Classe econômica: Testamos o veterano Chevrolet Spin Activ 7

Depois de 10 anos de mercado, Chevrolet Spin desfila a mesma carroceria, o mesmo motor, mas resolve para quem precisa de dois bancos extras

chevrolet spin activ 7 azul tres quartos
Chevrolet Spin Activ 7 tem estilo aventureiro, mas seu grande trunfo está no porta-malas, onde ficam os dois bancos extras (Foto: Marcelo Jabulas/AutoPapo)
Por AutoPapo
29 de junho de 2022 17:03

O Chevrolet Spin chegou ao mercado em 2012. Numa tacada só, o modelo substituiu o Zafira e o Meriva. O modelo desde então é o representante na marca no segmento de monovolumes. Na verdade, o Spin é o único monovolume nacional, pois até o Honda Fit já partiu dessa para melhor.

E como está sozinho no mercado, atende às exigências de segurança e emissões vigentes, não há porque a Chevrolet tirar o veterano da praça. Aliás, ele a opção mais acessível para quem busca um automóvel de sete lugares.

VEJA TAMBÉM:

O monovolume parte de R$ 102.709 na sua versão de entrada e com apenas cinco lugares. Testamos a opção mais sofisticada, Activ 7, que salta para R$ 124.900.

Essa versão tem estilo aventureiro, com para-choques reforçados com plástico em preto fosco, molduras nas caixas de rodas, rack de teto seguindo a velha cartilha escrita nos anos 1990 pela perua Fiat Palio Adventure.

Conteúdos do Spin Activ 7

O Spin Activ 7 é um carro que oferece o mínimo que se um automóvel que já superou a faixa dos R$ 100 mil. Ele conta com direção assistida, assim como vidros, travas e retrovisores elétricos.

Não espere refinamentos como ar-condicionado eletrônico ou quadro de instrumentos digital. É tudo analógico mesmo. Ele também não oferece assistentes de condução.

O recurso mais sofisticado é o sistema multimídia MyLink, com tela de sete polegadas e conexões Android Auto e Apple Carplay. Ele ainda conta com o assistente remoto OnStar

Motor do monovolume

O Spin é equipado com o veteraníssimo motor 1.8 de 111 cv e 17,7 kgfm de torque. Esse bloco está na linha da GM há anos e já equipou modelos como Monza, Kadett, Astra e Corsa.

O propulsor tem sido atualizado para ganhar mais fôlego, com ajustes de diâmetro e curso. Em 2012 ele também recebeu novos coletores, ajustes de injeção eletrônica e outras melhorias que o mantém na ativa. Apesar de a potência deixar a desejar, o volume de torque é bom e corresponde sua proposta de carro para sete ocupantes.

Espaço do Chevrolet

O principal benefício ou argumento de vendas do Spin é a lotação. Ele é o único carro de sete lugares abaixo de R$ 200 mil. Quem quiser algo mais requintado terá que apostar em modelos como Caoa Chery Tiggo 8 ou Jeep Commander.

O monovolume leva quatro adultos com conforto. Com cinco, o bem-estar na fileira do meio é comprometido. E lá atrás, no bagageiro, onde fica a terceira fileria, dois adultos vão com sacrifício.

Para famílias com muitos filhos, ele atende muito bem. Mas sacrifica o porta-malas. Com os dois últimos assentos rebatidos o volume de bagagem é de 553 litros. Com os banquinhos ocupados, sobram apenas 162 litros.

Nem tudo é perfeito.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Alexandre jose 8 de julho de 2022

Classe econômica, para para que tá feio nao tem más a categoria.do.carro.manual forçando o público a nao ter más escolha uma falta de respeito com o consumidor.

Avatar
Paulo Adão Bertolini 7 de julho de 2022

Tenho uma 2012, com 40,000km tive trocar o virabrequim, e também os pneus, a montadora não deu garantia, e segundo o informado o desgaste do virabrequim era por ser carro de mulher. Eventualmente minha filha dirigia, outro lado também consome muito combustível.

Avatar
Rodrigo 4 de julho de 2022

Tem muito carregador melhor e mais moderno por 100mil. Tá maluco pagar mais de 100mil só por ser zero

Avatar
José Carlos Nunes Dos Santos 3 de julho de 2022

Consome muito, não tem braço de apóio no banco do motorista,falo porque tenho uma

Avatar
Deixe um comentário