iX, primeiro SUV puramente elétrico da BMW, chega em 2021

Com 500 cavalos de potência e a promessa de um 0 a 100km/h em menos de 5,0 segundos, modelo será capaz de oferecer 600 km de autonomia

Por AutoPapo 11/11/20 às 18h00
suv eletrico bmw ix
BMW iX oferecerá 600 km de autonomia (Foto: BMW | Divulgação)
Clique para ouvir
Voiced by Amazon Polly

A BMW apresentou nesta quarta-feira, 11, o iX, utilitário esportivo baseado em uma nova plataforma modular desenvolvida pela fabricante. O modelo entrará em produção na planta de Dingolfing a partir do segundo semestre de 2021 como o carro-chefe das novas tecnologias do grupo.

O BMW iX conta com inovações nas áreas de eletrificação, direção autônoma e conectividade. Com relação ao design, o modelo apresenta traços minimalistas.

LEIA MAIS

O conceito de veículo e o design do BMW iX buscam sustentabilidade. Isso se reflete em sua aerodinâmica otimizada e no uso extensivo de materiais naturais e reciclados.

A quinta geração da tecnologia BMW eDrive chega ao mercado com dois motores elétricos, mais potentes, com menores tempos de recarga e baterias de alta tensão que garantem mais eficiência. A unidade de potência desenvolvida pelo BMW Group será fabricada de forma sustentável sem o uso de matérias-primas raras.

Pelos cálculos mais recentes, o iX desenvolverá uma potência máxima de mais de 370kW / 500cv. O suficiente para impulsionar o BMW iX de 0 a 100km/h em menos de 5,0 segundos.

Consumo, autonomia e recarga do BMW iX

O objetivo do SUV elétrico é registrar um valor de consumo de energia excepcionalmente baixo para seu segmento de menos de 21 kWh por 100 quilômetros no ciclo de teste WLTP. A capacidade bruta de mais de 100 kWh deve permitir que a bateria de alta tensão ofereça ao veículo autonomia de mais de 600 quilômetros no ciclo WLTP.

A nova tecnologia de carregamento do BMW iX permite a recarga rápida com até 200 kW. Desta forma, a bateria pode receber de 10 a 80 por cento de sua capacidade total em menos de 40 minutos.

Em apenas dez minutos, o BMW iX receberá energia suficiente para ampliar sua autonomia em mais de 120 quilômetros.

O novo SUV 100% elétrico tem previsão de chegar ao mercado global no final de 2021.

Fotos: BMW | Divulgação

2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Bruno Vasconcelos 11 de novembro de 2020

    Carro baixo, parece uma perua, não um SUV… bico horrivel na frente em forma de coração, lateral baixa parecendo carro antigo, farol pequeno em relaçao a grade enorme, totalmente desproporcional o carro como um todo… o que está acontecendo com os designers?? E por que todo carro elétrico é baixo, pra melhorar aerodinamica e consumir menos eletricidade, só pode… começou feio.

  • Avatar
    MARIA PAULA ADELAIDE BECATO 11 de novembro de 2020

    O perfil é bonito, a traseira é bonita, o interior é bonito, mas para a frente os designers não encontraram uma solução elegante para a tradicional grade bipartida da marca.

Avatar
Deixe um comentário