Veja os 10 carros que passam mais tempo anunciados

Levantamento da Mobiauto revela quais são os modelos que mais “mofam” no site de classificados de venda de veículos

homem esperando resposta anuncio carro entediado portal
Ranking baseia-se em levantamento da Mobiauto (Arte: Ernani Abrahão | AutoPapo)
Por AutoPapo
14 de março de 2022 18:40

Vender um veículo hoje é bem mais prático. Existe vasta oferta de carros seminovos e usados anunciados em sites de classificados, como o da Mobiauto. Obviamente que a era online pode fazer com que o processo de negociação de um veículo seja mais rápido, mas isso depende do modelo…

VEJA TAMBÉM:

Os 10 carros que passam mais tempo anunciados

A Mobiauto fez um levantamento dos carros que passam mais tempo anunciados. Ou seja, são aqueles automóveis e comerciais leves que demoram mais a serem vendidos no portal especializado na compra e venda de veículos. Confira quais são eles e quanto tempo ficaram expostos no site, em média de dias.

1. Mercedes-Benz SLK – 23,05 dias

mercedes benz slk 200 kompressor 7 easy resize.com
  • Anos: de 1996 a 2016

O charmoso roadster premium é um carro de nicho, mas mesmo assim passa um tempo extenso anunciado. Em média, o SLK ficou 23 dias com a oferta publicada até ser vendido. O conversível de dois lugares foi importado por quase 20 anos, teve três gerações por aqui  e ainda ganhou motores turbinados modernos no fim de vida.

2. Hyundai HR – 22,51 dias

hyundai hr branco lateral sem implemento
O HR é o utilitário com maior valor de revenda do país
  • Anos: desde 2010

O caminhãozinho que inaugurou a linha de montagem da Caoa em Anápolis (GO) é bom de vendas quando 0 km, mas na parte de usados não reflete tal liquidez. O HR leva mais de 22 dias para ser vendido como veículo de segunda mão. Desde o lançamento, o comercial leve se destaca pelo rodado simples de eixo traseiro e por aceitar motorista com categoria B na CNH.

3. Caoa Chery Tiggo 3x – 20,56 dias

caoa chery tiggo 3x na pista teste 1
  • Anos: desde 2021

Nem bem chegou e o novo SUV da marca sino-brasileira já está entre os carros que passam mais tempo anunciados. São pouco mais de 20 dias de média até ele ser negociado. Espécie de evolução do Tiggo 2 (que continua em linha), o Tiggo 3x estreou em junho de 2021 com motor turbo de até 102 cv e desenho mais aventureiro.

4. Citroën Jumpy – 20,14 dias

citroen e jumpy branco dianteira em garagem fecahda
  • Anos: desde 2017

Outro comercial leve que leva mais de 20 dias anunciado na Mobiauto é o Jumpy. A linha montada no Uruguai, e composta de van, furgão, miniônibus e chassi-cabine usa plataforma modular do C4 Picasso e motor 1.6 HDi turbodiesel de 115 cv, e demora bem mais tempo para ser vendida que o irmão gêmeo Peugeot Expert.

5. Volkswagen Jetta Variant – 19,77 dias

volkswagen jetta variant 2007 2010
  • Anos: 2008 a 2013

Uma das derradeiras e mais legais station-wagons do mercado brasileiro também demora a ser vendida, segundo a Mobiauto. A Jetta Variant, importada do México para cá em sua quinta geração, durou apenas cinco anos no mercado. Usou sempre o motor 2.5 de cinco cilindros com caixa automática Tiptronic.

6. Porsche Macan – 19,28 dias

porsche macan 2019 frente
  • Anos: desde 2014

Vender um carro de luxo usado não é fácil, imagine o menor SUV da Porsche. Diante desta proposta bastante segmentada, nem impressiona que o Macan leve 19 dias, em média, sendo anunciado. O modelo veio para cá com motores de 237 cv, 340 cv e 400 cv e já passou por duas reestilizações nestes quase oito anos.

7. Audi A4 Avant – 18,95 dias

audi a4 avant 2020
Static photo, Color:Terra gray
  • Anos: 1995 a 2019

As peruas estão em extinção e isso acaba por valorizar as espécies raras no mercado de usados e seminovos. Ainda mais de uma marca premium. A Audi A4 Avant acompanhou o sedã médio da marca alemã desde 1995, teve mais três gerações por aqui, mas parou de ser trazida em 2019. Uma pena. As últimas eram equipadas com motores 1.8 e 20.0 TFSI.

8. Ford F-250 – 18,86 dias

ford f 250 1999 nacional vermelha frente
  • Anos: 1999 a 2011

Aqui dá para entender um pouco porque o modelo da Ford está entre os carros que passam mais tempo anunciados. A picapona produzida no Brasil por 14 anos para suceder a F1000, além de gigante – daquelas que ocupam mais de uma vaga no shopping -, exige carteira de habilitação categoria C. Teve motores Ford, MWM e terminou com o Cummins 3.9 turbodiesel de quatro cilindros e 204 cv.

9. Mercedes-Benz Sprinter – 18,63 dias

sprinter mercedes benz 2020
  • Anos: desde 1997

Com três gerações importadas da Argentina para o Brasil, a Sprinter sempre foi vista como “outro patamar” no segmento de comerciais leves. Isso talvez explique porque está entre os carros que levam mais tempo anunciados na Mobiauto. Disponível em versão para passageiros, carga, “executiva” e chassi-cabine, é equipada com motor  2.2 biturbo de 143 cv ou 163 cv.

10. Land Rover Freelander – 18,61 dias

land rover freelander 2 sd4 preto de frente em movimento
  • Anos: de 1997 a 2014

O então menor SUV da Land Rover foi o carro-chefe da marca britânica por aqui. Mas só a segunda geração fez diferença, já que pouca gente lembra da primeira – quando a montadora ainda pertencia à BMW. O Freelander 2 já estava sob a tutela da Ford, teve motor 3.2 litros de seis cilindros do Volvo S80 e ainda se despediu com um conjunto turbodiesel. Mesmo assim, está entre os carros que passam mais tempo anunciados.

Comprou um carro usado e foi enganado? Faça valer seus direitos! Assista ao vídeo com as dicas do Boris Feldman!

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Marcelo 17 de março de 2022

Eu tenho uma SLK 200 2009, é a segunda SLK 200 que eu tenho, pois a 2 anos comprei uma 2007, nem consegui curtir o carro direito, em um clube que eu frequento todos os sábados tinha 3 amigos que bateram o olho e me fizeram propostas sem estar a venda, como uma das propostas era muito superior ao valor que eu havia pago, e já tinha outra em vista acabei vendendo, quando voltei ao clube já quiseram comprar novamente, ai falei, dessa vez não pessoal, deixa eu curtir o carro pelo menos uns 3 anos, carro com estilo esportivo, conversível que ninguém diz que é conversível quando a capota esta fechada é fácil de vender e depois de um certo tempo não desvaloriza mais, o preço é baseado na conservação do veiculo

Avatar
Leonardo 16 de março de 2022

Mercedes ml 63 passa mais de dois anos anunciado

Avatar
FELIPE 15 de março de 2022

Apesar de terem incluído veículos comerciais na lista, não altera muito a percepção: são todos “moscas brancas” (no sentido depreciativo) aliados à provável tentativa dos donos, de surfar na onda de valorização dos usados…

Avatar
Jo 15 de março de 2022

Tudo acaba sendo questão de preço. É só baixar que vende rápido. Desapega amigão kkkkk

Avatar
Chery Jamais 15 de março de 2022

Meu melhor amigo está com um Tiggo 5x tentando vender a quase 6 meses no Webmotors e nada ainda sequer de ser negociado…
Preço abaixo da tabela Fipe em torno de 10%. Na concessionária Chery ofereceram pra ele na troca por um novo com desvalorização de 27% da tabela Fipe o que o fez não aceitar…
Infelizmente o povo não é bobo e esses carros por mais marketing que tenham são péssimos na revenda. Eu até pensei um dia em ter um, mas os problemas de acabamento (materiais bonitos, porém de qualidade duvidosa) e a revenda muito ruim me fizeram desistir de ter um. Paguei no meu Compass o mesmo preço do Tiggo 5x e ninguém fala que tenho um carro Xing Ling como meu amigo…

Avatar
Deixe um comentário