Carros usados: como ficam os preços na pandemia?

Nesta época de pandemia, como é que ficaram os preços dos carros usados? Está na hora boa de você comprar ou de você vender?

Por Boris Feldman 29/05/20 às 15h04

Nesta época de pandemia, como é que ficaram os preços dos carros usados? Está na hora boa de você comprar ou de você vender? Ou de deixar o seu quieto na garagem? Você está precisando de comprar ou de vender, como é que você se situa nisso?

Tem uma empresa americana que veio para o Brasil, ela já tem quase 100 anos, a KBB (Kelley Blue Book). E ela faz pesquisas de mercado e tem uma tabela, como se fosse aquela tabela Fipe, só que muito mais apurada.

A tabela KBB é resultado de uma extensa pesquisa de mercado, e revelou um fato muito curioso em relação ao mercado, hoje, dos automóveis usados no Brasil. Ela dividiu os carros em três faixas. Os mais baratos acima de dois anos de uso, os carros com até dois anos de uso numa faixa média de preço e os carros mais caros, acima de R$ 70 mil.

VEJA TAMBÉM

E que conclusão essa pesquisa chegou? Muito interessante: para os carros mais baratos, acima de dois anos de uso e de uma faixa inferior de preço, o preço caiu. E os carros mais caros, o preço caiu também. Entretanto, os carros na faixa média de preço subiram.

Explicação

Como é que explica isso? Segundo a KBB, é o seguinte: quem tem um carro mais barato comprado há mais de dois anos e está em dificuldade de pagar as prestações, perdeu o emprego, tem que vender o carro para resolver a vida financeira dele.

Por outro lado, quem tem um carro muito caro, acima de R$ 80 mil, R$ 100 mil, que é um pequeno empresário em problemas com a pandemia, o alto executivo que perdeu o emprego, eles também estão vendendo seus carros para fazer caixa, botar dinheiro no bolso. Então, é uma situação, digamos, semelhante: quem tem muito e quem tem pouco.

Mas e os carros na faixa média? Carros seminovos com até dois anos de uso? Aí aconteceu um fato curioso: o carro zero-quilômetro está subindo de preço- as montadoras estão aumentando o preço do carro 0 km no meio dessa pandemia.

Quando sobe o preço do carro zero, o veículo seminovo, de certa maneira, acompanha. Além disso, muita gente que estava pensando em comprar o carro zero, depois que ele ficou mais caro, está optando pelo seminovo – com menos de um ano de uso,pouco rodado. Então a procura desses carros seminovos cresceu, o preço do veículo zero-quilômetro cresceu, subiu tudo junto.

Resultado: nessa divisão de carros usados hoje no Brasil, os mais baratos abaixaram de preço, os mais caros baixaram também. E aqueles intermediários de preço médio, até dois anos de uso, o preço subiu.

venda de carro em concessionaria shutterstock
Preços variam de acordo com a faixa de preço (Foto: Shutterstock)
SOBRE
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Paulo Gonçalves 30 de maio de 2020

    FIPE e KBB é só para seguradoras

  • Avatar
    Paulo 30 de maio de 2020

    As avaliações da KBB são totalmente fora da realidade.
    Ou aqui em Fortaleza estamos em um desvio das avaliações.
    Falo isso tanto como comprador, como consumidor.
    A Autoavaliar é muito mais real

  • Avatar
    Paulo Gonçalves 30 de maio de 2020

    As avaliações da KBB são totalmente fora da realidade.
    Ou aqui em Fortaleza estamos em um desvio das avaliações.
    Falo isso tanto como comprador, como consumidor.
    A Autoavaliar é muito mais real

  • Avatar
    EVANDRO DE OLIVEIRA COSTA 29 de maio de 2020

    Vai ficar muito barato carros usados e também novos, as pessoas não gasta dinheiro com coisas surperfula hoje o mais importante é alimentos, hoje vai ter carro de 10,00 reais e ninguém vai ter dinheiro para compra.

Avatar
Deixe um comentário