Polo Comfortline 200 TSI

vw polo 200 tsi comfortline cinza traseira 1
  • Preço em janeiro: R$ 82.900
  • Preço em novembro: R$ 101.250
  • Aumento: R$ 18.350
  • Reajuste: 22,1%

O Polo fecha a lista de carros compactos que ficaram mais caros em 2021 em sua versão mais barata com motor turbo. Porém, o hatch passou dos R$ 100 mil depois de sofrer reajuste de mais de 22% de janeiro a novembro deste ano.

Os colegas da KBB Brasil falaram sobre esse aumento! Confira:

Outros carros que passaram as barreiras do R$ 100 mil

  • Chevrolet Tracker 1.0 MT: R$ 104.290 (17,7%)
  • Citroën C4 Cactus Live AT: R$ 105.590 (14,7%)
  • Hyundai HB20S Platinum Plus: R$ 101.990 (19,0%)
  • Hyundai Creta Action: R$ 100.990 (16,7%)
  • Fiat Strada Volcano: R$ 102.990 (5,3%)
  • Honda WR-V EX: R$ 100.700 (2,4%)
  • JAC T40 CVT Plus: R$ 106.990 (20,2%)
  • Jeep Renegade Spor:t R$ 109.990 (14,8%)
  • Nissan Kicks Sense: CVT R$ 111.290 (13,1%)
  • Peugeot 208 Allure: R$ 103.990 (14,2%)
  • Peugeot 2008 Allure Pack: R$ 110.990 (16,8%)
  • Renault Stepway Iconic: R$ 102.490 (20,5%)
  • Renault Duster Intense: R$ 111.390 (14,2%)
  • Toyota Yaris Hatch XS Connect: R$ 100.790 (19,9%)
  • Toyota Yaris Sedã XS Connect: R$ 103.590 (19,0%)
  • VW Saveiro Cross 1.6: R$ 113.250 (21,7%)
  • VW T-Cross Sense 200: TSI R$ 101.990 (10,8%)
  • VW Nivus Comfortline 200: TSI R$ 110.210 (11,4%)

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
10 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Ronald McDonald 15 de dezembro de 2021

O pior de tudo é que tem trouxa que compra.

Avatar
Sir.Alves 18 de dezembro de 2021

Tem quem compre.. fazer o que… se abrissem as importações independentes sem sobretaxa ABUSIVA… iria aumentar vertiginosamente a oferta de bons carros BEM mais em conta… a os preços dos nacionais seriam forçadamente diminuídos… mas há repórteres que são contra e gostam de pagar caro num 1.0 de 100.000,00 …. fazer o que…

Avatar
Polvo 13 de dezembro de 2021

Trocar de carro vai ser, cada vez mais, uma decisão emocional, pois fazer a manutenção do carro usado fica muito mais barato do que investir rios de dinheiro para comprar um carro novo. Faz mais sentido ter um carro barato para a cidade e, quando necessário, como uma longa viagem por exemplo, alugar um carro por alguns dias.

Avatar
Sir.Alves 18 de dezembro de 2021

Pois é amigo, e não isso… já imaginou pagar 4.000,00 só de IPVA em um carro popular de 100.000,00? Imagina o seguro obrigatório + taxas? Lascou… quem estão gostando são os desGovernadores dos estados, é ICMS + IPVA enchendo os cofres e eles CALADINHOS nadando na verba que SOME da mesma forma que entra…

Avatar
cleriston rabelo dos santos 10 de dezembro de 2021

VW Saveiro Cross 1.6: R$ 113.250

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Como a VW é ridicula.

Avatar
Zé das couves 10 de dezembro de 2021

Esqueceram de mencionar o Suzuki Jimny que saiu dos 70mil reais para quase 110mil reais nesse ano.

Avatar
Sir.Alves 10 de dezembro de 2021

Estou feliz com o Linea 2015… trocar por algo inferior em espaço e acabamento e motor por 100mil? KKKKKKKKK nunca! Essa bolha de preços vai estourar em um momento… não se vai estourar… é quando… não tem sentido, carro popular por 100k…

Avatar
Paulo 10 de dezembro de 2021

Carro popular entrará em extinção nos próximos anos. Para as montadoras não é interessante, são veículos com menor valor agregado. A mídia já a algum tempo vem sinalizando o fim desses carros.

Avatar
Santiago 10 de dezembro de 2021

Na verdade as montadoras descobriram que, aqui no Brasil, basta inventar uma “tendência”, que não faltarão consumidores dispostos a pagar valores superfaturados pra poderem “andar na moda”.
Agora as montadoras não querem “apenas” bons lucros, agora elas querem lucros estratosféricos.

Avatar
Santiago 9 de dezembro de 2021

Definitivamente chutaram o balde!
Se você conseguiu comprar um bom veículo 0 km, na faixa de 50-60 mil, até meados de 2020, abrace-o e seja feliz com ele.

Avatar
Deixe um comentário