CRV digital: como funciona o novo recibo de compra e venda

Resolução do Contran reuniu todos os documentos de veículos em aplicativo; processos não mudam para quem já tem a versão em papel moeda

Por Laurie Andrade 06/01/21 às 18h02
celular com documento do carro digital aberto sobre crlv impresso
Carteira Digital de Trânsito vai abrigar, além do CRVL-e, o ATPV-e e o CRV digital (Foto: AutoPapo)

Entrou em vigor, em todo o Brasil, a Resolução n° 809 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicada em 24 de dezembro de 2020, que determina os requisitos para emissão exclusivamente digital dos documentos: Certificado de Registro de Veículo (CRV), Certificado de Licenciamento Anual (CLA) e do comprovante de transferência de propriedade.

LEIA MAIS

Com a resolução, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo Digital (CRLV-e) passa a conter outros dois documentos vinculados: o CRV (popularmente conhecido como DUT) e o CLA. O CRV também não será mais impresso em Papel Moeda.

O CRV digital tem o mesmo valor que os antigos documentos impressos possuíam, ou seja, o usuário pode apresentar o documento na versão digital por meio dos aplicativos oficiais do Governo Federal ou na versão impressa em papel A4 branco comum.

ATPV-e

A resolução também determina a Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo em meio digital (ATPV-e), que é o comprovante de transferência de propriedade, um serviço oferecido pelo Órgão. Anteriormente a ATPV constava no verso do CRV impresso em Papel Moeda.

No documento, o vendedor e comprador declaram estarem de acordo com a transferência do automóvel, responsabilizando-se pela veracidade das informações declaradas na transferência.

No caso da ATPV-e, o vendedor do veículo comparece ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e informa que tem a intenção de transferir o veículo ao comprador. Com isso a ATPV-e será preenchida com dados do vendedor e comprador e impressa, para que as partes interessada reconheçam as assinaturas em cartório.

Feito isso, a ATPV-e com as assinaturas já reconhecidas, poderá ser utilizada para comunicado de venda e transferência de veículo.

Em São Paulo, a entrega do CRV original com reconhecimento de firma (ou nota fiscal e decalque do chassi-veículo zero km) no momento de compra e venda continua obrigatória, mediante agendamento na opção “Retirada/Entrega de documentos-CRV, disponíveis de forma online no portal do Detran SP e ou do Poupatempo.

CRV em papel moeda continua válido

A mudança vale apenas aos veículos registrados a partir de 2021. Os usuários que já possuem o CRV impresso em Papel Moeda não sofreram impactos práticos com a mudança. Nesse caso, o usuário deve realizar o mesmo procedimento realizado anteriormente nas transferências de veículos.

Como baixar o CRLV (com o CRV) digital

Para baixar o aplicativo do CRLV-e, o usuário precisa da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com QR Code (emitidas a partir de 01/05/2017) e de um Smartphone.

Confira, abaixo, o passo a passo completo para a ativação do CRLV-e:

  • Instalar o aplicativo “Carteira Digital de Trânsito (CDT)” no seu telefone, disponível nas lojas Google Play e App Store;
  • Realizar o cadastro de usuário no próprio aplicativo;
  • Ativar a conta através do link enviado para o e-mail cadastrado;
  • Para obter a CNH Digital,  o usuário deve validar o seu cadastro por meio do Portal de Serviços do Denatran com o uso do certificado digital ou pessoalmente junto ao Detran da sua jurisdição;
  • Para adicionar o documento CRLV Digital, não é necessário realizar a validação do cadastro, basta informar o número do Renavam e o Código de Segurança do CRV (antigo DUT);
  • Gerar a  “Chave de Acesso” com 4 dígitos (PIN);
  • Adicionar a versão digital dos documentos (CNH Digital e/ou CRLV Digital);
  • Visualizar os documentos adicionados.

O CRLV-e somente será expedido após a quitação dos débitos relativos a tributos, encargos e multas de trânsito e ambientais, vinculados ao veículo, bem como o pagamento do Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestres (DPVAT).

SOBRE
37 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Cléber Geraldo Barroso 23 de janeiro de 2021

bom dia. alguem sabe me informar como ira funcionar a segunda via do recibo? se eu quitar os debitos ira vir digtal?

Avatar
Anderson 24 de janeiro de 2021

Não existe mais recibo físico, vc só vai emitir esse documento quando for vender o carro, vão imprimir um papel com dados seus e do comprador, ai após reconhecido firma o documento vale para transferência.

Avatar
PAULO HENRIQUE GOMES DUARTE 18 de janeiro de 2021

mas e agora sendo assim desse jeito a gente vai ter que pagar aquele mesmo valor do recibo em branco da das coisas que acontece a transferência de tudo aquilo mas vai ter que pagar tudo isso aí agora como que é

Avatar
Anderson 24 de janeiro de 2021

Os valores de transferência vão baixar devido a não emissão dos documentos, pelo menos no Paraná o Detran informou redução.

Avatar
IVAN VASCONCELLOS 14 de janeiro de 2021

Pronto. Criaram mais um monstro!!! Vida longa aos nossos Profissionais Documentalistas!!!
Minha esperança é que algum dia nossa PF deixe de investigar apenas os políticos e empresários e aponte um olho nesses órgãos de transito.
Enquanto isso, que Deus nos ajude…

Avatar
Anderson 24 de janeiro de 2021

A não emissão trará uma enorme redução de custos, além de centralizar as informações no orgão federal contribuindo para sistema nacional de informações, aqui no Paraná o Detran até informou redução de custos para transferência.

Avatar
Gustavo esteves 14 de janeiro de 2021

Os cartórios vao perder muitos clientes tirando o dut e sendo obrigado a ir no detran

Avatar
Pablo cristiano da Silva 14 de janeiro de 2021

Como imprimir este no CRV, não consigo de nenhuma forma, alguem me ajuda?

Avatar
Gustavo esteves 14 de janeiro de 2021

Qual sua duvida voce fala de sao paulo?

Avatar
Bruna agatha 15 de janeiro de 2021

Também já procurei em todo quanto é canto o novo CRV no site do Detran e nada! Fui até o detran presencialmente e ninguem sabe. Alguem sabe onde ter acesso?

Avatar
JOSE CARLOS VALLE 16 de janeiro de 2021

Estou com o mesmo problema, preciso do CRV-e pra vender o veículo, mas o site do Detran pra essa finalidade está indisponível, conforme informação do despachante. entretanto, acabei de receber informação do despachante que segunda feira estará disponível a retirada do CRV-e..

Avatar
Maske 9 de janeiro de 2021

Alguem sabe se agr no parana a trasnferencia vai ficar mais barata ? vai precisar pagar a taxa de emissao de documento ? pra que se agr é td eletronico , fica a duvida

Avatar
Anderson 24 de janeiro de 2021

os valores vao baixar.

Avatar
Mauricio 7 de janeiro de 2021

O problema é que continuam cobrando a taxa de expedição, pelo menos aqui no RS é assim. Além da fila nós CRVA, agora toda intenção de compra tem que ser solicitado no CRVA. Se é pra facilitar, que se imprima em casa com os dados de comprador e vendedor.

Avatar
IVAN VASCONCELLOS 6 de janeiro de 2021

Esse tal de ATPV-e parece brincadeira. Você comparece ao DETRAN para que um “funcionário preguiçoso” preencha um sistema com os dados da transferência, ai então ele IMPRIME o papel que você e o comprador assinam, reconhecem firma e devolvem ao DETRAN. Isso é ridículo, o que tem de digital nisso?
Isso é ridículo! Só fizeram mudar o papel, de papel moeda pra papel comum. E continuaremos a fazer uso dos famosos “despachantes”…
Esse documento poderia, pelo menos ser preenchido pelo vendedor, em um formulário eletrônico, assinado, ter firmas reconhecidas (o que também considero um absurdo burocrático) e entregue ao DETRAN. Isso pelo menos facilitaria o processo.

Avatar
Helio 7 de janeiro de 2021

Reconhecer firma num país formado por uma massa populacional desonesta não é um absurdo burocrático…. Há um diferença muito grande do antes com o agora. De agora em diante, o proprietário relapso não mais correrá o risco de perder o CRV, ja que ele sempre existirá num banco de dados .. Este problema deixará de existir…

Avatar
IVAN VASCONCELLOS 7 de janeiro de 2021

Julguem-se e prendam-se os desonestos, mas não prejulguem a honestidade dos cidadãos. Está na constituição, mas parece que as autoridades de transito ainda não leram…
Quanto ao banco de dados, ele já existe há anos. As informações impressas nos nos CRV, CRLV em papel moeda saem de onde? De algum espaço mediúnico?
Além disso, meu comentário não foi sobre o CRV, foi sobre o APTV-e.

Avatar
Hugo Verasto 7 de janeiro de 2021

Vc esta falando dos famosos despachantes, saiba que somos profissionais documentalista , pagamos impostos , temos credencial através de concurso e somos pai de família trabalhadores honestos, se você teve alguma experiência ruim tudo bem eu entendo , mas não generalize. Meu pai é despachante desde 1975 e criou nossa família com muito trabalho e dedicação. A profissão pode estar acabando tudo bem pq estamos em tempos modernos. Mas não aceito essa ironizacao com a nossa profissão, pois já pensou eu ficar criticando os profissionais da contabilidade, advogados e etc. O problema e que vc como muitos só sabe reclamar das coisas e das mudanças pois pense na solução do problema para resolvê-los vc vai perceber que é bem melhor assim. Vc pensou depois que vc tiver um CRV digital, vc não terá preocupação em perder o documento , consequentemente não precisará gastar com 2 via…. Isso e ótimo pra todo mundo…vale a dica

Avatar
IVAN VASCONCELLOS 8 de janeiro de 2021

Sinto muito se você se sentiu ofendido, peço desculpas, não foi minha intenção agredir ninguém, alias não fiz menção à honestidade dos profissionais despachantes, só comentei quanto à fama da profissão.
Sim, eu já tive experiencia ruim com um despachante, mas aquele era mesmo desonesto, ficou com o pagamento, me entregou um CRLV com informação de quitação falsificada e no ano seguinte fui obrigado a pagar novamente o IPVA, licenciamento e seguro DPVAT, alem da multa por atraso.
Não fico feliz pelo fato da sua profissão estar em extinção, mas acho (e mais uma vez, não é nada pessoal) que ela não teria sido necessária se não houvesse tanta burocracia nos procedimentos dos CONTRAN/DETRANS. (a velha máxima de criar a dificuldade para vender a facilidade.)

Avatar
rosa 15 de janeiro de 2021

se não esxistisse os famosos despachantes mais da metade da população não saberia e nem teria tempo de fazer seus documentos Muito orgulho da minha profissão

Avatar
indio 17 de janeiro de 2021

Bem melhor com certeza .

Avatar
Cléber Geraldo Barroso 23 de janeiro de 2021

perdi o recibo do meu carro e estou sem saber como faco para receber a segunda via.

Avatar
Elisa 8 de janeiro de 2021

Você é de onde? Sou do interior de SP e aqui o Detran alega que não teve mudança no sistema pra fazer esse atpv-e, tenho carro pra vender, e não sai pq alegam que não sabem como faz essa benção.

Avatar
Renan 13 de janeiro de 2021

Esse problema tbm está ocorrendo aqui em SP Capital. Transferi um veiculo na semana passada para meu nome. Fiz todo o processo de comunicação de transferência via portal do DETRAN e já recebi a via eletrônica do novo CRLV-e em meu nome. Porém não recebi o tal do ATPV-e e estive hoje presencialmente no DETRAN e ninguém sabe dizer como e/ou onde ele pode ser obtido. O pior é que preciso vender o carro e sem o ATPV-e não é possível efetuar a venda.
Estou refém da incompetência desse governo. É inacreditável!!

Avatar
michele 14 de janeiro de 2021

Sou de leme-sp e estou com o mesmo problemas. eles falam que nao sabem ainda como vai funcionar, e preciso vender minha biz.

Avatar
Marlon 15 de janeiro de 2021

Estou com o mesmo problema, transferi meu carro no dia 19/12, até o momento o despachante nao me entregou o documento e eu com o carro vendido e o novo dono me cobrando uma posiçâo, estou perdido!!!

Avatar
diogo 11 de janeiro de 2021

É o cumulo da burocracia…

Avatar
Fernando 12 de janeiro de 2021

Ridículo a questão do ATPV-e, o que se fazia em 10 min em qualquer cartório, agora dependerá da burrocracia do detran, filas, etc. B R A S I L

Avatar
Ana 6 de janeiro de 2021

Perdi a via física do CRV (DUT). Agora que virou digital, será que ainda é necessário tirar a 2ª via em papel moeda? O preço é bem salgado em SP (mais de 200 reais), fora o laudo de vistoria, por isso a dúvida.

Avatar
Helio 7 de janeiro de 2021

Para voce descobir isso, basta acessar o CNH digital e tentar fazer o download do CRV

Avatar
Ana 8 de janeiro de 2021

Obrigada pela resposta, Helio! Infelizmente, para acessar o CRV no CDT, preciso do número de segurança do CRV e, como perdi o documento, não tenho acesso, então ainda fico na dúvida sobre a segunda via, ou se o Detran poderia repassar esse tipo de informação para mim.

Avatar
Thiago 8 de janeiro de 2021

To com o mesmo problema, mas já solicitei a segunda via em um poupatempo e agora o crv vira digital, isso mas até agora nada, se bem que tem dois dias úteis ainda, segundo eles até cinco dias úteis para isso, mas gerou um problema para mim, porque já está praticamente vendido o veículo

Avatar
Diele Bozo 12 de janeiro de 2021

Estou no mesmo caso, vendi o veículo, pedi a segunda via e aguardo, mas no app não tem opção de imprimir o crv, não sei como fazer agora

Avatar
Diele Bozo 12 de janeiro de 2021

Eles fazem essas mudanças, e nem sabem como orientar a gente. Dia 08 paguei vistoria e taxa para segunda via do CRV, mas informaram que não vem mais o documento verde, que devo imprimir através do app, mas no app não tem a opção do CRV. Como fazer? Alguém Já conseguiu baixar o CRV?

Avatar
Hudson 9 de janeiro de 2021

boa tarde pra quem não tem o código de segurança no crv ou dut é só colocar 11 vezes zero muito fácil que dar certo blz , obs. de 2006 pra trás não existi esse código no documento.

Avatar
Pablo cristiano da Silva 14 de janeiro de 2021

Boa tarde meu querido amigo no meu caso a minha carteira do motorista ainda não tem o QR code e não tenho este portal de carteira digital como faço para adquirir o CRV a digital para que eu possa vender meu carro e transferir para o novo proprietário pode me informar por favor atenciosamente Pablo de Jaú obrigado.

Avatar
Hud 9 de janeiro de 2021

pra quem não tem o código de segurança no crv ou dut é só colocar 11 vezes zero muito fácil que dar certo blz , obs. de 2006 pra trás não existi esse código no documento.

Avatar
Deixe um comentário