Falta de manutenção é uma das principais causas de acidentes de trânsito

Levantamento da PRF indica que mais de 12 mil colisões foram causadas por defeitos mecânicos; veja os equipamentos que podem te colocar em perigo

Por Laurie Andrade 20/08/20 às 17h07
carro batido em estrada do sul do brasil aciddente de transito
Manutenção preventiva é essencial para evitar acidentes de trânsito (Foto: PRF | Divulgação)

Os acidentes de trânsito provocam mais de 45 mil mortes ao ano no Brasil. De 2017 a 2019, uma das principais causas de colisões em rodovias federais foram os defeitos mecânicos. Evitável, a falta de manutenção associada ao envelhecimento da frota circulante pode colocar em risco a população do país. Veja quais são os itens que o motorista não pode negligenciar ao realizar a manutenção preventiva.

LEIA MAIS

carro batido em estrada do sul do brasil aciddente de transito
Direção, freios e amortecedores em bom estado garantem mais segurança a motorista e passageiros (foto: PRF | Divulgação)

De acordo com os relatórios da Polícia Rodoviária Federal, de 2017 a 2019 mais de 12 mil acidentes de trânsito foram consequência de defeitos mecânicos. A corporação não registra quais foram as razões específicas, mas é possível afirmar que o cuidado com o veículo evitaria grande parte dos problemas.

Para Elias Mufarej, conselheiro do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), uma das possíveis explicações para um número tão alto é a idade da frota brasileira, que vem envelhecendo há seis anos consecutivos. A idade deve superar os 10 anos, para carros, e já ultrapassa os 11 anos – para os caminhões.

Veículos mais velhos precisam, pelo desgaste natural das peças e componentes, de mais manutenção periódica. Acontece que a realidade do país não é essa. “Quando a idade aumenta, a tendência é o dono do carro postergar a revisão e os reparos necessários”, afirma Mufarej. Segundo o especialista, isso ocorre porque no Brasil não existe inspeção técnica veicular para fiscalizar o estado de conservação dos veículos.

Consultamos o analista técnico de pesquisa e desenvolvimento do Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi Brasil), Pedro Alves, para elencar componentes que o condutor deve inspecionar para não correr risco em ruas e estradas.

Manutenção Preventiva

Direção

Alves explica que fazer o alinhamento da direção a cada 10 mil quilômetros e garantir o balanceamento das rodas combinado com o rodízio de pneus assegura que o condutor tenha um controle maior do veículo, além de uma melhor dirigibilidade.

Regulagem de freios pode diminuir acidentes de trânsito

“E importante ressaltar que não somente as pastilhas de freio devem ser trocadas com periodicidade. É preciso avaliar todo o conjunto, composto também por lonas (nos automóveis em que não são adotadas as pastilhas) e discos”, ressalta o pesquisador.

A não manutenção dos freios pode não só atrapalhar a frenagem como fazer com que o sistema ABS não opere corretamente.

Amortecedores

Os amortecedores interferem na direção do carro. O conjunto tem validade e deve ser inspecionado para que se tenha certeza de que não há vazamento de óleo, por exemplo.

Amortecedores com problema podem causar o descontrole do veículo, além de aumentar a distância necessária para que o carro pare após uma frenagem.

Luzes dos veículos devem ser contempladas pela manutenção preventiva

“As luzes do veículo não servem apenas para auxiliar o condutor. Elas são essenciais para que os demais motoristas entendam o trânsito”, lembra Pedro Alves. Fazer a verificação de luz de ré, lanterna, farol e seta é essencial para evitar acidentes de trânsito.

Pneus

Os pneus têm validade de cinco anos e só podem ser mantidos no carro se estiverem com os sulcos dentro dos limites da Lei de Trânsito. Confira, com a mesma frequência em que calibra os componentes, o TWI – que indica a altura mínima dos traços do pneu.

Limpador de para-brisa

Pode parecer bobo colocar os limpadores de para-brisas entre os itens de manutenção preventiva, mas deixar as paletas limpas (devem ser higienizadas com detergente neutro) assegura a visibilidade do motorista e contribui para um trânsito seguro.

1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    andré 21 de agosto de 2020

    só se for for a falta de manutenção das estradas estas sim são perigosas na minha região SC é impossível não cair em um buraco

Avatar
Deixe um comentário