Saíram de linha? Não: esses 7 carros ainda são vendidos 0 km (só que ninguém lembra deles)

Alguns tiveram dias de glória mas ficaram obsoletos, já outros nunca chegaram a cair no gosto do consumidor: todos, porém, são só figurantes no mercado

Por Alexandre Carneiro 27/09/20 às 09h05

Existem carros tão apagados que fazem algumas pensarem que nem é mais possível comprá-los novos, “0 km”. Alguns já tiveram boa aceitação, mas ficaram obsoletos. Outros nunca caíram no gosto do consumidor e, a cada ano que passa, tornam-se cada vez menos lembrados. Mas o caso é que todos eles permanecem no mercado.

VEJA TAMBÉM:

O AutoPapo enumerou 7 modelos que andam esquecidos. Apesar da falta de compradores, todos esses carros podem, ao menos em tese, ser adquiridos 0 km. Confira o listão!

Carros 0 km esquecidos pelos consumidores

1. Nissan Sentra

Sentra SL Frente 3 4
(Nissan/Divulgação)

O Nissan Sentra está numa espécie de entressafra: a nova geração já foi lançada no exterior, mas a chegada ao Brasil atrasou devido à pandemia. Enquanto o lançamento não ocorre, as importações estão suspensas, uma vez que a fábrica que fornece o sedã ao mercado nacional, em Aguascalientes, no México, já produz o modelo atualizado.

Apesar disso, o atual Sentra permanece no site comercial da Nissan, com preços entre R$ 87.990 e R$ 108.990. Toda a linha é equipada com câmbio automático CVT e motor 2.0 de 140 cv de potência. A expectativa é que a nova geração desembarque no país em meados do ano que vem.

2. Citroën C4 Lounge

novo citroen c4 lounge 08

Em fim de carreira, o Citroën C4 Lounge agoniza no mercado brasileiro. Porém, ainda está vivo e segue figurando no portfólio de carros 0 km da marca francesa. O futuro do modelo, contudo, é nebuloso: ele, inclusive, não deverá ter sucessor direto quando for descontinuado.

Enquanto o fim da linha não chega, o C4 Lounge é disponibilizado em duas versões: Shine, por R$ 103.990, e na série especial 100 Anos, por R$ 107.490. O detalhe é que a primeira ainda faz parte da linha 2019 (a segunda já é 2020). Ambas são equipadas com câmbio automático de seis marchas e com o potente motor 1.6 turbo (THP) de 173 cv.

3. Renault Oroch

duster oroch bva 005
Renault Duster Oroch (Foto Renault | Divulgação)

Primeira das picapes intermediárias do mercado brasileiro, a Oroch foi lançada em setembro de 2015, cerca de 5 meses antes da Fiat Toro, sua única concorrente direta. Porém, o pioneirismo não foi capaz de fazê-la cair nas graças do consumidor. Ao contrário da rival, que logo alcançou sucesso comercial, as vendas caminhonete da Renault nunca decolaram.

A Oroch ficou ainda mais apagada após a chegada da nova geração do Duster, pois não acompanhou a evolução do SUV do qual é derivada. De qualquer modo, a picape segue com uma gama até diversificada, com motores 1.6 de 120 cv ou 2.0 de 148 cv. Os preços da linha 2021 vão de R$ 71.990 a R$ 88.490.

4. Fiat Grand Siena

fiat grand siena 2020 reduzido 01

Outro sedã em fim de carreira é o Grand Siena. O modelo sobreviveu à morte do Palio, em 2018, do qual é derivado, mas está com os dias contados. A obrigatoriedade por lei dos do sistema de controle de estabilidade, que passará a vigorar em janeiro de 2022, será uma barreira intransponível para ele. As vendas, aliás, já vêm em constante declínio nos últimos anos.

Ex-líder do segmento de sedãs compactos, o Siena há muito está ofuscado por concorrentes mais jovens. A própria Fiat comercializa dois carros 0 km nessa categoria: a outra opção é o Cronos, que acabou canibalizando o mercado do “irmão”. Apesar disso, o modelo ainda tem duas opções de motorização: 1.0 de 75 cv e 1.4 de 88 cv. Os preços vão de R$ 51.290 a R$ 57.490.

5. Hyundai ix35

hyundai ix35: Listamos os SUVs sem controle de estabilidade que ainda são vendidos - o equipamento de segurança se tornará obrigatório em breve!
Hyundai ix35 de entrada (Divulgação)

Quando o New Tucson, sucessor do ix35 em todo o planeta, foi lançado no Brasil, em 2016, a Hyundai informou que o modelo mais antigo permaneceria no mercado devido à alta demanda. Assim, o SUV continuou sendo montado em Anápolis (GO) pela Caoa.

Ocorre que, de lá pra cá as vendas minguaram: atualmente, o ix35 sequer aparece na listagem dos 50 carros 0 km mais emplacados do país, divulgada pela Fenabrave. Apesar disso, ele permanece à venda em duas versões, com valores entre R$ 101.990 e R$ 117.200. Ambas têm motor 2.0 de até 167 cv e câmbio automático de seis velocidades.

6. Mitsubishi ASX

ASX

É verdade que o Mitsubishi ASX teve dias de glória. Quando chegou ao Brasil, em 2010, o SUV ainda era novidade mundial e vendeu bem nos anos seguintes. Todavia, o tempo passou, novos concorrentes vieram e o modelo pouco mudou. Hoje, assim como o Hyundai ix35, ele nem aparece no ranking de emplacamentos de carros 0 km.

No último mês de julho, a Mitsubishi reestilizou a dianteira do SUV e passou a chamá-lo de Outlander Sport. Essa ação serviu para diferenciá-lo do ASX convencional, que segue em produção como produto de entrada, sem a “plástica facial”. O modelo é vendido em versão única por R$ 112.990, com motor 2.0 de até 170 cv e câmbio CVT.

7. Chevrolet Trailblazer

chevrolet trailblazer 2021 3 1

Com veículos como Amazona e Veraneio, a Chevrolet atua no segmento de SUVs desde que instalou-se no país. Aproveitando-se dessa tradição e da menor competitividade do mercado de algumas décadas atrás, a antiga Blazer teve grande aceitação. A sucessora Traiblazer, porém, nunca repetiu esse sucesso.

Já passaram-se 7 anos desde o lançamento, em 2013, mas o modelo sempre foi coadjuvante. Devido à baixa demanda, o motor 3.6 V6 a gasolina saiu do catálogo. De qualquer modo, o Trailblazer chegou à linha 2021 com as mesmas atualizações da S10. A versão Premier, única disponível, com motor 2.8 turbodiesel de 200 cv, tração 4×4 e câmbio automático de seis marchas, custa R$ 269.850.

Fotos: Divulgação

19 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Joelson Dantas 1 de outubro de 2020

    As marcas francesas ( Renault, Peugeot e Citroen ) sempre foram uma negação em nosso mercado. Qto a Ford, sem dúvidas eh uma boa marca, mas há muito tempo eu perdi o respeito por ela pois os carros da Ford em geral são muito problemáticos, dão muito defeito. Meus 3 primeiros carros foram 3 Escort e eu não gosto nem de lembrar daquelas porcarias. Nunca tive carros que quebrassem tanto qto os Escort. Depois daquelas 3 porcarias eu nunca mais quis saber de carro da Ford. Mas pra mim as marcas francesas são ainda piores. E qto as marcas chinesas, essas são tão ruins que eh melhor nem falar. Sai simplesmente terríveis

    • Avatar
      Então Tah 1 de outubro de 2020

      Soh não entendi o motivo de vc ter tido TRÊS escorts, mesmo vendo que o primeiro vc já havia considerado uma porcaria…
      outra coisa…. o tempo passou… todo o mercado TODO evoluiu… e nada é como antes… e vc preso às coisas do passado, qualificando a ford com base no escort até hj…

    • Avatar
      William 12 de outubro de 2020

      Amigo
      Carros da CITROËN e Renault são bons sim, robustos e duráveis.
      O que “mata ” eh a nossa cultura de carros pé dei e que acham que são verdadeiras máquinas… Cultura de pais de terceiro mundo.
      Carros da Ford tenho “medo” de passar perto pq podem quebrar o câmbio ou ferver rs Prefiro um chinês do que um Ford….. Ford pra mim eh só a Ranger….

  • Avatar
    Joelson Dantas 1 de outubro de 2020

    Eh por tudo isso que eu digo que marca de carro pra mim eh VW e Chevrolet, embora até essas marcas dêem suas mancadas de vez em quando

    • Avatar
      Joelson Dantas 1 de outubro de 2020

      Eu discordo totalmente desse rapaz, Fernando, qdo o mesmo diz que o Fox deveria ver citado nessa lista. Pois embora o Fox não esteja entre os carros mais vendidos ele ainda eh um carro excelente. Tanto eh que meu carro atual eh um Fox 1.6 ano 2019 e eu o considero um carro espetacular. Muito bom mesmo

      • Avatar
        Jalim Rabey 2 de outubro de 2020

        Leia novamente o texto até entender…..

  • Avatar
    Ronaldo Mazzaro 28 de setembro de 2020

    Faltou o Lancer.

    • Avatar
      Leandro 28 de setembro de 2020

      Mas o Lancer saiu de linha… Só tinha no Brasil ainda e agora nem isso mais…

  • Avatar
    Fernando B 27 de setembro de 2020

    Faltou citar o Fox

    • Avatar
      Gabriel 28 de setembro de 2020

      O Fox ainda figura na lista dos 30 mais vendidos, e tem boa revenda.. diferente dos da matéria..

  • Avatar
    Carlos 27 de setembro de 2020

    A alma do negócio é vendas! Como pode a direção de uma empresa não detectar que sua equipe esta sendo incompetente!
    De novo falando da Renault, atualizou a Duster e deixou a Oroch de fora, era só ter pelo menos mudado a frente a deixando igual a Duster que já venderia o dobro!! Parece que não quer vender!
    Parece tão óbvio pra mim o que a Fiat faz!

  • Avatar
    Carlos 27 de setembro de 2020

    A GM esta amargando a perda da primeira posição do onix para a Fiat strada porque subestimou o seguimento de picapes pequenas abandonando a montana que esta ultrapassada e sem novidades!!!
    A Renault não teve nenhuma criatividade com a Oroch e o resultado é que a Toro a engoliu desde de o começo!!
    Portanto só resta dar os parabéns a equipe da Fiat!
    Gostaria de fazer uma visita a fábrica da Fiat e dar os parabéns pessoalmente a equipe da Fiat.
    Olha que já critiquei a Fiat, nunca tive carro da marca mas me conquistaram pela competência, tanto que encomendei uma strada e estou esperando chegar!

    • Avatar
      Gabriel 28 de setembro de 2020

      Realmente estao ligados no mercado Carlos. Mas faltam os motores turbo. O dia que vc dirigir um carro que use o 1.8 16v etorq sem variação no comando, vai ficar com raiva da marca.

      • Avatar
        Joelson Dantas 1 de outubro de 2020

        Fiat eh uma droga. Já tive um Palio Fire e achei o carro simplesmente péssimo. Nota zero pro motor Fire 1.0. Totalmente sem força e altamente beberrão. Atualmente o único carro da Fiat que realmente vende bem eh a nova Strada. De qualquer forma eu continuo não gostando da Fiat

    • Avatar
      Joelson Dantas 1 de outubro de 2020

      Fiat eh uma droga. Já tive um Palio Fire e achei o carro simplesmente péssimo. Nota zero pro motor Fire 1.0. Totalmente sem força e altamente beberrão. Atualmente o único carro da Fiat que realmente vende bem eh a nova Strada. De qualquer forma eu continuo não gostando da Fiat

      • Avatar
        Jalim Rabey 2 de outubro de 2020

        O Fox que é top!!

  • Avatar
    OSMANE DAMIANSE ALMEIDA 27 de setembro de 2020

    A Citroen faz questão de estar fora do planejamento dos brasileiros, fez tudo pra isso e hj a estrela do Showroom e o C4 cactus com motor 1.6 que de tão esquisito ta foi descontinuado na Europa e esperam que que o brasileiro adore essa marca que se perdeu no mercado Brasileiro, continua o C3 antigo, tiraram o parabrisa Zenit que dava um ar de exclusividade. C4 lounge começou com um pós venda horrivel, problemas crônicos e pouca explicação da marca com seus clientes!!! Depois de tanto tiro errado brasileiro detesta Citroen e Peugeot!!! A marca ta viva ainda? Vendendo Aircross que pelo amor de Deus.

    • Avatar
      Antonino 27 de setembro de 2020

      A Ford tá no mesmo caminho. Insistiu no câmbio automatizado problemático e agora só vendo a Ranger praticamente..

      • Avatar
        Giovani Tagliari 27 de setembro de 2020

        Agora a Ford está tentando vender a Ford Territory que é um carro chinês com o símbolo da Ford…
        Por 180 mil, palhaçada…

Avatar
Deixe um comentário