Saíram de linha? Não: esses 7 carros ainda são vendidos 0 km (só que ninguém lembra deles)

Alguns tiveram dias de glória mas ficaram obsoletos, já outros nunca chegaram a cair no gosto do consumidor: todos, porém, são só figurantes no mercado

Por Alexandre Carneiro 27/09/20 às 09h05
novo citroen c4 lounge 08
Citroën C4 Lounge (Citroën | Divulgação)

Existem carros tão apagados que fazem algumas pensarem que nem é mais possível comprá-los novos, “0 km”. Alguns já tiveram boa aceitação, mas ficaram obsoletos. Outros nunca caíram no gosto do consumidor e, a cada ano que passa, tornam-se cada vez menos lembrados. Mas o caso é que todos eles permanecem no mercado.

VEJA TAMBÉM:

O AutoPapo enumerou 7 modelos que andam esquecidos. Apesar da falta de compradores, todos esses carros podem, ao menos em tese, ser adquiridos 0 km. Confira o listão!

Carros 0 km esquecidos pelos consumidores

1. Nissan Sentra

Sentra SL Frente 3 4
(Nissan/Divulgação)

O Nissan Sentra está numa espécie de entressafra: a nova geração já foi lançada no exterior, mas a chegada ao Brasil atrasou devido à pandemia. Enquanto o lançamento não ocorre, as importações estão suspensas, uma vez que a fábrica que fornece o sedã ao mercado nacional, em Aguascalientes, no México, já produz o modelo atualizado.

Apesar disso, o atual Sentra permanece no site comercial da Nissan, com preços entre R$ 87.990 e R$ 108.990. Toda a linha é equipada com câmbio automático CVT e motor 2.0 de 140 cv de potência. A expectativa é que a nova geração desembarque no país em meados do ano que vem.

2. Citroën C4 Lounge

novo citroen c4 lounge 08

Em fim de carreira, o Citroën C4 Lounge agoniza no mercado brasileiro. Porém, ainda está vivo e segue figurando no portfólio de carros 0 km da marca francesa. O futuro do modelo, contudo, é nebuloso: ele, inclusive, não deverá ter sucessor direto quando for descontinuado.

Enquanto o fim da linha não chega, o C4 Lounge é disponibilizado em duas versões: Shine, por R$ 103.990, e na série especial 100 Anos, por R$ 107.490. O detalhe é que a primeira ainda faz parte da linha 2019 (a segunda já é 2020). Ambas são equipadas com câmbio automático de seis marchas e com o potente motor 1.6 turbo (THP) de 173 cv.

3. Renault Oroch

duster oroch bva 005
Renault Duster Oroch (Foto Renault | Divulgação)

Primeira das picapes intermediárias do mercado brasileiro, a Oroch foi lançada em setembro de 2015, cerca de 5 meses antes da Fiat Toro, sua única concorrente direta. Porém, o pioneirismo não foi capaz de fazê-la cair nas graças do consumidor. Ao contrário da rival, que logo alcançou sucesso comercial, as vendas caminhonete da Renault nunca decolaram.

A Oroch ficou ainda mais apagada após a chegada da nova geração do Duster, pois não acompanhou a evolução do SUV do qual é derivada. De qualquer modo, a picape segue com uma gama até diversificada, com motores 1.6 de 120 cv ou 2.0 de 148 cv. Os preços da linha 2021 vão de R$ 71.990 a R$ 88.490.

4. Fiat Grand Siena

fiat grand siena 2020 reduzido 01

Outro sedã em fim de carreira é o Grand Siena. O modelo sobreviveu à morte do Palio, em 2018, do qual é derivado, mas está com os dias contados. A obrigatoriedade por lei dos do sistema de controle de estabilidade, que passará a vigorar em janeiro de 2022, será uma barreira intransponível para ele. As vendas, aliás, já vêm em constante declínio nos últimos anos.

Ex-líder do segmento de sedãs compactos, o Siena há muito está ofuscado por concorrentes mais jovens. A própria Fiat comercializa dois carros 0 km nessa categoria: a outra opção é o Cronos, que acabou canibalizando o mercado do “irmão”. Apesar disso, o modelo ainda tem duas opções de motorização: 1.0 de 75 cv e 1.4 de 88 cv. Os preços vão de R$ 51.290 a R$ 57.490.

5. Hyundai ix35

hyundai ix35: Listamos os SUVs sem controle de estabilidade que ainda são vendidos - o equipamento de segurança se tornará obrigatório em breve!
Hyundai ix35 de entrada (Divulgação)

Quando o New Tucson, sucessor do ix35 em todo o planeta, foi lançado no Brasil, em 2016, a Hyundai informou que o modelo mais antigo permaneceria no mercado devido à alta demanda. Assim, o SUV continuou sendo montado em Anápolis (GO) pela Caoa.

Ocorre que, de lá pra cá as vendas minguaram: atualmente, o ix35 sequer aparece na listagem dos 50 carros 0 km mais emplacados do país, divulgada pela Fenabrave. Apesar disso, ele permanece à venda em duas versões, com valores entre R$ 101.990 e R$ 117.200. Ambas têm motor 2.0 de até 167 cv e câmbio automático de seis velocidades.

6. Mitsubishi ASX

ASX

É verdade que o Mitsubishi ASX teve dias de glória. Quando chegou ao Brasil, em 2010, o SUV ainda era novidade mundial e vendeu bem nos anos seguintes. Todavia, o tempo passou, novos concorrentes vieram e o modelo pouco mudou. Hoje, assim como o Hyundai ix35, ele nem aparece no ranking de emplacamentos de carros 0 km.

No último mês de julho, a Mitsubishi reestilizou a dianteira do SUV e passou a chamá-lo de Outlander Sport. Essa ação serviu para diferenciá-lo do ASX convencional, que segue em produção como produto de entrada, sem a “plástica facial”. O modelo é vendido em versão única por R$ 112.990, com motor 2.0 de até 170 cv e câmbio CVT.

7. Chevrolet Trailblazer

chevrolet trailblazer 2021 3 1

Com veículos como Amazona e Veraneio, a Chevrolet atua no segmento de SUVs desde que instalou-se no país. Aproveitando-se dessa tradição e da menor competitividade do mercado de algumas décadas atrás, a antiga Blazer teve grande aceitação. A sucessora Traiblazer, porém, nunca repetiu esse sucesso.

Já passaram-se 7 anos desde o lançamento, em 2013, mas o modelo sempre foi coadjuvante. Devido à baixa demanda, o motor 3.6 V6 a gasolina saiu do catálogo. De qualquer modo, o Trailblazer chegou à linha 2021 com as mesmas atualizações da S10. A versão Premier, única disponível, com motor 2.8 turbodiesel de 200 cv, tração 4×4 e câmbio automático de seis marchas, custa R$ 269.850.

Fotos: Divulgação

23 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Joelson Dantas 1 de outubro de 2020

As marcas francesas ( Renault, Peugeot e Citroen ) sempre foram uma negação em nosso mercado. Qto a Ford, sem dúvidas eh uma boa marca, mas há muito tempo eu perdi o respeito por ela pois os carros da Ford em geral são muito problemáticos, dão muito defeito. Meus 3 primeiros carros foram 3 Escort e eu não gosto nem de lembrar daquelas porcarias. Nunca tive carros que quebrassem tanto qto os Escort. Depois daquelas 3 porcarias eu nunca mais quis saber de carro da Ford. Mas pra mim as marcas francesas são ainda piores. E qto as marcas chinesas, essas são tão ruins que eh melhor nem falar. Sai simplesmente terríveis

Avatar
Então Tah 1 de outubro de 2020

Soh não entendi o motivo de vc ter tido TRÊS escorts, mesmo vendo que o primeiro vc já havia considerado uma porcaria…
outra coisa…. o tempo passou… todo o mercado TODO evoluiu… e nada é como antes… e vc preso às coisas do passado, qualificando a ford com base no escort até hj…

Avatar
William 12 de outubro de 2020

Amigo
Carros da CITROËN e Renault são bons sim, robustos e duráveis.
O que “mata ” eh a nossa cultura de carros pé dei e que acham que são verdadeiras máquinas… Cultura de pais de terceiro mundo.
Carros da Ford tenho “medo” de passar perto pq podem quebrar o câmbio ou ferver rs Prefiro um chinês do que um Ford….. Ford pra mim eh só a Ranger….

Avatar
Lincoln Andriatto 24 de novembro de 2020

Eu tive Escort e quebrou muito, mas tenho c4 hatch peguei zero e cuidei bem dele , é um excelente carro, não tiver coragem de trocar, receio de pegar um carro que não vá gostar
tanto esse, custo e benefício ótimo.

Avatar
Alexsander Zanotti 6 de dezembro de 2020

Eu tive vários carros. Tive Volkswagen, Fiat, GM, Citröen, Ford, Citroen e Citroen novamente. O Volkswagen comprei usado e aprendi dirigir com ele, foi ótimo!!! Tive Fiat e fui muito feliz com o veículo. Comprei um Xsara VTS ano 2000 em 2006 e foi a minha primeira experiência vitóriosa com a marca francesa. O carro é tão emblemático e maravilhoso que tenho ele até hoje. Em 2010, comprei um Astra zero. Fiquei muito decepcionado que um veículo considerado top de linha não tivesse os recursos que meu carro francês do ano 2000 possuía. Vendi e comprei um Ford Fusion e fiquei com ele muito tempo. Muitíssimo satisfeito, foi o carro mais seguro que já dirigi. Vendi e comprei um C4 Lounge, fiquei com ele quatro lindos anos. Vendi e comprei outro C4 Lounge zero. Provavelmente continuarei comprando a marca francesa. Todas as marcas que citei são boas. Mas por experiência de dirigibilidade, tecnologia, recursos e segurança vou continuar na Citröen. Acredito que sua experiência foi com veículos com passado duvidosos, pois meus carros não quebram! Boa sorte na sua próxima compra e com sinceridade viva uma experiência completa antes de repetir por repetir só para dizer alguma coisa.

Avatar
Lissandra 9 de fevereiro de 2021

Eu tive um Ford Focus e era um esperáculo. Rive um Renault Mégane e era excelente, tenho um C4 Lounge Citroen que é fera na estrada, além de yna Sportage da Kia e um Cerato que também eram excelentes carros, ou seja, vai do gosto e oara quem não se preocupa com valor de mercado…Fomos muuuuito felizes com todos eles. Tibemos um Volkswagen,que fundiu o motor com 20.000 km…

Avatar
Joelson Dantas 1 de outubro de 2020

Eh por tudo isso que eu digo que marca de carro pra mim eh VW e Chevrolet, embora até essas marcas dêem suas mancadas de vez em quando

Avatar
Joelson Dantas 1 de outubro de 2020

Eu discordo totalmente desse rapaz, Fernando, qdo o mesmo diz que o Fox deveria ver citado nessa lista. Pois embora o Fox não esteja entre os carros mais vendidos ele ainda eh um carro excelente. Tanto eh que meu carro atual eh um Fox 1.6 ano 2019 e eu o considero um carro espetacular. Muito bom mesmo

Avatar
Jalim Rabey 2 de outubro de 2020

Leia novamente o texto até entender…..

Avatar
Ronaldo Mazzaro 28 de setembro de 2020

Faltou o Lancer.

Avatar
Leandro 28 de setembro de 2020

Mas o Lancer saiu de linha… Só tinha no Brasil ainda e agora nem isso mais…

Avatar
Fernando B 27 de setembro de 2020

Faltou citar o Fox

Avatar
Gabriel 28 de setembro de 2020

O Fox ainda figura na lista dos 30 mais vendidos, e tem boa revenda.. diferente dos da matéria..

Avatar
Carlos 27 de setembro de 2020

A alma do negócio é vendas! Como pode a direção de uma empresa não detectar que sua equipe esta sendo incompetente!
De novo falando da Renault, atualizou a Duster e deixou a Oroch de fora, era só ter pelo menos mudado a frente a deixando igual a Duster que já venderia o dobro!! Parece que não quer vender!
Parece tão óbvio pra mim o que a Fiat faz!

Avatar
Carlos 27 de setembro de 2020

A GM esta amargando a perda da primeira posição do onix para a Fiat strada porque subestimou o seguimento de picapes pequenas abandonando a montana que esta ultrapassada e sem novidades!!!
A Renault não teve nenhuma criatividade com a Oroch e o resultado é que a Toro a engoliu desde de o começo!!
Portanto só resta dar os parabéns a equipe da Fiat!
Gostaria de fazer uma visita a fábrica da Fiat e dar os parabéns pessoalmente a equipe da Fiat.
Olha que já critiquei a Fiat, nunca tive carro da marca mas me conquistaram pela competência, tanto que encomendei uma strada e estou esperando chegar!

Avatar
Gabriel 28 de setembro de 2020

Realmente estao ligados no mercado Carlos. Mas faltam os motores turbo. O dia que vc dirigir um carro que use o 1.8 16v etorq sem variação no comando, vai ficar com raiva da marca.

Avatar
Joelson Dantas 1 de outubro de 2020

Fiat eh uma droga. Já tive um Palio Fire e achei o carro simplesmente péssimo. Nota zero pro motor Fire 1.0. Totalmente sem força e altamente beberrão. Atualmente o único carro da Fiat que realmente vende bem eh a nova Strada. De qualquer forma eu continuo não gostando da Fiat

Avatar
Joelson Dantas 1 de outubro de 2020

Fiat eh uma droga. Já tive um Palio Fire e achei o carro simplesmente péssimo. Nota zero pro motor Fire 1.0. Totalmente sem força e altamente beberrão. Atualmente o único carro da Fiat que realmente vende bem eh a nova Strada. De qualquer forma eu continuo não gostando da Fiat

Avatar
Jalim Rabey 2 de outubro de 2020

O Fox que é top!!

Avatar
OSMANE DAMIANSE ALMEIDA 27 de setembro de 2020

A Citroen faz questão de estar fora do planejamento dos brasileiros, fez tudo pra isso e hj a estrela do Showroom e o C4 cactus com motor 1.6 que de tão esquisito ta foi descontinuado na Europa e esperam que que o brasileiro adore essa marca que se perdeu no mercado Brasileiro, continua o C3 antigo, tiraram o parabrisa Zenit que dava um ar de exclusividade. C4 lounge começou com um pós venda horrivel, problemas crônicos e pouca explicação da marca com seus clientes!!! Depois de tanto tiro errado brasileiro detesta Citroen e Peugeot!!! A marca ta viva ainda? Vendendo Aircross que pelo amor de Deus.

Avatar
Antonino 27 de setembro de 2020

A Ford tá no mesmo caminho. Insistiu no câmbio automatizado problemático e agora só vendo a Ranger praticamente..

Avatar
Giovani Tagliari 27 de setembro de 2020

Agora a Ford está tentando vender a Ford Territory que é um carro chinês com o símbolo da Ford…
Por 180 mil, palhaçada…

Avatar
César azambuja 6 de março de 2021

Muitos se enganam, tiramos zero um Aircross exclusive em 2011, e já faz 2 anos que tentamos trocar, de uso da minha esposa, todos concorrentes, os SUVs muito plástico e fracos, sem falar nos ar condicionados com botão azul/ vermelho de carro 1.0 básico. Manutenção Zero. Fala mal quem não teve um Citroen.

Avatar
Deixe um comentário