10 carros híbridos usados que podem valer a pena

Quer entrar na vanguarda com um carro que misture motor a combustão e elétrico? Nós separamos dicas de seminovos para você

Por Fernando Miragaya 28/10/20 às 16h23
Especial para o AutoPapo
Ford Fusion Hybrid 2017
Ford Fusion Hybrid (Foto: Ford | Divulgação)

Carros híbridos são uma realidade recente no Brasil. O primeiro foi o Fusion – de primeira geração, em 2010. Mas só na segunda metade da década é que começaram a surgir mais opções de modelos que combinam motores a combustão e elétricos. Aqui, separamos alguns exemplares seminovos.

Apesar do uso, muitos continuam caros, mas há opções abaixo dos R$ 90 mil. Todos ainda estão com a garantia da bateria em dia (geralmente, são oito anos de cobertura).

Importante frisar que destacamos um modelo por marca e consideramos apenas os veículos híbridos e plug-in. Ou seja, ficaram de fora os chamados híbridos leves, onde os motores elétricos geralmente funcionam como uma espécie de “gerador” para situações específicas de condução.

VEJA TAMBÉM:

Toyota Prius

toyota prius
O Prius pode rodar só no modo elétrico até 50 km/h
  • Ano: 2017
  • Preços: entre R$ 74 mil e R$ 81 mil
  • Motores: 1.8 16V a gasolina e 98 cv e 14,2 kgfm; elétrico de 72 cv e 16,6 mkgf; potência combinada de 123 cv
  • Câmbio: automático do tipo CVT
  • Consumo: 18,9 km/l (urbano) e 17,0 km/l (rodoviário)

Considerado o carro híbrido mais popular do mundo, o Prius traz a confiabilidade e reputação da marca japonesa. O carro híbrido da Toyota pode rodar só no modo elétrico até 50 km/h e oferece quatro opções de condução: Normal, Eco, Power e EV (para manobras).

Os modelos ano 2017 já são o da quarta geração do hatch – a segunda à venda no Brasil – e ainda estão no fim de garantia.

Como é dirigir um carro híbrido? O Boris explica:

Ford Fusion Hybrid

Ford Fusion Hybrid 2017
Indicamos os Fusion híbridos 2016, já de segunda geração e com as baterias na garantia.
  • Ano: 2016
  • Preços: entre R$ 82 mil e R$ 92 mil
  • Motores: 2.0 16V a gasolina de 143 cv e 17,8 kgfm; elétrico de 120 cv e 18 kgfm; potência combinada de 190 cv
  • Câmbio: automático do tipo CVT
  • Consumo: 16,8 km/l (urbano) e 15,1 km/l (rodoviário)

O Fusion foi o primeiro carro híbrido vendido no Brasil, ainda na primeira geração, em 2010 – como linha 2011. Mas indicamos os 2016, já de segunda geração e com as baterias na garantia.

Além do espaço generoso na cabine, o sedã médio-grande importado do México tem a configuração híbrida como a topo de linha Titanium, com mimos como bancos refrigerados e cintos de segurança infláveis. Só atenção que as baterias fazem o porta-malas ter apenas 392 litros – contra 512 das demais configurações.

BMW 530e M Sport

bmw serie 5 hibrido 530e m sport 2
A bateria do carro híbrido da BMW precisa de duas horas para carregar completamente
  • Ano: 2018/19
  • Preços: entre R$ 270 mil e R$ 290 mil
  • Motores: 2.0 16V turbo a gasolina de 184 cv e 29,6 kgfm; elétrico de 113 cv e 25,5 kgfm; potência combinada de 252 cv
  • Câmbio: automático de oito marchas
  • Consumo: N/I

A versão híbrida plug-in do Série 5 tem preço salgado, mas carrega todo o requinte e esportividade da BMW de um modo, digamos, mais politicamente correto.

A bateria do carro híbrido da BMW precisa de duas horas para carregar completamente e a autonomia em condução puramente elétrica é de 46 km. O modelo ainda tem equipamentos de condução semiautônoma e detalhes no design da linha M.

Lexus CT 200h

Lexus CT 200h F SPORT 2016
Lexus é a divisão de luxo da Toyota
  • Ano: 2015
  • Preços: entre R$ 73 mil e R$ 85 mil
  • Motores: 1.8 16V a gasolina de 99 cv e 14,5 kgfm; elétrico de 82 cv e 21 kgfm; potência combinada de 136 cv
  • Câmbio: automático do tipo CVT
  • Consumo: 15,7 km/l (urbano) e 14,2 km/l (rodoviário)

Este é o carro híbrido mais barato da divisão de luxo da Toyota no país. E assim como no Prius, são quatro os modos de condução, mas o acabamento interno do Lexus é mais caprichado. Porém, o carro é mais compacto e não tem o mesmo consumo do parente híbrido.

Volvo XC60 T8 R-Design

Volvo XC60 T8 R-Design
O SUV vem com tração integral, 407 cv de potência total, baixo consumo de combustível e nível de equipamentos alto
  • Ano: 2018/19
  • Preços: entre R$ 260 mil e R$ 290 mil
  • Motores: 2.0 16V turbo a gasolina de 320 cv e 40,8 kgfm; elétrico de 87 cv e 24,5 kgfm; potência combinada de 407 cv
  • Câmbio: automático de oito marchas
  • Consumo: 19,0 km/l (urbano) e 20,0 km/l (rodoviário)

Outro exemplar caro da lista de carros híbridos usados, mas que justifica o preço. O SUV vem com tração integral, 407 cv de potência total, baixo consumo de combustível e nível de equipamentos alto.

Entre os itens, alavanca de câmbio de cristal Orrefors, central multimídia com tela de 12,3” e som Harman-Kardon. O híbrido plug-in tem cinco modos de condução: Hybrid, Pure, AWD, Individual e Power, precisa de 2h30 a 6h para carregar as baterias e consegue autonomia de até 40 km apenas na eletricidade.

Mini Countryman E

mini countryman
Mini híbrido faz de 0 a 100 km/h em menos 7 s
  • Ano: 2018/19
  • Preços: entre R$ 180 mil e R$ 192 mil
  • Motores: 1.5 12V turbo a gasolina de 136 cv e 22,4 kgfm; elétrico de 88 cv e 16,4 kgfm; potência combinada de 224 cv
  • Câmbio: automático de seis marchas
  • Consumo: N/I

O mais bombado dos Mini também pode ser um carro híbrido plug-in, com tração integral e bastante disposição – 0 a 100 km/h em 6,8 s, segundo a marca. Precisa de duas horas para recarregar as baterias e promete alcance de 40 km no modo puramente elétrico.

Tem carregamento de celular por indução, head-up display, amortecedores com ajuste eletrônico e tampa do porta-malas com abertura motorizada.

Toyota Corolla

toyota corolla 2020 altis hibrido 14
O Corolla híbrido tem consumo urbano declarado de 16,3 km/l
  • Ano: 2019/20
  • Preços: entre R$ 121 mil e R$ 139 mil
  • Motores: 1.8 16V flex de 101/98 cv e 14,5 kgfm; dois elétricos que somam 72 cv e 16,6 kgfm; potência combinada de 122 cv
  • Câmbio: automático do tipo CVT
  • Consumo: 10,9 km/l (urbano) e 9,9 km/l (rodoviário) com etanol; 16,3 km/l (urbano) e 14,5 km/l (rodoviário), com gasolina

O Corolla ganhou nova geração em setembro de 2019 com a banca de trazer o primeiro carro híbrido flex do mundo. O carro híbrido da Toyota se destaca pelo conforto a bordo e ainda se vale da reputação da marca – e da linha.

As versões híbridas do sedã médio mais vendido do país são equipadas com sistemas de assistência ao motorista, como alerta de colisão frontal, frenagem autônoma de emergência e monitoramento de faixa.

Mitsubishi Outlander PHEV

mitsubishi outlander phev
SUV só ficou dois anos no mercado
  • Ano: 2015
  • Preços: entre R$ 136 mil e R$ 140 mil
  • Motores: 2.0 16V a gasolina de 121 cv e 19,4 kgfm; dois elétricos de 82 cv (cada) e 14,0 (dianteiro) e 19,9 (traseiro) kgfm; potência combinada de 285 cv
  • Câmbio: automático do tipo CVT
  • Consumo: N/I

O Outlander plug-in durou apenas dois anos no mercado, mas é uma opção para quem quer um SUV robusto e híbrido. Com tração integral sob demanda, pode rodar até 120 km/h e acena com autonomia de até 52 km apenas com o motor elétrico.

O tempo de recarga é de cinco horas em uma tomada 220V convencional. Também vinha com itens semiautônomos, como alerta de mudança de faixa e frenagem automática de emergência.

Porsche Panamera 4-E Hybrid

panamera 4 e hybrid 4 e
O Porsche Panamera 4 E-Hybrid é o primeiro carro híbrido da marca no Brasil e começou a ser vendido em dezembro de 2017
  • Ano: 2018
  • Preços: entre R$ 550 mil e R$ 580 mil
  • Motores: 2.9 24V biturbo a gasolina de 330 cv e 45,9 kgfm; elétrico de 136 cv (cada) e 45,9 kgfm; potência combinada de 462 cv
  • Câmbio: automatizado de dupla embreagem e oito marchas
  • Consumo: 25,7 km/l (urbano) e 17,8 km/l (rodoviário)

Aqui o papo ficou sério… e caro. O Panamera mantém a pegada esportiva de qualquer Porsche, mesmo em sua versão híbrida plug-in (ainda bem!). O 0 a 100 km/h é feito em 4,6 segundos e o cupê de quatro portas com tração integral consegue rodar até 50 km só com o motor elétrico.

Para recarregar, leva de quatro a oito horas, conforme a tomada.

Fotos: Divulgação

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário