Relembre o conceito da Volvo projetado apenas por mulheres

Uma engenheira da Volvo propôs ao CEO da marca um carro conceito feito apenas por mulheres, o resultado foi esse cupê esportivo com soluções inteligentes

volvo ycc carro conceito frente com as engenheiras
A equipe feminina orgulhosa de seu esportivo prático (Foto: Volvo | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
08 de março de 2022 19:30

Hoje em dia as equipes de engenharia dos fabricantes são bastante diversas: existem homens e mulheres qualificados projetando os carros. Em junho de 2002 a engenheira Camilla Palmertz apresentou ao então presidente da Volvo, Hans-Olov Olsson, a proposta de criar um carro apenas com as mulheres da equipe.

A ideia foi aprovada com entusiasmo, já que a marca era bem recebida pelo público feminino. Na época, 54% dos carros Volvo vendidos nos EUA eram para mulheres. Hans disse que o olhar das engenheiras poderia ajudar a manter esse público crescente fidelizado na marca.

VEJA TAMBÉM:

Segundo a gerente de design Maria Widell Christiansen, as mulheres são os consumidores mais exigentes na hora de comprar um carro premium. A Volvo realizou clinicas apenas com mulheres durante o desenvolvimento do XC90 para ajudar a tornar o primeiro SUV da marca mais amigável para elas.

Como é o Volvo criado por mulheres

volvo ycc carro conceito interior com as engenheiras
A equipe de mulheres pensou no carro para ser prático no uso diário

Camilla Palmertz juntou uma equipe formada por Maria Widell Christiansen, Eva-Lisa Andersson, Elna Holmberg, Maria Uggla, Cynthia Charwick, Anna Rosén, Lena Ekelund e Tatiana Butovitsch Temm. Após dois anos de trabalho ficou pronto o conceito YCC (Your Concept Car, ou “seu carro conceito” em português).

O estereótipo enraizado na sociedade de que carro “de mulher” é algo com desenho inofensivo ou então algum SUV familiar foi jogado pela janela. As engenheiras da Volvo fizeram do YCC um cupê esportivo com tração traseira, motor de cinco cilindros e portas do tipo asa-de-gaivota.

A diferença do Volvo YCC para um cupê esportivo tradicional é que as mulheres não deixaram a praticidade de lado. As engenheiras notaram que o lugar mais a mão para guardar a bolsa e manter os pertences por perto é o console central, por isso adotaram um freio de estacionamento eletrônico e colocaram a alavanca de câmbio na coluna de direção.

volvo ycc carro conceito dianteira vista de cima
A mecânica é híbrida, unindo o motor 2.5 de cinco cilindros a um sistema elétrico de 60 volts

Com esse espaço extra foi possível criar um console com vários nichos para os diferentes tipos de objetos: de um espaço raso para as chaves de casa até um mais fundo onde pode ser colocada uma bolsa. Também existe um espaço refrigerado e uma lixeira.

Outro fato notado pela equipe foi que o banco traseiro era mais usado para guardar objetos que para levar passageiros. Por isso, fizeram uma solução similar a do Honda Fit de deixar o assento levantado. Na hora que precisar de levar um passageiro é só abaixar o assento.

O Volvo YCC pode ser personalizado

O interior não é apenas prático como também é fácil de ser personalizável. Os assentos possuem almofadas que podem ser trocadas por outros materiais e padrões. O mesmo vale para o carpete, que é fácil de trocar por outro que combine com a padronagem dos bancos.

Já notou como muscle cars possuem desenho agressivo e janelas pequenas (estou olhando para você, Chevrolet Camaro)? No Volvo YCC a visibilidade foi uma prioridade: as janelas são grandes, as colunas são finas, o capô é baixo e os para-lamas são altos, para dar uma referência da extremidade do carro. E, ao contrário de outros carros conceito, esse possui retrovisores generosos.

Para a comodidade, cada chave pertence a uma motorista, guardando a posição do volante, dos bancos e dos pedais. A chave traz um sistema presencial também, podendo ser deixada na bolsa. Chegando perto do carro as portas asa-de-gaivota se abrem junto da soleira, para tornar o acesso mais fácil e evitar aquelas batidas que sujam a barra da calça.

Sem complicações com manutenção

volvo ycc carro conceito traseira vista de cima
O asseto do banco traseiro pode ficar levantado quando fora de uso, para levar objetos

A rotina diária de uma mulher urbana é corrida e o carro acaba sendo uma ferramenta para auxiliar na correria. Para isso fizeram uma mecânica de baixa manutenção. O motor 2.5 de cinco cilindros auxiliado por um sistema híbrido de 60 volts foi feito para necessitar trocas de óleo a cada 50 mil km.

Segundo Tatiana Butovitsch Temm, gerente de comunicação do projeto, ela só precisa abrir o capô de seu carro para encher o reservatório do limpador de para-brisa. Por isso, fizeram o carro sem um capô tradicional que quebra as linhas da dianteira. O reservatório do limpador possui um bocal de enchimento no para-lama, solução que hoje aparece em carros elétricos.

As tampas tradicionais usadas por esse reservatório e também pelo bocal de abastecimento do tanque de combustível também foram alvos de crítica. No lugar foram adotadas válvulas esféricas mais fáceis de ser usadas. Para a manutenção o carro faz seu próprio diagnóstico e pode enviar um sinal de rádio para a oficina mais próxima marcar a revisão.

O Volvo YCC não chegou a inspirar um carro de produção. Porém suas ideias chegaram aos carros da marca. Os SUV XC60 e XC90 são elogiados por trazerem soluções bem pensadas as mulheres.

Fotos: Volvo | Divulgação

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Erik Luiz de Oliveira 9 de março de 2022

Não conhecia esse conceito, achei maravilhoso, de muito bom gosto e próximo da realidade, a Volvo perdeu a chance de produzí-lo, uma pena, pois talvez não teria mercado

Avatar
Deixe um comentário